1 comentário:
De Nuno Santos a 25 de Novembro de 2008 às 22:50
Estranho muito que, por estes dias, a questão da "presunção da inocência" seja tão defendida por quem durante três anos em que fui assessor de Valentim Loureiro sempre praticou convictamente a doutrina da "presunção da culpa"...
http://aoutravarinhamagica.blogspot.com/


Comentar post