Quinta-feira, 22.01.09

Parece que o Sol está a pagar a factura de ter publicado umas notícias sobre o caso Freeport. Quem se mete com o PS... leva. Ou leva com Santos Silva, ou leva com um banco.



publicado por Jorge Ferreira às 00:31 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 21.01.09

José Eduardo dos Santos vai passar a mandar no Sol. Por outras palavras: o Sol vai deixar de brilhar tanto. Credo!



publicado por Jorge Ferreira às 15:11 | link do post | comentar

Terça-feira, 13.01.09

Leio nos blogues que o Prós & Contras de ontem foi dedicado a Cristiano Ronaldo e teve até honras de secretário de Estado (sim, aquele clube por onde Cristiano Ronaldo passou quando jovem...), para variar, já que se sabe como são raras as presenças de membros do Governo naquelas paragens. Por outro lado, é sabido que há portugueses que acham legitimamente que o rapaz não foi o melhor jogador de futebol do mundo em 2008. O que eu gostaba de saber´era a identificação dos cidadãos que estiveram no programa que tem prós e que tem contras a defender essa posição. Alguém  que tenha visto poderá ajudar-me? É que no serviço público, um dos valores fundamentais é o pluralismo, contendo-se nele a expressão de correntes minoritárias de pensamento. Alguém me ajuda? Ou foi um programa a preto e preto?



publicado por Jorge Ferreira às 01:40 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Continuo à espera de um novo Prós & Contras sobre o "caso Esmeralda". Será melhor esperar sentado, dado que não existe nenhum governante a convidar para o efeito?



publicado por Jorge Ferreira às 00:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.01.09

Esta história sempre esteve muito mal contada. Quem tem conhecimentos mínimos na região facilmente chega a um labirinto de vidas bem mais complexo do que aquele que foi vendido à opinião pública pela histeria comunicacional, acolitada pelos militantes de causa sempre prontos a marcar presença nas plateias de Fátima Campos Ferreira. Acresce que é sempre precipitado falar de processos judiciais pendentes em termos categóricos e definitivos, como é próprio das militâncias, mas impróprio quando se fala do funcionamento da Justiça, ainda mais em processos de elevada complexidade, como é o caso. Por mim, continuo a aguardar o refluxo comunicacional, designadamente um novo Prós & Contras, que, creio, desta vez, não daria tantas audiências.



publicado por Jorge Ferreira às 13:15 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.01.09

Não, não é mais uma sessão BE mais Manuel Alegre mais Carvalho da Silva. Também não é um concerto. É ver aqui o que é.



publicado por Jorge Ferreira às 22:39 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.01.09

O impagável presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou em entrevista à revista literária Piauí que o jornalismo lhe faz mal ao fígado e admitiu que a sua relação com jornalistas não é das melhores. Ora bem: é tomar um bocado de óleo de fígado de bacalhau que isso é capaz de passar. Ou, em alternativa, emigrar para a Venezuela do cancenotista Chavez ou para a Cuba do clone Castro. Dizem que por lá não têm esses maçadores problemas.



publicado por Jorge Ferreira às 17:41 | link do post | comentar

Terça-feira, 06.01.09

Concordo com José Gomes André sobre a qualidade da revista do Expresso no novo formato e conteúdo, discordando correlativamente de Pacheco Pereira nas considerações que faz sobre a revista. A Única está uma excelente revista, além do mais com um bom conjunto de cronistas dos quais sobressai João Pereira Coutinho, na minha opinião. Aproveito para chamar a atenção para um trabalho sobre a privacidade no último número. Uma jornalistra decidiu deixar-se filmar por camaras de videovigilância pertencentes a várias entidades. Nos termos da lei, pediu para consultar as respectivas imagens e nem uma dessas entidades o permitiu, em violação da lei. O que mostra bem como uma lei não chega para mudar o mundo e como a violação da lei pode ficar impune em Portugal. Mesmo se estamos a falar de um direito fundamental como é o caso dos direitos sobre os dados pessoais, garantidos por uma Constituição romântica, garantística e programática, que garante tudo, que promete tudo, mas sem resultados práticos.



publicado por Jorge Ferreira às 17:42 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 02.01.09

Dois relatórios clínicos entregues no Tribunal de Torres Novas confirmam a boa relação da menor Esmeralda Porto com o progenitor e recomendam um acompanhamento psicoterapêutico da criança para aceitar a futura separação do casal Luís Gomes e Adelina Lagarto. Esta notícia é verdadeiramente espantosa, dada a intoxicação a que a opinião pública foi sujeita durante os últimos meses. Não estará na altura de fazer, além do orçamento rectificativo, o Prós & Contras rectificativo acerca do problema da menina Esmeralda?



publicado por Jorge Ferreira às 22:40 | link do post | comentar

Sábado, 13.12.08

"Segundo o «Correio da Manhã», Ana Jorge reagiu à pergunta, dirigindo-se ao jornalista e dizendo-lhe: «O quê? O senhor não sabe o que está combinado? Que hoje só pode fazer perguntas sobre esta cerimónia e sobre o plano de combate à SIDA nas escolas? Ainda por cima é a RTP, a televisão pública, a fazer uma coisa destas. E, depois, logo à noite, não sai a reportagem».

 Antigamente, um combinado era um pratinho que se servia nos snack-bares, com umas variantes: tostas, ovo cozido mexido ou estrelado, carnes frias sortidas, folha de alface, rodela de tomate, molho de maionese, e por aí fora. Agora, combinado, é um acordo entre um ministro de Sócrates e a RTP para compôr uma peça de propaganda governamental. Isto está de tal maneira que até se pode ser descarada como a minstra da quota de Manuel Alegre no Governo. O que seria se tivesse sido Correia de Campos a dizer uma barbaridade destas?



publicado por Jorge Ferreira às 17:46 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.11.08

"Será que irá ser concedido a Sá Fernandes o mesmo estatuto que aos “arrependidos” do PCP? Para os últimos, o arrependimento costuma conferir a canonização imediata pelos media e uma ascenção meteorica no aparelho do PS. Alguns até chegam a Ministros… "

Miguel, n' O Insurgente.



publicado por Jorge Ferreira às 19:17 | link do post | comentar

Não se pode elogiar... afinal de contas, parece que tudo continua na mesma. Os diminutivos parece terem substituído os nomes das pessoas, mesmo na chamada "imprensa de referencia". É uma pena.



publicado por Jorge Ferreira às 18:53 | link do post | comentar

O interesse sobre o processo da Casa Pia recrudesceu com o aproximar do dia em que será conhecido o Acordão. Para já é de saudar que a imprensa tenha aprendido a tratar as pessoas pelo seu nome, em vez de o fazer pelas alcunhas ou pelos diminutivos por que eram conhecidos. É que o direito ao nome é um direito fundamental de todos os cidadãos e não está dependente de condenações em tribunal, nem de qualidades processuais.



publicado por Jorge Ferreira às 16:46 | link do post | comentar

Domingo, 12.10.08

O Pedro Correia tem razão. A imprensa desportiva portuguesa vive na estratosfera. Tem fabricado génios onde só há jogadores vulgares e alguns bons jogadores. Constrói favoritismos onde eles não existem. Sempre que Portugal vai a uma fase final, quando ia, era logo para ganhar. É um jornalismo ridículo, provinciano e bacoco.



publicado por Jorge Ferreira às 13:09 | link do post | comentar

Sexta-feira, 03.10.08

É uma pena que o preconceito continue a ganhar ao simples rigor informativo. Mário Machado não foi condenado por ser de extrema-direita mas porque, no entender do Tribunal, foram dados como provados vários crimes praticados pela pessoa. Poderia o Público indicar, doutamente, é claro, o artigo do Código Penal ou de legislação penal extravagante que prevê, descreve e tipifica o crime de ser de extrema-direita?

 

(publicado no Camara de Comuns)



publicado por Jorge Ferreira às 15:18 | link do post | comentar | ver comentários (4)

Quinta-feira, 25.09.08

Por estes dias discute-se muito nos jornais e nos debates o papel da regulação e da supervisão bancária quando se descobriu que havia bancos com dinheiro de ilusão. Dinheiro que estava escriturado mas cujas notas representativas nunca existiram o que parece que causou uma crise mundial.

 

Em Portugal devia também discutir-se outra regulação: a da comunicação social. Esta semana ficou a conhecer-se que a Entidade Reguladora para a Comunicação Social, cujos membros, recorde-se, são negociados entre o PS e o PSD e depois votados no Parlamento, teve um comportamento inaceitável numa democracia digna desse nome.

 

Por detrás da questão estão as notícias sobre a licenciatura de José Sócrates e as pressões que Sócrates e os seus assessores fizeram na altura sobre os jornalistas para as notícias não saírem. A ERC tentou durante nove meses evitar entregar ao Expresso e, consequentemente evitar a divulgação do processo que promoveu sobre essas pressões, mesmo em desrespeito de decisões de outra entidade da mesma natureza, a CADA.

 

Qual o móbil da ERC para violar tão flagrantemente a lei? Proteger Sócrates? Com que autoridade pretende doravante “assegurar o direito à informação e o livre exercício da liberdade de imprensa”, como lhe atribui a lei? A verdade é que a ERC deixou de ser uma instância de regulação, tendo-se tornado ela própria num lamentável agente desregulador. Não lhe peçam que regule o que quer que seja, porque já não pode. Muito menos a comunicação social. 

 

(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)

 



publicado por Jorge Ferreira às 22:43 | link do post | comentar

Terça-feira, 23.09.08

Pôr onze membros do Governo a distribuir computadores pelas escolas, como se distribuem bananas a macacos é pura e simplesmente obsceno. O Governo perdeu o senso. A RTP fazer o que fez com isso mostra-nos que o serviço público está possuído pelo espírito venezuelano.



publicado por Jorge Ferreira às 20:22 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 26.06.08

"O Benfica vai perder seis dos 52 pontos conquistados na edição de 2007/08 da Liga portuguesa. O castigo aplicado pela FIFA ao clube da Luz, pela falta de pagamento de uma verba relativa ao jogador Alcides, é irreversível."

 

Jornal de Notícias, hoje às 09.05h.

 

"A FIFA esclareceu, esta quinta-feira, que o Benfica pagou a dívida ao clube brasileiro América, referente à venda de Alcides ao PSV Eindhoven, e que encerrou o caso que poderia retirar seis pontos aos "encarnados" no último campeonato de futebol. "Podemos confirmar que o Benfica pagou a dívida em causa e que o caso foi encerrado pela FIFA, sem qualquer dedução de pontos ao clube", esclareceu a FIFA numa nota enviada à Agência Lusa, encerrando de vez o caso.

 

Jornal de Notícias, hoje às 15.17h.

 

Sem comentários. Ou melhor, um comentário: Apito Noticiado.



publicado por Jorge Ferreira às 16:18 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 20.06.08

Acabo de ouvir precisamente o mesmo jornalista que passou dias a relatar que Cristiano Ronaldo era o melhor jogador do mundo a dizer ao mesmo microfone que o Cristiano Ronaldo não jogou nada no Euro. Eu que nunca disse a primeira frase, estou integralmente de acordo com a segunda. Não há hipótese. Nós somos mesmo assim. Foi no Rádio Clube Português.



publicado por Jorge Ferreira às 14:50 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 19.06.08

Lá diz o povo que "quem parte e reparte e não fica com a melhor parte, ou é tolo ou não tem arte". O Governo aprovou hoje uma proposta que, se for aprovada no Parlamento, impedirá o Governo, governos regionais ou autarquias de serem proprietários de órgãos de comunicação social, excepção feita ao serviço público de rádio e televisão. Esta decisão há algum tempo esperada, visa sobretudo eliminar duas situações concretas: o Jornal da Madeira e o Jornal do Minho, propriedade, respectivamente, do Governo Regional da Madeira e da Camara Municipal de Braga. O que não se percebe é a razão pela qual o Estado se reserva a si próprio e em regime de exclusividade pública a propriedade de empresas de comunicação social. O argumento do serviço público de radiodifusão e de radiotelevisão não colhe, visto que uma coisa é a concessão do serviço público e outra, bem diferente é a propriedade das empresas contratadas para o efeito. Mas o Governo, ou tem arte ou não é tolo e reserva os seus quintais de poder.

 

(publicado no Camara de Comuns)

 

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 17:18 | link do post | comentar

Sábado, 07.06.08

Esta semana foi histórica. Pela primeira vez, os tribunais parece terem cedido à tentação outrora apenas do poder executivo, de meter o bedelho na editoria da RTP. Proibiram a transmissão de touradas pela RTP antes das 22.30 horas. Não nos faltava mesmo mais nada com que nos entretermos agora do que enfrentar a tentação dos juízes serem directores de programas da RTP. Mas os juízes ainda estão numa fase moderada se compararmos com o radicalismo de Vital Moreira. Para este proibía-se tudo: transmissões de touradas e organização de touradas pela RTP. Proibir, proibir, proibir. É assim a esquerda, sobretudo a que nasceu no PCP. O código genético da vocação censória revela-se sempre num ou noutro momento.

 

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 16:11 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 03.06.08

O Estado não sanciona o Estado por o Estado não ter cumprido obrigações contratuais contraídas com o Estado, por o Estado não ter sancionado o Estado nos anos anteriores, em que o Estado também não cumpriu perante o Estado o contrato que o Estado assinou com o Estado para o Estado prestar ao Estado o serviço público de radiotelevisão. Um mimo. Tradução aqui.



publicado por Jorge Ferreira às 23:06 | link do post | comentar

Sexta-feira, 23.05.08

Um jogador da selecção nacional está a dar uma conferência de imprensa. É o Deco. Um jornalista pergunta-lhe que opinião tem sobre Quique Flores, o apontado futuro treinador do Benfica. Alguém com voz de rádio, presumo que da Federação, intervém e diz que a pergunta sai fora do âmbito da conferência de imprensa e pede ao jornalista que faça outra pergunta. O jornalista calou-se. E fez outra pergunta. Obedientes jornalistas. Assim é que é bonito. Senão para a próxima não tiram fotografias ao Roberto Leal. Francamente.



publicado por Jorge Ferreira às 16:21 | link do post | comentar

Quarta-feira, 21.05.08

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou, na semana passada, o Primeiro-Ministro José Sócrates ao pagamento de 10.000 euros por danos não patrimoniais causados ao jornalista José António Cerejo, por lhe ter chamado leviano, incompetente e ter acusado o jornalista de estar "em delírio" e de servir “propósitos estranhos à actividade de jornalista”. Isto numa carta que enviou ao Público na altura em que ainda era ministro do Ambiente. Ora, então é fazer as contas: dez mil para o Cerejo, mais a coima do cigarrito no avião, dá quanto? A política de Sócrates dá prejuízo?



publicado por Jorge Ferreira às 14:37 | link do post | comentar

Quinta-feira, 15.05.08

[...] A “descoberta” do Público não deixa de pôr em xeque os próprios jornalistas, nomeadamente aqueles que costumam acompanhar as visitas oficiais do primeiro-ministro. Há muito tempo que é sabido, nas redacções, que o eng. Sócrates costuma fumar durante os voos oficiais: quase sempre na parte de trás do avião, junto dos jornalistas que, em muitos casos, partilham o mesmo vício. Para que não haja qualquer equívoco, devo dizer que eu, embora nunca tenha viajado com o primeiro-ministro, sempre tive conhecimento deste hábito. Devia tê-lo denunciado? Admito que sim. Se calhar deixei-me “enlaçar” por essa “relassa fraqueza” que “nos enche de culpada indulgência uns para os outros”. Mas confesso que tenho algumas dúvidas. Em qualquer caso e já que a história ganhou dimensão pública, penso que todos temos obrigação de nos confrontar com as nossas próprias responsabilidades.»

 

Constança Cunha e Sá, hoje no Público, via Da Literatura.

 

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 10:54 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 09.05.08

                              

                              O Independente vai hoje a leilão. Um sinal dos tempos. Ler aqui.



publicado por Jorge Ferreira às 17:05 | link do post | comentar

Sócrates tem muito, muito, muito boa imprensa. Se compararmos o tratamento dado em 1995 à gaffe de Guterres sobre o PIB e o tratamento dado em 2008 à gaffe de Sócrates sobre as razões que existem para censurar o Governo, percebemos a diferença. Há quem diga que este tratamento descarado se deve a uma espécie de censura na comunicação social. Eu acho que há mais medo por parte da comunicação social, do que censura. Por que será?...



publicado por Jorge Ferreira às 15:26 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.04.08

Como esclarece e bem o Carlos Loureiro, no Blasfémias, a nossa comunicação social padece de uma enorme falta de rigor na terminologia. Quem ratifica tratados em Portugal é o Presidente da República. A Assembleia da República aprova. Apre!



publicado por Jorge Ferreira às 22:53 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.04.08

Se a comunicação social em geral não fosse ideologicamente desequilibrada, teria dito que faleceu um resistente anti-comunista que lutou pela liberdade a seguir ao 25 de Abril. Mas não disse.  E assim, diz tudo sobre si própria.



publicado por Jorge Ferreira às 19:20 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quarta-feira, 16.04.08

António Costa, afinal, saiu do programa do Rádio Clube Português e fica só na Quadratura do Círculo. Será substituído por Correia de Campos na rádio. Estamos assim muito melhor. Não podem ser sempre os mesmos socialistas os sobrecarregados.



publicado por Jorge Ferreira às 11:31 | link do post | comentar

Segunda-feira, 31.03.08
O PSD é sistematicamente sub-representado nos blocos informativos da RTP, enquanto o PS é "apagado" como partido autónomo do Governo, conclui o relatório sobre pluralismo político-partidário que o organismo regulador apresentou hoje ao Parlamento. Esta é a conclusão da ERC. A isto chama-se distribuir o mal pelas aldeias. A questão, relativamente ao PS é a seguinte: terá o PS actividades partidárias que não tenham sido devidamente cobertas pela RTP? É que desde que chegou ao Governo, o PS como partido está desactivado. E aí a RTP está inocente ...


publicado por Jorge Ferreira às 19:39 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.03.08
Começa hoje o VII Encontro de Comunicação da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes. Aqui encontram o Programa.


publicado por Jorge Ferreira às 00:18 | link do post | comentar

Segunda-feira, 10.03.08
Acresce que Santos Silva foi ministro da Educação de António Guterres e dos maus. Recordo que nem as classificações das escolas queria tornar públicas, como se se tratasse de um segredo de Estado. Devemos essa ao Público, que recorreu então à CADA e ganhou.


publicado por Jorge Ferreira às 14:58 | link do post | comentar

Sábado, 23.02.08
Depois do desfile de Sócrates pela SIC, tivémos ontem o desfile de Pinto da Costa. Vivem-se dias maus lá para as bandas de Carnaxide. Atrevo-me a uma sugestão de guião para entrevistas na SIC:

1º Como está?
2º A viagem foi boa até Carnaxide?
3º Então diga-nos lá: é verdade o que dizem de si?
4º E o que escrevem?
5º Não acha que em Portugal há é muita inveja?
6º Como reage às declarações de fulano?
7º E de beltrano?
8º E de sicrano?
9º Mas não acha que ...?
10º Boa noite, Srs. telespectadores.
(Produtos de limpeza)


publicado por Jorge Ferreira às 12:39 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 19.02.08
O tabuzinho com que José Sócrates tentou decorar, qual arquitecto paisagista, a sua propagandística e desinteressante entrevista de ontem é um nado-morto. O Primeiro-Ministro, à falta de melhor quer fazer-nos de tontos. Como toda a gente já percebeu ele está fartinho do Governo e desejoso de se pôr a milhas. Francamente. A comunicação social, dócil às mais básicas manobras de diversão lá vai repetindo o tabuzinho. Às vezes, ler jornais não é saber mais.


publicado por Jorge Ferreira às 10:13 | link do post | comentar | ver comentários (1)

"A entrevista da SIC e do Expresso a Sócrates não foi uma entrevista, foi uma sessão de propaganda.". Vasco Pulido Valente, no Público. Foi exactamente o que eu escrevi.


publicado por Jorge Ferreira às 09:46 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 18.02.08
A entrevista de hoje de José Sócrates na SIC fará certamente parte dos tempos de antena do PS na próxima campanha eleitoral. Com a vantagem de ter tido a chancela, embora passiva, de dois jornalistas profissionais. Até conseguiram fazê-lo sorrir. É obra...


publicado por Jorge Ferreira às 22:41 | link do post | comentar

Segunda-feira, 11.02.08
Alguém tinha de ser. Calhou a António Costa. Sem polícias para tratar, sem ignições para combater, sem orçamento para brilhar, atolado em resolver os dramas de Lisboa, onde até não tem estado mal, salvo as más companhias, o rival de Seguro decidiu mostrar serviço e desancou na trindade Público-Belmiro-OPA como razão para se conhecer passado de Sócrates. Das duas uma:ou esse passado não tem importância nenhuma e não percebo o incómodo dos socialistas, ou tem e é relevante ser conhecido. Aparentemente não incomoda Costa estar a tentar desviar as atenções do facto do Primeiro-Ministro não ser capaz de explicar os factos. Nem sequer o facto de ter sido um autarca socialista a abrir a estrada das beiras onde Sócrates saiu das bermas. É pena.


publicado por Jorge Ferreira às 11:09 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 08.02.08
Uma amnistia é uma limpeza jurídica de crimes. Técnico-juridicamente falando. Já foi moda por cá. Quando as prisões estavam cheias, vazavam-se com amnistias. Sempre em nome da humanidade para com os criminosos, no discurso oficial. Sempre em nome das maçadas logísticas para os bastidores do poder, na realidade dos factos. Por vezes, algumas mãozinhas misteriosas metiam umas cunhas ao legislador para uma ou outra alínea na lei da amnistia, direccionadas a uns crimezitos muito insignificantes mas cuja limpeza vinha a calhar para certas pessoas, embora só se percebesse isso muito tempo depois quando saía uma notícia qualquer dizendo que fulano não ia ser julgado porque o crime de que era suspeito havia sido amnistiado uns anos antes. Gente previdente.

Empanturrado de amnistias, o sistema meteu férias. E desde 1999 que não se atreve a fazer uma. Técnico-juridicamente falando, claro.

Agora mudemos de assunto. Vamos para a política. Porque está em curso uma amnistia meramente política relativamente aos titulares de órgãos de soberania.

Nem todas as ilegalidades são crime. A maioria, aliás, não o é. Esta semana, alguns polícias da intimidação de serviço às colunas enervaram-se com umas notícias dos anos oitenta sobre José Sócrates. Que não podia ser porque saíram umas notícias dos anos oitenta. Que essas notícias não interessavam porque eram sobre factos dos anos oitenta. O servicinho foi tão ridículo que do argumentário contra essas notícias até fez parte o argumento que as notícias não eram relevantes porque toda a gente fazia o mesmo nesses gloriosos anos oitenta. O próprio chamou-lhe arqueologia, o que significa que se considera velhote. Mas isso é um pormenor.

O que realmente interessa é que parece estar em curso uma amnistia política de todas as ilegalidades cometidas por titulares de órgãos de soberania até hoje. Ai não é até hoje? Peço desculpa. Até que ano é que se podem dar notícias sobre ilegalidades cometidas por José Sócrates e os outros titulares de órgãos de soberania? Alguém esclarece qual o período oficial em que se considera que é arqueologia noticiar coisas desagradáveis sobre o Primeiro-Ministro?

Para os polícias de serviço, nada do que de errado e ilegal Sócrates fez no passado é relevante. Uma coisa é certa: ainda ninguém se atreveu a confessar que lhe encomendava um projecto de engenharia para uma casita, de fim de semana que fosse…
(publicado na edição de hoje do Semanário)


publicado por Jorge Ferreira às 00:04 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25.01.08
A ERC abriu concurso para contratar uma agência de comunicação. Lá diz o ditado "em casa de ferreiro, espeto de pau"...


publicado por Jorge Ferreira às 14:30 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.01.08
Crash II com Trichet e crise nos swap CDS. Este é um dos títulos do jornal gratuito Oje. Agradece-se tradução para ignorantes.


publicado por Jorge Ferreira às 01:08 | link do post | comentar

O Movimento Informação é Liberdade nasceu pela contestação de cerca de 700 jornalistas à versão do Estatuto dos Jornalistas que Cavaco Silva vetou em Agosto passado. Agora, o MIL quer institucionalizar-se, possivelmente através da criação de uma associação e constituir-se como interlocutor dos poderes públicos para as questões que dizem respeito ao exercício da profissão. Para já, apela aos jornalistas para que recusem integrar a Comissão da Carteira Profissional dos Jornalistas, que passou também a ter funções de julgamento deontológico. Algo mexe no mundo da comunicação social.


publicado por Jorge Ferreira às 00:30 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.01.08
Soares Franco é Menezista? Menezes é sportinguista? Não sei, nem me interessa, de resto. O que sei é que há para aí uma espécie de contágio. O Sporting quer substituir o comentador de futebol da Sic Notícias, Rui Santos. Sugerirão Paulo Bento para o lugar?


publicado por Jorge Ferreira às 09:47 | link do post | comentar

Terça-feira, 22.01.08
O um sou eu. Amanhã realiza-se mais um jantar do MIL. Depois conto. O que se puder, é claro.


publicado por Jorge Ferreira às 00:10 | link do post | comentar

Quinta-feira, 20.12.07
Com os amigos. Nomeia sempre quem fez por isso. Assim é que é bonito. Tag: RTP.


publicado por Jorge Ferreira às 15:30 | link do post | comentar

Terça-feira, 18.12.07
Com muitos Xutos e muitos Pontapés à mistura, para os dorminhocos domingueiros, aqui fica o link onde poderão ouvir a minha conversa com Pedro Rolo Duarte. Blogues, comunicação social, política e mais algumas coisinhas.


publicado por Jorge Ferreira às 11:35 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Quarta-feira, 05.12.07
"Eu sou a única a ficar chocada com a decisão do Público de aceitar a colocação de um texto de página inteira do criminoso Muammar Khaddafi na página 20 da edição de hoje? Ainda por cima um texto a atacar a Convenção de Otava contra as minas anti-pessoais e o Tribunal Penal Internacional? O que virá a seguir? Um convite de página inteira da Embaixada iraniana para uma conferência sobre o Holocausto em Teerão? Uma carta aberta do Presidente sudanês explicando porque boicota a missão da NU/UA no Darfur?"
Ana Gomes, no Causa Nossa.


publicado por Jorge Ferreira às 23:23 | link do post | comentar

Sábado, 27.10.07
O bébé gay. No Comunicar a Direito. O mundo está louco.


publicado por Jorge Ferreira às 11:18 | link do post | comentar

Terça-feira, 09.10.07
Cerca da uma e vinte da manhã, com as audiências convenientemente de rastos dado o adiantado da hora, Fátima Campos Ferreira fez finalmente a pergunta que em qualquer programa de informação de uma televisão decente teria sido a primeira e não a última. A Paulo Portas fez directamente. A Rui Pereira fez quase a medo. Mas lá fez. Do mal o menos. O primeiro, visivelmente nervoso e atabalhoado disse que comentar era validar uma ilegalidade. Portas agora revela-se juiz. Ele decide o que é legal é ilegal. Apanhado com as calças na mão, tergiversa e foge ao assunto. Seria certamente trucidado pelo Independente. Portas é hoje um mero espectro na pele de um chico esperto. O mais que consegue é piscar o olho depois de cometer o que certamente julga ser um golpe de génio ao fugir à pergunta. A televisão também mata. Quanto ao ministro, foi ainda mais grave. Depois de nos revelar algumas intimidades da sua carreira acerca de convites aceites e recusados, que não vinham ao caso nem interessam a ninguém, tentou ironizar e respondeu à pergunta das escutas com um teatral "Quais escutas?". Até poderia ter graça num teatro de bolso para iluminados das artes cénicas. O problema é que é ministro. O interesse público é qualquer coisa de desprezível para estes tristes actores de má qualidade com que o sistema tenta fazer de nós parvos.


publicado por Jorge Ferreira às 01:38 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sábado, 29.09.07
O Sol publica hoje escutas telefónicas sobre o afastamento de Souto Moura e a interferencia de Josá Sócrates nesse processo. Começa finalmente a perceber-se a nova norma do Código de Processo Penal que surgiu do nada para proibir a publicação de escutas telefónicas sem a autorização dos visados mesmo em processos que já não se encontram em segredo de justiça. Aguardo com curiosidade o que vai suceder. Se é que vai.


publicado por Jorge Ferreira às 20:15 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags