De Franclim Ferreira a 25 de Agosto de 2009 às 13:26
O que se gasta é uma questão subjectiva. Poderemos chegar à conclusão que 75.000€ é um absurdo e um atentado ao bom senso e 5.000.000,00€ que até razoável (ainda que seja muito dinheiro, efectivamente).
Mais importante do que o que se gasta, é que se gaste o que se pode e só o que se pode.
De resto, os orçamentos de campanha (e estamos a falar de orçamentos...), é uma gota no oceano do despesismo desenfreado em que se vive.
Os partidos políticos, são tão-só um reflexo dos vicios da sociedade portuguesa em que se vive acima das reais capacidades.
Como dizia um amigo nosso comum, é um homem vestido com um bom fato inglês, mas que simplesmente não está pago!...


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.