3 comentários:
De rui david a 29 de Setembro de 2009 às 23:43
O incrível aconteceu: estou quase de acordo com este post. O meu único reparo é o seguinte: apesar do conteúdo errático da declaração que parece ter sido escrita por um "ghost writer" com problemas no teste do álcool, o Cavaco sempre disse que nunca referiu em lado nenhum que desconfiava de que houvessem escutas, nem nunca autorizou ninguém a fazê-lo. Isto deveria ter consequências.
quanto ao comentário acima, não sei se é para ter piada. é com "declarações" embaraçosamente incongruentes, que pela qualidade "literária" me chocam e envergonham como português que não vota Cavaco, que ele pretende derrubar (desde já... haja paciência...) o governo do Sócrates? Enfim... sem comentários.


De Daniel João Santos a 29 de Setembro de 2009 às 22:28
Pretendeu enterrar já o futuro governo de Sócrates.


De AT a 29 de Setembro de 2009 às 21:46
isto está a ficar assim:
"cada escavacadela, uma minhoca".


Comentar post