3 comentários:
De Anónimo a 7 de Março de 2008 às 12:15
Tácticas puramente fascistas.

A concentração de amanhã nada tem a ver com sindicatos (essa corja) nem tão pouco com esses "bananas" do PCP - tudo canalha feita uns com os outros, para garantir o lugar ao sol à custa do papalvo.
Tudo isso é formatação pura e dura para arregimentar as ovelhas, e mantê-las anestesiadas.

Só que as ovelhas estão a abrir a pestana, e já não vão nessas cantigas e patranhas.

Dizer-se que é o PC e os sindicatos que estão a gerar ou a manobrar para existir a marchar de indignação de amanhã, para além de mentira, é um péssimo contributo ao Povo Português: o nivelamento pela ignorância, quando na realidade é o oposto.

Este Governo é o pior que existiu desde o tal de 25 de Abril.


De António de Almeida a 7 de Março de 2008 às 20:07
-Em Ourém, os polícias estavam preocupados com trânsito que os 2 autocarros podem significar num sábado de manhã. Mas porque vivemos em democracia, é fundamental que a PSP percorra na próxima semana as concelhias do PS, não deve ser dada menos segurança aos militantes socialistas que se deslocarem ao Porto, face á despensada amanhã aos professores.


De Anónimo a 9 de Março de 2008 às 10:35
É certo que as razões do protesto dos professores não têm sido bem explicadas aos portugueses. E a culpa não pode ser maioritariamente apontada aos média.

No Tonel de Diógenes apresentam-se as razões mais fundas do protesto: as 10 razões do naufrágio do ensino em Portugal (http://www.toneldiogenes.blogspot.com/)


Comentar post