Quinta-feira, 08.10.09

Carvalho da Silva é mais um fenómeno queirosiano. Deu apoio casual (à boleia da bica) a António Costa, rosto 2 do Governo contra o qual Carvalho da Silva andou quatro anos aos gritos nas ruas. Depois escreveu que apoia a CDU. Este sindicalista profissional, que não habita no seu posto d etrabalho há décadas, revelou-se um autêntico troca-fintas.A propósito: alguém sabe se Carvalho da Silva vota em Lisboa?



publicado por Jorge Ferreira às 00:10 | link do post | comentar

Terça-feira, 05.06.07
Carvalho da Silva está em maus lençóis. Parece que está mal visto nos patrões da CGTP. Um filme repetido que já se sabe como vai acabar. A greve geral abriu um fractura não no Governo, mas nos seus promotores. Chama-se tiro no pé. O bode expiatório vai ser o trabalhador que não habita o seu posto de trabalho há décadas. Mais um com guia de marcha. Os patrões da CGTP não perdoam a mais leve indecisão.


publicado por Jorge Ferreira às 10:16 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30.05.07
Na hora do balanço da greve geral parcial, particular, parcelar, Carvalho da Silva recusou avançar com números globais de adesão, porque «as pessoas não são números», mas forneceu dados sectoriais e acusou o Governo de divulgar valores «mentirosos». Ora aí está uma lógica imbatível. Eu não digo a verdade , mas o que tu dizes é mentira. Um extase do sindicalismo moderno.


publicado por Jorge Ferreira às 22:40 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Do blogue de camapnha de Jerónimo de Sousa)

Desde que Sócrates tomou conta do país gerou-se um certo chique à esquerda. Carvalho da Silva, um sindicalista que não exerce um posto de trabalho há décadas, é o máximo expoente desse chique. Em desgraça no PCP (ele não queria o simulacro de greve geral de hoje, qual geral, qual carapuça!), teve de se sujeitar às ordens do Comité Central. Há quem queira promover o homem a Manuel Alegre de segunda nas próximas eleições presidenciais. Como independente certamente... O resto do caviar não teve alternativa senão ir atrás do diktat e dar uma de operário ofendido. Como compete exclusivamente aos trabalhadores definir o âmbito da greve, não é preciso razão. Qualquer uma serve. O problema é outro: é que as greves deixaram de ter consequência porque o mundo mudou. Quem se lembra da última greve geral? Ninguém. O que restará desta? Nada, excepto a palhaçada do costume sobre os números e umas páginas de jornal amanhã. Os sindicatos e o PCP não mudaram. Tanto pior para a realidade. E Sócrates agradece.


publicado por Jorge Ferreira às 12:31 | link do post | comentar | ver comentários (1)

JORGE FERREIRA
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags