Sexta-feira, 19 de Junho de 2009

Depois das eleições europeias Portugal passou a ser governado a baixa velocidade. O PS entrou em gestão, o Governo entrou em gestão. A decisão do Governo de adiar para a próxima legislatura a decisão final sobre a alta velocidade, mesmo se baseada no oportuno e inesperado argumento de prazos a respeitar, reveste-se de um simbolismo político notável. Uma das bandeiras decisivas do Governo destes quatro anos é metida na gaveta de um dia para o outro, sem piedade nem consequência. Depois daquilo que sucedeu com a troca da Ota por Alcochete para a localização do novo aeroporto, cumpre perguntar de que estranha e misteriosa massa política são feitos estes governantes do PS... Mário Lino ainda não teve um rebate de consciência para fazer as malas e partir?

 

O facto de Portugal viver um ciclo eleitoral de três eleições no mesmo ano, com todos os imponderáveis que isso comporta em termos dos insondáveis desígnios do eleitorado, aliás, não captáveis sequer por sondagens, não terá sido devidamente ponderado pelos partidos. O PS esqueceu-se de que podia perder as eleições europeias e não contemplou a possibilidade de star três meses em lume brando, com a sua credibilidade política substancialmente diminuída pela derrota eleitoral que sofreu no dia 7 de Junho. E o que parece agora é que o Governo não se mexe. Com medo de afrontar Cavaco Silva (quem o diria ainda há quinze dias atrás?...), com medo do aproveitamento pelas oposições de qualquer passo em falso, com medo de irritar ainda mais o eleitorado, com medo da própria sombra. Será talvez o primeiro momento da democracia desta III República em que o país está entregue a um Governo de gestão sem que o Governo esteja demissionário.

 

E foi justamente este facto que tornou a moção de censura do CDS tão patética. E ainda mais patética a opção do PSD de ir atrás de Portas e votar essa patética moção favoravelmente. Além do mais, o país já mostrou que não vota pelos títulos dos jornais do dia seguinte aos “números”, nem se deixa inflenciar assim tanto pelos truques da propaganda.

 

Claro que a decisão de suspender o TGV por três meses não é inocente. A ideia é evitar a polémica a todo o transe. Até Outubro só pode haver espaço para aquilo que Sócrates acha que lhe faz bem eleitoralmente. O problema é que Sócrates engana-se. A imagem de pastorinho de Fatima destacado em S. Bento não cola em Sócrates. Problema para Sócrates. Sorte do país.

(publicado na edição de hoje do Semanário)

 



publicado por Jorge Ferreira às 10:42 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags