1 comentário:
De jp a 23 de Março de 2009 às 18:42
Caro Jorge Ferreira,

Chame-o de traidor, de infiel, ou de (geograficamente mais próximo) amigo da onça, mas não use a expressão amigo de peniche .
É que assim, está simplesmente a comparar a fidelidade da personagem com a de um grupo de corsários ingleses que um dia, por acaso, desembarcaram em Peniche.
Parece-me pouco.
A hedionda personagem mereceria mais acutilante impropério.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Caro Jorge Ferreira, <BR><BR>Chame-o de traidor, de infiel, ou de (geograficamente mais próximo) amigo da onça, mas não use a expressão amigo de peniche . <BR>É que assim, está simplesmente a comparar a fidelidade da personagem com a de um grupo de corsários ingleses que um dia, por acaso, desembarcaram em Peniche. <BR>Parece-me pouco. <BR>A hedionda personagem mereceria mais acutilante impropério. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>http</A> ://amigos-de peniche .blogspot.com/ <BR><BR><BR><BR><BR>


Comentar post