1 comentário:
De MFerrer a 22 de Dezembro de 2008 às 15:57
Parabéns!
Eu acrescentaria que a capacidade da realidade superar qualquer imaginaºção é infinita.
Quanto á ignomínia de ser o João Cravinho, o cravo do Abril da anti-corrupção e o novel banqueiro em Inglaterra, então não tenho parâmetro para o enquadrar!
Não há moldura que lhe sirva!
Deliciosamente contraditório e obsceno.
MFerrer


Comentar post