4 comentários:
De António de Almeida a 26 de Novembro de 2007 às 17:43
-A saudação venezuela também passará a ser de braço estendido?


De contradicoes a 26 de Novembro de 2007 às 22:35
Donde se conclue que vira-casacas existem em todas as latitudes.


De pedro guedes a 26 de Novembro de 2007 às 23:33
Caro Jorge,
Para ser franco, o postal parece-me um bocado "forçado". O homem foi em miúdo militante da Fuerza Nueva, isso fará dele um tenebroso fascista? Acresce que, só para dar uma ideia, a Fuerza Nueva não existe enquanto partido há mais de 20 anos. Limita-se a ser, há já muito tempo, uma editora que publica livros e uma (muito boa) revista quinzenal.
Além de que esse conceito de "extrema-direita" é das coisas mais vagas que pode existir. Tentando conotá-la com o "regime bolivariano", sugiro no Google uma pesquisa por Norberto Ceresole. É um exemplo bastante melhor...
Um abraço.


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2008 às 08:43
Bueno, el concepto de "extrema derecha" tiene poco de "vago" en España. Para ser más exactos: Fuerza Nueva, y la revista que hereda su ideología, es puro fascismo, para hablar de conceptos más claros. Los antiguos militantes y actuales devocionarios de "Fuerza Nueva" y similares iniciativas son, simplemente, neonazis que si pudiesen nos llevarían a los demócratas al paredón de fusilamiento.
Pero tampoco hay que admirarse mucho. El actual presidente de Extremadura, sucesor político de Rodriguez Ibarra y nombrado por éste, también procede de la derecha ultramontana.
Simplemente hay gente con enorme capacidad de adaptación para sobrevivir viviendo del cuento.


Comentar post