1 comentário:
De Manuel Anastácio a 30 de Maio de 2009 às 15:29
A confiança dos cidadãos nas instituições não é minada porque quem votou nos actuais representantes tem um perfil de onde se destaca uma acentuada cegueira e uma ignorância orgulhosa e, acima de tudo, a conivência com um modo de ser que desculpabiliza qualquer ilegalidade considerada como "desenrascanço". A somar a isto, há a satisfação generalizada devido ao facto de os representantes das instituições transmitirem a imagem de pessoas irredutíveis, o que dá uma falsa ideia de estabilidade e até de coerência. Se Cavaco forçasse a demissão de Dias Loureiro, demonstrava, de forma clara que se engana, se não frequentemente, pelo menos de forma crassa. Isso sim, minava a confiança dos portugueses que nele votaram, acreditando que votavam na rectidão e na certeza.


Comentar post