De João Gomes a 29 de Agosto de 2007 às 22:37
Caro Jorge,

Esta deliberação peca em primeiro lugar pelo facto do Professor Cavaco utilizar o argumento de ser comandante máximo das forças armadas para exercer o seu veto enquanto presidente da república. Para além disso tudo isto me parece uma única coisa, um belo de um: estou presente, fui eleito para alguma coisa.

Não é que o país lhe dê muita atenção ou se preocupe com isso, mas Cavaco contínua convencido que sim.


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.