Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007
(Gravidez)

O Serviço Nacional de Saúde foi uma criação socialista do então ministro António Arnaut, que veio implicar que quem pode pagar tenha a sua saúde paga por todos. Chamam a isto justiça social. Está bem, hoje não vou por aí.

A comissão nomeada pelo Governo para estudar o modelo de financiamento do Serviço Nacional de Saúde propõe a criação de um novo imposto para garantir a sobrevivência do sistema.

Esta é a principal novidade do Relatório Intercalar de Progresso da Comissão de Acompanhamento, que foi apresentado em Agosto aos ministros da Saúde e das Finanças, e cujas propostas foram ontem discutidas com assessores dos dois ministérios, adianta a edição de hoje do "Diário Económico".

A comissão propõe ainda a criação de um seguro complementar público voluntário, em que as coberturas adicionais seriam garantidas em troca do pagamento de contribuições, eventualmente ligadas ao rendimento dos beneficiários.É proposto o fim de todos os subsistemas de saúde e a actualização das taxas moderadoras e das novas taxas de internamento e cirurgia. Esta actualização deverá corresponder a valores pelo menos iguais à inflação ou mesmo superiores, "no caso de um crescimento muito acelerado dos custos unitários de prestação de cuidados médicos".

Isto é, ainda existe quem deseje a sovietização da sociedade portuguesa. Acham pouco o estado miserável em que anos de socialismo deixou as contas públicas e a saúde da sociedade portuguesa.

Os impostos nunca chegarão para alimentar este monstro. Se não forem criados novos impostos às claras para pagar isto tudo, serão criados às escuras sem ninguém dar por isso. Uma coisa é certa: com este paradigma a despesa não cessará de aumentar e a necessidade de a pagar igualmente.

E ainda há que contar com as novas doenças. O Serviço Nacional de Saúde foi, bem ou mal, pensado para tratar os cidadãos quando estão doentes. Se o Sim ganhar no referendo de 11 de Fevereiro, o serviço Nacional de Saúde servirá para pagar, além de doenças, a realização de abortos. O que significa que se o Sim ganhar, a gravidez até às dez semanas é uma doença. Deve ser o progresso….
(publicado no Democracia Liberal)


publicado por Jorge Ferreira às 00:18 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags