Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

O Governo anda atrás de porcos irlandeses. Espero que não seja vingança pelo resultado do referendo sobre o Tratado de Lisboa...



publicado por Jorge Ferreira às 18:54 | link do post | comentar

À Margarida Pardal (sempre com o poema certo na ponta da tecla...), ao João Carvalho Fernandes ( 'tou velhote pois...), ao Leonel Vicente, ao José Manuel Barão das Neves (grande amigo!), ao Luís Ribeiro, a quem retribuo as felicitações pelo primeiro aniversário do Tomar, a Cidade, um excelente blogue tomarense, ao António Jorge Brandão de Pinho, ao J. M. Coutinho Ribeiro, ao Torquato da Luz, ao Bruno, à Rita, ao M. Ferrer , ao João Pedro Simões Dias, à Júlia M. L., ao António Torres, ao Pedro Correia (a idade faz-nos apreender melhor o sabor da liberdade...), ao Samuel Paiva Pires, ao Jumento, ao João Melo, ao Nuno_R., ao Luís Novaes Tito, ao João Távora, ao Advento e a uma leitora que não conheço, que assinou mdsol. A todos agradeço, sensiblizado as palavras que me dedicaram e com que decidiram assinalar o quinto aniversário do Tomar Partido!

(Actualizado e corrigido)


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 18:42 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Portugal não produz os porcos todos de que precisa.



publicado por Jorge Ferreira às 14:58 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Primeiro, receberam Mugabe como "Grand Seigneur" em Lisboa, na cimeira da fotografia. Agora querem sancioná-lo, como se já não o devessem ter feito na cimeira. Vá lá perceber-se a diplomacia de ocasião.



publicado por Jorge Ferreira às 13:39 | link do post | comentar

Em 1720, era fundada a Academia Real de História, em Lisboa. Em 1792, começava a construção do Teatro de S. Carlos. Em 1917, a revolta militar em Lisboa, levava Sidónio Pais à chefia do Governo, impondo um regime de ditadura. Afonso Costa, primeiro-ministro da República, foi preso e Bernardino Machado, o presidente, destituído. Em 1930, suicidava-se a poeta portuguesa Florbela Espanca. Em 1941, entrava em funcionamento o campo de extermínio de Chelmno, em Lodz, na Polónia ocupada pelas forças nazis, onde foram mortas dezenas de milhar de pessoas. Em 1980, o ex-beatle John Lennon, 40 anos, era assassinado à porta da sua casa, em Nova Iorque. Em 1991, as populações de Vale de Mula, no distrito da Guarda, e de Obispo, em Espanha, inauguravam a ponte que liga as duas povoações, construída à revelia das autoridades dos dois países. Em 1994, morria António Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, Tom Jobim, aos 67 anos, pioneiro da bossa-nova. Em 1995, era inaugurado o aeroporto de Macau. Em 2001, a 9ª Sinfonia de Beethoven era reconhecida como Património da Humanidade.

(Sidónio Paes)



publicado por Jorge Ferreira às 13:31 | link do post | comentar

Hoje é Segunda-feira, 08 de Dezembro, tricentésimo quadragésimo terceiro dia do ano. Faltam 23 dias para o final de 2008. O dia é dedicado à Imaculada Conceição, Padroeira de Portugal. A Lua encaminha-se para a Fase Plena. Lua Cheia, dia 12 às 16:37. O Sol nasce às 07:42 e o ocaso regista-se às 17:15. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 11:11 e 23:47, a baixa-mar, às 04:39 e 17:13. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Sagitário, destacando-se a artista francesa Camille Claudel (1864), os compositores Jean Sibelius (1865) e Bohuslav Martinu (1890), o artista norte-americano Sammy Davis Jr (1925), o actor Maximilian Schell (1930), o flautista James Galway (1939), o líder dos Doors, Jim Morrison (1943), a actriz Kim Basinger (1953), a cantora Sinead O'Connor (1966).
 



publicado por Jorge Ferreira às 13:30 | link do post | comentar

Domingo, 7 de Dezembro de 2008

Pedro Santana Lopes perdeu a paciência com Marcelo Rebelo de Sousa.



publicado por Jorge Ferreira às 22:57 | link do post | comentar

António Alçada Baptista foi um senhor das letras e da cultura. Portugal ficou mais pobre. Tinha um grande defeito para o país que era o seu: preocupava-se em pensar as coisas e em encontrar a razão delas. Por isso peregrinou interiormente. Tinha causas públicas pelas quais lutou sem perder o senso. Foi um dos escritores portugueses que mais me marcou. Já agora convinha dizer à direita que não devia ter vergonha de gostar dele.



publicado por Jorge Ferreira às 22:29 | link do post | comentar

"Até no "centrão" devia existir um limite ético" . Devia, João, devia.
 



publicado por Jorge Ferreira às 18:02 | link do post | comentar

Lançamento do CD «Portugal», de José Campos e Sousa

(libretto de Fernando Pessoa - Mensagem)

 

 

Às 21,00 h - da próxima sexta-feira - dia 12 de Dezembro,

na Sociedade Histórica da Independência de Portugal,

no Palácio da Independência (Palácio Vaz de Almada)

(no Rossio, paredes meias com o Teatro Dona Maria)*

 

(Tirei tudo do Risco Contínuo.)


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 16:36 | link do post | comentar

À Margarida Pardal, ao João Carvalho Fernandes, ao Leonel Vicente, ao José Manuel Barão das Neves, ao Luís Ribeiro, a quem retribuo as felicitações pelo primeiro aniversário do Tomar, a Cidade, um excelente blogue tomarense, ao António Jorge Brandão de Pinho, ao J. M. Coutinho Ribeiro, ao Torquato da Luz, ao Bruno, à Rita, ao M. Ferrer , ao João Pedro Simões Dias, à Júlia M. L., ao António Torres e a uma leitora que não conheço que assinou mdsol. A todos agradeço, sensiblizado as palavras que me dedicaram e com que decidiram assinalar o quinto aniversário do Tomar Partido!

(Actualizado e corrigido)


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 16:15 | link do post | comentar | ver comentários (4)

Segundo a lista de presenças na reunião plenária de sexta-feira publicada no sítio da Assembleia da República, só dez deputados faltaram ,"em missão parlamentar". Todos os outros estiveram presentes. Ora, como é fácil depreender do resultado das votações de sexta-feira, os deputados foram assinar e baldaram-se logo a seguir, não tendo obviamente tempo para participar nas votações. Nada de novo às sextas-feiras no Parlamento. São espectros, senhores, são espectros.



publicado por Jorge Ferreira às 16:06 | link do post | comentar

"A promiscuidade entre a política e os negócios pode ser perfeitamente legal, mas pode matar um regime"

 António Barreto, no Público.



publicado por Jorge Ferreira às 12:55 | link do post | comentar

Em 1842, era dado o concerto inaugural da Orquestra Filarmónica de Nova Iorque. Em 1877, Thomas Edison apresentava o gramofone. Em 1917, na Grande Guerra 1914-18, os EUA declaravam guerra à Austria.Em 1941, a força aérea japonesa atacava a base aérea norte-americana de Pearl Harbour, no Pacífico, causando a morte a 2.400 pessoas e precipitando a entrada dos EUA na II Guerra Mundial. Em 1980, António Ramalho Eanes era reeleito Presidente da República. Em 1988, morria músico norte-americano Roy Orbinson, de 52 anos. Em 1990, morria o escritor cubano Reinaldo Arenas, com 47 anos, opositor ao regime de Fidel Castro. Em 2001, eram revelados os documentos que provam a conivência dos EUA na invasão de Timor-Leste pela Indonésia, em 1975. Em 2002, era inaugurado o Metro do Porto. Em 2003, Rússia Unida, o partido de Vladimir Putin, vencia as eleições legislativas no país. No mesmo dia, morria o pianista cubano Ruben Gonzalez, aos 84 anos, membro do Buena Vista Social Club. Em 2006, morria Jeane Kirkpatrick, com 80 anos, diplomata norte-americana, primeira mulher embaixadora dos EUA nas Nações Unidas.

(Gramofone)



publicado por Jorge Ferreira às 12:53 | link do post | comentar

Hoje é Domingo, 07 de Dezembro, tricentésimo quadragésimo segundo dia do ano e Dia Internacional da Aviação Civil. Faltam 24 dias para o final de 2008. O dia é dedicado a Stº Ambrósio, Arcebispo de Milão, Doutor da Igreja. A Lua encaminha-se para a Fase Plena. Lua Cheia, dia 12, às 16:37. O Sol nasce às 07:42 e o ocaso regista-se às 17:15. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 10:07 e 22:49, a baixa-mar, às 03:33 e 16:14. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Sagitário, destacando-se a romancista Willa Cather (1876), Mário Soares (1924), o filólogo norte-americano Noam Chomsky (1928), o músico, compositor e actor norte-americano Tom Waits (1949).
 



publicado por Jorge Ferreira às 12:46 | link do post | comentar

Sábado, 6 de Dezembro de 2008

O Tribunal Constitucional rejeitou o recurso da FENPROF que reclamava a inconstitucionalidade de duas normas evocadas pelo Ministério da Educação a propósito de uma greve de professores e educadores de infância em 2005. Em causa está uma greve que foi convocada pela FENPROF a 08 de Junho de 2005 para os dias 20 a 23 de Junho de 2005. No seguimento do anúncio da greve, os ministérios da Educação e do Trabalho e da Segurança Social emitiram, a 16 de Junho desse ano, um despacho conjunto a determinar “os serviços mínimos”. Estes serviços mínimos foram definidos como “assegurar a abertura da escola, a recepção e guarda dos enunciados e das provas de exame em condições de segurança e confidencialidade”. Também “assegurar a vigilância rigorosa da realização dos exames sendo, para tal, necessária a presença de dois vigilantes por sala” foi definido como serviço mínimo. O Tribunal Constitucional decidiu pelo Direito, mas também pelo bom senso. Afinal, parece que na guerra não vale tudo.
 

Fonte: Lusa



publicado por Jorge Ferreira às 16:24 | link do post | comentar

No tempo de Eanes havia os Governos de iniciativa presidencial. Os partidos não se entendiam, o PS tinha maioria relativa e ninguém queria ir para o Governo com o PS, e o Presidente, para evitar eleições antecipadas, o que aliás não conseguiu, escolhia um Primeiro-Ministro e pedia-lhe que formasse Governo e tentasse "passar" na Assembleia da República. Agora é diferente. O PS tem maioria absoluta e só existirão eleições antecipadas se houver uma grande bronca que leve Sócrates a demitir-se, o que não se exclui dada a catadupa de investigações em curso, ou se o Presidente se fartar de Sócrates e demitir o Governo (por menos trapalhadas demitiu Sampaio o Governo maioritário de Santana Lopes). O que talvez não seja de excluir é que, dada a bagunçada que desnorteia o pSD, com a má moeda em livre curso diário de um campeonato do disparate, já com processo de contaminação do Conselho de Estado, é que o Presidente Cavaco inaugura "o PSD de iniciativa presidencial" e indique um líder para pôr ordem na sua casa.



publicado por Jorge Ferreira às 16:13 | link do post | comentar

Mário Nogueira, o professor sindicalista que já não dá aulas há muitos anos (quantos serão?...), disse hoje em Coimbra que se o Ministério da Educação "quiser guerra, vai ter guerra". Ora esta declaração belicista da nova vedeta da CGTP, porventura embalado pelos elogios revolucionários do camarada Carvalho da Silva para lhe suceder como líder da CGTP, raia o absurdo e o inadmissível. O sindicalista já perdeu o norte e faz a luta sindical pela luta sindical, esquecendo os interesses de fundo que são superiores à sua vaidade sindical e mediática. Está a exigir seriedade e boa fé ao ministério, esquecendo que assinou um contrato com esse mesmo ministério com falta de seriedade e de boa fé, visto que não o cumpriu, nem, em bom rigor, alguma vez o quis cumprir. Prometeu alternativas que nunca apresentou, o que significa que faz uma luta sindical com reserva mental porque o que verdadeiramente persegue é o objectivo de não haver avaliação alguma, que não o simulacro de avaliação que hoje existe. Agora diz que está pronto para a guerra. Acho melhor emprestarem-lhe uma quadriga de um museu, mascararem-no de legionário e porem-no a galgar a planície alentejana (sempre é mais plana e não tão atreita a acidentes de relevo) a combater uns gauleses figurantes que certamente com as televisões por perto, não serão difíceis de contratar (até podem ser os figurantes das apresentações do Magalhães). Está na altura de dizer ao Sr. Mário para desamparar a loja e parar de causar mais dano ao já de si danoso sistema de ensino português. É que já não há pachorra, Sr. Mário! Ao princípio esta contenda parecia uma versão política do jogo da bolha que vai combatendo a crise nos bolsos de muitos portugueses por esse país fora. Agora, o que parece é uma coisa muito feia de que nem digo o nome.



publicado por Jorge Ferreira às 15:39 | link do post | comentar | ver comentários (3)

O PSD lá continua o seu calvário oposicionista. Ontem, Manuela Ferreira Leite, que foi deputada na mesma legislatura em que eu também fui, chamou Paulo Rangel para o responsabilizar pela falta de 30 deputados na votação do projecto de resolução que previa a suspensão da avaliação dos professores, apresentado não pelo PCP, não pelo Bloco de Esquerda, mas pelo Bloco de Direita, perdão, pelo CDS. Ora bem: a senhora sabe perfeitamente por que é que faltaram 30 deputados na sexta-feira. Foram de fim de semana e marimbaram-se literalmente para os trabalhos parlamentares. Pronto. Como já iam no nosso tempo. Melhor fora propôr uma alteração aos métodos de funcionamento do Parlamento do que chamar Paulo Rangel para ouvir o que já sabe. Entretanto, uma figura do Porto ultrapassou Manuela no disparate e quer a demissão de Paulo Rangel. Dizem-me que antes do último Congresso, Marco António, qual imperador romano chefiando as suas legiões, chegou a ver-se candidato a líder e sequente Primeiro-Ministro, tendo sido desmotivado por um olhar de escárnio de Alberto João a quem fora pedir apoio. E assim vai o suposto maior partido da oposição. Sócrates agradece. E Eça ou Ramalho, se cá voltassem, teriam de actualizar as Farpas com mais um milhar de capítulos. Oh, se tinham!



publicado por Jorge Ferreira às 11:24 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Ou um novo capítulo da vida de Dupont e Dupont, que no universo Tintin ganharam vida própria em terras de Portugal.



publicado por Jorge Ferreira às 11:03 | link do post | comentar

Em 1185, morria D. Afonso Henriques. Em 1383, D. João, mestre de Aviz, apunhalava o Conde de Andeiro, facto que marcou o começo da revolução popular de 1383-85. Em 1865, era abolida a escravatura, nos EUA, com a aprovação da 13ª Emenda à Constituição. Em 1910, o Governo da I República Portuguesa reconhecia o direito à greve e regulamentava o seu exercício. Em 1921, o Reino Unido assinava o tratado de paz com a Irlanda, através do qual era estabelecido o Estado Livre da Irlanda, no seio da comunidade britânica. Em 1925, era preso o português Alves dos Reis, pela falsificação de notas de 500 escudos. Em 1972, os Estados Unidos lançavam a Apollo 17, nave que efectuou a última exploração lunar. Em 1976, o antigo presidente brasileiro João Goulart morria, no exílio. Em 1983, morria a escritora e pedagoga portuguesa Maria Lamas. Em 1987, era reeleito o secretário-geral do Partido Comunista Francês, George Marchais. Em 1989, demitia-se o presidente da Alemanha Democrática, Egon Krenz. Em 1992, a Suiça rejeitava em referendo a entrada no espaço económico europeu. Em 1995, Sintra e a paisagem circundante eram consideradas Património Mundial. Em 1996, morria José Pinto Peixoto, 74 anos, presidente da Academia de Ciências. Em 1998, Hugo Chávez, 44 anos, era eleito presidente da Venezuela. Em 2004, sete dos 12 membros comissão independente, nomeada pelo Parlamento, concluía ter havido um "acto de sabotagem" no avião em que morreram Francisco Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa, a 04 de Dezembro de 1980. Em 2005, a Câmara de Lisboa era alvo de buscas da Polícia Judiciária no âmbito da investigação da permuta do Parque Mayer e da venda em hasta pública dos terrenos da Feira Popular. E David Cameron, 39 anos, era eleito líder do Partido Conservador britânico. Em 2006, Joseph Kabila tomava posse como primeiro presidente da República Democrática do Congo eleito democraticamente em mais de 40 anos. Era libertado, por motivos de saúde, o dissidente cubano Hector Palácios, condenado a 25 anos de prisão na Primavera de 2003. 

(D. Afonso Henriques)



publicado por Jorge Ferreira às 10:40 | link do post | comentar

Hoje é Sábado, 06 de Dezembro, tricentésimo quadragésimo primeiro dia do ano. Faltam 25 dias para o final de 2008. O dia é dedicado a S. Nicolau, Bispo e Confessor, e a S. Sabas. A a Lua encaminha-se para a Fase Plena. É Lua Cheia, dia 12, às 16:37. O Sol nasce às 07:41 e o ocaso regista-se às 17:15. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 08:58 e 21:43, a baixa-mar, às 02:22 e 15:08. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Sagitário, destacando-se o poeta Joyce Kilmer (1886), Ira Gershwin (1896), o pianista e compositor de jazz David Brubeck (1920), o maestro austríaco Nikolaus Harnoncourt (1929), o compositor Henryk Gorék1 (1933), o escritor austríaco Peter Handke (1942), o actor Tom Hulce (1952) e o músico Peter Buck (1956).

 



publicado por Jorge Ferreira às 10:25 | link do post | comentar

Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008

O jogo da bolha continua. Com a ministra a recuar tanto que qualquer dia espatifa-se nas traseiras do ministério lá do alto andar onde gabineta, os sindicatos perceberam e agora vai ser um fartote. O ensino, esse pobre coitado, continua, segundo as últimas notícias que tenho recebido, exactamente na mesma.



publicado por Jorge Ferreira às 20:28 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O Brent, crude de referência para a Europa transaccionado em Londres, seguia a perder 6,2%, para 39,66 dólares por barril. Como bem recorda o Carlos Loureiro e sob magnanima inspiração de Francisco Louçã, entra amanhã em vigor a taxa Robin dos Bosques.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 20:20 | link do post | comentar

Salvar o BPP é um mal necessário. Necessário para quem, pergunto eu?



publicado por Jorge Ferreira às 20:10 | link do post | comentar

Um projecto do CDS-PP que defendia a suspensão do processo de avaliação dos professores poderia ter sido hoje aprovado na Assembleia da República, não fossem as ausências de alguns deputados da oposição. O PS acabou por chumbar as propostas que foram a votação, mas seis socialistas quebraram a disciplina de voto e manifestaram-se a favor de alguns projectos. Da oposição faltaram 35 deputados, 30 deles do PSD e dois do próprio partido que apresentou o projecto, sendo que do CDS outro deputado atrasou-se e não conseguiu chegar a tempo e horas para votar. A bolha continua a mexer e é tão grande, tão grande que até sobra para a oposição. Depois da bronca das votações na Páscoa, depois da falta de deputados para aprovar uma Lei Orgânica que deu brado aqui há uns anos, eis outro berbicacho parlamentar. Já sentíamos a falta.



publicado por Jorge Ferreira às 17:43 | link do post | comentar

Jorge Ferreira, dono de um restaurante em Minas Gerais, cuja especialidade é Leitoa à Pururuca. Aqui fica a receita para os experimentalistas:

 

uma leitoa de 6 quilos
50g de sal
100g de alho
2 cebolas grandes
2 limões
20g de folhas de louro
20g de alecrim

Confecção: bater todos os temperos no liquidificador e deixar marinar durante quatro horas. Cobrir com papel alumínio e assar no forno a 180º durante quatro horas. Retirar o alumínio e deixe pururucar.



publicado por Jorge Ferreira às 12:19 | link do post | comentar

230 % a mais, de 34 para 111 milhões de euros. É a Casa da Música, senhores. É a Casa da Música.



publicado por Jorge Ferreira às 12:11 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Em 1641, publicava-se o primeiro número de A Gazeta, primeiro jornal português. Em 1791, morria o compositor Wolfgang Amadeus Mozart, 35 anos. Em 1848, o presidente norte-americano James Polk confirmava a descoberta de ouro na Califórnia. Em 1980, era decretado luto nacional pela morte do primeiro-ministro português Francisco Sá Carneiro e do ministro da Defesa, Adelino Amaro da Costa. Em 1989, morria Maria Madalena de Azeredo Perdigão, figura-chave na vida cultural portuguesa e na criação do Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian, em Lisboa. Em 1996, a UNESCO reconhecia o valor de Património Mundial ao centro histórico do Porto e Madeleine Albright era nomeada chefe da diplomacia dos EUA. Em 2001, no quadro da Conferência de Bona, era assinado o acordo de constituição do Governo interino do Afeganistão, liderado por Hamid Karzai. Em 2007, o compositor vanguardista alemão Karlheinz Stockhausen morria aos 79 anos, em Kürten, na Alemanha. Autor de 362 obras e com um trabalho construído em torno da música electro-acústica, Stockhausen compôs entre 1954 e 1960 as suas obras mais conhecidas.

(Karl Heinz Stockhausen)

 



publicado por Jorge Ferreira às 12:11 | link do post | comentar

Hoje é Sexta-feira, 05 de Dezembro, tricentésimo quadragésimo dia do ano e Dia Mundial dos Voluntários para o Desenvolvimento Económico e Social. Faltam 26 dias para o termo de 2008. O dia é dedicado S. Frutuoso e a S. Geraldo, Bispos de Braga. A Lua atinge o Quarto Crescente, às 21:26. O Sol nasce às 07:40 e o ocaso regista-se às 17:15. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 07:51 e 20:33, a baixa-mar, às 01:15 e 14:01. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Sagitário, destacando-se o cineasta alemão Fritz Lang (1890), o norte-americano Walt Disney (1901) e o realizador Otto Preminger (1906), o pianista polaco Krystian Zimerman (1956).

(Walt Disney)

 



publicado por Jorge Ferreira às 12:11 | link do post | comentar

Cinco anos, foram quantos completou ontem o Tomar Partido. Em várias casas e com várias roupas diferentes, mas sempre a publicar. Obrigado a todos os que  vêm aqui ler os desabafos, os comentários e as piadolas. Confesso que já me apeteceu em momentos vários e por razões diversas ir variar a pevide para outro lado. Mas nunca fui e aqui continuarei. Pelo menos por mais uns tempos.



publicado por Jorge Ferreira às 00:40 | link do post | comentar | ver comentários (10)

A Europa em peso queria mesmo era ter votado nas eleições presidenciais americanas. Os americanos não têm uma história milenar e gostam de preencher a lacuna comprando monumentos antigos na Europa para os montar piéce par piéce nos seus ranchos. Os europeus, que não querem gastar dinheiro com ninharias como a defesa, gostariam mesmo era de votar nas eleições americanas, onde sentem que se decide muito do futuro da Humanidade. É uma relação esquisita mas é mesmo assim.

 

Ora, depois de oito anos de Bush, as esquerdas europeias julgaram ver em Obama uma espécie de reencarnação de Lenine, mas eleito por voto popular, a comer hamburger e a beber coca-cola, pequenos vícios imperialistas toleráveis em tão arrojada alma presidencial que se avizinhava. Numa palavra, o Presidente perfeito para o mundo. Os europeus não votaram, mas também não foi preciso porque Obama ganhou na mesma. O pior ainda estava para vir.

 

Subitamente as loas a Obama cessaram nas crónicas, nos blogues, nas conversas de café dos recém-especialistas em americanologia, diplomas obtidos na leitura dos sites americanos sobre política e nos blogues americanos credenciados, quais jornalistas, para cobrir as primárias e as secundárias e as terciárias norte-americana.

 

Esta semana, Obama, que afirmou querer matar Osama Bin Laden durante a pré-campanha e que cometeu várias gaffes tal e qual o bronco Bush, escolheu a sua equipa para governar o mundo, ou sejam os Secretários de Estado Hillary Clinton e Robert Gates e o conselheiro de segurança nacional Jim Jones. Um susto para as esquerdas atónitas, ainda na ressaca da vitória.

 

Por junto, Obama serviu-lhes dose cavalar. Hillary é uma espécie de falcão fêmea em matéria de política externa. Votou a favor da invasão do Iraque e afirmou preto no branco que invadiria o Irão se necessário. Ora toma. Robert Gates é, nada mais nada menos do que o actual Secretário da Defesa de Bush, sucessor do célebre Rumsfeld. E Jim Jones foi tão-só comandante supremo da NATO.

 

Pois é: na América a política tem razões que a razão desconhece e não, não é um alinha recta, ou seja, o caminho mais curto entre dois continentes. Obama é americano e no catálogo americano não entram as parvoíces românticas com que as esquerdas europeias gostam de se entusiasmar.

 

Certamente que Obama não deixará de dar uns toques à esquerda. Fechará Gunatánamo, dará prioridade ao Afeganistão em detrimento do Iraque, o que nem está mal visto. As esquerdas mundiais terão assim argumento para continuar a defender o homem. Agora, as grandes coordenadas da política externa e de defesa americana, tirem o cavalinho da chuva. Serão as mesmas porque são constantes.

 

Se eu fosse americano teria votado McCain. Apesar de tudo prefiro os originais. Mas nunca me preocupei excessivamente com a previsível vitória de Obama. Bom negócio mesmo nestes tempos de crise deve ser o dos lenços de papel. Conheço muita gente com muita lágrima para secar com os primeiros passos de Obama. Em todo o caso, num certo sentido, todos podemos dormir um pouco mais tranquilos. E com uma enorme vantagem: Jon Stewart terá material de sobra para mais quatro anos de Daily Show, que não tenciono perder, até para arejar do seguidismo que por cá vigora em relação ao poder.

(publicado na edição de hoje do Semanário)

(Foto)

 


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 00:19 | link do post | comentar

Esta semana as notícias aveirenses mostraram três faces da mesma realidade. Ribau Esteves veio afirmar que o estado da ria de Aveiro é inacreditável. Palavras dele que não custa subscrever, bastando para o efeito dar uma volta pelo que se pode ver. Nem é necessário pegar no tal avião para ver as desgraças mais profundas da ria. Logo a ria, o cartão de visita ambiental, económico, turístico e cultural da região de Aveiro. A ria que mais ninguém tem. A ria que dava para vender turismo como quem quem vende pipocas em cinemas de centro comercial. A ria, o ex-libris de toda uma zona geográfica que cresceu com ela e à volta dela.

 

Ribau Esteves afirmou mais: que o salgado de Aveiro se encontra “completamente destruído” e que um circuito turístico pela Ria “não é um passeio agradável”.

 

“Há tanta coisa para fazer”, diz o vogal que preside à Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) e à Câmara de Ílhavo, e se há um plano de obras com um orçamento de 96 milhões, Ribau Esteves disse que para “pôr tudo em ordem de uma vez” seria necessário “10 vezes mais” que aquele valor. É que. segundo diz, “o nível de destruição é inacreditável”. Mas o estado a que chegou a Ria, com pontos em que se consegue chegar “só de avião”, tem responsáveis, apontando para o Governo pelo “abandono” a que deixou a laguna. Ribau Esteves intervinha numa sessão promovida pelo PSD de Aveiro sobre “O impacto da reorganização do sector turístico nas autarquias”. Na parte menos interessante das suas afirmações Ribau Esteves culpou o PS, claro, pela situação, tentando atirar areia para os olhos dos mais distraídos, quando sabe perfeitamente que as responsabilidades pelo estado da ria são repartidas e bem repartidas por vários partidos, por vários pelas autarquias da ria que não têm sabido, podido ou querido fazer melhor.

 

Esta semana ficámos também a saber que a cidade de Aveiro tem o maior número de infectados com VIH da região centro. A cidade de Aveiro é a que mais incidência regista de notificações de Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH-SIDA) na região Centro. Célia Oliveira, chefe da Unidade de Infecciologia do Hospital de Aveiro, adiantou como explicações que “Aveiro tem uma grande densidade populacional, largas zonas marítima e de embarque, e isso pode ajudar a explicar esta incidência mais elevada”. Enquanto em Aveiro sobem os casos notificados, no país desceram. Ou seja, também num índice sanitário relevante Aveiro recua face ao todo nacional.

 

 

Por último, numa revelação tocante, Manuel Miranda, antigo tesoureiro e presidente da Associação Desportiva Ovarense, que alegadamente conseguiu forjar, no banco em que trabalhava, mais de 24 milhões de euros de empréstimos, veio garantir que foi só “por amor ao clube”. Detido em 2004 pela Polícia Judiciária, aguarda com termo de identidade e residência pelo julgamento, mas a sua vida “deu uma grande volta”.

 

Aí está: o amor, neste caso a um clube, vem justificar o impensável. Por amor, a Ovarense está também nas lonas e a sua vida associativa levou uma grande volta. Por amor se fazem as coisas mais inacreditáveis neste país…

 

A ria estragada, a sida a subir e pessoas que por amor são capazes de tudo, eis um distrito nu e cru, que precisa de retomar o optimismo e a confiança no futuro que já foi a sua marca identitária outrora. Estes três episódios ilustram a evolução do distrito de Aveiro nos últimos anos. São apenas três episódios num distrito que tem muitos factores competitivos que necessitam ser potenciados para que seja reencontrado o caminho do futuro.

(publicado na edi~ção de hoje do Diário de Aveiro)

 


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 00:17 | link do post | comentar

Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008

O Gabriel Silva descobriu que em Portugal existe uma réplica do inesquecível Mohammed Saeed al-Sahhaf (como é que Hollywood ainda não produziu um filme sobre a vida deste cromo iraquiano?!...).

O Hugo Cristovão, um simpático socialista de Tomar, fornece-nos a agenda diária de Mário Nogueira, no Algures Aqui.

O Luís Novaes Tito descobriu na sua Barbearia "altamente" um novo significado para a sigla BPP.

O João Villalobos descobriu a solução para a crise do sector automóvel mas que o Governo não quer pôr em prática. O Governo só perde em não ler blogues...

Já o Francisco Almeida Leite evoca Francisco Sá Carneiro com uma frase certeira, ui se é certeira...

O Jumento que a Interpol quer conhecer brinca com graça, mas é a rir que elas se dizem, não é?, com a intervenção do Governo lá no Palheiro.

Valupi, no Aspirina B, remete um autêntico antibiótico para Odete Santos ao desmontar a sua participação de ontem na SIC Notícias sobre, sobre, sobre o que havia de ser? , a greve dos professores.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 19:38 | link do post | comentar

De recuo em recuo lá vai o Governo cedendo aos sindicatos. Agora até já admite substituir o modelo. Nãda como umas eleições para amaciar a propalada firmeza de José Sócrates. A bolha está a verter para a 5 de Outubro. Para já. Maria de Lurdes Rodrigues arrisca-se a ser uma espécie de Mário Lino II deste desgoverno socialista. De jamais em jamais até ao aeroporto, isto é, até à desavaliação final.



publicado por Jorge Ferreira às 18:47 | link do post | comentar

O Dalai Lama anda em visita a vários países europeus. Vai encontrar-se com o Presidente francês Nicolas Sarkozy e com os primeiros-ministros da Bélgica e da República Checa. Alguns laureados com o Prémio Nobel da Paz, como o polaco Lech Walesa, deverão igualmente encontrar-se com o líder tibetano. Como se vê só por cá é que vai tendo sucesso a diplomacia de joelho perante os poderosos chineses, que ficam irritadíssimos quando alguém conversa com o Dalai Lama. Que afirmou, aliás, no Parlamento Europeu que não é separatista, apenas pretente uma autonomia para o Tibete. Por cá todos fogem do homem a sete pés com medo de que um chinês escondido a cada esquina vá contar a Pequim a pequena traição. Praticamos em relação à China e, veremos, se em relação a mais alguém, a diplomacia dos agachados.

 



publicado por Jorge Ferreira às 16:42 | link do post | comentar

O PND-Madeira, entrega hoje na Procuradoria-Geral da República uma queixa contra o presidente da Assembleia Legislativa da Madeira (ALM), José Miguel Mendonça, com vista à sua destituição. Aqui está uma coisa bem feita depois das enormidades que se têm cometido na Assemleia Legislativa Regional da Madeira. É preciso que haja quem tenha a coragem de tirar todas as consequências das ilegalidades praticadas na Madeira. Sem medo.
 



publicado por Jorge Ferreira às 14:52 | link do post | comentar

Enquanto os bancos centrais continuam a cortar nas taxas de juro, colocando o dinheiro mais barato para atrair novos empréstimos que financiem novos investimentos, o Governo continua a apostar em despejar carradas de milhões sobre bancos, alguns de duvidosa utilidade para a economia e a gastar no investimento público. E, misteriosamente, nada parece comover a senhora dona crise, que persiste, metodicamente, em ir colocando as principais economias mundiais, uma a uma, em recessão.

 

Parece-nos que a solução não está propriamente aí, mas em redefinir as funções do Estado, diminuir as suas necessidades de financiamento, com a consequente diminuição da carga fiscal, o incentivo à poupança e ao investimento e, então sim, o arranque das economias. Mas nada disto faz sentido para um socialista. Tanto pior para o país.

 

(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)

 


tags: , ,

publicado por Jorge Ferreira às 14:29 | link do post | comentar

José Vera Jardim e Paulo Pedroso, dois deputados do PS, ousaram fazer um requerimento ao Governo, formulando perguntas sobre os vôos da CIA que incomodam tanta gente que até alguns escravos de serviço se atrevem a dizer que é um assunto estúpido. Pois bem: dirá um maquiavélico que se trata de uma manobra para colocar alguns socialistas mais amigos do ambiente interno a fazer marcação sobre o assunto à incómoda Ana Gomes, que assim perderia o monopólio político da questão. Dirá um mero jornalista: ai, ai os meninos estão-se a portar mal, cuidado, assim não vão nas listas em 2009, estão preparados para concorrer a umas Camarazitas Municipais?. Dirá um simples cidadão sem quaisquer reservas mentais: ah, bem, até os socilistas desconfiam das afirmações sedativas de Luís Amado.



publicado por Jorge Ferreira às 14:09 | link do post | comentar

Estava frio e nevoeiro. À hora do telejornal, eu estava com o Gonçalo Ribeiro da Costa à porta da Voz do Operário, em Lisboa,  onde haveria de realizar-se um comício da candidatura de Soares Carneiro, naquele dia 4 de Dezembro de 1980, quando a notícia veio. Ao princípio, não acreditei. Mas a incredulidade não durou muito tempo. Percebi logo que sobreviria um enorme vazio. Mas a tristeza chegou primeiro. Tantos anos depois, subsiste a vergonha. A forma como foram conduzidas as investigações sobre Camarate e a inoperância, nuns casos intencional, noutros casual da Justiça portuguesa constitui uma vergonha nacional.
 

(Republicação)

 

(Destroços do Cessna)



publicado por Jorge Ferreira às 12:17 | link do post | comentar | ver comentários (1)

"Um, dois, três, já cá estamos outra vez". Este é um dos slogans que se podem ouvir da boca de 60 professores que se concentram neste momento em frente ao Ministério da Educação, em Lisboa, em mais protestos contra o modelo de avaliação. A bolha continua a mexer e a encher. Quando rebentará?
 



publicado por Jorge Ferreira às 12:12 | link do post | comentar

Em 1791, era lançado o jornal britânico Observer, o mais antigo semanário existente. Em 1888, George Eastman registava a câmara Kodak. Em 1953, era aprovada a Convenção Europeia dos Direitos do Homem, ratificada por Portugal apenas após o 25 de Abril de 1974. Em 1970, era constituída a SEDES, Associação para o Desenvolvimento Económico e Social. Em 1971, a Índia anexava o Paquistão Oriental. Em 1980, o primeiro-ministro português, Francisco de Sá Carneiro, o ministro da Defesa, Adelino Amaro da Costa, e os seus acompanhantes morriam, quando o avião em que seguiam para o Porto se despenhou em Camarate.  Em 1985, nascia o maior sindicato europeu da comunicação social da fusão do Sindicato dos Trabalhadores Gráficos da Alemanha Federal com o Sindicato dos Artistas. Em 1991, desaparecia o navio de pesca luso-guineense Bolama ao largo da costa portuguesa, com 28 pessoas a bordo. Em 1992, Álvaro Cunhal deixava o cargo de secretário-geral do PCP, no qual permanecera durante 30 anos. Em 1997, a justiça italiana condenava Silvio Berlusconi a 16 meses de prisão com pena suspensa pelo primeiro de 25 processos de fraude fiscal, corrupção e suborno. Em 2000, o Estado português arrecadava cerca de 700 milhões de euros com a reprivatização de mais dez por cento do capital da PT. Em 2003, morria o jornalista português Helder Guerra, com 53 anos. Em 2004, Pedro Santana Lopes confirmava a liderança do PSD em Conselho Nacional, para as eleições de 20 de Fevereiro. Em 2005, os líderes de 58 países muçulmanos reuniam-se em Meca, Arábia Saudita, para analisarem a publicação de 12 caricaturas do profeta Maomé pelo jornal dinamarquês Jyllands-Posten, em 30 de Setembro. Em Israel, Shimon Peres abandonava o Partido Trabalhista e aliava-se a Ariel Sharon. No mesmo dia, o Fundo Mundial para a Vida Selvagem apresentava uma nova espécie de mamífero recém-descoberta, numa floresta da ilha de Bornéu. Em 2007, o fundador e antigo presidente executivo do BCP, Jorge Jardim Gonçalves, de 72 anos, apresentava no Conselho Geral e de Supervisão a sua renúncia a todos os cargos no banco que fundou há 22 anos. Jardim Gonçalves deixa o banco ao fim de sete meses de conflitos públicos, depois da realização de três assembleias gerais de accionistas e após acusações de favorecimento a amigos e familiares. O atleta Mário Trindade batia, em Vila Real, o recorde do Guinness de corrida em cadeira de rodas ao efectuar 183 quilómetros em pouco mais de 18 horas.

(A primeira Kodak)

 



publicado por Jorge Ferreira às 12:06 | link do post | comentar

Hoje é Quinta-feira, 04 de Dezembro, tricentésimo trigésimo nono dia do ano. Faltam 27 dias para o final de 2008. O dia é dedicado a Stª Bárbara, mártir, e a S. João Damasceno, Doutor da Igreja. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 05 às 21:26. O Sol nasce às 07:39 e o ocaso regista-se às 17:15. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:55 e 19:29, a baixa-mar, às 00:20 e 13:01. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Sagitário, destacando-se o historiador inglês Thomas Carlyle (1795), o artista plástico Vassili Kandinsky (1866), o escritor Rainer Maria Rilke (1875), o actor francês Gérard Philippe (1922), o músico norte-americano John Cale (1940), o actor Jeff Bridges (1949), o atleta russo Sergei Bubka (1963) e a actriz Marisa Tomei (1964).
 



publicado por Jorge Ferreira às 12:04 | link do post | comentar

Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

A Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica figura na lista das 50 melhores escolas europeias de economia e gestão. A FCEE figura na 47.ª posição na lista publicada anteontem pelo prestigiado Financial Times. Este jornal havia caído em desgraça cá no burgo porque tinha dito cobras e lagartos de Teixeira dos Santos. Agora escolhe uma escola portuguesa, por meríssimo acaso privada, como uma das melhores. depois do que disse do ministro das Finanças e em dia de greve de professores, eis uma notícia que nos consola.

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 19:59 | link do post | comentar

O Governo aprontou um programa de apoio à indústria automóvel no montante de 900 milhões, dos quais 200 vêm dos fundos comunitários e 100 vêm do Orçamento de Estado. A tabuada socialista só faz milagres destes. 600 milhões serão o quê? Um milagre? Ou Luís de Matos será o substituto de Teixeira dos Santos?



publicado por Jorge Ferreira às 15:56 | link do post | comentar

O conflito entre o Ministério da Educação e os professores é o jogo da bolha política. Vamos ver, quando rebentar, quem é que fica a arder com o dinheiro, perdão, com os votos. Uma coisa é certa para mim: os sindicatos dos professores não querem mais nenhuma avaliação senão o simulacro de avaliação que tem existido ao longo dos anos. Por isso, vão sempre adiando as célebres alternativas, vão sempre fugindo a apresentar o seu modelo, vão desrespeitando os acordos que vão fazendo aqui e ali com o Governo. Aliás, não é por acaso que o assunto menos discutido neste conflito é o próprio modelo de avaliação. Porque este é apenas um pretexto para um jogo político mais vasto e telúrico no qual participam, como membros da bolha, a CGTP, o PCP, por via da CGTP, o PS por intermédio do Governo e, veremos, mais dia menos dia, até o Presidente da República. Sim, em Belém, há muita assessoria que comenta os desaforos da maioria ao Presidente com um velho ditado popular: "cá se fazem, cá se pagam". E Belém já teve de engolir a cooperação por duas vezes, com a lei do divórcio e com o Estatuto dos Açores. Ora, em política não há conflitos grátis. No meio disto tudo, os jovens alunos que o sistema de ensino do qual fazem parte os professores não sabe ensinar foram hoje para as escolas e muitos ali ficaram abandonados por não saberem de véspera se os respectivos professores iam ou não dar aulas. Uma tristeza de país.



publicado por Jorge Ferreira às 15:07 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Em 1694, em Inglaterra, entrava em vigor a Lei Trienal que previa a eleição do Parlamento de três em três anos. Em 1808, a capital espanhola rendia-se às forças invasoras de Napoleão Bonaparte. Em 1917, os EUA entravam na I Grande Guerra. Em 1947, estreava-se a peça "Um Eléctrico Chamado Desejo", de Tennessee Williams, na Broadway. Em 1956, começava um novo período de emissões experimentais da RTP, a partir dos Estúdios do Lumiar, em Lisboa. Em 1967, a equipa cirúrgica do professor sul-africano Christian Barnard realizava o primeiro transplante de um coração humano. Em 1984, uma fuga na fábrica de pesticidas da Union Carbide, em Bhopal, Índia, causava mais de 4.000 mortos. Passados 16 anos, as análises acusavam ainda a presença de pesticidas nas nascentes de água da região, estimando-se em mais de 200 mil, o número de pessoas afectadas desde o acidente. Em 1985 era inaugurado o Museu de Etnologia, em Lisboa. Em 1995, morria o fadista Manuel de Almeida, com 73 anos. Em 1996, morria o historiador francês Georges Duby, aos 77 anos. Em 1997, a Academia Militar graduava a primeira mulher oficial. Em 1998, as gravuras de Foz Côa era declaradas Património Mundial pela UNESCO. Em 1998, Francisco Fadul era nomeado para a liderança do Governo de Unidade Nacional da Guiné-Bissau. Em 2003, o Governo português aprovava o novo Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas. No mesmo dia, morria o jurista português Raul Junqueiro, com 55 anos, antigo presidente da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, ex-dirigente socialista, secretário de Estado das Comunicações em 1983-85, que decidiu a introdução de centrais digitais na rede portuguesa de Comunicações, antecipando-se à maioria dos países europeus. Em 2004, o Supremo Tribunal da Ucrânia anulava as eleições presidenciais, declarando a ilegalidade da segunda volta de 21 de Novembro, e impunha a repetição do voto. Em 2006, Hugo Chavéz era reeleito presidente da Venezuela, enquanto Marc Ravalomanana era reeleito presidente de Madagáscar. Em 2007, os venezuelanos recusavam a proposta de reforma constitucional promovida pelo presidente Hugo Chávez e aprovada pela Assembleia Nacional para aplicar o projecto de um regime de socialismo do século XXI no país. Milhares de venezuelanos saíram às ruas do leste de Caracas para celebrar o resultado. Portugal conquistava em Banquecoque as primeiras quatro medalhas de ouro em campeonatos do Mundo de Muay-thai, com Fernando Machado (-54 kg Classe B) a arrecadar o primeiro galardão dourado em seniores. Os juniores Diogo Calado (-75), Vera Fernandes (-51) e Catarina Valério (-57) também subiram ao primeiro lugar do pódio.

(Tennessee Williams)

 



publicado por Jorge Ferreira às 14:57 | link do post | comentar

Hoje é Quarta-feira, 03 de Dezembro, tricentésimo trigésimo oitavo dia do ano e Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Faltam 28 dias para o final de 2008. O dia é dedicado a S. Francisco Xavier, Apóstolo das Índias, Jesuíta. A Lua encontra-se na Fase Crescente. É Quarto Crescente, dia 05 às 21:26. O Sol nasce às 07:38 e o ocaso regista-se às 17:15. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:08 e 18:36, a baixa-mar, às 12:11. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Sagitário, destacando-se o poeta e filósofo dinamarquês Aaron Ludwig Holberg (1648), o escritor polaco naturalizado britânico Joseph Conrad (1857), o compositor austríaco Anton Webern (1883), o cantor norte-americano Andy Williams e o cineasta francês Jean-Luc Godard (1930), os actores Julianne Moore (1960) e Brendan Fraser (1968).
 



publicado por Jorge Ferreira às 14:56 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

Ainda esta semana a revista Única do Expresso trazia a publicidade do Banco Privado Português, logo nas páginas iniciais. A qual não deve ser nada barata. Imaginativa era: ao longo de semanas a fio várias personalidades, mais ou menos conhecidas, das mundanidades à política, desfilaram pela publicidade do BPP com textos próprios com a sua teoria e relação com o dinheiro. Nem Manuel Alegre escapou a este pendor filosófico e poético da instituição. Alguns dos textos eram até bem interessantes. Ignoro se essas pessoas foram pagas ou confiaram as suas poupanças ao BPP. Sei, sim, que se trata de um banco quase irrelevante, cuja importância não justifica a intervenção do Estado nos termos em que o Governo a gizou. Será que existe algum dado que a justifique e que não seja perceptível a olho nu? Merece aplauso esta iniciativa do PSD, que além do mais tem a habilidade, para o PSD, de aliviar os holofotes sobre a sua militância no BPN. Teixeira dos Santos deve explicações e, de preferencia, sem as vacuidades do costume e que fizeram dele para o Finantial Times o pior ministro das Finanças de 19 dos 27 Estados da União Europeia.


tags: , ,

publicado por Jorge Ferreira às 22:45 | link do post | comentar

As pequenas arrogâncias de Cristiano Ronaldo irritam-me. A sua displicência na selecção nacional merecia umas férias no banco. Mas ele foi considerado o melhor jogador de futebol do mundo, o que é, num futebol pobretanas como o nosso, indiscutivelmente um feito de assinalar. Tanto assim que apenas mais dois o conseguiram antes: Eusébio e Figo. Que Cristiano Ronaldo goze da sua glória num mundo competitivo como é o futebol internacional e aproveite para ganhar alguma maturidade que ainda lhe falta.

 

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 20:37 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags