Domingo, 21 de Outubro de 2007
Hoje é Domingo, 21 de Outubro, ducentésimo nonagésimo quarto dia do ano. Faltam 71 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S. Gaspar del Búfalo, presbítero (1786-1863). A Lua encaminha-se para a Fase Plena. Lua Cheia dia 26, às 04:51. O Sol nasce às 07:51 e o ocaso regista-se às 19:02. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 11:02 e 23:47, a baixa-mar, às 04:31 e 17:15. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o cientista alemão Georg Ernst Sthal (1660), o escritor britânico Samuel Taylor Coleridge (1772), o poeta francês Alphonse de Lamartine (1790), o maestro britânico de origem húngara Georg Solti (1912), o trompetista norte-americano Dizzy Gillespie (1917) e a actriz norte-americana Carrie Fisher (1956).


publicado por Jorge Ferreira às 16:00 | link do post | comentar

Sábado, 20 de Outubro de 2007
Os barulhinhos no telemóvel do Procurador-Geral da República vão morrer solteiros? Claro que vão. Já tinha lido muita coisa, mas esta entrevista de Pinto Monteiro é reveladora do estado a que o Estado chegou. Um estado de putrefacção.


publicado por Jorge Ferreira às 16:39 | link do post | comentar | ver comentários (3)

(Willy Claes)

Em 1609, a povoação de Peniche era elevada a vila. Em 1854, nascia o poeta francês Arthur Rimbaud, autor de "Carta do Vidente", "Uma Temporada no Inferno" e "Iluminações". Em 1870, a Covilhã passava a cidade. Em 1905, a adesão dos ferroviários russos à greve iniciada pelos operários de São Petersburgo, paralisava o país. Em 1913, em Portugal, João de Azevedo Coutinho liderava uma tentativa de revolução monárquica. Em 1964, morria Herbert Clark Hoover, antigo presidente dos EUA, promotor do auxílio norte-americano à Europa durante a Grande Guerra de 1914-18. Em 1980, a Frente Republicana e Socialista apoiava a recandidatura de António Ramalho Eanes à Presidência da República Portuguesa. Em 1989, o Parlamento húngaro consagrava o sistema pluripartidário no país. Em 1995, Willy Claes, pronunciado num caso de corrupção, renunciava ao cargo de secretário-geral da NATO. Em 1999, o Parlamento indonésio escolhia o líder muçulmano moderado Abdurrahman Wahid para presidente da República e, em 2001, tropas especiais norte-americanas atacavam a cidade de Kandahar, no Afeganistão. Em 2005, Cavaco Silva apresentava a candidatura à Presidência da República. Em 2006, o governo limitava o aumento das tarifas de electricidade para a generalidade dos consumidores domésticos a 6%, cerca de metade do proposto pelo regulador do sector. E a OPEP decidia reduzir a produção de petróleo em 1,2 milhões de barris diários, a partir de 01 de Novembro, para travar a queda dos preços nos mercados internacionais.


publicado por Jorge Ferreira às 16:33 | link do post | comentar

Hoje é Sábado, 20 de Outubro, ducentésimo nonagésimo terceiro dia do ano e Dia Mundial da Osteoporose. Faltam 72 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a Santa Iria. A Lua encaminha-se para a Fase Plena. Lua Cheia dia 26, às 04:51. O Sol nasce às 07:50 e o ocaso regista-se às 19:03. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 09:37 e 22:39, a baixa-mar, às 02:58 e 16:04. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o arquitecto inglês Christopher Wren (1632), o compositor norte-americano Charles Ives (1874) e o músico Tom Petty.


publicado por Jorge Ferreira às 16:11 | link do post | comentar

Sexta-feira, 19 de Outubro de 2007
Estou sinceramente preocupado com José Sócrates. Nunca vi ninguém que fosse capaz de fazer tanta coisa histórica em tão pouco tempo. Ele é coisas históricas em Portugal, ele é coisas históricas na Europa, ele é história por todo o lado. Cuidado. História é coisa do passado. Por este andar os eleitores ainda se convencem que Sócrates é história.


publicado por Jorge Ferreira às 11:36 | link do post | comentar | ver comentários (2)

No meio de uma atabalhoada mistura de propostas políticas apresentadas no discurso de encerramento do Congresso do passado fim de semana, o novo líder do PSD apresentou o objectivo de propor uma nova Constituição para Portugal.

Aí está uma boa ideia, que teria ficado bem a Luís Filipe Menezes reconhecer, a bem da seriedade política, que tem antecedentes políticos e partidários. A Nova Democracia apresentou há dois anos um projecto de nova Constituição para uma nova República, da autoria do Prof. Paulo Otero, prestigiado Professor de Direito da Faculdade de Direito de Lisboa.

A ideia mereceu evidentemente, pronta reacção do situacionismo. Uns lembraram logo que os portugueses não “comem” Constituição, que é como quem diz, Menezes enganou-se no tema se quer ter votos. Outros aduziram um argumento mais profundo: a Constituição está bem assim, porque foi feita assim e assim deve continuar porque quando foi feita, foi feita assim. Outros ainda apressaram-se a esclarecer que os problemas do país não se resolvem com a Constituição, esquecendo-se embora de defender a sua extinção, dada a sua natureza tão exuberantemente excedentária.

Uma das propostas de Luís Filipe Menezes, conexa com a anterior foi a da extinção do Tribunal Constitucional, a qual, por mera coincidência, também consta do projecto da Nova Democracia. Esta proposta mereceu resposta qualificada do Presidente do próprio Tribunal e dos manualistas do sistema, que rapidamente se deram conta de que deixariam de vender os seus celebrados catrapázios hermenêuticos se a ideia fosse por diante.

É preciso que se diga a verdade: a actual Constituição não está esgotada. Enquanto não atingirmos a sociedade socialista preconizada no Preâmbulo da actual Constituição, ela estará por esgotar. Mas a verdade é que sou dos que defendo que a Constituição de 1976 foi um erro, embora historicamente explicável, e é ainda hoje um empecilho ao desenvolvimento numa parte e um mero exercício de lirismo jurídico programático noutra parte. Isto para não falar do sistema de Governo, cujo modelo não só não é o único possível, como a meu ver não é o desejável, como em momentos de crise como o que sucedeu com a substituição do Governo de Durão Barroso pelo Governo de Santana Lopes deu para perceber.

Portugal precisa de uma nova Constituição, porque a actual é inconsequentemente programática, aberrantemente socialista, anacronicamente intervencionista e juridicamente contraditória.

Pode argumentar-se que não existem neste momento condições políticas para mexer na Constituição com a profundidade que o país necessita. De facto, PS, PSD e CDS são hoje do ponto de vista constitucional um bloco imobilista e fechado à mudança. Mas nada impede que se faça esse debate de forma séria e útil para a clarificação de projectos políticos para Portugal. Esse contributo pode Luís Filipe Menezes ajudar a dar, na esteira de muitos outros que o vêm fazendo há vários anos. Esperemos que seja a sério.
(publicado na edição de hoje do Semanário)


publicado por Jorge Ferreira às 10:35 | link do post | comentar

Os antigos ministros das Finanças Manuela Ferreira Leite e Joaquim Pina Moura defenderam hoje que a consolidação orçamental não está suficientemente avançada para que seja possível baixar os impostos em Portugal.

Manuela Ferreira Leite, social-democrata, ministra das Finanças de Durão Barroso e de uma coligação PSD/CDS, que aumentou os impostos depois de uma campanha eleitoral em que Durão Barroso prometeu que não haveria aumento de impostos.

Pina Moura, ex-´co-delfim de Álvaro Cunhal com a sua antiga camarada Zita Seabra, ministro das Finanças de António Guterres, de um Governo PS. O mesmo PS que há dois anos prometeu não aumentar os impostos e logo que chegou ao Governo, os aumentou.

Para mim a questão não é esta, mas sim outra: o Governo, o PS, os sociais-democratas e os socialistas acham que não é possível pôr o Estado a gastar menos em Portugal. Por isso dizem sempre que não é possível baixar os impostos. Não são os cidadãos que pagam poucos impostos, é o estado que gasta demais.
(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)


publicado por Jorge Ferreira às 10:33 | link do post | comentar

Élio Maia deu uma grande entrevista esta semana. Há dois nos em funções continua por provar que o que São Bernardo perdeu, tenha Aveiro ganho. Sente-se no ar uma sensação de desilusão. A estrelinha de campeão do antigo Presidente da Junta de Freguesia de São Bernardo está a empalidecer nos corredores da Câmara Municipal de Aveiro, à medida que o tempo passa.

A história do défice da Câmara parece a célebre canção de Manuela Bravo que ganhou em tempos o Festival da Canção: “Sobe, Sobe, Balão Sobe”. É extraordinário como passado tanto tempo a Câmara ainda anda à procura do défice. De cada vez que Élio Maia fala do assunto e como ele reconhece são poucas as vezes, acrescenta-lhe uns milhões. Já vamos em trezentos. Por este andar a Câmara Municipal de Aveiro transforma-se numa “autarquia dos trezentos”.

Solução para o défice? É morosa. Coisa para uma geração. Mais coisa menos coisa. Está à vista o vazio do plano anunciado pela autarquia há uns meses para recuperar financeiramente o município. Aliás, reduzir a despesa corrente deve ser uma preocupação quer haja défice quer não haja défice. Resolver o problema da dívida monstruosa que a Câmara tem exige duas coisas que Élio Maia não tem: estratégia e poder.

A história da pista de remo segue o mesmo caminho. Avançando por puro voluntarismo e desespero político, Élio Maia vem agora dizer que a solução do problema é… morosa. Pois claro. Calculamos nós que seja coisa para mais uma geração.

Já quanto à redução dos funcionários municipais, podemos dizer que finalmente Élio Maia revela um objectivo quantificado, objectivo e ambicioso: reduzir pelo menos numa unidade o número de funcionários municipais no fim do mandato. Ora aqui está uma obra que não será morosa. Cortar uma unidade no funcionalismo municipal é coisa suficientemente alcançável em quatro anos.

E as empresas municipais? Vão andando graças a Deus. Lá para o médio ou para o longo prazo, a coisa também se há-de resolver. Entretanto estuda-se, reflecte-se, analisa-se, chegam as eleições seguintes e lá estará Élio Maia a dizer que precisa de mais quatro anos para terminar a obra. Ou mais. As coisas morosas não se resolvem do pé para a mão.

Um autarca moroso governa actualmente um concelho adiado.
(publicado na edição de hoje do Diário de Aveiro)

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 10:30 | link do post | comentar

(António Granjo)

Em 1745, morria o escritor irlandês, Jonathan Swift, autor de "Viagens de Gulliver". Em 1921, decorria a Noite Sangrenta, em Lisboa. O chefe do Governo, António Granjo, era fuzilado no Arsenal da Marinha, com Machado dos Santos, Carlos da Maia e outras personalidades do regime republicano. Em 1960, os EUA declaravam o embargo de mercadorias destinadas a Cuba. Em 1971, morria o industrial italiano Alberto Pirelli. Em 1986, o presidente Samora Machel morria na queda de um avião, no regresso da Cimeira da Linha da Frente em Mbala, na Zâmbia. Na mesma data, António Ramalho Eanes assumia a presidência do PRD.Em 1990, o Parlamento soviético aprovava o plano de reformas económicas de Mikhail Gorbachov. Em 1994, entrava em funcionamento o Registo Nacional de Não Dadores portugueses. Em 2000, Jorge Sampaio anunciava recandidatura à Presidência da República Portuguesa. Em 2002, os irlandeses aprovavam, em referendo, o Tratado de Nice, que enquadra o alargamento da UE. Em 2004, o ministro português dos Assuntos Parlamentares, Rui Gomes da Silva, sugeria a existência de uma cabala contra o Governo de Pedro Santana Lopes, entre o semanário Expresso, o jornal Público e o antigo presidente do PSD e ex-comentador da TVI Marcelo Rebelo de Sousa, na audição promovida pela Alta Autoridade para a Comunicação Social. No mesmo dia, o ministro da Presidência de Conselho de Ministros, Morais Sarmento, declarava que tinham de existir "limites à independência" dos operadores públicos, estando o Governo ligado à definição dos seus serviços. Em 2005, morriam Daciano Costa, 75 anos, arquitecto, precursor do design industrial em Portugal, e Eduardo Haro Tecglen, 81 anos, escritor e jornalista espanhol, colunista do diário El País. Em Bagdad, começava o julgamento do ex-presidente do Iraque Saddam Hussein.


publicado por Jorge Ferreira às 10:25 | link do post | comentar

Hoje é Sexta-feira, 19 de Outubro, ducentésimo nonagésimo segundo dia do ano. Faltam 73 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S. Pedro de Alcântara. A Lua atinge o Quarto Crescente, às 08:33. O Sol nasce às 07:49 e o ocaso regista-se às 19:04. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 08:04 e 21:00, a baixa-mar, às 14:24 e 02:58. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o escritor guatemalteco Miguel Angel Astúrias (1889), Prémio Nobel da Literatura em 1967, o historiador e filósofo Lewis Mumford (1895), o poeta brasileiro Vinicius de Morais (1913) e a actriz Lawanda Page (1920).


publicado por Jorge Ferreira às 10:20 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007
Pinochet com Agostinho Neto.


publicado por Jorge Ferreira às 22:46 | link do post | comentar

Ainda foi ontem que se desarmaram os toldos das praias. A noite está quente, lembrando as noites de Verão. Hoje já se vende bolo-rei em Lisboa.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 22:45 | link do post | comentar

(Ortega Y Gasset)

Em 1739, o escritor português António da Silva, "O Judeu", autor de "Guerras do Alecrim e Manjerona", era executado por ordem da Inquisição. Em 1811, morria o médico e psicólogo francês, Alfred Binet. Em 1830, por decreto de D.Pedro IV, a bandeira portuguesa passava a apresentar uma faixa azul, em cruz, entre o escudo e o fundo branco. Em 1867, os EUA tomavam posse do Alasca. Em 1868, era fundada a Associação dos Bombeiros Voluntários de Lisboa. Em 1893, morria o compositor francês, Charles Gounod, autor da ópera "Fausto". Em 1910, um decreto abolia os títulos nobiliárquicos em Portugal. Em 1931, morria o cientista Thomas Alva Edison. Em 1941, morria Manuel Teixeira Gomes, escritor, diplomata e presidente da República Portuguesa em 1923-25, autor de "Novelas Eróticas", "Maria Adelaide", "Sabina Freire". Em 1945, começava o julgamento de criminosos nazis no Tribunal de Nuremberga. Em 1952, era fundado o Liceu de Oeiras, hoje Escola Secundária Sebastião e Silva. Em 1955, morria o filósofo espanhol José Ortega Y Gasset. Em 1978, o presidente dos EUA, James Carter, aprovava a construção dos elementos fundamentais da bomba de neutrões, mas não o fabrico do engenho. Em 1997, era inaugurado o Museu Guggenheim de Bilbao, Espanha. Em 1999, a Indonésia aceitava os resultados do referendo de 30 de Agosto em Timor-Leste e anulava o Decreto de anexação do território. Em 2003, morria o escritor e jornalista espanhol Manuel Vázquez Montalbán, 64 anos, criador do detective Pepe Carvalho, autor de "Galíndez", "Autobiografia do General Franco" e "La Aznaridad". Em 2004, os juízos de acção executiva iniciavam a actividade, mais de um ano após a entrada em vigor da legislação que lhes dera origem. Em 2005, morria Alexander Yakovlev, 82 anos, historiador russo, ideólogo da "glasnost".


publicado por Jorge Ferreira às 22:39 | link do post | comentar

Hoje é Quinta-feira, 18 de Outubro, ducentésimo nonagésimo primeiro dia do ano. Faltam 74 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S. Monon, Eremita. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 19, às 08:33. O Sol nasce às 07:49 e o ocaso regista-se às 19:04. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:55 e 19:30, a baixa-mar, às 12:57 e 01:16. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o jesuíta português padre Manuel da Nóbrega (1517), os artistas italianos Luca Giordano (1632) e Canaletto, Giovanni António Canal (1697), o escritor francês Choderlos de Laclos (1741), o escritor alemão Heinrich von Kleist (1777).


publicado por Jorge Ferreira às 22:35 | link do post | comentar

Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007
Finalmente concordo com Cavaco Silva: ambos nos envergonhamos com os números da pobreza. Mas temos uma diferença: só ele foi Primeiro-Ministro durante dez anos.


publicado por Jorge Ferreira às 22:49 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Ninguém ataca George W. Bush por ter recebido o Dalai Lama. Os blogues das esquerdas devem estar arrepiados com tanta coragem do Presidente dos EUA para desafiar a ira do gigante amarelo.


publicado por Jorge Ferreira às 20:17 | link do post | comentar

"a necessidade de uma nova Constituição não resulta de a actual estar «esgotada». O texto constitucional de 1976 foi, desde a sua génese, um erro (ainda que historicamente compreensível) e um factor de atraso pelo que nunca se «esgotou»: a CRP de 1976 já nasceu «esgotada». Portugal precisa de uma nova Constituição (ou pelo menos de uma profundíssima revisão constitucional) porque a actual é programática, socialista, intervencionista, contraditória e desrespeitadora dos direitos individuais. Provavelmente não haverá a curto prazo condições políticas para levar a cabo as mudanças necessárias mas é positivo que o tema vá sendo cada vez mais discutido para que tal um dia possa vir a acontecer. Infelizmente, é a CRP de 1976 que, mesmo com as correcções que entretanto lhe foram feitas, continua a constituir um lamentável exemplo de «terceiro-mundismo constitucional».", André Azevedo Alves, em O Insurgente.


publicado por Jorge Ferreira às 20:03 | link do post | comentar

(Henry Pu Yi)

Em 1798, morria o geógrafo e explorador português Francisco José Lacerda e Almeida e, em 1847, Frédéric Chopin, compositor e pianista polaco. Em 1853, a Folha Comercial da Praça de Lisboa, fundada em 1852, com o nome Paquete Comercial, passava a Jornal do Comércio. Em 1912, a Turquia declarava guerra à Bulgária e à Sérvia. Em 1918, era estabelecida, formalmente, a República da Jugoslávia. Em 1920, morria o escritor e líder comunista norte-americano John Reed. Em 1931, o gangster Al Capone era condenado a 11 anos de prisão por fuga aos impostos. Em 1933, o cientista de origem alemã Albert Einstein chegava aos EUA, como refugiado da Alemanha nazi. Em 1967, morria o último Imperador da China, Henry Pu Yi. Em 1978, começavam, no Luxemburgo, as negociações para a adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia. Em 1983, morria, em Paris, o escritor, ensaísta e sociólogo francês Raymond Aron, 78 anos. Em 1992, decorria o enterro do antigo chanceler alemão Willy Brandt, no Reichstag de Berlim. Em 1996, morria o jornalista Alves do Santos, 82 anos. Em 2003, o Tribunal de Celorico da Beira determinava a perda de mandato do autarca Júlio Santos, do Movimento Partido da Terra, por abuso de poder. Em 2004, o PS e o PSD reforçavam a maioria nas eleições regionais dos Açores e da Madeira, respectivamente. Em 2005, morria o futebolista Carlos Gomes, 73 anos, guarda-redes, ex-campeão nacional pelo Sporting.


publicado por Jorge Ferreira às 11:15 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Hoje é Quarta-feira, 17 de Outubro, ducentésimo nonagésimo dia do ano. Faltam 75 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a Santo Inácio de Antioquia. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 19, às 08:33. O Sol nasce às 07:48 e o ocaso regista-se às 19:05. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:08 e 18:31, a baixa-mar, às 12:02 e 00:12. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se a actriz norte-americana Rita Hayworth (1918) e o escritor nova-iorquino Nathanael West (1903).


publicado por Jorge Ferreira às 10:14 | link do post | comentar

Terça-feira, 16 de Outubro de 2007

Aceitei o amável convite da TVNET para participar num programa do género "Crossfire" com Rui Paulo Figueiredo. A TVNET é um projecto muito interessante de televisão na internet. O programa vai chamar-se "Netfire" e será emitido em directo todas as quartas-feiras às 21.15 h.. O primeiro está previsto para dia 24 de Outubro. Já agora informo que na nova grelha da estação vai haver um programa sobre a blogoesfera no qual participará Paulo Gorjão e Luís Rebelo de Sousa.

tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 22:18 | link do post | comentar

Uma nova Constituição para uma Nova Democracia: a IV República Portuguesa. Só para lembrar aos que descobriram agora que o país precisa de uma nova Constituição e aos que também descobriram agora que talvez seja necessária uma nova República.


publicado por Jorge Ferreira às 17:21 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Decreto-Lei n.o 406/74, de 29 de Agosto (actualmente em vigor)
(...)
ARTIGO 2.o

1. As pessoas ou entidades que pretendam realizar reuniões, comícios, manifestações ou desfiles em lugares públicos ou abertos ao público deverão avisar por escrito e com a antecedência mínima de dois dias úteis o governador civil do distrito ou o presidente da câmara municipal, conforme o local da aglomeração se situe ou não na capital de distrito.
2. O aviso deverá ser assinado por três dos promotores devidamente identificados pelo nome, profissão e morada ou tratando-se de associações, pelas respectivas direcções.
3. A entidade que receber o aviso passará recibo comprovativo da sua recepção.

ARTIGO 3.o

1. O aviso a que alude o artigo anterior deverá ainda conter a indicação da hora, do local e do objecto da reunião e, quando se trate de manifestação ou desfiles, a indicação do trajecto a seguir.
2. As autoridades competentes só poderão impedir as reuniões cujo objecto ou fim contrarie o disposto no artigo 1.o, entendendo-se que não são levantadas quaisquer objecções, nos termos dos artigos 1.o, 6.o, 9.o e 13.o, se estas não forem entregues por escrito nas moradas indicadas pelos promotores no prazo de vinte e quatro horas.

ARTIGO 4.o

Os cortejos e desfiles só poderão ter lugar aos domingos e feriados, aos sábados, depois das 12 horas, e nos restantes dias, depois das 19 horas e 30 minutos.

ARTIGO 5.o

1. As autoridades só poderão interromper a realização de reuniões, comícios, manifestações ou desfiles realizados em lugares públicos ou abertos ao público quando forem afastados da sua finalidade pela prática de actos contrários à lei ou à moral ou que perturbem grave e efectivamente a ordem e tranquilidade públicas, o livre exercício dos direitos das pessoas ou infrinjam o disposto no n.o 2 do artigo 1.o
2. Em tal caso, deverão as autoridades competentes lavrar auto em que descreverão «os fundamentos» da ordem de interrupção, entregando cópia desse auto aos promotores.
(...)
Visto e aprovado em Conselho de Ministros.
Vasco dos Santos Gonçalves — Manuel da Costa Brás — Francisco Salgado Zenha.
Visto e aprovado em Conselho de Estado.
Promulgado em 27 de Agosto de 1974.
Publique-se.
O Presidente da República, ANTÓNIO DE SPÍNOLA.


publicado por Jorge Ferreira às 16:59 | link do post | comentar

(Pedro Nunes)

Em 1544, o matemático português Pedro Nunes inaugurava a cadeira de matemática na Universidade de Coimbra. Em 1769, Sebastião José de Carvalho e Melo era feito Marquês de Pombal. Em 1793, em França, a rainha Maria Antonieta era decapitada. Em 1907, Marconi lançava o serviço rádio-telegráfico regular entre a Europa e os EUA. Em 1923, era fundada a Disney Company. Em 1945, era criada a FAO, Organização das Nações Unidas para a alimentação. Em 1946, eram executados dez criminosos nazis, condenados pelo Tribunal Internacional de Nuremberga. Em 1962, morria o filósofo francês Gaston Bachelard. Na mesma data, começava a crise dos mísseis em Cuba. Em 1964, a China anunciava ter testado a sua primeira bomba atómica. Na mesma data morria o compositor norte-americano Cole Porter. 1978, Karol Wojtyla, cardeal polaco e arcebispo de Cracóvia, era eleito Papa, com o nome de João Paulo II. Em 1985, os restos mortais do escritor Fernando Pessoa eram trasladados para os claustros do Mosteiro dos Jerónimos. Em 1988, morria Emídio Santana, 82 anos, director do jornal A Batalha. Em 2002, era inaugurada a nova biblioteca de Alexandria. Em 2003, morria António Ferrer Correia, 91 anos, antigo presidente da Fundação Calouste Gulbenkian e reitor honorário da Universidade de Coimbra. Em 2006, um grupo de manifestantes ocupava o Teatro Rivoli, no Porto, e fechava as instalações, contestando os planos de privatização da sala. A ocupação duraria 4 dias, até à intervenção da polícia.


publicado por Jorge Ferreira às 13:53 | link do post | comentar

Hoje é Terça-feira, 16 de Outubro, ducentésimo octogésimo nono dia do ano, Dia Mundial da Alimentação. Faltam 76 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a Santa Maria Margarida Alacoque. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 19, às 08:33. O Sol nasce às 07:46 e o ocaso regista-se às 19:06. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 05:31 e 17:49, a baixa-mar, às 11:21 e 23:31. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o compositor da Boémia Jan Dismas Zelenka (1679), o fotógrafo Paul Strand e o líder irlandês, fundador do IRA, Michael Collins (1890), a actriz inglesa Angela Lansbury (1925), o escritor alemão Günter Grass (1927), a actriz brasileira Fernanda Montenegro (1929) e o actor e realizador norte-americano Tim Robbins (1958).


publicado por Jorge Ferreira às 13:52 | link do post | comentar

Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007
Quem vai ganhar as eleições legislativas de 2009? Luís Filipe Menezes ou José Sócrates? Ou outro? É a nova sondagem do Tomar Partido, que acumulará até final de Outubro com a sondagem sobre o vencedor da Superliga.


publicado por Jorge Ferreira às 16:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Sorrir de novo)

Pedro Santana Lopes vai ser o próximo líder parlamentar do PSD. Substancialmente pode dizer-se que é uma solução que facilita a vida de José Sócrates no Parlamento uma vez que vai permitir ao Primeiro-Ministro desculpar-se permanentemente com o sucedido no Governo de Santana Lopes, de que o país a seu tempo se fartou. Não creio que seja assim tão fácil, mas concedo que é uma vulnerabilidade da solução. Agora, do que não tenho dúvidas é que nos últimos quinze dias vimos Santana Lopes no seu melhor. Na SIC Notícias. Na forma como se impôs a Menezes, na forma como não se desgastou no Congresso, deixando que falassem dele e poupando-se a discursos inúteis. Ele é o grande vencedor do Congresso e emerge como o líder substantivo do PSD até 2009.


publicado por Jorge Ferreira às 15:16 | link do post | comentar

Boticas e Montalegre são dois concelhos do distrito de Vila Real. Pois em 2008 o Estado não gastará lá nem um euro de investimento. O Plano de Investimento e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) para 2008 prevê um investimento de 51,9 milhões de euros para o distrito de Vila Real, mas estes dois dos 14 concelhos, Boticas (PSD) e Montalegre (PS), não têm qualquer verba atribuída. É estranho como um Estado tão investidor, tão gastador, tão impulsionador da economia se esqueceu destes dois concelhos do longínquo Portugal do interior. Justamente o interior de que José Sócrates tanto falou para anunciar medidas de incentivo ao desenvolvimento neste Orçamento. Luís Filipe Menezes já deve ir a caminho.


publicado por Jorge Ferreira às 14:46 | link do post | comentar

(Mata Hari)

Em 1917, Mata Hari era executada em Paris. Em 1921, em Portugal, saía o primeiro número da revista Seara Nova. Em 1928, o dirigível alemão Graf von Zeppelin fazia a primeira travessia comercial do Atlântico. Em 1951, o Egipto denunciava o Tratado anglo-egípcio sobre o Canal do Suez. Em 1968, a URSS e a Checoslováquia assinavam o tratado que previa o estacionamento de tropas soviéticas no país. Em 1990, Mikhail Gorbachov era distingudo com o Prémio Nobel da Paz. Em 1991, nos EUA, a nomeação do juiz ultra-conservador Clarence Thomas para o Supremo Tribunal era confirmada pelo Senado, apesar das acusações de assédio sexual por uma antiga colaboradora. Em 1993, o Prémio Nobel da Paz era atribuído ao presidente da África do Sul, Fredrik de Klerk, e a Nelson Mandela, líder do ANC. Em 1999, morria Luís Sá, 47 anos, membro da comissão política do PCP. Em 2000, eleições nas Regiões Autónomas davam a maioria absoluta ao PS, nos Açores, e ao PSD, na Madeira. Em 2002, morria o escritor, jornalista e crítico português de televisão, Mário Castrim, 82 anos.


publicado por Jorge Ferreira às 13:38 | link do post | comentar

Hoje é Segunda-feira, 15 de Outubro, ducentésimo octogésimo oitavo dia do ano. Faltam 77 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a Santa Teresa de Jesus. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 19, às 08:33. O Sol nasce às 07:47 e o ocaso regista-se às 19:07. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 04:59 e 17:15, a baixa-mar, às 10:48 e 22:59. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844), o escritor Óscar Wilde (1854), o filólogo e diplomata brasileiro António Houaiss (1915), o escritor italiano Italo Calvino (1923), o filósofo francês Michel Foucault (1926).


publicado por Jorge Ferreira às 13:30 | link do post | comentar

Luís Filipe Menezes precisava que este Congresso fosse além das pequenas histórias. E tantas que sempre todos os Congressos têm. Como a triste história de Zita Seabra que passa directamente de apoiante de Marques Mendes a vice-presidente do Menezes (ao que o PSD chegou...). Havia três caminhos para essa superação. A renovação, a superação do espectro da bicefalia e as diferenças com o PS. A renovação falhou. O espectro subsiste. As diferenças, quando existem, são de esquerda. Excepto uma: a Constituição. Voltarei em breve a este ponto. No mais, Menezes cheira ainda mais a transição do que Marques Mendes. Isto, naturalmente sem menosprezar Luís Filipe Menezes. O país precisava de facto de outra coisa.


publicado por Jorge Ferreira às 00:20 | link do post | comentar

Domingo, 14 de Outubro de 2007
(Bing Crosby)

Em 1910, D.Manuel II e a família real portuguesa exilavam-se no Reino Unido. Em 1918, o navio de guerra português Augusto de Castilho era afundado. Em 1933, a Alemanha de Hitler abandonava a Liga das Nações. Em 1939, na II Guerra Mundial, o navio de guerra britânico Royal Oak era afundado em Scapa Flow, por um submarino das forças navais nazis. Morreram 800 pessoas. Em 1947, o piloto norte-americano Charles Yeager realizava o primeiro voo supersónico. Em 1955, era criada a província do Paquistão Ocidental. Em 1959, morria o actor norte-americano Errol Flynn. Em 1964, na URSS, Leonid Brejnev substituía Nikita Khrushchev à frente do Partido Comunista. Em 1977, morria o cantor e actor norte-americano Bing Crosby. Em 1990, morria o compositor e regente norte-americano Leonard Bernstein, 72 anos. Em 2003, um artigo na edição europeia da Time sobre "as mães de Bragança" levava o Governo português a suspender a publicidade do Euro 2004, na revista. Em 2004, a Alta Autoridade para a Comunicação Social decidia ouvir, em audiências separadas, Marcelo Rebelo de Sousa, o ministro Rui Gomes da Silva e a TVI, sobre a saída do comentador da estação de televisão. No mesmo dia, morria Fernando Brederode dos Santos, jornalista, 64 anos, elemento das equipas dos jornais República, O Primeiro de Janeiro, O Século Ilustrado, Jornal do Comércio, Diário de Lisboa e ainda da ANOP e da Lusa. Opositor à ditadura do Estado Novo, recebera o Grande Prémio da Crónica e era Grande Oficial da Ordem da Liberdade.


publicado por Jorge Ferreira às 15:07 | link do post | comentar

Hoje é Domingo, 14 de Outubro, ducentésimo octogésimo sétimo dia do ano. Faltam 78 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S. Calisto. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 19, às 08:33. O Sol nasce às 07:46 e o ocaso regista-se às 19:08. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 04:03 e 16:44, a baixa-mar, às 10:17 e 22:30. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se a filósofa de origem alemã Hannah Arendt (1906), o estilista Ralph Laurent (1939), o músico Thomas Dolby (1958), o actor Roger Moore (1927) e o cantor britânico Cliff Richard (1940). Nesta data, em 1847, nascia o escultor português Soares dos Reis, autor de "O Desterrado".


publicado por Jorge Ferreira às 15:04 | link do post | comentar

Sábado, 13 de Outubro de 2007
Aliás, vai ter mesmo de passar. Para a semana começo uma nova experiência. A seu tempo anunciarei.

tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 21:49 | link do post | comentar

Podia falar do Congresso do PSD, da nova Basílica de Fátima, do discurso do Cardeal Bertone, ainda e sempre do Orçamento de Estado, de Catalina Pestana. E de muitas outras coisas. Aparentam novidade. São a actualidade do fim de semana. O que é diferente de serem novidades. Aliás, este tempo que vivemos de obsessão com as novidades, é perigoso. O mundo está velho, muito velho e demasiado igual ao que sempre foi, para celebrar aparentes novidades. E a actualidade, por vezes, cansa. Foi o que me aconteceu este fim de semana. Não me apetece a actualidade. Talvez porque não seja, precisamente, novidade. Isto passa.


publicado por Jorge Ferreira às 21:38 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Yvonne Elliman. If I Can't Have You.


publicado por Jorge Ferreira às 12:40 | link do post | comentar

(D. Francisco Manuel de Melo)

Em 1666, morria o escritor português D. Francisco Manuel de Melo. Em 1822, D.Pedro era aclamado imperador do Brasil. Em 1882, era inauguradaa Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto. Em 1917, a espera pela última aparição de Fátima culminava no chamado Milagre do Sol. Em 1923, Ankara tornava-se capital da Turquia. Em 1937, a Alemanha de Hitler garantia a inviolabilidade da Bélgica. Em 1943, durante a II Guerra Mundial, a Itália declarava guerra à Alemanha, sua antiga aliada no Eixo. Em 1980, em Portugal, o grupo parlamentar dos Reformadores constituía-se em Movimento de Acção Reformadora com o objectivo de apoiar a reeleição de António Ramalho Eanes à Presidência da República. Em 1996, o PS vencia, pela primeira vez, as eleições na Região Autónoma dos Açores. Na Madeira, o PSD alcançava a sexta vitória. Em 2001, o Maratona Clube de Portugal vencia a Taça dos Clubes Campeões Europeus de Estrada em atletismo. Em 2005, a Autoridade da Concorrência aplicava uma multa de 16 milhões de euros a três laboratórios farmacêuticos, por combinarem preços nos concursos para 22 hospitais.


publicado por Jorge Ferreira às 12:32 | link do post | comentar

(Margaret Thtcher)

Hoje é Sábado, 13 de Outubro, ducentésimo octogésimo sexto dia do ano. Faltam 79 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a São Fausto e companheiros mártires. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 19, às 08:33. O Sol nasce às 07:45 e o ocaso regista-se às 19:09. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 04:01 e 16:15, a baixa-mar, às 09:48 e 22:02. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se a cantora Marie Osmond (1959), o cartoonista Herbert Block e o pianista Art Tatum (1909), o cantor e actor Yves Montand (1921), Margaret Thatcher (1925), o músico Paul Simon (1947), o cantor Sammy Hagar (1947) e o nadador Ian Thorpe (1982).


publicado por Jorge Ferreira às 12:04 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

Irene Sendler. Concordo com o João Miranda.


publicado por Jorge Ferreira às 10:45 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Um Orçamento do Estado é sempre um poço de notícias sem fundo. O imposto que sobe, o imposto que baixa. A medida a mais ou a medida a menos. O investimento público na estrada, na escola, no hospital, na estrada. O Orçamento do Estado é o manual legal do socialismo, no estado actual do Estado, isto é, é o compêndio da despesa pública. E da receita.

Programas, discursos e sound bytes à parte, é no Orçamento que está a política real dos Governos. Por aí se vê como é que um Governo concebe as soluções dos problemas e a filosofia que lhe subjaz.

Uma das grandes novidades do Orçamento para 2008 é que os funcionários públicos vão ter as carreiras “descongeladas”, com a promessa de aumentos reais nos seus ordenados. Compreendo: 2008 é véspera de eleições e Sócrates, apesar de não ter de se incomodar com a débil oposição do CDS e do PSD não é pessoa de arriscar. O discurso para as eleições está à vista: como uma espécie de Salazarinho pus as contas em ordem, como uma espécie de Robin dos Bosques tirei aos ricos para dar aos pobres, como uma espécie de socialista aumentei a ajuda do Estado aos funcionários públicos. Arrumei a casa e agora vem aí o paraíso. É fácil, é barato e dá votos.

O problema é que não só não é verdade, o que é irrelevante em termos eleitorais, como se sabe, como ao não ser verdade é pernicioso a prazo.

É verdade que o défice está controlado, mas à custa das receitas sendo que a despesa do Estado não só não baixa, como aumenta. Isto apesar de todas as medidas que o Governo tem tomado mas que não passam de terapias conjunturais para os sintomas, que não de soluções estruturais para as causas. Agora anuncia-se um agravamento do problema para 2008. Vai afrouxar o combate à despesa do Estado.

O problema, ao contrário do que muitas vezes se diz não está na percentagem do PIB que se gasta com o funcionamento do Estado, mas sim em saber se o país aguenta pagar tanto por tanto Estado. Julgo que toda a gente já percebeu que não aguenta, embora ninguém goste quando lhe toca à porta.

Exemplo típico é o dos professores. Durante anos a fio o ensino foi encarado pelos licenciados como escapatória segura ao desemprego. E foram aumentando os professores. Hoje, o país não tem nem escolas nem alunos suficientes para tantos professores. Mas continua a ter de os pagar. Está bem de ver como isto vai acabar se não se tiver a coragem de fazer o que a realidade impõe.

Resolver o problema seria pôr o Estado a gastar menos. Para isso o Estado tem de deixar de fazer muitas coisas que hoje faz. Para isso precisa de menos funcionários. Não há ninguém que queira pegar neste problema. PS, PSD e CDS já tentaram o Governo no século XXI. Nenhum tocou no problema. Não é de prever que por milagre, um dia mudem.
(publicado na edição d ehoje do Semanário)


publicado por Jorge Ferreira às 10:22 | link do post | comentar | ver comentários (2)

(Casa Pia)

"A presidente do Conselho Directivo da Casa Pia garantiu hoje que não tem indícios de novos abusos sexuais dentro da instituição, como foi denunciado pela antiga provedora Catalina Pestana. «Garanto que não tenho indícios de que existam abusos sexuais nesta casa», afirmou Maria Joaquina Madeira, em entrevista à agência Lusa."

"Em declarações ao SOL online, Catalina Pestana diz que informou a sucessora das suspeitas que entregou ao PGR «desde o primeiro minuto». A ex-provedora da Casa Pia responde assim a Joaquina Madeira, que esta tarde disse não ter indícios que existam abusos de menores na instituição."
A hesitação é sobre o título a dar a este pequeno texto, em que se comparam afirmações absolutamente contraditórias sobre um assunto grave, que era suposto já não ser assunto depois de uma suposta reforma da instituição concebida por Roberto Carneiro por encomenda de Bagão Feliz em 2002. Pensei em "País Repetido", porque este cromo já nos saiu uma vez na colecção, com os resultados directos e indirectos que se conhecem: um julgamento a correr há dois anos e sem fim à vista, um novo Código de Processo Penal, que todos estamos ainda a ler e uma imensa sensação de se ter tocado apenas na ponta de um iceberg, deixando intocados alguns intocáveis.
Também pensei em "País Podre". Em "País dos Tarados". Em "País de merda”. Em “País da impunidade". Em....o melhor é mesmo deixar ao critério do leitor. Eu, continuo a hesitar no título.
(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)


publicado por Jorge Ferreira às 10:20 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Aveiro)

Aveiro não é um concelho. São dois. Existe o pólo urbano, a cidade de Aveiro propriamente dita, onde, apesar da deficiente gestão autárquica dos últimos anos, muita coisa brilha, graças à Natureza e ao pundonor de muitos aveirenses ao longo da história. E depois existe o concelho rural, onde tudo é diferente. Basta fazer a experiência de sair da cidade e mergulhar nas freguesias rurais para se ter de imediato a sensação de que se entrou noutro concelho e, em certas zonas, noutro país.

Esta realidade é da responsabilidade de uma deficiente gestão estratégica do desenvolvimento, de uma ausência de perspectiva do desenvolvimento equilibrado e reproduz uma macrocefalia que é uma espécie de miniatura do que sucede no próprio país.

Ainda esta semana um ex-colaborador socialista de Alberto Souto se referia justamente a esta questão, sublinhando que “o que é facto é que andamos cinco quilómetros para o lado e não vemos Aveiro, vemos uma realidade completamente diferente. Em Requeixo ou em Nariz não se sente que se está a dez quilómetros de uma cidade como Aveiro. Quando temos teoricamente uma cidade com uma pujança económica brutal, temos uma zona industrial que é hoje aquilo que era há quinze anos atrás: não tem passeios, não tem uma creche, não tem espaços de apoio, não tem uma rede de transportes razoáveis e não tem iluminação. É muito má. E como essa temos outras que cresceram de forma atabalhoada.”

Se há área onde se justifica uma atenção particular dos poderes públicos é justamente na criação de condições para potenciar um desenvolvimento harmonioso do território, da economia, dos investimentos, da qualidade de vida das populações. Não, não é de rotundas que estou a falar, mas de decisões que pura e simplesmente ficam na gaveta porque nos sítios onde mais se precisa delas não há votos, porque há poucos eleitores.

As rotundas servem também para disfarçar o vazio de ideias e a inacção pública. É o expoente da “política de encher o olho”. Faz-se uma obrinha, põe-se uma relva, quiçá uma estátua incompreensível para parecer intelectual, inaugura-se e pronto.

Por vezes os eleitores cansam-se disto. Silenciosamente. Sem alarde e sem necessidade de impulso das oposições. E decidem tentar mudar. Mesmo que não saibam se ganharão alguma coisa com isso. Aconteceu em Aveiro. Não ganharam.
(publicado na edição de hoje do Diário de Aveiro)

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 10:16 | link do post | comentar

(Brasão de armas da GNR)

Em 1492, Cristóvão Colombo, navegador italiano ao serviço de Espanha, descobria a América, convencido de que chegara a terras do oriente. Na mesma data, morria o pintor italiano, Piero della Francesca. Em 1724, Lisboa era atingida por um terramoto. Em 1813, o Paraguai tornava-se independente. Em 1910, era criada a Guarda Nacional Republicana, reunindo as Guardas Municipais de Lisboa e Porto. Em 1924, morria o escritor francês Anatole France, Prémio Nobel da Literatura, autor de "Thais". Em 1945, as forças aliadas estacionadas na Alemanha ordenavam a extinção do partido nazi nacional socialista. Em 1969, a URSS lançava a nave espacial Soyuz 7. Em 1972, em Lisboa, a PIDE assassinava o estudante Ribeiro dos Santos. Em 1984, a primeira-ministra britânica, Margaret Thatcher, escapava a um atentado do IRA. Em 1986, morria, em Lisboa, o poeta Rui Cinatti, 71 anos. Em 2002, um atentado na ilha de Bali, Indonésia, atribuído à organização Jemaah Islamiyah, causava a morte a cerca de 200 pessoas, entre elas um soldado português em serviço em Díli. Em 2003, o piloto alemão Michael Schumacher conquistava, pela sexta vez, o título de campeão mundial de Fórmula 1, batendo o recorde do argentino Juan Manuel Fangio. Em 2004, a Comissão de Liberdades Civis do Parlamento Europeu rejeitava a nomeação do italiano Rocco Buttiglione para o cargo de comissário da Justiça, Liberdade e Segurança, por este ter considerado a "homossexualidade um pecado" e defendido a permanência da mulher em casa para "ter filhos e ser protegida pelo marido".


publicado por Jorge Ferreira às 10:09 | link do post | comentar

Hoje é Sexta-feira, 12 de Outubro, ducentésimo octogésimo quinto dia do ano. Faltam 80 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S.Vilfrido. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 19, às 08:33. O Sol nasce às 07:44 e o ocaso regista-se às 19:10. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 03:33 e 15:46, a baixa-mar, às 09:18 e 21:34. Os nascidos nesta data pertencem ao signo da Balança, destacando-se o dirigente sindical inglês James Ramsey Macdonald (1865), o compositor britânico Ralph Vaughan Williams (1872), o pintor português Abel Manta (1888) e o compositor português Luís de Freitas Branco (1890).


publicado por Jorge Ferreira às 10:07 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11 de Outubro de 2007
(É perto e dá para vir a casa ao fim de semana)

Já há 400 empresas portuguesas em Espanha, responsáveis por 21.000 postos de trabalho. A Espanha já é o segundo país europeu com mais portugueses a seguir à mítica França. Em Espanha é tudo mais barato por causa do IVA, destacando-se os combustíveis e a restauração. Os portugueses são obedientes. No início do seu mandato Sócrates mandou o pessoal todo para Espanha. Parece que está a acontecer. O último a sair que apague a luz a feche a porta.


publicado por Jorge Ferreira às 12:21 | link do post | comentar | ver comentários (3)


(Edith Piaf)
Em 1879, saía o primeiro número do jornal A Voz do Operário. Em 1896, era fundado o matutino Diário de Notícias do Funchal, tendo como director Alberto de Araújo. Em 1944, o marechal de campo alemão Erwin Rommel era obrigado ao suicídio por Adolf Hitler, depois da derrota nazi em África. Em 1963, morriam a cantora francesa Edith Piaf e o escritor e cineasta Jean Cocteau, autor de "A Lâmpada de Aladino" e "A Bela e o "Monstro". Em 1976, os elementos do Bando dos Quatro, que incluía a viúva do antigo dirigente chinês Mao Tse-Tung, eram detidos em Pequim. Em 1990, o Prémio Nobel da Literatura era atribuído ao poeta e escritor mexicano Octávio Paz. Em 1991, morriam o escritor Marmelo e Silva, o bailarino e coreógrafo Fernando Trincheira e a actriz Fernanda Coimbra. Em 1995, João Bosco Mota Amaral anunciava o abandono da Presidência do Governo Regional dos Açores e da liderança local do PSD. Em 1996, o Prémio Nobel da Paz era atribuído a D. Ximenes Belo, bispo de Dili, e a José Ramos Horta, dirigente do Conselho Nacional da Resistência Maubere. Em 2000, o Tribunal Cível de Lisboa condenava o Estado ao pagamento de uma indemnização aos pais da crianças mortas no Aquaparque, em Lisboa. Em 2001, era anunciada a realização do primeiro transplante de coração artificial, em Portugal, no Hospital de Santa Marta, em Lisboa. Em 2002, o Prémio Nobel da Paz era atribuído a Jimmy Carter, antigo presidente norte-americano.


publicado por Jorge Ferreira às 10:19 | link do post | comentar

Hoje é Quinta-feira, 11 de Outubro, ducentésimo octogésimo quarto dia do ano. Faltam 81 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a Santa Soledade. A Lua encontra-se na Fase Nova. Lua Nova, dia 11, às 05:01. O Sol nasce às 07:42 e o ocaso regista-se às 19:05. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 04:03 e às 16:17, a baixa-mar, às 09:48 e 22:06. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se a norte-americana Eleanor Roosevelt (1884), o escritor francês François Mauriac (1885), Prémio Nobel da Literatura em 1952.


publicado por Jorge Ferreira às 10:08 | link do post | comentar

Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007
Diz-se para aí que as dificuldades que o PSD e o CDS atravessam derivam do facto de Sócrates estar a fazer a política desses partidos. Não concordo. As dificuldades do CDS e do PSD derivam do facto de Sócrates estar a fazer a política que esses dois partidos anunciaram que iriam fazer e não fizeram. É uma confusão da acção de Sócrates com o discurso do PSD e do CDS. Não é um problema de confusão entre a acção de Sócrates e a acção do CDS e do PSD. O que prova outra coisa: a natureza socialista do CDS e do PSD, visto que ao contrário do que por vezes se diz a substância de esquerda está presente nas políticas de Sócrates.


publicado por Jorge Ferreira às 23:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Há uns tempos perguntei aqui, se seria pedir muito que a Camara Municipal de Tomar pensasse em criar um sítio na internet, visto que não o tinha. É justo reconhecer que não era pedir muito. O sítio já existe e embora para meu gosto pessoal devesse ter as cores da cidade expressas no sítio e pudesse ser mais chamativo e arrojado, é digno, tem a informação essencial e sobretudo retira Tomar da incómoda posição de ausência institucional da internet. Mais vale tarde que nunca.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 22:23 | link do post | comentar

E o mais recente livro do meu amigo Pedro Afonso, um excelente cartoonista, que é uma profissão de risco, como se sabe, nos dias que correm. Muito bom para desopilar das tragédias da Nação e para rir da Tugolândia.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 16:58 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Orson Wells)

Em 1913, era feita a ligação dos oceanos Pacífico e Atlântico com a abertura do Dique de Gamboa, no Canal do Panamá. Em 1938, a Alemanha nazi completava a ocupação da Checoslováquia. Em 1940, Fulgêncio Batista assumia a presidência de Cuba. Em 1954, era fundada a UPNA, União dos Povos do Norte de Angola, por Holden Roberto. Em 1977, em Portugal, era constituída a Fundação José Fontana. Em 1979, passava para o Panamá a soberania do Canal. Em 1981, a comissão política do PS aprovava a dissolução da FRS. Em 1985, morriam, com 70 anos, o cineasta Orson Welles e o actor Yul Brynner, 65. Em 1999, o Partido Socialista vencia as eleições legislativas portuguesas, garantindo metade do número de lugares do Parlamento com a eleição de 115 deputados. Em 2002, a Câmara dos Representantes dos EUA autorizava o presidente George W.Bush a recorrer à força contra o Iraque. Em 2003, o Prémio Nobel da Paz era atribuído à advogada iraniana Shirin Ebadi. Em 2004, morria Christopher Reeve, 52 anos, actor norte-americano, conhecido pelo seu desempenho na saga "Super-Homem".


publicado por Jorge Ferreira às 15:08 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags