Terça-feira, 16 de Janeiro de 2007
Manuel Monteiro, acusou hoje o PSD e o CDS-PP de serem uma "falsa direita", que se deixa "comprar pela esquerda para estar calada". É o que se chama ir direito ao assunto. E nestes tempos de Janeiro, como estamos em época de saldos, o preço nem é muito alto. Um tachinho aqui, um tachinho ali...


publicado por Jorge Ferreira às 00:22 | link do post | comentar

Segunda-feira, 15 de Janeiro de 2007
Anda para aí uma certa desideia de que só se pode criticar em matérias de que se é especialista. Nunca vi os adversários confessos da liberdade de expressão serem tão atrozes como os novos polícias das opiniões. E os piores polícias são os que usam as ferramentas de expressão que a liberdade lhes deu, como os blogues, para propagandearem esta desideia. Os Torquemadas surgem de onde menos se esperaria...


publicado por Jorge Ferreira às 21:07 | link do post | comentar

Um abraço.


publicado por Jorge Ferreira às 14:12 | link do post | comentar

"A blogosfera actual está a entrar numa fase 3G! Com novos formatos, aparência e munidos de vídeo e de todo o tipo de aplicações. Os blogs já não são um mero exercício de opinião pessoal, transformaram-se em verdadeiros meios de comunicação e de pressão perante os poderes estabelecidos."
MP, no Kontrastes.


publicado por Jorge Ferreira às 10:59 | link do post | comentar | ver comentários (1)

"Há muitos exemplos de quem arrisca a carreira por não se vergar à maioria silenciosa. Ricardo Sá Fernandes, no caso Camarate, Garcia dos Santos, no escândalo da ex-Junta Autónoma das Estradas, e Ana Gomes, no caso dos voos secretos da CIA, fazem parte dessa montra de cidadãos. Poderia apontar outros casos, nomeadamente alguns em que sou directamente interessado, mas isso seria uma defesa em causa própria que não cabe aqui. (...) A estratégia de descredibilização dos que recusam a verdade oficial revela uma democracia refém do bafio da alma salazarenta."
Rui Costa Pinto, na Visaoonline


publicado por Jorge Ferreira às 10:57 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Monumento aos combatentes)

Nesta data, em 1911, saía o primeiro número do jornal República, fundado por António José de Almeida. Em 1922, a Irlanda era constituída em estado livre, vindo a tomar, em 1937, o nome de Eire (República da Irlanda). Em 1975, na Cimeira de Alvor, no Algarve, entre os dirigentes dos três movimentos de libertação angolanos, MPLA, UNITA e FNLA e os representantes do Estado Português, eram assinados os acordos que conduziram à independência de Angola a 11 de Novembro de 1975. Em 1985, o candidato da oposição brasileira, Tancredo Neves, era eleito primeiro presidente civil do país em 21 anos. Em 1989, no VIII Congresso do Partido Socialista, Jorge Sampaio, 49 anos, era eleito secretário-geral. Em 1990, morria Lawrence J.Peter, 70 anos, o autor de "O Princípio de Peter". Em 1992, o navio Lusitânia Expresso partia para Díli, Timor- Leste, em homenagem às vítimas do massacre de Santa Cruz a 12 de Novembro. Em 1993, morria o jornalista Carlos Pinhão, 68 anos, antigo director de A Bola, autor de literatura infantil. Na mesma data, as autoridades italianas prendiam Salvatore Riina, número um da Mafia, procurado durante 23 anos. Em 1994, era inaugurado o Monumento aos Combatentes do Ultramar, em Lisboa. Em 2006, a socialista Michelle Bachelet era eleita presidente do Chile. No mesmo dia, morria o emir do Kuwait, o xeque Jaber Al-Ahmad Al-Sabah, 79 anos.


publicado por Jorge Ferreira às 10:27 | link do post | comentar

(Molière)

Hoje é Segunda-feira, 15 de Janeiro, décimo quinto dia do ano. Faltam 350 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a Santo Amaro. Nos céus, a Lua encaminha-se para a Fase Nova. Lua Nova, dia 19, às 04:01. O sol nasce às 07:43 e o ocaso regista-se às 17:39. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 12:26 e 00:53 e a baixa-mar às 06:03 e 18:26. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se Afonso V de Portugal (1432), o dramaturgo francês Jean Baptiste Moliére (1622), o escritor russo Ossip Mandelstam (1891), o físico nuclear Edward Teller (1908), o baterista e chefe de orquestra norte-americano Gene Krupa (1909), Martin Luther King Jr, norte-americano defensor dos direitos civis (1929) e a actriz Margaret O'Brien (1937).


publicado por Jorge Ferreira às 10:23 | link do post | comentar

Ter lido muito, incluindo expressamente ficção e poesia, é aconselhável para exercer a função presidencial, mesmo num país onde o Presidente pouco mais faz do que representar protocolarmente a República e falar. Cavaco Silva recebeu o doutoramento "honoris causa" em Literatura, pela Universidade de Goa. Termina deste singelo e agradável modo a campanha eleitoral das presidenciais, com a derrota final do argumento contra a eleição de Cavaco Silva que restava à esquerda: o de que o senhor não passa de um economista que pouco deve ter passado da leitura da tabuada...


publicado por Jorge Ferreira às 01:07 | link do post | comentar

Domingo, 14 de Janeiro de 2007
Os amigos de Chavez em Portugal devem estar felizes. Eles gostam de Chavez, acham-no revolucionário, um bom coração, um aliado incondicional dos pobres, um opositor à altura de Bush e do imperialismo americano, um homem compreensivo que apoia outro bom exemplo para a Humanidade, Morales e um verdadeiro benfeitor geral que é Ahmadinejad. Pois bem: o Grande Hugo quer alterar a Constituição venezuelana para ser proclamado Presidente eterno da Venezuela. Finalmente alguém consegue dar a alguém a felicidade eterna.


publicado por Jorge Ferreira às 21:58 | link do post | comentar

"Se somos nós próprios os primeiros a ter vergonha da nossa história, que podemos esperar dos outros? A manifestação feita contra o doutoramento honoris causa de Cavaco Silva, em Goa, significa apenas isso. De nós, nada ficou."
João Gonçalves, no Portugal dos Pequeninos.


publicado por Jorge Ferreira às 21:56 | link do post | comentar

"Jorge Coelho, ao seu melhor estilo, brindou-nos com uma pérola. No telejornal de hoje, ouvimo-lo berrar que "nenhuma mulher foi até hoje condenada a pena efectiva de prisão pela prática de aborto". Pelo que suponho que o socialista em questão acabou de nos dar razão quando dizemos que os cartazes do sim, onde se inscreve a frase "Abstenção para manter a prisão?", são mentirosos. "
Mafalda Miranda Barbosa, no Blogue do Não.


publicado por Jorge Ferreira às 21:53 | link do post | comentar


Amanhã, dia 15, às 21h30, no Palácio da Bolsa do Porto, o Clube Via Norte, dirigido por Antonio Tavares e António Neto da Silva, vai promover uma Conferência que terá como debate a Direita portuguesa. O orador convidado será Manuel Monteiro, Presidente da Nova Democracia. Estes debates, surgem no seguimento das propostas avançadas em Agosto passado pela Nova Democracia, para que se realizasse uma ampla discussão sobre a Direita em Portugal. Assim vai ser.


publicado por Jorge Ferreira às 20:38 | link do post | comentar

Parabéns ao Incontinentes Verbais pelo primeiro aniversário de ontem. Que as incontinências se prolonguem por muitos e bons anos.


publicado por Jorge Ferreira às 19:36 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Humphrey Bogart)

Nesta data, em 1742, morria o astrónomo inglês Edmund Halley. Em 1775, os EUA ratificavam o tratado de paz com o Reino Unido, que punha fim formal à guerra da independência dos EUA. Em 1834, entrava em vigor o primeiro Código Comercial Português. Em 1903, morria António Amaral Leitão, um dos dirigentes do movimento republicano de 31 de Janeiro de 1891. Em 1914, decorria a greve dos ferroviários em Portugal e, nos EUA, entrava em funcionamento a primeira linha de montagem de automóveis Ford. 1953, o marechal Tito era eleito presidente da Jugoslávia. Em 1957, morria o actor norte-americano Humphrey Bogart. Em 1981, António Ramalho Eanes iniciava o segundo mandato na Presidência da República. Na mesma data, morria a actriz norte-americana Dona Reed. Em 1992, Portugal proibia o trabalho de menores de 15 anos por conta de outrém. Em 1996, Jorge Sampaio era eleito presidente da República Portuguesa e reeleito, na mesma data, em 2001. No mesmo dia a Swissair anunciava o abandono dos investimentos na TAP e na South African Airlines. Em 2004, a Comissão Europeia aprovava a directiva do mercado único no sector dos serviços. Pedro Dias, historiador e catedrático de Coimbra, era nomeado director-geral do Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo. Em 2005, saía o último número do jornal O Dia. E a sonda Huygens, da Agência Espacial Europeia, aterrava em Titã, a maior lua de Saturno.


publicado por Jorge Ferreira às 19:28 | link do post | comentar

(John dos Passos)

Hoje é Domingo, 14 de Janeiro, décimo quarto dia do ano. Faltam 351 dias para o final de 2007.
Este dia é dedicado a São Félix de Nola. Nos céus, a Lua encaminha-se para a Fase Nova. Lua Nova, dia 19, às 04:01. O sol nasce às 07:43 e o ocaso regista-se às 17:38. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 11:23 e 23:59 e a baixa-mar às 04:58 e 17:30. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o missionário, cirurgião, músico, musicólogo e Prémio Nobel da Paz Albert Schweitzer (1875), o escritor John dos Passos (1896), o escritor japonês Yukio Mishima (1925), o cantor Jack Jones (1938), a actriz norte-americana Faye Dunaway (1941), o realizador Lawrence Kasdan (1949), o tenor canadiano Ben Heppner (1956), o realizador Steven Soderbergh (1963), a actriz Emily Watson (1967) e o "rapper" LL Cool J (1968).


publicado por Jorge Ferreira às 19:14 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007
A manobra de retirar os tempos de antena da hora de jantar e passá-los para a hora das filas de trânsito é tão óbvia que é daquelas que qualquer cidadão de bom senso nunca pensa que, por mais controlador que seja, algum poder, mesmo absoluto, venha a fazer. Não ocorreu ao cavaquismo por exemplo, nem nos seus piores dias. Ocorreu a Sócrates. E, ao contrário do que diz João Pedro Henriques, eles são vistos por muita gente e não apenas pelos lunáticos ou pelos jornalistas que têm de escrever sobre eles. Aliás, a intenção de mudar o horário só prova a sua importância.


publicado por Jorge Ferreira às 10:47 | link do post | comentar

Hoje, duas notícias revelam a natureza profunda do PS. Vitalino Canas afirmou que os argumentos do PS na campanha do aborto vão ser apenas científicos e nunca morais ou éticos. Por outro lado, o PS voltou a adiar a aprovação do pacote legislativo de João Cravinho sobre a corrupção. Não admira. As propostas de Cravinho são éticas e não científicas...


publicado por Jorge Ferreira às 10:42 | link do post | comentar

"É urgente colocar a poderosíssima máquina de propaganda governamental ao serviço da nossa mobilização para os sacrifícios inevitáveis (e a propósito, quando é que os partidos políticos propõem uma redução das dotações que recebem do Orçamento do Estado e do custo da função política?), é preciso que nos preparemos psicologicamente para anos de renúncias e de greves e perturbações sociais, é inevitável que interiorizemos que vamos colectivamente perder poder de compra e segurança nos empregos, pois sem isso nunca seremos competitivos."
José Miguel Júdice, no Público


publicado por Jorge Ferreira às 10:28 | link do post | comentar

"Fora do Estado existem apenas os que enriquecem com o Estado: os grandes escritórios de advogados, as principais empresas da construção civil, a generalidade do sector financeiro e a maioria dos grupos económicos, dependentes da simpatia dos governos e do valor das contrapartidas."
Constança Cunha e Sá, no Público


publicado por Jorge Ferreira às 10:23 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Amoreiras)

Nesta data, em 1616, Francisco Caldeira Castelo Branco fundava a cidade de Belém, capital do estado brasileiro do Pará. Em 1837, era fundada a Escola do Exército, actual Academia Militar, ocupando o lugar da antiga Real Academia de Fortificação, Artilharia e Desenho. Em 1919, a Câmara dos Representantes dos EUA rejeitava o direito de voto para as mulheres. Em 1980, morria o maestro e compositor português Frederico de Freitas, 77 anos. Em 1989, morria David José da Silva Ferreira, 91 anos, co- fundador do grupo Seara Nova, revolucionário dos anos de 1920 e autor da História Política da I República Portuguesa. Em 1990, a Frente de Salvação da Roménia ilegalizava o Partido Comunista. No mesmo dia, morria o escritor e biólogo Orlando Mendes, 73 anos, presidente da Associação de Escritores Moçambicanos. Em 1991, o Congresso norte-americano aprovava a declaração de guerra ao Iraque. Em 1996, o Prémio Valmor de arquitectura era atribuído ao complexo das Amoreiras, em Lisboa, do arquitecto Tomás Taveira. Em 1998, Portugal e os restantes países do Conselho da Europa aprovavam, em Paris, o documento que proíbe a clonagem humana. Em 2003, morriam o ex-ditador argentino general Leopoldo Galtieri e o cantor Maurice Gibb, dos Bee Gees. Em 2004, a OMS confirmava a morte de três pessoas, duas crianças e um adulto, pelo vírus da gripe das aves, no sudeste asiático. Em 2005, o Parlamento Europeu aprovava o texto do Tratado Constitucional. Em 2006, era aprovado o modelo de colocação de professores que previa a permanência dos docentes na mesma escola por um período mínimo de três anos. No mesmo dia, Austrália e Timor- Leste assinavam o acordo para a partilha das receitas da exploração de petróleo no Mar de Timor.


publicado por Jorge Ferreira às 10:16 | link do post | comentar

Hoje é Sexta-feira, 12 de Janeiro, décimo segundo dia do ano. Faltam 353 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S. João de Ravena. Nos céus, a Lua encaminha-se para a Fase Nova. Lua Nova, dia 19, às 04:01. O sol nasce às 07:44 e o ocaso regista-se às 17:36. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 08:58 e 21:45 e a baixa-mar às 02:31 e 15:13. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se os escritores Andrea Alicati (1492) e Charles Perrault (1628), o estadista britânico, de origem irlandesa, Edmund Burke (1792), o escritor norte-americano Jack London (1876), o químico, Nobel da Medicina, Paul Hermann Muller (1899), a actriz Kristie Alley (1951).


publicado por Jorge Ferreira às 10:09 | link do post | comentar

David Beckham foi contratado pela agência dos Los Angeles Galaxy. O mundo da moda agita-se.


publicado por Jorge Ferreira às 00:57 | link do post | comentar

(Gravidez)

O Serviço Nacional de Saúde foi uma criação socialista do então ministro António Arnaut, que veio implicar que quem pode pagar tenha a sua saúde paga por todos. Chamam a isto justiça social. Está bem, hoje não vou por aí.

A comissão nomeada pelo Governo para estudar o modelo de financiamento do Serviço Nacional de Saúde propõe a criação de um novo imposto para garantir a sobrevivência do sistema.

Esta é a principal novidade do Relatório Intercalar de Progresso da Comissão de Acompanhamento, que foi apresentado em Agosto aos ministros da Saúde e das Finanças, e cujas propostas foram ontem discutidas com assessores dos dois ministérios, adianta a edição de hoje do "Diário Económico".

A comissão propõe ainda a criação de um seguro complementar público voluntário, em que as coberturas adicionais seriam garantidas em troca do pagamento de contribuições, eventualmente ligadas ao rendimento dos beneficiários.É proposto o fim de todos os subsistemas de saúde e a actualização das taxas moderadoras e das novas taxas de internamento e cirurgia. Esta actualização deverá corresponder a valores pelo menos iguais à inflação ou mesmo superiores, "no caso de um crescimento muito acelerado dos custos unitários de prestação de cuidados médicos".

Isto é, ainda existe quem deseje a sovietização da sociedade portuguesa. Acham pouco o estado miserável em que anos de socialismo deixou as contas públicas e a saúde da sociedade portuguesa.

Os impostos nunca chegarão para alimentar este monstro. Se não forem criados novos impostos às claras para pagar isto tudo, serão criados às escuras sem ninguém dar por isso. Uma coisa é certa: com este paradigma a despesa não cessará de aumentar e a necessidade de a pagar igualmente.

E ainda há que contar com as novas doenças. O Serviço Nacional de Saúde foi, bem ou mal, pensado para tratar os cidadãos quando estão doentes. Se o Sim ganhar no referendo de 11 de Fevereiro, o serviço Nacional de Saúde servirá para pagar, além de doenças, a realização de abortos. O que significa que se o Sim ganhar, a gravidez até às dez semanas é uma doença. Deve ser o progresso….
(publicado no Democracia Liberal)


publicado por Jorge Ferreira às 00:18 | link do post | comentar

O PS, o PSD e o CDS têm feito uma figura triste no caso dos voos da CIA. Antes de tentarem infantilmente diabolizar Ana Gomes, deviam meditar se a importância do que a eurodeputada diz não é exactamente a que é proporcionada pelo modo como esses partidos têm gerido o assunto dos voos da CIA.Julgo que ninguém tem dúvidas que esses três partidos e o Governo têm mentido sobre o assunto. Desde logo quando têm afirmado que não há indícios.
A desfaçatez tem limites, excepto para estes partidos que tentam fazer de todos nós estúpidos.O assunto em si merece ser tratado com a importância que tem e que é muita e devidamente enquadrada na guerra contra o terrorismo iniciada depois do 11 de Setembro. Certamente que essa guerra é desigual e terá seguramente aspectos menos recomendáveis.A gestão do espaço aéreo nacional é (ainda) uma questão de soberania. Cabe exclusivamente ao Estado português decidir quem, quando e como se sobrevôa o espaço aéreo.
O Parlamento Europeu não é tido nem achado sobre o assunto, nem tem de meter o bedelho onde não é chamado. Sabemos que a Comissão Europeia quer tomar posse do espaço aéreo dos Estados-Membros. Mas ainda não tomou e esperamos, nós, jamais virá a fazê-lo.Deste modo, é responsabilidade, competência e dever dos órgãos de soberania fiscalizar o que se passa no espaço aéreo português. A investigação sobre se houve ou não ilegalidades, abusos e violações dos direitos do Homem nos voos da CIA compete apenas aos órgãos de soberania portugueses.
Saber se os Governos foram politicamente cúmplices de desmandos nesses voos, devia ser a Assembleia da República a investigar e mais ninguém.Não se compreende por isso que o PS tenha bloqueado o inquérito parlamentar proposto pelo PCP nesse sentido. Ou melhor, percebe-se: o PS deve ter medo de qualquer coisa. Como o PSD e o CDS. E neste momento, parece óbvio, que o medo principal é o de serem apanhados a mentir.
Desde o início que a gestão política deste assunto tem sido desastrosa e tem potenciado a intervenção de Ana Gomes.Aliás, é patente que cada vez que responsáveis desses partidos falam do assunto falam cada vez mais devagarinho, como que a escolher as palavras para limitarem ao máximo os danos de se vir eventualmente a comprovar que tudo aconteceu mesmo.Seria muito mais saudável que o Estado assumisse que houve voos, como toda a gente já percebeu, e que tomasse uma posição diplomática e pública digna da representação do Estado, pedindo explicações aos EUA e dando explicações ao país. Ou será que alguma coisa que nós não sabemos impede o Estado de o fazer?

(publicado na edição de hoje do Semanário)


publicado por Jorge Ferreira às 00:14 | link do post | comentar



A Câmara Municipal de Aveiro tomou uma decisão. O facto em si mesmo, é notícia, sabendo-se como decidir é um dos principais problemas deste Executivo CDS/PSD/PEM. Decidir parece ser coisa que custa fazer. Tudo demora muito tempo em Aveiro. Por isso o atraso se vai acentuando e os problemas que compete à autarquia resolver se vão arrastando.
Mas, enfim, chegou uma decisão. Aveiro passou a ter uma imagem de marca. Excelente ideia. A Câmara adoptou uma nova imagem de marca, que passa a figurar na comunicação da autarquia, antecedendo a apresentação pública oficial na Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorre entre os dias 24 e 28 deste mês de Janeiro.
A Marca Aveiro apresenta Aveiro como um município da água, da luz, cor, o moliceiro, a inovação. Acompanhada com nova imagem, a Câmara arranca com a nova Marca na BTL onde irá promover as «salas e equipamento de qualidade que aqui existem, em particular o Centro de Congressos de Aveiro».
A nova marca resulta de um estudo técnico científico, por Hugo Magalhães, incluída numa tese final de licenciatura do Departamento de Economia da Universidade de Aveiro e a imagem visual foi desenvolvida no Gabinete de Design da Câmara, por João Portugal.Até aqui, nada a opor. O problema é que a imagem das instituições hoje depende de muitos e variados factores, que entram directamente na vida dos cidadãos no seu dia-a-dia e por muito bons desenhos que se façam, nenhum deles resiste a uma realidade adversa. Por outras palavras, não existe bom marketing de mau produto.E aqui, Aveiro tem problemas graves, que compete à Câmara nuns casos evitar, noutros resolver. E nem nuns nem noutros os exemplos são bons.
Esta semana, assistimos à continuação do concurso público de adivinhação do montante da dívida municipal, com um autarca do PSD a avançar para os 300 milhões. Entendam-se lá na maioria, por favor. Deixem é de brincar à tabuada. Não há pior imagem de marca do que mostrar que nem a nossa casa se conhece. E quem não conhece a sua não pode almejar a governar a vida dos outros.
A Câmara decidiu reduzir o número de sessões mensais. Outra decisão. Mas má. Parece existir uma vertigem de segredo em Aveiro. A maioria CDS/PSD/PEM faz em Aveiro o que o Governo do PS faz a nível nacional. Tenta a todo o custo silenciar as oposições, convive mal com o contraditório e detesta ter de dar explicações sobre o que faz e o que não faz. O Plano de Urbanização, que se arrasta há anos, vai continuar a arrastar-se.Ora, não há emblema gráfico que resista a tanto mau exemplo. A marca de Aveiro não é hoje, infelizmente, a que devia e podia ser.

(publicado na edição de hoje do Diário de Aveiro)


publicado por Jorge Ferreira às 00:10 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2007
O de Gabriel Silva, no Blasfémias. Um Sim mal explicado, o de Helena Matos, do Blasfémias. Se se consideram os movimentos do Não como clones, só porque são bastante mais do que os movimentos do Sim, não será lícito considerar os pouquíssimos movimentos do Sim como clones, embora menos activos?... Claro que não. Há que respeitar os movimentos do Sim de uma forma absoluta, exactamente na proporção inversa do respeito que os apoiantes do Sim têm pelos movimentos do Não. Isto está-me tudo a parecer muito igual a 1998.
(publicado no Blogue do Não)


publicado por Jorge Ferreira às 21:35 | link do post | comentar

Vêem como ninguém se enerva com a violação do segredo de Justiça relativo à divulgação do depoimento de Carolina Salgado no âmbito das investigações do Apitão, que hoje sai em vários orgãos de comunicação social? Convoca-se de imediato o Dr. Jorge Sampaio a reafirmar a doutrina de final de mandato sobre o assunto. Convocam-se os nervosos selectivos a lavrar o seu protesto, a repetir as artigalhadas e o desfile de indignações a que assistimos no processo da Casa Pia e no processo dos sobreiros dourados. Para não ir mais longe.


publicado por Jorge Ferreira às 15:17 | link do post | comentar

Hoje ainda ninguém falou nem escreveu sobre a esotérica mensagem presidencial de Ano Novo ...


publicado por Jorge Ferreira às 15:13 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Para um livro com uma bela causa.


publicado por Jorge Ferreira às 12:14 | link do post | comentar


Desculpe lá, Pedro, mas vai ter de passar a dividir o estrelato com o homónimo. Por outras palavras, já temos outro Pedro Correia a cortar fitas. À Lazio de Roma.


publicado por Jorge Ferreira às 10:29 | link do post | comentar | ver comentários (2)

"A minha opinião é um bocado confusa. Acho que tem vantagens e desvantagens. Não sei se vai perceber o que eu penso. Mas estou de acordo com tudo o que é para o bem do cidadão. Se fôr para o bem do cidadão, estou de acordo. Mas deve haver pessoas com opinião mais habilitada do que eu."
Ouvinte da Antena 1, no programa Antena Aberta de hoje. Ah, valente.


publicado por Jorge Ferreira às 10:17 | link do post | comentar


(Óbidos)

Nesta data, em 1148, D. Afonso Henriques conquistava Óbidos aos mouros. Em 1580, começavam as Cortes de Almeirim, que reconheceram o direito de Filipe II de Espanha ao trono português, como Filipe I. Em 1890, o Reino Unido dirigia o Ultimato a Portugal sobre a posse dos territórios entre Angola e Moçambique. Em 1935, a aviadora norte-americana Amelia Earhart Putnam era a primeira mulher a atravessar o Pacífico em avião. No mesmo dia, em Lisboa, decorria a sessão de abertura da primeira Assembleia Nacional do regime salazarista. Em 1946, era proclamada a República Popular da Albânia. Em 1986, começava a campanha eleitoral para as Presidenciais portuguesas, a que concorriam Mário Soares, Freitas do Amaral, Salgado Zenha, Maria de Lourdes Pintasilgo e Angelo Veloso. Em 1996, decorria o enterro do antigo presidente francês François Mitterrand. Em 1997, Cardoso e Cunha, comissário da EXPO-98, demitia-se, sendo substituído por Torres Campos. Em 2002 chegavam à base naval norte-americana de Guantanamo, em Cuba, os primeiros prisioneiros vindos do Afeganistão. Em Portugal, José Miguel Júdice era empossado bastonário da Ordem dos Advogados. Em 2004, numa entrevista à revista Time, o antigo secretário de Estado do Tesouro de George W.Bush, Paul O'Neill, considerava o presidente dos EUA "um cego rodeado de surdos", no contexto da guerra no Iraque. Em 2005, o Eurostat revelava que a frota pesqueira portuguesa era a menos produtiva entre os 15 países que compunham a UE, antes do alargamento. E o jornal gratuito Metro começava a ser distribuído em Lisboa. Em 2006, os restaurantes passavam a ser obrigados a servir azeite em embalagens invioláveis. No mesmo dia, tomavam posse o director do Instituto das Artes, Jorge Vaz de Carvalho, e o presidente do Instituto do Cinema, Audiovisual e Multimédia, José Pedro Ribeiro.


publicado por Jorge Ferreira às 09:56 | link do post | comentar

Hoje é Quinta-feira, 11 de Janeiro, décimo primeiro dia do ano. Faltam 354 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado aos papas S. Melquíades e Santo Higino. Nos céus, a Lua atinge o Quarto Minguante, às 12:44. O sol nasce às 07:45 e o ocaso regista-se às 17:34. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 07:59 e 20:38 e a baixa-mar às 01:32 e 14:10. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o estadista norte-americano Alexander Hamilton (1757), o psicólogo norte-americano William James (1842), o romancista sul-africano Alan Paton (1903), o guitarrista norte-americano Lee Ritenour (1952).


publicado por Jorge Ferreira às 09:53 | link do post | comentar

"É da mais elementar justiça reconhecer a coragem de Cláudio Anaia e de todos os socialistas que, neste momento difícil e em que a ofensiva pró-aborto atinge grande intensidade, não hesitam em dar a cara pela defesa do direito à vida: Referendo: socialistas católicos com cartazes contra o aborto."
André Azevedo Alves, no Blogue do Não


publicado por Jorge Ferreira às 01:37 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2007
"Parece assustar alguma comunicação social e os defensores do SIM o facto de, até ao momento, se terem apresentado oficialmente mais movimentos pelo NÃO do que do aborto livre (até às dez semanas, blá, blá, blá...). Isso seria grave porque dessa forma os movimentos pela vida teriam mais tempo de antena do que os defensores do aborto. Talvez seja cedo para tremerem, provavelmente nem haverá razão para isso. Desde logo porque o bloco, os comunistas e os socialistas vão utilizar os seus tempos de antena em campanha pelo SIM ao aborto, os sociais-democratas resolveram não apelar a nada e só um partido fará campanha pela vida e a favor do NÃO. Depois, porque a RTP parece já ter decidido alterar o horário dos tempos de antena para as 19h00, afastando assim essas divulgações de alguns milhões de portugueses (já que neste debate se têm empolado os números com enorme facilidade, pode ser que este passe. Aliás, talvez não seja impossível que às 20h00 estejam mais dois milhões de portugueses em casa do que às 19h00...). "

Vasco Lobo Xavier, no Blogue do Não


publicado por Jorge Ferreira às 22:27 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Portugal, as televisões, os jornais, os editorialistas, os analistas e comentadores em geral deixaram de se interessar pela Casa Pia. Os portugueses têm uma inigualável capacidade de comoção e uma eficaz vertigem pelo esquecimento. Em que estado se encontra a reforma da instituição, para a qual foi nomeada a inevitável comissão com os inevitáveis sábios? Em que situação se encontram as indemnizações a pagar pelo Estado às vítimas, estão todas pagas ou não? O que sucedeu entretanto às vítimas conhecidas? Alguém se interessou pelo seu destino, pela sua vida? Por que razão mudaram alguns advogados durante o julgamento? O que aconteceu aos inquéritos abertos com base num ror de certidões extraídas do processo principal? Ninguém sabe. Mentira! Ninguém nos sabe informar, porque há certamente quem saiba. Esta vida calma em que nos comprazemos será um dia interrompida. No dia da leitura da sentença, sabe-se lá quando. Felizmente a interrupção será breve. Um, dois dias, no máximo. Regressaremos rapidamente à nossa vida calma.


publicado por Jorge Ferreira às 22:02 | link do post | comentar

(Gato Sapato)

Os políticos portugueses padecem de um grave defeito de compreensão. Parece não se darem conta que brincar aos mandatos é fazer do voto popular gato sapato. Agora é Manuel Maria Carrilho que, alegando impossibilidade de cumprir dois mandatos em simultaneo, na Camara de Lisboa e na Assembleia da República, renunciou ao mandato de Vereador. Bom, então não sabia antes de se candidatar que não conseguiria fazer as duas coisas? Acaso cuidou de informar previamente os eleitores da possibilidade de renunciar se não fosse, como não foi, eleito Presidente da Camara? E se o tivesse sido renunciaria ao de Presidente da Camara ou ao de deputado? Creio que as respostas a estas perguntas são óbvias. Este desrespeito repetido e generalizado pelo mandato, a todos os níveis electivos do sistema, só contribui para o descrédito da democracia, já que o sistema há muito esgotou os seus créditos. Parece-me é que, no fundo, os políticos não se importam nada com isso. Limitam-se a gerir as suspensões, as renúncias, as acumulações de mandatos ao sabor estrito do interesse da comodidade de cada um. Qual interesse público, qual carapuça.


publicado por Jorge Ferreira às 20:15 | link do post | comentar

(João Amaral)

Nesta data, em 1875, Antero de Quental e José Fontana fundavam o primeiro Partido Socialista Português. Em 1911, começava a greve dos ferroviários portugueses. Em 1920, era constituída a Sociedade das Nações. Em 1925, Leon Trotsky era enviado para o exílio pelo Governo soviético. Em 1929, as personagens da banda desenhada Tintin e o seu cão Milou, da autoria de Hergé, apareciam, pela primeira vez, num semanário de Bruxelas. Em 1986 morria o poeta checoslovaco Jaroslav Seifert, 84 anos, Prémio Nobel da Literatura em 1984. Em 1989, era eleito o comité militar da Nato, a mais alta autoridade militar da Aliança Atlântica. Em 1997, uma multidão incendiava o Parlamento búlgaro, exigindo a demissão do Governo e a realização de eleições antecipadas. Em 2000, uma empresa norte-americana anunciava ter completado a sequência de 90 por cento do genoma humano. Em 2001, morria o actor português Carlos César, 58 anos. Em 2002, começava, no Tribunal da Boa-Hora, em Lisboa, o julgamento do ex- presidente do Benfica, João Vale e Azevedo, no âmbito do processo Ovchinnikov. Em 2003, morria João Amaral, antigo deputado, presidente da Assembleia Municipal de Lisboa e um dos principais defensores da renovação do PCP, partido onde militou durante quase 40 anos. Em 2005, a Autoridade da Concorrência condenava cinco empresas de multinacionais farmacêuticas a uma coima conjunta de 3,2 milhões de euros, pela prática de cartel no fornecimento ao Centro Hospitalar de Coimbra. Em 2006, era aprovada a Lei da Rádio, que impõe a emissão de 25 a 40 por cento de música portuguesa. E o Irão confirmava o regresso ao programa nuclear.


publicado por Jorge Ferreira às 10:35 | link do post | comentar

Hoje é Quarta-feira, 10 de Janeiro, décimo dia do ano. Faltam 355 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado ao Beato Gonçalo de Amarante. Nos céus, a Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 11, às 12:44. O sol nasce às 07:46 e o ocaso regista-se às 17:34. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 07:13 e 19:43 e a baixa-mar às 00:45 e 13:19. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o cientista italiano Lazaro Spallanzani (1729), o historiador britânico John Dalberg Action (1834), o compositor russo Alexander Scriabin (1872), a bailarina russa Galina Ulanova (1910), o actor norte-americano Sal Mineo (1939), a actriz porno Linda Lovelace (1949) e a cantora norte-americana Pat Benatar (1953).


publicado por Jorge Ferreira às 10:32 | link do post | comentar

Um abraço.


publicado por Jorge Ferreira às 01:49 | link do post | comentar

"Espero ser o único a sentir isto, mas dá-me a sensação que os estrategas das campanhas do não transpiram vontade de lutar e os das do sim fastio pela maçada.", Paulo Pedroso, no Canhoto. Ah, ele vota sim...


publicado por Jorge Ferreira às 01:22 | link do post | comentar

Terça-feira, 9 de Janeiro de 2007
Reabriu O Carmo e a Trindade, com nova imagem e uma lista de colaboradores estonteante. Quem não passa sem saber coisas sobre Lisboa, da política à poesia, da história ao quotidiano, já sabe, tem de passar por . Já agora segue a lista completa dos colaboradores:

Carlos Medina Ribeiro, Catarina Portas, Cristina Castel-Branco, Eurico de Barros, Fernanda Câncio, Isabel Goulão, Jacinto Lucas Pires, Joana Amaral Dias, João Carvalho Fernandes, João Seixas, Jorge Ferreira, José Carlos Mendes, José Couto Nogueira, José Luís Saldanha Sanches, José Manuel Fernandes, José Miguel Júdice, Luís Coimbra, Margarida Pardal, Mário Alves, Miguel Somsen, Paula Teixeira da Cruz, Paulo Ferrero e Pedro Policarpo.


publicado por Jorge Ferreira às 23:14 | link do post | comentar

(Adriano VI)

Nesta data, em 1154, D. Afonso Henriques concedia foral à vila de Sintra. Em 1522, Adriano de Utrecht, regente de Espanha, era eleito Papa, assumindo o nome de Adriano VI. Foi o último Papa não italiano até João Paulo II. Em 1913, tomava posse o primeiro Governo de Afonso Costa, na I República. Em 1945, na II Guerra Mundial, tropas norte- americanas desembarcavam nas Filipinas, ocupadas pelo Japão. Em 1969, o avião supersónico Concorde fazia o primeiro voo experimental sobre Bristol. Em 1981, Pinto Balsemão assumia a liderança do segundo Governo da Aliança Democrática. Em 1987, entrava em vigor a primeira Constituição da Nicarágua. Em 1992, a GNR iniciava o patrulhamento a cavalo de várias zonas de Lisboa. Em 1995, morria o actor britânico Peter Cook, 57 anos. Em 1998, a ETA assassinava José Ignacio Irutetagoyen, vereador do Partido Popular. Em 2000, morria, aos 88 anos, em Portugal, Ângelo Almeida Ribeiro, antigo Provedor de Justiça e ex-bastonário da Ordem dos Advogados. Em 2004, morria o filósofo italiano Norberto Bobbio, 94 anos, nome-chave da ciência política europeia. Em Nova Iorque, era inaugurada a exposição "Siza 5:50", a primeira retrospectiva de cinco décadas da obra do arquitecto português Álvaro Siza Vieira, na galeria Max Protetch, de Manhattan. Em 2005, Mahamud Abbas, da Fatah, era eleito presidente da Autoridade Palestiniana.


publicado por Jorge Ferreira às 23:01 | link do post | comentar

Hoje é Terça-feira, 09 de Janeiro, nono dia do ano. Faltam 356 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a Santa Marciana. Nos céus, a Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 11, às 12:44. O sol nasce às 07:47 e o ocaso regista-se às 17:34. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:35 e 19:00 e a baixa-mar às 00:06 e 12:37. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o pioneiro do estudo da psicologia John Watson(1878), o escritor checoslovaco Karel Capek (1890), a escritora francesa Simone de Beauvoir (1908), Richard Nixon (1913), a cantora norte-americana Joan Baez (1941), a actriz inglesa Susannah York (1942), Rigoberta Menchú (1959) Prémio Nobel da Paz.


publicado por Jorge Ferreira às 22:57 | link do post | comentar

Segunda-feira, 8 de Janeiro de 2007
O Blogue do Não vai dar origem ao Livro do Não. Está tudo aqui.


publicado por Jorge Ferreira às 22:33 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Gabriel Silva tem toda a razão. A cavacologia é uma nova e estéril ciência, na qual alguns blogues estão até a especializar-se, cuja definição é a seguinte: discurso em branco no qual cada um, colunista, jornalista, comentador, blogador, escreve o que bem lhe convém de acordo com as suas agendas privativas. E conseguem passar dias a fio no vasculho. Já não há pachorra.


publicado por Jorge Ferreira às 11:37 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Mouzinho de Albuquerque)

Nesta data, em 1642, morria o astrónomo italiano Galileu Galilei. Em 1902, Mouzinho de Albuquerque suicidava-se em Lisboa. Em 1918, o presidente Woodrow Wilson, dos EUA, apresentava a proposta de criação da Sociedade das Nações. Em 1933, era inaugurado, em Lisboa, no Campo Grande, o monumento aos Heróis da Guerra Peninsular. Em 1959, Charles de Gaulle assumia a presidência da V República Francesa e Fidel Castro entrava vitorioso em Havana. Em 1976, morria o primeiro-ministro chinês Chou En- Lai. Em 1996, morria o antigo presidente francês François Mitterrand, 79 anos. Em 1998, o paquistanês Ramzi Youssef era declarado o principal responsável pelo atentado contra o World Trade Center, em 1993, sendo condenado a prisão perpétua. Em 2003, o actor José Viana, 80 anos, falecia em Lisboa. Em 2005, a Partex Oil and Gas Corporation, da Gulbenkian, renovava a concessão de petróleo em Oman até 2044. Em 2006, começava a campanha eleitoral para as presidenciais de 22 de Janeiro. E a National Society of Film Critics dos EUA elegia "Capote", de Bennet Miller, o melhor filme de 2005.


publicado por Jorge Ferreira às 10:16 | link do post | comentar

(Elvis Presley)

Hoje é Segunda-feira, 08 de Janeiro, oitavo dia do ano. Faltam 357 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S. Pedro Tomás. Nos céus, a Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 11, às 12:44. O sol nasce às 07:48 e o ocaso regista-se às 17:33. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:02 e 18:25 e a baixa-mar às 12:00 e 00:06. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o alemão Samuel Pufendorf (1632), o actor Jose Ferrer (1912), o cantor rock norte-americano Elvis Presley (1935), a cantora inglesa Shirley Bassey (1937), a actriz Yvette Mimieux (1942) e o cantor britânico David Bowie (1947).


publicado por Jorge Ferreira às 10:13 | link do post | comentar

Domingo, 7 de Janeiro de 2007
O café por essa Europa fora, por Tiago Barbosa Ribeiro, no Kontratempos.
Um reconhecimento que eu próprio já fiz a respeito dos vôos da CIA, por Luís Aguiar-Conraria, em A Destreza das Dúvidas.
Não importa o quê, de Miguel Morgado, em O Cachimbo de Magritte.
Sobre o destino do Cardeal Wielgus, por Paulo Cunha Porto, em O Misantropo Enjaulado.
Fazer mal e pensar pior ou a importância do bom português jornalístico, por Pedro Correia, no Corta-Fitas.
Crónica triste para o pobre disbo que trata o neto por você, de José do Carmo Francisco, publicado por Fernando Venâncio, no Aspirina B.
A alegada crise de mediação, por Rodrigo Adão da Fonseca, no Blue Lounge.
Perguntas incómodas sobre os vôos da CIA, por Paulo Pedroso, no Canhoto.


publicado por Jorge Ferreira às 20:38 | link do post | comentar



Simples homenagem. Há muitos clubes desportivos em Lisboa. De vez em quando sabe bem lembrá-lo. Uma rodada de cerveja para a mesa do cantinho.


publicado por Jorge Ferreira às 16:28 | link do post | comentar | ver comentários (6)

JORGE FERREIRA
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags