2 comentários:
De Daniel João Santos a 25 de Maio de 2009 às 22:25
Trata-se então de uma questão de modas.. bem visto!


De Antonio Torres a 25 de Maio de 2009 às 22:03
A coisa parece prometer.
Vamos ver se o estado em que podem ficar conselheiros lhes permite darem conselhos a estados.
Zangam-se as comadres...

Não se compreende que motivação estranha levaria um Top Manager a deixa-se incinerar sózinho, apenas para poupar os acólitos.

Porém, se a tradição fosse o que se pensasse que poderia ainda ser, a ameaça de "pôr a boca no trombone" poderia, em certas situações, ser suficiente para que subitas perdas de documentos ou prazos repentinamente excedidos, garatissem passaportes para o mundo livre.
Parece que não seria caso virgem.
:)))


Comentar post