1 comentário:
De Nuno Gaspar a 16 de Dezembro de 2008 às 20:12
O outro dia almocei numa mesa ao lado da sua, num restaurante em Abrantes. Se na altura soubesse que tinha escrito este texto tinha-o cumprimentado com entusiasmo. É de exemplos de dignidade e rectidão como este que o país precisa. Nem tudo está perdido.


Comentar post