Domingo, 20 de Setembro de 2009

Em 1519, o navegador português Fernão de Magalhães partia de Espanha, iniciando a primeira viagem de circum-navegação. Em 1540, efectuava-se, em Lisboa, o primeiro Auto-de-Fé da Inquisição em Portugal. O último realizar-se-ia em 1767. Em 1870, completava-se a unificação da Itália. Em 1895, morria a escritora Ana Plácido, companheira de Camilo Castelo Branco. Em 1946, Cannes assistia à primeira edição do Festival de Cinema. Em 1957, morria o compositor finlandês Jean Sibelius. Em 1961, dissolvia-se a República Árabe Unida. Em 1963, o presidente norte-americano John Kennedy propunha a realização de uma expedição conjunta à Lua dos EUA e da URSS. Em 1967, era lançado à água o paquete britânico Queen Elizabeth II. Em 1979, o imperador Bokassa do Império Centro-Africano, era deposto. Em 1992, os franceses aprovavam o Tratado de Maastricht, com 50,82 de votos. Em 1993, Ferrer Correia, de 81 anos, era eleito presidente da Fundação Gulbenkian. Em 2002, a Polícia Judiciária prendia, em Lisboa, Abu Salem, acusado pelas autoridades indianas de envolvimento no ataque bombista de 1993 que causou a morte de 257 pessoas. Em 2005, morria Simon Wiesenthal, aos 96 anos, arquitecto austríaco, sobrevivente dos campos de extermínio nazi, figura determinante na captura dos dirigentes do regime de Adolf Hitler, criador do Centro Simon Wiesenthal, arquivo para a memória do Holocausto. Em 2007, as ilhas do Corvo e da Graciosa, no Arquipélago dos Açores, são classificadas Reservas da Biosfera pela UNESCO. O PS voltava a aprovar sozinho o novo Estatuto dos Jornalistas, depois de ter alterado as três matérias que estiveram na base do veto do Presidente da República. Em 2008, um atentado suicida com um camião armadilhado matava pelo menos 60 pessoas no hotel Marriott, no centro de Islamabad, capital do Paquistão, era mais um de uma vaga sem precedentes de atentados realizados por militantes islamitas próximos da Al-Qaida e que causaram mais de 1.200 mortos em mais de um ano. O embaixador da República Checa no Paquistão morreu no atentado no Hotel Marriott. Na África do Sul, o Comité Executivo Nacional do partido no poder, ANC, decidia “demitir” o presidente Thabo Mbeki da chefia do Estado e do governo.

(Camilo e Ana Plácido)



publicado por Jorge Ferreira às 10:27 | link do post | comentar

Hoje é Domingo, 20 de Setembro, ducentésimo sexagésimo terceiro dia do ano. Faltam 102 dias para o final de 2009. O dia é dedicado ao Beato Francisco Maria de Camporosso, Religioso, e ao Beato Padre José Maria de Yermo Parres, Presbítero. A Lua encontra-se na Fase Crescente: é Quarto Crescente, dia 26, às 05:50. O Sol nasce às 07:23 e o ocaso regista-se às 19:37. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 05:23 e 17:42, a baixa-mar, às 11:28 e 23:55. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se a religiosa e enfermeira Elizabeth Kenny, pioneira no tratamento das vítimas da poliomielite (1886), a actriz italiana Sophia Loren (1934), o escritor Upton Siclair (1878) e o estilista norte-americano James Galanos (1924).



publicado por Jorge Ferreira às 10:25 | link do post | comentar

Sábado, 19 de Setembro de 2009

Estamos em pré-campanha para as eleições autárquicas. Estamos em campanha para as eleições legislativas. E entrámos hoje em pré-campanha para as presidenciais com a presença de Manuel Alegre ao lado de José Sócrates no comício do PS em Coimbra.



publicado por Jorge Ferreira às 21:27 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Depois da desilusão com o funcionamento do mercado nos PPR, o snob Louçã acha que cumprimentar peixeiras não é um contacto sério. A campanha não poderia acabar já hoje para nos pouparem a estes tristes espectáculos?



publicado por Jorge Ferreira às 15:16 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Em 1571, era assinada a carta de doação, a favor de Paulo Dias de Novais, que criava a capitania de Angola. Em 1952, quando decorria a fase mais dura da "caça às bruxas" do macartismo, os EUA negavam a entrada de Charlie Chaplin no país, após uma visita a Inglaterra. Em 1955, demitia-se o presidente argentino Juan Peron. Em 1956, Amílcar Cabral e cinco companheiros fundavam, em Bissau, o PAIGC, Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde. Em 1971, era inaugurado, na Madeira, o aproveitamento hidroeléctrico da Fajã da Nogueira. Em 1975 tomava posse o VI Governo Provisório, liderado pelo almirante Pinheiro de Azevedo. Em 1985, falecia o escritor Italo Calvino e um sismo de intensidade 7,8 na escala de Richter destruía grande parte da Cidade do México, causando dezenas de milhar de mortos, feridos e milhões de desalojados. Em 1988, a canção "Yesterday", do Beatles John Lennon e Paul McCartney, recebia, em Nova Iorque, o prémio "Million-air" pelo facto de ter sido difundida cinco milhões de vezes. Em 1989, era criado, em Macau, o Instituto Português do Oriente, organismo que associa o território de Macau à Fundação Oriente e ao ICALP. Em 1995, Diogo Freitas do Amaral tomava posse, em Nova Iorque, como Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas e o Washington Post publicava o “Manifesto do Unabomber”. Em 1996, era constituída, em Lisboa, a Associação dos Realizadores de Cinema e Audiovisuais, presidida por José Fonseca e Costa. Na mesma data, morria o repórter fotográfico Nuno Ferrari, com 62 anos.Em 1999, desembarcavam em Dili os primeiros soldados da força multinacional de paz para Timor-leste (INTERFET). Em 2002, morria a encenadora Maria Helena Matos. Em 2003, o caso FP-25 transitava em julgado por o Ministério Público não ter recorrido para o Supremo Tribunal de Justiça. Em 2004, a atleta portuguesa Vanessa Fernandes vencia, pela terceira vez consecutiva, a Taça do Mundo de Triatlo. Em 2006, o Juiz-Conselheiro Fernando Pinto Monteiro, do Supremo Tribunal de Justiça, era nomeado para o mandato de seis anos de Procurador-Geral da República. A posse terá lugar a 09 de Outubro, dois dias depois do termo do mandato de José Souto Moura. Em 2007, o projecto do governo turco de incluir na nova Constituição um texto que autorize o uso do véu islâmico nas universidades provocava um violento debate sobre a questão na Turquia.

(Paulo Dias de Novais)



publicado por Jorge Ferreira às 14:58 | link do post | comentar

Hoje é Sábado, 19 de Setembro, ducentésimo sexagésimo segundo dia do ano. Faltam 103 dias para o final de 2009. O dia é dedicado a S. Januário, Mártir, e Stª Emília Gulielma de Rodat, Religiosa. A Lua encontra-se na Fase Crescente: é Quarto Crescente, dia 26, às 05:50. O Sol nasce às 07:22 e o ocaso regista-se às 19:39. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 04:45 e 17:03, a baixa-mar, às 10:49 e 23:17. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se o Rei francês Henrique III (1551), o astrónomo francês Jean-Baptiste Joseph Delambre (1749), o escritor inglês e Prémio Nobel da Literatura William Golding (1911), o cantor e compositor norte-americano Paul Williams (1940) e a modelo e actriz britânica Twiggy (1949).



publicado por Jorge Ferreira às 14:57 | link do post | comentar

Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009

Se há característica desta campanha eleitoral ela é a de que os jornalistas e afins não ousam incomodar os grandes líderes com assuntos incómodos. Até Ricardo Araújo Pereira está transformado numa espécie de televisão cor de rosa. E daqui tiro o chapéu a Maria Flor Pedroso, a quem pertence até agora a condução da melhor entrevista ao candidato a deputado José Sócrates.



publicado por Jorge Ferreira às 01:49 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

– «E tu acreditas?».

 Foi a pergunta que José Sócrates me fez, insistentemente, durante uma longa e tardia conversa que se foi revelando tensa, muito tensa. Na última semana de Janeiro de 1999, mais precisamente no dia 28, uma quinta-feira, fui incumbido de telefonar ao então ministro adjunto do primeiro-ministro para o confrontar com o resultado de um pré-inquérito da Polícia Judiciária. (...) José Sócrates nunca deixou em mãos alheias a iniciativa de evitar a publicação de uma notícia. Os telefonemas, as ameaças e as pressões multiplicaram-se  até altas horas da madrugada seguinte, depois de lhe ter telefonado.

Há mais de dez anos, já era assim. O resultado foi surpreendente: a notícia foi adiada, apesar de ter chegado a estar planeada e paginada para mais uma manchete. (...)»

 

Uma biografia não autorizada de José Sócrates está prestes a ser publicada, isto claro, se não acontecer numa gráfica ou numa distribuidora quaisquer o que sucedeu na TVI. Se o livro não fôr silenciado, uma coisa é certa: desta vez não haverá Dias Loureiro nem o biografado no lançamento. Coisas da democracia. 



publicado por Jorge Ferreira às 19:03 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Afinal, Cavaco Silva não é nenhum cara de pau. Tem sentido de humor, gosta de brincar, roça até a difícil arte da ironia. Este filão pode colocar rapidamente em perigo o sucesso dos Gato Fedorento. Pormenor perfeitamente ultrapassável: é Presidente da República.



publicado por Jorge Ferreira às 09:21 | link do post | comentar

O calor dilata os corpos. As campanhas dilatam as ideias. “Portugal só pode ser um país plenamente inserido na Europa quando a Espanha o for, a Ibéria for, a Península Ibérica for um espaço de integração económica e política”, afirmou Luís Amado, por meríssimo acaso o delegado regional dos Negócios externos da Comunidade Autónoma de Lisboa. Já o delegado regional das estradas e pontes, D. Mário Lino, havia ousado sugerir a extinção deste piqueno pormenor burocrático chamado Portugália, há uns anos atrás. Todos iberistas, todos ministros. Que Pátria generosa a minha, que tanto atura com paciência chinesa (chinesa, Dalai Lama, Amado... isto está tudo ligado...).



publicado por Jorge Ferreira às 09:00 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 15 de Setembro de 2009

O CDS esqueceu-se de votar contra as últimas alterações às leis penais. Agora, que descobriu tardiamente que são péssimas leis, em vez de pedir desculpa pelo erro, levanta a voz galaroz para os outros e diz que as quer alterar. Este CDS é um manual de hipocrisia política.



publicado por Jorge Ferreira às 15:39 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Jorge Ferreira, um xadrezista de futuro, apenas com 15 anos.



publicado por Jorge Ferreira às 15:25 | link do post | comentar

Domingos Lopes, um militante do PCP saiu do partido porque "O PCP ainda não condenou a invasão da Checoslováquia e elogia a Coreia do Norte e a China", Está tudo numa carta de seis páginas, datada de 7 de Setembro último. Tenho uma dúvida: considerando que um democrata assim de tão longa data entrou para o PCP justamente no momento em que a URSS invadia a Checoslováquia, não teria sido melhor oferecer um relógio ao Comité Central para não se atrasarem mais na condenação da invasão?... Estes casos de miltantes do PCP tão tardiamente dissidentes são verdadeiramente deliciosos do ponto de vista da solidez das convicções e da linearidade da coerencia.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 13:25 | link do post | comentar | ver comentários (1)

"Um estudo sobre a influência das fontes na construção do noticiário político em Portugal concluiu que "só um terço do produto jornalístico dos diários estudados é produzido por iniciativa das redacções". "Mais de 60% das notícias analisadas resultaram da acção de indução por parte de assessores de imprensa, relações públicas, consultores de comunicação, porta-vozes e outros peritos em 'spin doctoring’, ou seja, são determinadas pelas chamadas fontes sofisticadas de informação"

 

O Comunicar a Direito está de volta. E com uma interessante notícia, especialmente oportuna nestes tempos eleitorais.



publicado por Jorge Ferreira às 12:43 | link do post | comentar

Em 1276, o português Pedro Hispano era eleito Papa, adoptando o nome de João XXI. Em 1916, o exército britânico recorria pela primeira vez ao uso de tanques, em cenário de conflito, na Guerra de 1914-18. Em 1917, era proclamada a República Russa, sob a direcção de Kerensky. Em 1935, eram publicadas as Leis de Nuremberga, que baniam os judeus e tornavam a cruz suástica a bandeira nacional da Alemanha nazi. Em 1946, os búlgaros adoptavam a República Popular rejeitando a monarquia, em referendo, e em 1949, Konrad Adenauer tornava-se o primeiro chanceler da Alemanha Federal. Em 1963, Bem Bella era eleito Presidente da Argélia. Em 1967, suicidava-se o Marechal Abdel Hakim Amer, comandante egípcio na guerra dos seis dias contra Israel e, em 1981, o Papa João Paulo II publicava a encíclica "Laborem Exercens", sobre o trabalho. Em 1991, começava a campanha para as eleições legislativas portuguesas de 5 de Outubro. Em 1997, em Lisboa, era inaugurado o centro comercial Colombo. Em 1998, entrava em funcionamento a terceira operadora portuguesa de telemóveis, a Optimus. Em 2004, morria Johnny Ramone, guitarrista e co-fundador da banda The Ramones, com 55 anos. Em 2005, morria Oriana Fallaci, com 77 anos, jornalista italiana, autora de “Raiva e Orgulho” e “Entrevistas com a História”. Em 2007, cento e quinze presos preventivos eram libertados e sujeitos a medidas de coacção alternativas, no âmbito do novo Código de Processo Penal. Morria o lendário trombonista cubano Generoso Jiménez, aos 90 anos, de complicações renais, num hospital de Miami, enquanto o mais jovem campeão do Mundo de ralis e o primeiro britânico a conquistar esse ceptro, o escocês Colin McRae, de 39 anos, morria, na sequência de um acidente de helicóptero na região de Larnack, Escócia. Em 2008, a Lehman Brothers, um dos gigantes da banca de investimento mundial, declarava falência causando uma queda nos mercados financeiros em todo o mundo, fazendo soar os alarmes nos bancos centrais de todo o mundo e assinalando uma mudança no sistema financeiro global, anunciado a morte do negócio da banca de investimento. O Presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, e o seu rival, Morgan Tsvangirai, assinavam, numa cerimónia pública, um acordo de partilha de poder concluído ao fim de cinco meses de violência e após difíceis negociações. O acordo para a formação de um governo de unidade nacional punha fim a quase três décadas de monopólio no poder do actual Presidente Mugabe. Robert Mugabe assumirá a presidência do novo governo, enquanto o principal líder da oposição Morgan Tsvangirai será primeiro-ministro. Morria o teclista Richard Wright, um dos membros fundadores dos Pink Floyd, de cancro, aos 65 anos.

(Lehman Brothers)



publicado por Jorge Ferreira às 12:20 | link do post | comentar

Hoje é Terça-feira, 15 de Setembro, ducentésimo quinquagésimo oitavo dia do ano, Dia Mundial do Linfoma. Faltam 107 dias para o final de 2009. O dia é dedicado a N. Srª das Dores. A Lua encaminha-se para a Fase Nova. É Lua Nova, dia 18, às 19:44. O Sol nasce às 07:18 e o ocaso regista-se às 19:45. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 01:39 e 14:00, a baixa-mar, às 07:42 e 20:25. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se o poeta português Bocage (1765), William Howard Taft (1857), vigésimo sétimo Presidente dos EUA, o maestro Bruno Walter (1876), o compositor Frank Martin e a autora de policiais Agatha Christie (ambos em 1890), o cineasta Jean Renoir (1894), o músico "country" Roy Acuff (1903), o actor Jackie Cooper (1922), a soprano Jessye Norman (1945), o cineasta norte-americano Oliver Stone (1946).



publicado por Jorge Ferreira às 12:19 | link do post | comentar

Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009

Acabar de jantar calmamente em casa e ser surpreendido por labaredas de um incendio no andar de baixo, irrompendo pelas janelas dentro. São as experiencias novas que nos fazem ver a vida de outra maneira. Cá vou fazendo a minha colecção particular de sensações novas.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 15:40 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

Apesar da mudança de semantica de Obama, o terrorismo continua uma ameaça global. E lembrar sempre essa ameaça é necessário para que não esmoreça o animo de defesa contra essa selvática ameaça. Lamentavelmente foi o Reino Unido a dar recentemente um mau exemplo ao trocar um prisioneiro terrorista por negócios com a Líbia. A luta contra o terrorismo começa por respeitarmo-nos a nós próprios. Seja qual fôr a retórica da Casa Branca.



publicado por Jorge Ferreira às 09:12 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Em plena campanha eleitoral para as legislativas deste mês existem três temas incompreensivelmente asfixiados pela agenda temática dos partidos. Ninguém fala de corrupção, ninguém fala de Constituição e ninguém fala do despesão público que todos os programas implicam. Existe um campeonato programático a ver quem consegue prometer gastar mais. Todos querem mais Estado, a fazer mais coisas, sabendo que o país não pode pagar um estado faz-tudo.

 

Neste momento existem cerca de setecentas investigações por corrupção a correr nas instâncias competentes (espera-se que competentes…). Algumas envolvem negócios com intervenção de ex-ministros do CDS, como Paulo Portas, ex-ministros do PSD, como Arlindo Carvalho e Dias Loureiro, para não falar no caso Freeport, convenientemente remetido para o pós-eleições e que tanto enerva José Sócrates e familiares. Já nem é preciso falar nos autarcas. Mas quem ouvir os partidos em campanha parece que não há corrupção em Portugal. Ninguém se atreve nos debates a dois a colocar abertamente o problema, a propor o que quer que seja para combater a gangrena da democracia. A corrupção é do foro de um país silenciado, de uma espécie de país paralelo, que não existe no verbo partidário. Este silêncio envergonha todos.

 

A próxima legislatura poderá vir a ter poderes constituintes. Derivados, para não chocar os puristas dogmáticos da Constituição de 1976. Mas alguém sabe o que cada partido quer mudar, se é que quer, na Constituição da República? No sistema eleitoral, sempre tão vergastado quando se fala da crise de representação dos eleitores? Na utópica e disparatada Constituição económica? No próprio sistema político, tão necessitado de credibilidade, agilidade, transparência e eficácia? Não. Ninguém diz uma palavra sobre o assunto.

 

Do que todos falam é da crise. E das medidas para a combater. À crise económica e à consequente crise social. Medidas, mais medidas, despesa, mais despesa. Do que ninguém fala, enfim, é como tenciona pôr o país a pagar o renascido défice das contas públicas nos próximos quatro anos.

 

Estes três silêncios são a asfixia eleitoral em que os partidos instalados mergulharam o país. Discute-se o folclore. Discute-se quem asfixia mais e onde, mas, no fundo os partidos instalados, até o Bloco (quem os viu e quem os vê… tão aprumadinhos à frente do “senhor primeiro-ministro”…), asfixiam em conjunto o debate político de fundo. No fundo, estão iguais a si próprios. Adiam Portugal.

(publicado na edição de hoje do Semanário)

 



publicado por Jorge Ferreira às 08:56 | link do post | comentar

As eleições legislativas de 27 de Setembro servem para eleger 230 deputados à Assembleia da República. Mas se perguntarmos a qualquer cidadão na rua para que vai votar nesse dia, com toda a certeza que a resposta mais frequente que ouvirá é que o cidadão vai eleger o Primeiro-Ministro. A isto conduziu a fulanização da política e das eleições. Interessa mais o estilo do que as ideias, o aspecto do que a substância, as palavras do que os programas.

 

Poucos saberão os nomes daqueles cuja vida vai mudar se forem eleitos deputados. Mas todos discutem se Sócrates é melhor que Ferreira Leite ou vice-versa. Por outras palavras: os cidadãos aprestam-se para votar numa eleição que não existe na lei, a de Primeiro-Ministro e não votar na eleição efectivamente prevista na lei, a dos deputados, cujos nomes nem se dão ao trabalho de ler à porta das assembleias de voto, mais que não seja, uns minutinhos antes de entrar na cabina de voto.

 

Esta disfunção mostra bem a desadequação do sistema político português. Ela gera um vazio de representação política parlamentar. Ninguém se pode sentir representado por quem nem sequer conhece. Ninguém se pode sentir representado por quem não pode responsabilizar pelos seus actos. Na verdade, os eleitores que conscientemente votam em deputados, nem sequer estão a escolher. Estão a escolher entre escolhidos. É a ilusão da democracia representativa.

 

Existem duas reformas essenciais a fazer no sistema eleitoral.

 

A primeira é permitir as candidaturas de independentes à Assembleia da República. O campeonato partidário está esgotado, viciado à partida. Precisa de um grande susto. E a democracia precisa de respiração. O monopólio partidário nas eleições legislativas está a corroer a democracia por dentro, porque contribui para o distanciamento dos cidadãos da instituição parlamentar, e contribui para o descrédito do próprio sistema.

 

A segunda é a da criação de círculos uninominais, para que toda a gente tenha efectiva capacidade de decisão eleitoral e saiba quem é o seu deputado. Evidentemente que os partidos têm medo disto, porque o poder das direcções escolherem os seus fiéis para as listas fica comprometido. Mas, não tenhamos dúvidas, estas duas medidas provocariam um novo entusiasmo cívico e político na sociedade portuguesa e dotaria o sistema político de mais saúde e transparência.

(publicado na edição de hoje do Diário de Aveiro)

 



publicado por Jorge Ferreira às 08:55 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Em 1891 suicidava-se, em Ponta Delgada, o poeta Antero de Quental e, em 1922 morria Bento Gonçalves, no campo de concentração do Tarrafal. Em 1962, a URSS ameaçava os EUA de guerra, perante qualquer, na área de Cuba. Em 1965, a 1ª Divisão de Infantaria do exército dos EUA chegava ao Vietname, em 1971, morria o líder soviético Nikita Krutschev. Em 1973, ocorria o golpe militar no Chile. Augusto Pinochet assumia o poder. O presidente eleito, Salvador Allende, era assassinado, sendo anunciando o seu "suicídio". Em 1978, morria Ronnie Peterson, piloto sueco de Fórmula I, no Grande Prémio de Itália, em Monza. Em 1985, dois comboios chocavam em Alcafache, perto de Mangualde. Morreram 40 pessoas, cerca de 150 ficaram feridas. Em 1986, o ministro polaco do Interior anunciava a libertação dos presos políticos na Polónia e, três anos mais tarde, em 1989, cerca de 16.000 alemães de leste atravessavam a fronteira entre a Checoslováquia e a Hungria, com a intenção de seguirem para o Ocidente. Em 1991, morria, em Lisboa, o cineasta e poeta António Reis, 64 anos, realizador de "Jaime", "Ana" e "Rosa de Areia", entre outros filmes. Em 1994, morria a actriz britânica Jessica Tandy, de 85 anos, vencedora do Óscar pela sua actuação no filme "Miss Daisy". Em 1999, era inaugurada a APOIARTE / Casa do Artista, fundada pelos actores Armando Cortez e Raul Solnado, tem estatuto de instituição particular de solidariedade social e presta serviços aos artistas idosos. Em 2001, os EUA eram atingidos pela maior ofensiva terrorista de sempre: dois aviões de passageiros embatiam, com alguns minutos de intervalo (08:46 e 09:04), nas duas torres do World Trade Center, em Nova Iorque. Pouco depois, outro aparelho despenhava-se sobre uma das alas do Pentágono, em Washington, e outro ainda caía num descampado, na Pensilvânia. Morreram perto de 3000 pessoas. Em Oslo, era assassinada a ministra sueca dos Negócios Estrangeiros, Anna Lindh, de 46 anos. Em 2004, morria Irene Velez, com 90 anos, actriz, grande dama dos palcos nacionais, popularizada pelos programas de rádio "Companheiros da Alegria" e "Zéquinha e Lelé", com Vasco Santana. Em 2006, morria Maria Teresa Ambrósio, aos 70 anos, ex-presidente do Conselho Nacional de Educação (1996-2002), antiga deputada pelo PS (1976-83), professora associada da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Em 2008, a cantora Mariza era nomeada para a 9ª edição dos Latin Grammy Awards, com o seu último álbum, “Terra”, na categoria de Melhor Álbum Folk.

(O crime de 11 de Setembro)



publicado por Jorge Ferreira às 08:49 | link do post | comentar

Hoje é Sexta-feira, 11 de Setembro, ducentésimo quinquagésimo quarto dia do ano. Faltam 111 dias para o final de 2009. O dia é dedicado aos Santos Jacinto e Proto, mártires, e ao Beato João Gabriel Perboyre, mártir. A Lua encontra-se na Fase Minguante. É Quarto Minguante, dia 12, às 03:16. O Sol nasce às 07:15 e o ocaso regista-se às 19:51. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se à 08:40 e 21:13, a baixa-mar, às 02:22 e 14:57. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se o escritor norte-americano O. Henry, pseudónimo de William Sidney Porter (1862), o escritor inglês D. H. Lawrence (1885), o pensador e filólogo alemão Thomas W. Adorno (1903), o cineasta Brian de Palma (1940), o ex-futebolista Franz Beckenbauer e o cantor porto-riquenho Jose Feliciano (1945). Em 1987, morria o actor Lorne Greene, protagonista de Bonanza, um dia antes de a estreia da série cumprir 28 anos.



publicado por Jorge Ferreira às 08:47 | link do post | comentar

Quinta-feira, 10 de Setembro de 2009

O Benfica foi o 9º maior clube do mundo no século XX. No século XXI ainda vamos a tempo de melhorar a performance.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 15:15 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Os Presidentes de Câmara Municipal eleitos pelo PSD no distrito de Santarém estão contra as “regras restritivas do endividamento” nos Municípios. Acham que gastaram pouco. Querem gastar mais. Mas querem gastar mais do dinheiro que não têm. Ou seja: querem poder pedir mais dinheiro emprestado. Têm gerido mal o que pediram e ainda não pagaram, mas ainda não estão satisfeitos.

 

Os autarcas tiveram a militância de se reunirem num jantar (que câmara Terá pago o repasto?...) no Entroncamento para tomar uma posição conjunta sobre estas matérias. Nunca se juntaram para coordenar posições e fazer exigências sobre qualquer assunto daqueles que preocupam as populações. Só tiveram esta ideia para protestar por não poderem pedir mais dinheiro emprestado.

 

Estiveram presentes Corvelo de Sousa (Presidente da Câmara Municipal de Tomar), Fernando Moleirinho (Sardoal), Francisco Moita Flores (Santarém), Luís Ribeiro Pereira e Jacinto Lopes (Presidente e Vice-Presidente da Câmara de Ferreira do Zêzere), Jaime Ramos (Entroncamento), José Saldanha Rocha (Mação), Miguel Relvas (Coordenador Autárquico Distrital) e Vasco Cunha (Presidente da Comissão Política Distrital do PSD). Não esteve presente, “por motivos de agenda”, Vítor Frazão (Presidente da Câmara Municipal de Ourém).

 

Os autarcas constataram “que as regras restritivas do endividamento, e os limites que lhe são impostos, puseram em causa muitos investimentos necessários e prioritários – bem como o aproveitamento do QREN – para tornar os nossos Municípios e a nossa região mais competitivos”.

 

Concluíram que “é fundamental para os Municípios (na sua relação com a Administração Central) a evolução para uma maior partilha na afectação de impostos – sem que daí tal possa constituir um agravamento fiscal – designadamente através do IVA e do IRS”.

Ninguém sabe quanto é que a Câmara Municipal de Tomar deve ao certo. Sabe-se que é muito.

 

Nos últimos meses todos temos lido na comunicação social as notícias da crise nas empresas do concelho de Tomar. Empresas que amaçaram fechar as portas, empresas que deixaram de pagar porque quem lhes deve não lhes paga, empresas que fecharam, trabalhadores que deixaram de receber, famílias inteiras em crise de rendimento, que perderam os seus ordenados, protestos dos trabalhadores, pedidos de ajuda ao Governo.

 

O que não temos lido na comunicação social são notícias acerca das pessoas que nos últimos anos quiseram investir em Tomar, criar empregos em Tomar, criar riqueza em tomar, pagar impostos em Tomar e não conseguiram devido à imensidão de obstáculos que a Câmara Municipal sistematicamente lhes foi colocando até conseguir que essas pessoas fossem investir para outras paragens.

 

Não temos lido, mas sabemos. E sabemos até de pessoas que foram agora contactadas à pressa para virem investir, já sem os obstáculos inicialmente colocados, porque daria jeito a um mês de eleições dar um aspecto dinâmico à imobilista, inoperante e desinteressada Câmara Municipal de Tomar. Nestas vésperas de eleições os obstáculos de outrora desapareceram como que por magia. O PSD está desesperado por mostrar serviço, depois de ano0s de marasmo e inoperância.

 

O que se tem feito em Tomar é com dinheiros públicos e como se sabe muitas vezes mal gastos e desbaratados. O poder municipal do PSD tem horror à iniciativa privada, prefere o investimento público, porque empresários privados são livres e quem depende de subsídios tem de ser atento, venerando e obrigado. Mas para seguir neste caminho tem de se estar a pedir sempre dinheiro emprestado. Insaciavelmente e com uma consequência óbvia: todos pagaremos no futuro muito caro esta irresponsável maneira de desgovernar. O programa eleitoral do PSD em Tomar e nos concelhos do distrito em que desgoverna resume-se a quatro palavras: pedir mais dinheiro emprestado. É preciso mudar.

(publicado na edição de hoje d' O Templário)

 



publicado por Jorge Ferreira às 11:07 | link do post | comentar

Já percebi o recrutamento dos brasileiros/portugueses naturalizados com fim em vista para a selecção: sem eles nem os golinhos solitários marcávamos.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 10:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Em 1836, era restabelecida a Constituição liberal portuguesa de 1822, formando-se um novo governo presidido pelo conde de Linhares, que incluía Passos Manuel. Em 1939 o Canadá declarava guerra à Alemanha e, em 1943, as tropas aliadas libertavam Roma da ocupação alemã, no decurso da II Guerra Mundial. Em 1979, morria Agostinho Neto, primeiro presidente da República Popular de Angola. Em 1993, morria José de Azeredo Perdigão, de 96 anos, presidente da Fundação Calouste Gulbenkian. Em 1999, chegava a Lisboa o Bispo de Díli, D. Ximenes Belo, que abandonara a capital timorense, após os ataques das milícias pró-Indonésia. Em 2001, era morto Ahmed Shah Massud, líder da Aliança do Norte, força de oposição ao regime talibã, no Afeganistão. Em 2003, a ministra sueca dos Negócios Estrangeiros, Anna Lindh, era esfaqueada, em Oslo. Na Indonésia, o responsável pelo atentado de Bali, Imam Samudra, era condenado à morte.

(Ahmed Shah Massud)



publicado por Jorge Ferreira às 10:06 | link do post | comentar

Hoje é Quinta-feira, 10 de Setembro, ducentésimo quinquagésimo terceiro dia do ano, Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Faltam 112 dias para o final de 2009. O dia é dedicado a S. Nicolau de Tolentino, Religioso, e a Stª Pulquéria, Imperatriz. A Lua encontra-se na Fase Minguante. É Quarto Minguante, dia 12, às 03:16. O Sol nasce às 07:14 e o ocaso regista-se às 19:53. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 07:51 e 20:16, a baixa-mar, às 01:38 e 14:02. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se o poeta português Nicolau Tolentino (1740), o escritor austríaco Franz Werfel (1890), a poeta e romancista Hilda Doolitle (1886), o estilista Karl Lagerfeld (1938) e o paleontólogo norte-americano Stephen Jay Gould (1942).



publicado por Jorge Ferreira às 10:04 | link do post | comentar

Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009

Quem tem asfixias democráticas de vidro não deve atirar pedras.



publicado por Jorge Ferreira às 18:24 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Santana Lopes convidou Passos Coelho para a Comissão de Honra da sua candidatura. Irá Passos Coelho escrever um artiguinho a exigir que o honrado atinja a maioria absoluta em Lisboa?



publicado por Jorge Ferreira às 17:14 | link do post | comentar

Que dia bizarro, este: 09.09.09.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 13:24 | link do post | comentar

Segundo Jaime Silva, dos três anos que Paulo Portas esteve no Governo com o PSD sobraram apenas a “compra de submarinos e 60 ou 70 mil fotocópias”. A propósito: Paulo Portas já intentou a prometida e anunciada acção judicial contra Jaime Silva, da primeira vez que o ministro da Agricultura disse umas verdades sobre a sua passagem pelo Governo? Recordo-me até que tinha constituído Garcia Pereira como advogado para o efeito...
 



publicado por Jorge Ferreira às 10:53 | link do post | comentar

Em 1829 aparecia, em Londres, o primeiro número do Chaveco Liberal", periódico fundado por exilados liberais portugueses, entre eles Almeida Garrett e Ferreira Borges. Em 1836, rebentava em Lisboa a chamada "Revolta Setembrista". Em 1948, era proclamada a República Democrática da Coreia ou Coreia do Norte. Em 1962 morria o escritor alemão Hermann Hesse. Em 1973 reuniam-se, num monte alentejano, 136 oficiais das Forças Armadas portuguesas. Começava o caminho irreversível do Movimento dos Capitães, a pouco mais de sete meses do dia 25 de Abril de 1974. Em 1985, um incêndio junto à aldeia de Lumiares, em Viseu, tirava a vida a 14 bombeiros voluntários de Armamar. Em 1996, o chefe militar da Unita, general Bem Bem, chegava a Luanda para integrar as Forças Armadas de Angola. Em 1999, em pleno clima de violência em Timor-Leste, as forças da UNAMET retiravam-se de Díli. Em 2002, numa gravação sonora apresentada pela cadeia de televisão árabe Al Jazira, Usama bin Laden reivindicava os atentados de 11 de Setembro de 2001. Em 2007, pela primeira vez na história do Estado judaico, a polícia israelita detinha um bando neonazi de jovens imigrantes da ex-União Soviética, acusados de ataques a dezenas de pessoas e de pintarem suásticas em sinagogas.

(O Chaveco Liberal)



publicado por Jorge Ferreira às 10:06 | link do post | comentar

Hoje é Quarta-feira, 09 de Setembro, ducentésimo quinquagésimo segundo dia do ano. Faltam 113 dias para o final de 2009. O dia é dedicado a S. Pedro Claver, apóstolo dos Negros, e ao Beato Tiago Laval, Religioso. A Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 12, às 03:16. O Sol nasce às 07:13 e o ocaso regista-se às 19:54. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 07:11 e 19:31, a baixa-mar, às 01:01 e 13:19. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se o Cardeal Richelieu (1585), o almirante holandês Cornelius Van Tromp (1629), o escritor russo Leon Tolstoi (1828), o cineasta Max Reinhardt (1873), o escritor, poeta e tradutor italiano Cesare Pavese, o actor Cliff Robertson (1925) e o músico norte-americano Otis Redding (1941).



publicado por Jorge Ferreira às 10:05 | link do post | comentar

Terça-feira, 8 de Setembro de 2009

Vários supra-sumo reunem-se hoje, alegadamente, para tentar resolver os problemas da justiça em Portugal. Registo e estranho uma ausência no grupo de sábios: o super-responsável pelos serviços de informações, directamente dependente do Primeiro-Ministro.



publicado por Jorge Ferreira às 18:41 | link do post | comentar | ver comentários (3)

As autoridades inglesas têm provas do pagamento de “luvas” no âmbito do licenciamento do Freeport de Alcochete, diz hoje o “Correio da Manhã”. Tendo em conta as novas informações, o jornal afirma ainda que o ex-presidente do Instituto da Conservação da Natureza, Carlos Guerra, não vai ser o único arguido no processo Freeport a ter de explicar os cerca de 200 mil euros depositados numa das suas contas. Parece, pois, que luvas, houve. Resta apurar os donos de todas as mãos que as vestiram...



publicado por Jorge Ferreira às 11:57 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Antes da primeira deslocação à região autónoma Alberto João Jardim ninguém deve dar crédito a qualquer líder do PSD que seja. A Madeira é o verdadómetro do PSD.



publicado por Jorge Ferreira às 10:22 | link do post | comentar

Em 1545, uma expedição espanhola chegava à Florida, no Sul da América do Norte, fundando o primeiro povoado europeu nesta zona. Em 1664, a colónia holandesa de Nova Amesterdão rendia-se aos britânicos, que passaram a designá-la Nova Iorque. Em 1926, a Alemanha era admitida na Liga das Nações e, em 1944, durante a II Guerra Mundial, a primeira bomba V-2, de fabrico alemão, caía em solo britânico. Em 1949, morria o compositor alemão Richard Strauss e, em 1951, o Japão assinava, com 48 nações, o tratado de paz no âmbito da vitória aliada da II Grande Guerra. Em 1964, Malta tornava-se independente. Em 1965, 25 militares portugueses morriam carbonizados no combate a um incêndio na Serra de Sintra. Em 1969, morria Alexandra David-Néel, exploradora francesa, anarquista, espiritualista e escritora. Em 1972, em resposta ao massacre dos atletas israelitas nos Jogos Olímpicos de Munique, Israel atacava as bases da OLP. Em 1982, unificavam-se os três principais ramos da Igreja Luterana. Em 2000, a NASA encontrava um buraco na camada de ozono com a superfície de 28,3 milhões de quilómetros quadrados, a maior área até então atingida. Em 2001, morria o artista italiano Antonio Pagotto, aos 80 anos, criador de Calimero. Em 2003, morria Leni Riefensthal, aos 101 anos, actriz e cineasta, realizadora dos documentários-chave da propaganda nazi nos anos 30, "O Triunfo da Vontade" e "Os Deuses do Estádio". Em 2005, em Tróia, começava a implosão das torres do antigo complexo turístico da Torralta. E, na Ucrânia, o presidente Viktor Iuchtchenko demitia o Governo, para controlo da crise política, resultante de suspeitas de corrupção. Em 2006, PS e PSD assinavam o acordo para a reforma da justiça. Em 2007, o Governo português excluía receber oficialmente o Dalai Lama, líder espiritual budista e do Tibete no exílio, na sua deslocação a Lisboa, enquanto Gerry McCann era constituído arguido, tal como a sua mulher, Kate, informou o advogado dos pais da criança desaparecida há quatro meses na Praia da Luz, ao fim de um interrogatório de mais de nove horas.

(Calimero)



publicado por Jorge Ferreira às 10:11 | link do post | comentar

Hoje é Segunda-feira, 08 de Setembro, ducentésimo quinquagésimo primeiro dia do ano, Dia Internacional da Alfabetização (ou da Literacia) e Dia da Solidariedade das Cidades Património Mundial. Faltam 114 dias para o final de 2009. O dia é dedicado à Natividade da Virgem Santa Maria. A Lua encontra-se na Fase Minguante: Quarto Minguante, dia 12, às 03:16. O Sol nasce às 07:12 e o ocaso regista-se às 19:56. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 07:05 e 19:22, a baixa-mar, às 00:35 e 12:47. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se Ricardo Coração de Leão (1157), o escritor alemão August Schlegel (1767), o compositor Antonin Dvorak, nascido na Boémia em 1841, o poeta Siegfried Sasson (1886), o actor Peter Sellers (1925) e a actriz Virna Lisi (1937).



publicado por Jorge Ferreira às 10:10 | link do post | comentar

Segunda-feira, 7 de Setembro de 2009

Em 1540, Faro era elevada a cidade por D. João III. Em 1750, D. José I era aclamado rei de Portugal. Em 1822, D. Pedro proclamava a independência do Brasil. Em 1974, Portugal e a Frelimo assinavam o Acordo de Lusaka, que previa a independência de Moçambique. Em 1986, o arcebispadp sul-africano era ocupado, pela primeira vez, por um negro, o bispo Desmond Tutu, passando a liderar dois milhões de anglicanos do país. Em 1989, o Partido Nacional, no poder na África do Sul, mantinha a maioria, após as eleições realizadas na véspera, apesar dos seus piores resultados em 41 anos. Em 1992, o presidente angolano, José Eduardo dos Santos, e o dirigente da Unita, Joanas Savimbi, chegavam a acordo sobre o governo de unidade nacional. Em 1994, as forças armadas dos EUA fechavam o quartel-general em Berlim, terminando a presença militar dos aliados na Alemanha, iniciada após a II Guerra Mundial. Em 1999, Xanana Gusmão, líder histórico da resistência timorense, era libertado da prisão na Indonésia, ficando sob a protecção da embaixada britânica em Jacarta. No mesmo dia, realizava-se a primeira reunião do Parlamento alemão, no Bundestag. O edifício fora destruído às ordens de Hitler, em 1993. Em 2004, o Tribunal Administrativo de Coimbra confirmava a recusa de entrada do barco Born Diep em águas portuguesas, indeferindo o pedido de anulação da decisão do Governo, apresentado pelos organizadores da iniciativa.Em 2005, investigadores portugueses lançavam o sistema de interpretação de imagens de satélite dos oceanos, permitindo ampliar estudos de zonas costeiras e de controlo de qualidade da água. No Egipto, as primeiras eleições presidenciais em 24 anos confirmavam o poder de Hosni Mubarak. Em 2007, o partido nacionalista Istiqlal era o vencedor das eleições legislativas em Marrocos. O chefe da Al-Qaida, Usama bin Laden, aparecia, pela primeira vez desde há três anos, num vídeo divulgado pela cadeia de televisão do Qatar al-Jazira e no qual afirmava que "a América está fraca apesar da seu poderio aparente". Após muitas horas de interrogatório na Polícia Judiciária de Portimão, Kate McCann era constituída arguida no caso do desaparecimento da filha Madeleine. Em 2008, o governo norte-americano assumia o controlo das sociedades de crédito imobiliário Fannie Mae e Freddie Mac, que se encontravam à beira da falência, devido à crise do 'subprime'. Morria Anita Page, a actriz da Metro-Goldwyn-Mayer que fez vários filmes com Lon Chaney, Joan Crawford e Buster Keaton durante a transição do cinema mudo para o falado, aos 98 anos.

(D. José)



publicado por Jorge Ferreira às 06:43 | link do post | comentar

Hoje é Segunda-feira, 07 de Setembro, ducentésimo quinquagésimo dia do ano. Faltam 115 dias para o final de 2009. O dia é dedicado ao Beato Vicente de Stº António, mártir. A Lua encontra-se na Fase Minguante: Quarto Minguante, dia 12, às 03:16. O Sol nasce às 07:11 e o ocaso regista-se às 19:58. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:32 e 18:49, a baixa-mar, às 00:04 e 12:15. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se D. Sancho II (1209), a Isabel I de Inglaterra (1533), o escritor norte-americano James Fenimore Cooper (1789), o poeta português Camilo Pessanha (1867), a poetisa inglesa Edith Sitwell (1887) e o cineasta Elia Kazan (1909). Neste dia, em 1962, morria a escritora dinamarquesa Karen Blixen e, em 1997, o ditador zairense Mobutu Sese Seko.



publicado por Jorge Ferreira às 06:42 | link do post | comentar

Domingo, 6 de Setembro de 2009

"Parece-me até, caro Jorge Ferreira, que o "perigoso vazio" seria  falar apenas de uma mão cheia de prioridades e nada dizer sobre as políticas do Mar, do Voluntariado, da Agricultura  ou de outras áreas que raramente aparecem nas aberturas dos noticiários."

 

O Diogo quer esconder o essencial. Depois da proliferação de desígnios nacionais a cada esquina, os partidos, mais uns que outros, descobrem prioridades em cada centímetro de discurso. Quem tem muitas prioridades não tem nenhuma. Resultado: ninguém acredita. As palavras desvalorizaram-se. E que as diz foi atrás.



publicado por Jorge Ferreira às 22:38 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Portas diz que Sócrates "está em dívida para com o país". Eu acho que é capaz de ser melhor não fazer as contas. Não sei dizer qual deles no fim deveria mais...


publicado por Jorge Ferreira às 21:22 | link do post | comentar

Antes de mais parabéns, Senhor Engenheiro, pelas 52 primaveras. Agora, deixe-me que lhe diga: Manuela Ferreira Leite também está de parabéns, porque o senhor anda com o seu discurso a reboque do dela.



publicado por Jorge Ferreira às 21:11 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Em 1951, era assinado o primeiro acordo sobre a Base das Lajes. Em 1968, na sequência de uma queda, Salazar era afastado do Governo. Em 1972, recomeçavam os Jogos Olímpicos de Munique, após 80 mil pessoas terem prestado tributo aos 11 atletas israelitas mortos pelo comando terrorista Setembro Negro. Em 1976, a Organização de Libertação da Palestina (OLP) era admitida como membro pleno da Liga Árabe. Em 1978, Menachem Begin e Anwar Sadat iniciavam o processo de paz em Camp David, Maryland. Em 1989, uma equipa liderada pelo cirurgião Gentil Martins separava com êxito duas gémeas siamesas bebés, ligadas pelo abdómen. Em 1991, Gorbachov reconhecia a independência das repúblicas bálticas - Estónia, Lituânia e Letónia - e, em 1992, Álvaro Cunhal confirmava, na festa do Avante, a sua substituição como secretário-geral do PCP. Ainda em 1997, decorria o funeral de Diana de Gales. Em 2000, a OCDE afirmava que a produtividade de trabalho na economia portuguesa era a mais baixa da União Europeia. Em 2002, nos EUA, um scanner registava pela primeira vez a actividade cerebral de fetos reagindo a estímulos luminosos exteriores ao ventre materno. Em 2003, a União Europeia incluía o Hamas na lista das organizações terroristas e o primeiro-ministro palestiniano, Mahmoud Abbas, apresentava a demissão a Yasser Arafat, presidente da Autoridade Nacional Palestiniana. Em 2004, morria Luís Nunes de Almeida, 58 anos, presidente do Tribunal Constitucional, antigo deputado à Assembleia da República pelo PS.Em 2007, morria o tenor italiano Luciano Pavarotti, de 71 anos, na sua casa, em Modena, Itália, após uma longa luta contra um cancro no pâncreas. Em 2008, a portuguesa Vanessa Fernandes, vice-campeã olímpica em Pequim, sagrava-se campeã da Europa de triatlo de sub-23, em Pulpi, Espanha, conquistando o título pela quarta vez. Também o português João Silva se sagrava campeão da Europa de triatlo de sub-23, enquanto Miguel Arraiolos conquistava a medalha de prata.

(Base das Lages)



publicado por Jorge Ferreira às 11:32 | link do post | comentar

Hoje é Domingo, 06 de Setembro, ducentésimo quadragésimo nono dia do ano. Faltam 116 dias para o final de 2009. O dia é dedicado a Stº Eleutério, monge, e S. Magno, monge. A Lua encontra-se na Fase Minguante: Quarto Minguante, dia 12, às 03:16. O Sol nasce às 07:10 e o ocaso regista-se às 19:59. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:00 e 18:16, a baixa-mar, às 11:44. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Virgem, destacando-se o cientista inglês John Dalton, que desenvolveu a teoria atómica da matéria (1766), o financeiro e diplomata norte-americano Joseph P. Kennedy (1888), o músico Roger Waters, dos Pink Floyd (1944), e a actriz Jane Curtin (1947). Em 1998 morria o cineasta japonês Akira Kurosawa.



publicado por Jorge Ferreira às 11:20 | link do post | comentar

Sábado, 5 de Setembro de 2009

O alegado debate de hoje entre os dois Sousas das esquerdas mostrou uma coisa muito simples: o Sousa do PCP é muito atrevido nas ruas, nas manif's, mas quando se apanha com o Sousa do PS à frente é mais manso que um congressista de Espinho do PS. Cá para mim hoje vai haver mosquitos por cordas nos centros de trabalho...



publicado por Jorge Ferreira às 23:55 | link do post | comentar

Prossegue, com método e eficácia, a lenta agonia da selecção nacional.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 21:00 | link do post | comentar

José Sócrates deixou de falar a Pina Moura porque este, enquanto esteve a representar os espanhóis na administração da Media Capital não acabou com o Jornal de opinião privativo de Manuela Moura Guedes, como Sócrates desejava enquanto era tempo. Pina Moura vingou-se da desfeita, declarando-se "focado", isto é, próximo e concordante com o programa eleitoral do PSD e não do PS, partido pelo qual foi deputado da Nação em acumulação com a representação de interesses de empresas espanholas em Portugal. O grupo Prisa, dantes amigo do PSOE e de Jose Luis Zapatero, por sua vez muito amigo de José Sócrates, zangou-se entretanto com os ditos PSOE e Zapatero, porque estes deram um volumoso negócio de comunicação em Espanha a outro grupo de comunicação que não a Prisa. Vai daí toca de começar a escrever artigos contra o PSOE e Zapatero nos orgãos do grupo. Sabendo do momento delicado, judiciário e eleitoral, que o amigo lusitano de Zapatero vive em Portugal, toca de correr com Moura Guedes da pantalla, sabendo de antemão que o poderosíssimo ónus político do saneamento recairia sobre Sócrates, o especial amigo de Zapatero, ora ódio de estimação do grupo. Cavaco Silva, tomado de esperada amnésia, declarou esperar que o saneamento de Moura Guedes não tenha nada a ver com ameaças à liberdade de informação, esquecido que está do que fez o seu Governo com a RTP e o então elemento de ligação a Moniz, marido da ora saneada da TVI, quando este era Director de Informação da RTP, o ministro Marques Mendes (esse mesmo...) que, ao que consta, famas injustas certamente, tinha uma especial predilecção pela análise antecipada dos alinhamentos do telejornal.

 

Isto é uma história de pura ficção e qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência. E tenho mais ficções para escrever.



publicado por Jorge Ferreira às 17:47 | link do post | comentar

 

                         Brooklyn    Bronx and Queens Band, On The Beat.

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 17:34 | link do post | comentar

Se calhar, no dia em que o PS foi mesmo vítima de uma cabala o PS já não podia dizer que foi vítima de uma cabala porque ninguém acredita no PS.



publicado por Jorge Ferreira às 11:06 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags