Sexta-feira, 30.10.09

“Vou ficar como vereador a lutar pelo que acredito”, disse Pedro Santana Lopes, que encabeçou a a coligação “Lisboa com Sentido”, que uniu PSD, CDS-PP, MPT e PPM, nas últimas eleições autárquicas de 11 de Outubro. Lopes é daqueles que se ama ou se odeia. Não deixa margem para a indiferença política e eleitoral. Agora: esta decisão é um bofetadão em tanta gente ao mesmo tempo que eu me sinto no dever de sublinhar e louvar aquilo que não deveria ser necessário sublinhar e louvar: respeitar um compromisso. CHAPEAU! Tanto mais vistoso, aliás, quanto o curriculum político que ostenta e que cá nas aldeias do chinquilho e da malha ao sábado de manhã seria imediatamente rebaixado como o político que andou de cavalo para burro...
 



publicado por Jorge Ferreira às 18:04 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.09.09

O pessoal do CDS é danado para a brincadeira...



publicado por Jorge Ferreira às 23:19 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.07.09

O debate entre Santana Lopes e António Costa foi uma desilusão. Ambos são melhores que aquilo. Talvez as férias lhes façam bem.



publicado por Jorge Ferreira às 12:07 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27.07.09

Em Lisboa o debate eleitoral vai de vento em pompa. Discute-se se o défice são 1500 ou 1700 milhões de euros. É mais ou menos uma discussão em que o tipo que anda nu chama mal vestidinho ao tipo que anda de calças rotas.



publicado por Jorge Ferreira às 19:24 | link do post | comentar

Quarta-feira, 15.07.09

Os acordos de António Costa com o utilíssimo Sá Fernandes e com Helena Roseta não significam uma coligação. Significa apenas que António Costa conseguiu repôr o 'stock' do PS em Lisboa. No fundo os votos do utilíssimo Sá Fernandes e de Helena Roseta não eram mais do que pequenas fatias subtraídas ao PS.



publicado por Jorge Ferreira às 18:53 | link do post | comentar

Segunda-feira, 06.07.09

Quem diria, há apenas dois ou três meses atrás, que Santana Lopes estaria a disputar a Camara de Lisboa com António Costa, taco-a-taco... Santana Lopes sempre foi melhor candidato do que a excercer as funções às quais se candidata. A dinâmica de vitória em Lisboa está com ele e António Costa será mais uma provável vítima da queda de Sócrates. Mário Lino foi o segundo a provar a desilusão de António Costa com o seu próprio ex-Governo. O primeiro foi Rui Pereira. Palpita-me que há mais na lista... a despropósito: o que sucedeu à tentada nova-velha candidatura de Carmona Rodrigues? Desapareceu na voragem Santana Lopes?... 



publicado por Jorge Ferreira às 11:24 | link do post | comentar

Sexta-feira, 03.04.09

A história do regabofe na Gamalis vai a julgamento. Espera-se que o julgamento não demore uma legislatura.



publicado por Jorge Ferreira às 14:40 | link do post | comentar

Segunda-feira, 09.03.09

António Costa, ex-ministro da Administração Interna de José Sócrates e actual presidente da Camara de Lisboa decidiu pedir explicações ao actual ministro da Administração Interna de José Sócrates sobre as questões de segurança em Lisboa. Depois de um tiroteio "à Loures" nas Olaias, num bairro ironicamente chamado Portugal Novo, Costa já percebeu que só tem uma mínima chance de ganhar as eleições em Lisboa: ser oposição ao seu próprio Governo. Outra ironia. Sempre podia ter posto uma alínea sobre o assunto na moção de estratégia de Sócrates sobre o assunto da segurança. Ou descobriu agora que Lisboa é uma cidade com medo?



publicado por Jorge Ferreira às 20:05 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 10.02.09

Digo eu, que não sou de intrigas, que Joana Amaral Dias dava uma boa candidata do Bloco à Camara de Lisboa.



publicado por Jorge Ferreira às 13:44 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 06.02.09

No meio do turbilhão de notícias sobre o caso Freeport, passou despercebida uma notícia segundo a qual a Gebalis terá dado 2 milhões de euros em obras a amigos. Assim mesmo, sem mais nem menos. Sem regra. Sem critério. Sem transparência. Sem respeito. Sem vergonha. A corrupção campeia em Portugal. Toda a gente o diz, toda a gente o sente, toda a gente vê, mas, diz-se por aí, ninguém consegue provar. Mas quando chegamos ao ponto de as suspeitas atingirem os mais altos responsáveis do Estado, convém que alguém perceba a tempo que esta podridão não pode continuar impune.

 

Enquanto isto, Carmona Rodrigues decidiu suspender o mandato de vereador para ir participar num rallye algures. Espero que tenha avisado a esquadra mais próxima da sua ausência por período superior a cinco dias, uma vez que deve estar sujeito termo de identidade e residência no âmbito do processo em que é arguido e que se espera que não venha a estar quatro anos parado.

 

Em Lisboa, entretanto, não se passa nada a não ser eleições. As empresas municipais continuam incólumes.

 

(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)



publicado por Jorge Ferreira às 00:15 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 21.01.09

"A Assembleia Municipal de Lisboa recomendou hoje, numa moção do Bloco de Esquerda, a realização de um acordo de geminação entre a capital portuguesa e Gaza. A moção foi aprovada com a abstenção do PSD, PS e CDS-PP e os votos favoráveis do BE, PCP e PEV." João Vacas chama-lhe a abstenção da vergonha e eu estou de acordo. A alegada direita não é carne nem é peixe. Sobretudo é cobarde.


tags: , ,

publicado por Jorge Ferreira às 22:42 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 29.12.08

O final do ano e as revistas do ano e os balanços do ano são assim: desenterram coisinhas de que nos tentam fazer esquecer. "Alguém sabe que medidas foram tomadas para resolver o escândalo das casas oferecidas pela CML? O que aconteceu aos responsáveis? Terá tudo ficado na mesma?" Pergunta o Bekx.


tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 17:54 | link do post | comentar

Sexta-feira, 19.12.08

O Tribunal de Contas confirmou hoje o chumbo ao empréstimo de 360 milhões de euros que a Câmara Municipal de Lisboa (CML) queria contrair junto da Caixa Geral de Depósitos (CGD) para saldar dívidas a fornecedores. Terceira má notícia em dias seguidos para António Costa. Não vai ser possível pagar a dívida da Camara com mais dívida da Camara. Depois da fava Santana Lopes, da favinha Helena Roseta, a favona do Tribunal de Contas saiu a António Costa.



publicado por Jorge Ferreira às 11:34 | link do post | comentar

Helena Roseta acaba de declarar na SIC-Notícias que será candidata à Camara de Lisboa. Se a logística ajudar. Como certamente ajudará, como ajudou da última vez. Outra má notícia em dias seguidos para António Costa. Helena não quer ser o Zé feminino de António. Helena Roseta torna-se na primeira candidata autárquica do partido de Manuel Alegre. Não é proeza ao alcance de todos ainda nem sequer ter o partido e já ter candidata à Camara mais importante do país.



publicado por Jorge Ferreira às 00:07 | link do post | comentar

Quarta-feira, 17.12.08

Nas reacções à escolha de Santana Lopes para candidato do PSD à CML é engraçado ver como o Zé passou a fazer falta ao PS para porta-voz da candidatura de António Costa. Mau sinal para António Costa.Quanto mais Zé na campanha maiores as chances de Santana Lopes.



publicado por Jorge Ferreira às 12:33 | link do post | comentar

Terça-feira, 16.12.08

Pedro Santana Lopes já é candidato à Camara de Lisboa. Eis uma boa oportunidade de corrigir a má imagem que deixou da sua breve experiência governativa. Neste caso não se aplica o ditado que nunca se deve voltar a um sítio onde se foi feliz porque verdadeiramente, face à fuga de Barroso para Bruxelas, Santana Lopes não teve sequer tempo de ser feliz em Lisboa. Ah e uma coisa: goste-se muito, pouco ou nada de Santana Lopes, creio sinceramente que o lúcido António Costa já deve ter percebido que a sua vida complicou-se ainda mais. Já não lhe bastava de ter de carregar a cruz de um Zé sem abrigo político para ainda por cima lhe sair um adversário à altura. Queira-se ou não, no estado a que chegaram os partidos à direita de Sócrates, melhor candidato para Lisboa não estou a ver.



publicado por Jorge Ferreira às 21:47 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Sábado, 13.12.08

A reinauguração do Cais das Colunas não passa de uma fantasmagoria. Magistratalmente descrita no Bic Laranja. Como fantasmagoria é o Terreiro do Paço da TMN. Uma vergonha o que estão a fazer com Lisboa.

(publicado n' O Carmo e a Trindade)


tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 17:17 | link do post | comentar

Quarta-feira, 10.12.08

Passados os números mediáticos e inconsequentes de António Costa sobre a limpeza da cidade, que, aliás, recebeu porca como nunca, vem a dura realidade. Lisboa continua a ser uma cidade suja. Exactamente como os livros de viagem sempre a retrataram desde há séculos. Nem no século XXI a civilização chega a Lisboa na sua versão mais óbvia: a higiene.

 

(publicado n' O Carmo e a Trindade)


tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 20:40 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Domingo, 23.11.08

Uma das personalidades políticas mais negativas, esquivas e dispensáveis da política lisboeta caiu em desgraça no Bloco. Xau Zé! É melhor ir preparando a lapela para a rosa. Quanto ao cartaz, apenas um comentário: é mentira. Pergunto: o que têm a dizer as pessoas que foram subscrevendo a frase enganosa nos outdoors?...

 

(Foto)

(publicado n' O Carmo e Trindade)



publicado por Jorge Ferreira às 17:25 | link do post | comentar

Quinta-feira, 06.11.08

Santana Lopes anunciou que é candidato à CML. Más notícias para António Costa e para o CDS. É melhor candidato do que muita gente pensa. A campanha vai ser animada. E já começou.



publicado por Jorge Ferreira às 20:02 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.10.08

          

 

 

 

 

Apresentamos a Vs. Exas. um dos instrumentos de gestão da Gebalis.

 

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 13:45 | link do post | comentar

O Bloco de Esquerda está de candeias ás avessas com o vereador que candidatou a presidente da Camara de Lisboa. Suponho que neste momento o slogan para 2009 será "O Zé não faz falta".
 



publicado por Jorge Ferreira às 11:25 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.10.08

Gebalis I, Gebalis II, Gebalis III, Gebalis, IV, Gebalis V, Gebalis VI, Gebalis VII, Gebalis VIII,  Gebalis IX, Gebalis X, Gebalis XI e Gebalis XII. No Fumaças.



publicado por Jorge Ferreira às 12:45 | link do post | comentar

Sábado, 25.10.08

Diz o Sol que o Tribunal de Contas está a seguir com atenção o negócio público do terminal de contentores de Alcantara e que até já perguntou para a PGR se existe alguma investigação em curso. Um assunto a seguir com a maior atenção.



publicado por Jorge Ferreira às 15:59 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.10.08

Sessenta e quatro mil euros em restaurantes, em dois anos, o que dá trinta e dois mil por ano, o que dá dois mil seiscentos e sessenta e seis vírgula sessenta e seis por mês. Bens gourmet, ou seja, produtos alimentares de elevado custo. DVD’s com fins lúdicos, romances e ficção variada, CD’s de música, tudo para benefício pessoal, foi onde três gestores da GAMALIS ou GAMELIS ou Gebalis para os tecnocratas, gastaram de dinheiro público. Tudo bens de primeiríssima necessidade para uma vida com qualidade. Com um pequeno senão: o dinheiro não era deles e não era para isso que lhes foi confiado.

 

Não quererá o Ministério Público investigar as restantes empresas municipais de norte a sul deste Portugal em crise?

 

A Gebalis afinal devia chamar-se Gamalis, de gamar ou Gamelis, de gamela. Gebalis, de gerir é que não.

 

Insisto: extingam-se estas fontes de luxúria financeira. É de prever, entretanto, que todos os partidos vão ficar caladinhos. Pudera! Bem os entendo.

 

(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)

(Foto)

 



publicado por Jorge Ferreira às 12:27 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 17.10.08

Vai para três anos, soube-se que o grupo Tertir solicitou ao Governo que clarificasse a sua posição sobre a localização da actividade portuária, porque estava insatisfeita com a ideia de ter de deslocar o terminal de contentores portuário para fora de Lisboa. Estava na altura em causa a meritória ideia de “devolver" a área ribeirinha à população de Lisboa.

 

A Tertir era então proprietária da Liscont e, para além de não desejar suportar os custos inerentes à construção de uma nova central de contentores, tinha óbvio interesse na renovação da concessão de Alcântara. Claro que a Tertir ficou sem resposta, o Governo calou-se muito bem caladinho, sempre brandindo o ideal da libertação da zona ribeirinha para uma nova era de lazer, a que de resto os lisboetas aspiram há décadas.

 

Então o que fez a Tertir? Em 2007, vendeu a sua posição na Liscont à Mota-Engil, que assim passou a controlar a empresa. E é justamente aqui que importa esclarecer: como é que antes a renovação do contrato de concessão desejada pela Tertir era impossível por força da estratégia de libertação da zona ribeirinha e, assim que a Liscont passa para as mãos da Mota-Engil, o contrato de concessão é logo celebrado, ainda por cima com condições mais favoráveis e sem concurso público?

 

Destes factos pode concluir-se, em primeiro lugar, que para o PS Lisboa é carne para canhão de negócios e, em segundo lugar que há um dado novo, que parece ter alterado tudo: Jorge Coelho na Mota Engil. Claro que o silêncio de outrora vai regressar. O silêncio sempre foi o método de explicação dos negócios públicos inexplicáveis. Pela comunicação social passou vagamente uma reacção do PSD, que se revelou até agora inconsequente. Nem sequer o Bloco de Esquerda se lembrou de tentar um inquérito parlamentar, não fosse José Sá Fernandes na Câmara fugir ainda mais de controlo. E depois, venham-me cá com belos discursos…

(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)

 



publicado por Jorge Ferreira às 00:08 | link do post | comentar

Segunda-feira, 13.10.08

isto, Sr. Presidente? Só que vai aumentar as rendas escandalosamente baixas? Então e para o futuro, vai a CML continuar com esta prática de dar casas aos amigos e sem critério? Ou vai mudar isso?


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 18:55 | link do post | comentar

"Estava tranquilamente à espera de fotografar algum pássaro mais descuidado no Parque da Bela Vista quando fui surpreendido pela guarda florestal, informaram-me que nos parques públicos era proibido fotografar ou filmar e questionaram-me sobre se tinha uma autorização para o fazer. Como à entrada do parque não havia qualquer informação disseram-se que em todos os parques públicos da CML se aplicava essa regra. "

 

O Jumento.

 

O Jumento, algo atónito, descobriu que não se pode fotografar os passarinhos e as ervas nos parques públicos da Camara Municipal de Lisboa. É verdadeiramente extraordinário o ponto a que chega o zelo de gestão pública da CML. Pena que esse zelo não se aplique às casinhas.


tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 14:58 | link do post | comentar

Sábado, 11.10.08

Finalmente percebo para que é que existem moedas de cinquenta cêntimos. Até agora não conhecia nada que custasse isso ou menos, salvo algumas bicas nalguns cafés atrasados. Agora percebo que também chega para pagar renda de casa à CML.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 16:38 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 08.10.08

O inenarrável vereador Sá Fernandes da CML mandou tirar um cartaz político da rua cujo lema era "Imigração, Não!". Onde é que vamos parar com estes Torquemadas hodiernos a mandar na nossa liberdade de expressão? Pouco me importa o partido a que pertence o cartaz. Pretende o vereador que só se afixem cartazes a favor da imigração? Será que só se pode ser a favor da imigração? Viverá o vereador na Albânia de Enver Hoxha? Ou aspirarará à reencarnação de um sub-Mao Zedong? E não há ninguém que páre o vereador? Já não bastavam as figuras tristes que anda a fazer no bolso político do PS em demanda do prolongamento do seu mandato (o poder sabe bem, não é?). Este vereador não faz falta nenhuma. Espero que não lhe renovem o mandato.



publicado por Jorge Ferreira às 22:10 | link do post | comentar

Tenho trocado argumentos sobre as autarquias e as casas com o Luís Novais Tito. É óbvio o que nos separa: elé é socialista e acredita que a CML deve ter casas próprias para dinamizar o mercado de arrendamento. Eu não sou e digo que as autarquias não devem arrebanhar casas ao sector privado a troco de licenças de construção, porque isso acaba em compadrios e abuso. Quanto às casinhas que lá estão defendo que a CML as deve leiloar publicamente pela melhor oferta. O Luís vê a CML como mais uma empresa imobiliária a operar no nicho do mercado de arrendamento. Eu digo que não é função da CML actuar no mercado como se de uma vulgar empresa se tratasse. A CML tem muito mais que fazer, ou deveria ter... E já agora, como o Luís bem sabe não é por as autarquias exigiram uma percentagem das casas que licenciam em troca da licença que deixaram de haver contrapartidas menos claras, pelo que o argumento do combate à corrupção é neste caso ineficaz. Não é só o Estado que se mete onde não é chamado e descura as funções essenciais. Outras entidades públicas, com as autarquias à cabeça também o fazem. Com os resultados bonitos que se vêem. Ouvi dizer que andam à procura de neo-liberais... eis-me.



publicado por Jorge Ferreira às 19:54 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Segunda-feira, 06.10.08

Entretenho-me, entretanto, a debater com Luís Novais Tito um caso do submundo gerido por António Costa. Onde? Na Barbearia mais famosa de Lisboa.



publicado por Jorge Ferreira às 23:35 | link do post | comentar

Sábado, 04.10.08

Pedro Santana Lopes vai ser candidato à CML. Animação não vai faltar. Mesmo depois de tudo, esta é uma má notícia para António Costa.



publicado por Jorge Ferreira às 12:37 | link do post | comentar

Sexta-feira, 03.10.08

"O caso actual foi claramente o resultado de manobras eleitorais e tinha como alvo o PSD, e acabou, como sempre acontece, por rebentar nas mãos do PS, envolvendo uma actual vereadora. Também como é habitual, agora toda a gente quer moralizar a atribuição de casas, torna-la “transparente”, regulamentar burocraticamente o sistema de atribuição, batendo com a mão no peito como se não soubessem o que se passava. Depois o escândalo deixará de ser novidade, e os favores migrarão para outra área qualquer, porque nunca será possível regulamentar tudo, nem sequer vantajoso, e os favores e as cunhas são de cima a baixo o lubrificante dos sectores intermédios das estruturas partidárias, principalmente no poder autárquico."

 

Pacheco Pereira, no Abrupto.


tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 12:27 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 02.10.08

Este texto é um atentado à classe operária. Qualquer gajo de direita que curta explorar o homem pelo homem e sugar a mais valia do suor da classe operária fica reconfortado por verificar que há pessoal de esquerda que pensa que há pobres mais iguais que outros, sobretudo quando esses são eles próprios. Eis uma revolução.



publicado por Jorge Ferreira às 00:53 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 01.10.08

"Ao que o CM apurou, segundo dados da autarquia lisboeta referentes a 2005, a Secção do PS dos Olivais e Encarnação, que funciona rua Cidade da Praia, traseiras, lote 365, lojas A,B e C, pagava de renda mensal 75 euros. Já a Secção G do PSD, com sede na rua do Lumiar, tinha, no mesmo ano, um encargo mensal com a renda à autarquia lisboeta no valor de 46 euros. E os serviços do PCP, que ocupavam a rua Armando Lucena, Lote 47, loja, despendia, também naquele ano, 4,55 euros de renda."

O saque.



publicado por Jorge Ferreira às 16:30 | link do post | comentar

Terça-feira, 30.09.08

Onde é que tu estavas no 25 de Abril? Numa casa da Camara.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 20:42 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O Zé faz falta, dizia o cartaz. Agora, perante a situação de Ana Sara Brito e sua casinha de favor, o vereador Zé diz que nem pensar em a senhora demitir-se. "Foi uma coisa entre a vereadora e o engenheiro Abecassis, com um contrato de arrendamento, com critérios da altura". O Zé, afinal, fazia falta para branquear os socialistas. Sobretudo os moralistas.



publicado por Jorge Ferreira às 19:55 | link do post | comentar

Segunda-feira, 29.09.08

Muito à portuguesa, o país acordou para um novo escândalo: na Câmara Municipal de Lisboa atribuem-se casas por cunha. Tudo porque segundo o Diário de Notícias, Pedro Santana Lopes vai ser constituído arguido num processo que tem por objecto a atribuição de casas na CML, no tempo em que era Presidente da Câmara.

 

Eu não sei se Santana Lopes vai ser arguido ou não. Sei que esta notícia surgiu no momento em que ele revelava disponibilidade para se recandidatar ao cargo que já exerceu, o que não dá jeito nenhum ao PS.

 

Quanto ao fundo da questão, constata-se que ao longo dos anos a CML gere o património público por encomenda, por telefonemas de autoridades públicas diversas, por amiguismo. Ou seja, sem regras nem critérios transparentes e objectivos, como devia ser. E, olhando para trás, vemos que nesta matéria não há esquerda nem direita camarárias que tenham logrado distinguir-se. Infelizmente, todos fizeram.

 

É isto que é necessário mudar. Esta maneira de “gerir” os bens públicos. Quando as entidades públicas elas próprias, dão o exemplo de comportamentos deste tipo, como exigir rigor aos cidadãos no cumprimento dos seus deveres legais? Quanto a Santana Lopes, talvez quem tenha tentado ir buscar lã, venha a sair tosquiado.

 

A política tem duas dimensões: a das propostas para resolver os problemas e a dos valores éticos e de comportamento na gestão dos negócios públicos. Lamentavelmente, nesta segunda dimensão da política, a distinção entre direita e esquerda não opera. Há bons e maus exemplos dos dois lados.

 

(publicado no Portal Lisboa)

 



publicado por Jorge Ferreira às 22:48 | link do post | comentar

Sábado, 20.09.08

Capa do Expresso: Manuela admite Santana em Lisboa.

Capa do Diário de Notícias: Santana arguido em processo da Camara de Lisboa.

Esta é a coincidência do dia. Uma coincidência muito oportuna, aliás, para o PS. Apesar de tudo, o poder eleitoral federador que Santana Lopes teria em Lisboa, numa área vasta das direitas feitas em cacos, é uma enorme ameaça política para António Costa e para o PS. Por isso, quiçá excessivamente apressadamente, mas não vá alguém esquecer-se de o escrever, alguns já decretam a incandidatabilidade de Santana. Tudo demasiado óbvio.



publicado por Jorge Ferreira às 11:24 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.07.08

"A concessão da Casa dos Bicos à Fundação Saramago resume-se a isto: a entrega pelo poder municipal socialista, em processo camarário estranhamente acelerado e dispensador de burocracias, de um monumento nacional e marco histórico de Lisboa, a um escritor que já é mais espanhol do que português, para que este possa ter um lugar onde arrumar a biblioteca e a papelada, e fazer umas vagas iniciativas de "agitação". Tudo à custa da bolsa benemérita dos cidadãos, em vez de ser a expensas da fundação, como sucederia numa cidade normal governada sem favoritismos, tratmentos de excepção e complexos de reverência cultural."

 

Eurico Barros, em O Carmo e a Trindade.



publicado por Jorge Ferreira às 23:32 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.07.08
Não vejo razão para o erário público fornecer património imobiliário à Fundação Saramago. Nem vejo razão para Saramago, sempre tão aziago para com a Pátria de onde desandou assim que pôde, aceitar tal benesse. Especialmente desajustada é a escolha da Casa dos Bicos. Este espaço devia ter utilização mais condigna.
 
(publicado n' O Carmo e a Trindade)
 


publicado por Jorge Ferreira às 19:05 | link do post | comentar

Sexta-feira, 11.07.08

Carmona Rodrigues anunciou que não se vai candidatar à Presidência da Camara Municipal de Lisboa nas próximas eleições. Eis uma boa notícia para o ambiente político. Fica mais respirável.



publicado por Jorge Ferreira às 23:08 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 17.06.08

Afinal, a propaganda era verdadeira. O Zé fez mesmo falta. Vai daí, tornou-se o primeiro vereador da CML censurado pela Assembleia Municipal de Lisboa por ter arrendado uma praça pública a uma marca comercial. Imaginem um certo cívico que providenciava cautelarmente tudo e todos em Lisboa, se estivesse agora na oposição ... este conúbio com o tenebroso capitalismo comercial deve ter-lhe custado a reedição do patrocínio do Bloco na próxima eleição. A lista de António Costa começa, assim, a ser feita. Numa palavra: marcaram falta ao Zé que fazia falta.

 

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 19:38 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.05.08

Coitado do Carlos Lopes. Além dele, só José Saramago e Durão Barroso têm a chave da cidade de Lisboa. Mas o que é isto? Alguém me explica estes critérios? É que não me lembro de ninguém a quem Carlos Lopes tenha feito mal. Acaso Lopes terá saneado alguém do seu posto de trabalho? Acaso Lopes terá deixado uma final olímpica a meio sem chegar à meta, deixando um estádio, perdão, um país inteiro pendurado na tanga e na surpresa da desistência?

 

(Foto)

(publicado n' O Carmo e a Trindade)


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 23:23 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 03.04.08
Neste momento a situação é a seguinte: António Costa, Presidente PS da CML, é comentador residente no Rádio Clube Português, aos sábados de manhã; Marcos Perestrello, braço-direito PS de António Costa PS na CML é comentador residente na RTP, às quintas, no «Corredor do Poder»; e, finalmente, António Costa, o mesmo que é Presidente PS da CML vai ser comentador residente da Quadratura do Círculo. A campanha eleitoral para a Camara Municipal de Lisboa está em velocidade de cruzeiro. Um verdadeiro milagre das rosas no espaço comunicacional.

tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 18:44 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 21.02.08
Quanto está a Camara Municipal de Lisboa a gastar em pareceres externos sobre a lei que é da responsabilidade do seu Presidente, quando tem juristas dentro de casa?

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 12:06 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 12.02.08
A Câmara Municipal de Lisboa foi condenada por um Tribunal arbitral a pagar ao consórcio construtor do Túnel do Marquês a quantia de 17,8 milhões de euros, acrescida de juros. A obra derrapou cerca de 40% nos respectivos custos, sendo que o preço final se deverá situar perto dos 27 milhões de euros. Já contando com os juros, que ascendem a 3 milhões de euros A responsabilidade destes custos ficou a dever-se em larga medida aos atrasos induzidos pela providência cautelar, infundada, interposta por José Sá Fernandes, eleito pelo Bloco de Esquerda. O Zé dá um jeitão. Gera receitas. Mas não para a CML. Suirpreendentemente não vejo o campeão das camaras nas televisões a pedir desculpa pelo engano e não vejo, obviamente não vejo, a nossa selectiva comunicação social preocupada com o gasto.
(publicado n' O Carmo e a Trindade)


publicado por Jorge Ferreira às 22:15 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sexta-feira, 07.12.07
Ao contrário do que o alívio dos lisboetas em não terem de votar outra vez numas eleições autárquicas reincidentemente antecipadas pode superficialmente induzir, não está resolvido o problema da dívida astronómica da Câmara Municipal de Lisboa que a irresponsabilidade de PS, de PSD e de CDS criou e alimentou nos últimos anos. Apenas mudou o credor. Em vez de uma miríade de empresas e de pequenos fornecedores cruelmente explorados até agora por autarcas sem escrúpulos, agora é a banca que vai “fiscalizar” a gestão municipal.
Resolveu-se o que era urgente. Só para se ter uma ideia a loucura em Lisboa chegou ao ponto de se deverem aos 5.000,00 de jornais a papelarias e a comida encomendada para as reuniões tardias a quem a fornecia. Falta resolver o que é importante. E o que é importante, na Câmara Municipal de Lisboa como noutras Câmaras e no Estado, é perceber que quem não tem dinheiro não tem vícios. Consequentemente, é a estrutura da despesa pública municipal que tem de mudar para a diminuir. Será que a necessidade de ter votos o permitirá? Não estou optimista.
(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 00:23 | link do post | comentar

Sexta-feira, 28.09.07
O socialista António Costa é coerente. No Governo aumentou os impostos para fazer face à despesa e ao défice. Na Câmara Municipal de Lisboa vai duplicar o IMI para os prédios devolutos para fazer face à despesa e ao défice.

Eis o que muitos reclamavam e diziam não encontrar: um socialista consequente. O problema é que António Costa é coerente mas faz a política errada. Ora, a coerência no erro não é propriamente uma virtude…

Há despesa a mais na CML? Há. Que se corte. Mas não à custa da asfixia fiscal dos proprietários, já de si previamente taxados por serem proprietários. A propriedade não é um poço fiscal sem fundo.
(publicado no Democracia Liberal)


publicado por Jorge Ferreira às 01:27 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA

tomarpartido@sapo.pt

visitantes em linha

English version by Google
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30



DESTAQUES




TAMBÉM ESTOU AQUI

Jorge Ferreira

Cria o Teu Crachá

Aveiro
Comunicar a direito
Democracia liberal
Diário de aveiro
Jorge ferreira
O carmo e a trindade
O templário
Terras de mármore
Tv net

O PARTIDO DOS AMIGOS

A cagarra
Alinhavos
Cão com pulgas
Eclético
Faccioso
Ilha da madeira
Fumaças
Mais actual
Meu rumo
Paris
Sobre o tempo que passa
Tubarão


OUTROS PARTIDOS

A arte da fuga
A barbearia do senhor luís
A casa de sarto
A casa dos comuns
A caveira vesga
A caverna obscura
A civilização do espectáculo
A destreza das dúvidas
A educação do meu umbigo
A gota de ran tan plan
A grande alface
A janela do ocaso
A natureza do mal
A origem das espécies
A outra varinha mágica
A regra do jogo
A revolta das palavras
a ritinha
A terceira noite
A textura do texto
A voz do povo
A voz nacional
A voz portalegrense
As escolhas do beijokense
As penas do flamingo
Abrigo de pastora
Abrupto
Às duas por três
Activismo de sofá
Admirável mundo novo
Adufe
Água leve
Água lisa
Alcabrozes
Alianças
Aliança nacional
Almocreve das petas
Apdeites v2
Arcadia
Arde lua
Arpão
Arrastão
Aspirina b
Atuleirus
Avatares de um desejo

Bar do moe, nº 133
Blasfémias
Bem haja
Berra-boi
Bic laranja
Bicho carpinteiro
Binoculista
Bissapa
Blogo social português
Blogotinha
Blogs e política
Blogue de direita
Blogue da sedes
Blogue real associação de lisboa
Blue lounge
Boca de incêndio
Boina frígia
Braga blog
Branco no branco
Busturenga

Cabalas
Café Bar James Dean
Café da insónia
Caixa de petri
Caixa de pregos
Câmara corporativa
Campos da várzea
Canhoto
Carreira da í­ndia
Causa liberal
Causa nossa
Cegos mudos e surdos
Centenário da república
Centurião
Certas divergencias
Chá preto
Charquinho
Cibertúlia
Cinco dias
Classe polí­tica
Clube das repúblicas mortas
Clube dos pensadores
Cobrador da persia
Combustões
Confidências
Congeminações
Contingências
Controversa maresia
Corta-fitas
Crónicas d'escárnio e mal dizer

Da condição humana
Da literatura
Da rússia
Dar à tramela
Dass
De vexa atentamente
Der terrorist
Delito de opinião
Desconcertante
Desesperada esperança
Despertar da mente
Direito de opinião
Do portugal profundo
Dois dedos de prosa e poesia
Dolo eventual
Duas cidades
Duas ou três coisas
2 rosas

É curioso
É tudo gente morta
e-konoklasta
Em 2711
Elba everywhere
Em directo
Encapuzado extrovertido
Entre as brumas da memória
Enzima
Ephemera
Esmaltes e jóias
Esquissos
Estado sentido
Estrago da nação
Estudos sobre o comunismo
Espumadamente
Eternas saudades do futuro

Falta de tempo
Filtragens
Fliscorno
Fôguetabraze
Foram-se os anéis
Fúria dos dias

Gajo dos abraços
Galo verde
Gazeta da restavração
Geometria do abismo
Geração de 80
Geração de 60
Geração rasca
Gonio
Governo sombra

Há normal?!
Herdeiro de aécio?!
Hic et nunc
Hoje há conquilhas, amanhã não sabemos
Homem ao mar

In concreto
Ideal social
Ideias soltas
Ilusão
Império lusitano
Impressões de um boticário de província
Insinuações
Inspector x
Intimista

Jacarandá
Janelar
Jantar das quartas
João Távora
Jornal dos media
José antónio barreiros
José maria martins
Jose vacondeus
Judaic kehillah of portugal - or ahayim
Jugular
Julgamento público

Kontrastes

La force des choses
Ladrões de bicicletas
Largo da memória
Largo das alterações
Latitude 40
Liblog
Lisbon photos
Lobi do chá
Loja de ideias
Lusitana antiga liberdade
Lusofin

Ma-schamba
Macroscópio
Maioria simples
Maquiavel & j.b.
Margem esquerda
Margens de erro
Mar salgado
Mas certamente que sim!
Mau tempo no canil
Memória virtual
Memórias para o futuro
Metafísica do esquecimento
Miguel teixeira
Miniscente
Minoria ruidosa
Minudencias
Miss pearls
Moengas
Movimento douro litoral
Mundo disparatado
Mundus cultus
My guide to your galaxy

Não há pachorra
Não não e não
Nem tanto ao mar
Neorema
Nocturno
Nortadas
Notas formais
Notícias da aldeia
Nova floresta
Nova frente
Num lugar à direita
Nunca mais

O afilhado
O amor nos tempos da blogosfera
O andarilho
O anónimo
O bico de gás
O bom gigante
O cachimbo de magritte
O condomínio privado
O contradito
O diplomata
O duro das lamentações
O espelho mágico
O estado do tempo
O eu politico
O insubmisso
O insurgente
O islamismo na europa
O jansenista
O jumento
O observador
O país do burro
O país relativo
O pasquim da reacção
O pequeno mundo
O pravda ilhéu
O principe
O privilégio dos caminhos
O profano
O reaccionário
O saudosista
O severo
O sexo dos anjos
O sinaleiro da areaosa
O tempo das cerejas
O universo é uma casca de noz
Os convencidos da vida
Os veencidos da vida
Obrigado sá pinto
Oceano das palavras
Office lounging
Outra Margem
Outubro

Palavra aberta
Palavrussaurus rex
Pangeia
Papa myzena
Patriotas.info
Pau para toda a obra
Pedra aguda
Pedro_nunes_no_mundo
Pedro rolo duarte
Pedro santana lopes
Pena e espada
Perguntar não ofende
Planetas politik
Planí­cie heróica
Playbekx
Pleitos, apostilas e comentários
Politeia
Política pura e dura
Polí­tica xix
Polí­tica de choque
Politicazinha
Politikae
Polvorosa
Porcausasemodivelas
Porto das pipas
Portugal dos pequeninos
Por tu graal
Povo de bahá
Praça da república em beja
Publicista

Quarta república

Registo civil
Relações internacionais
Retalhos de edith
Retórica
Retorno
Reverentia
Revisões
Ricardo.pt
Risco contínuo
Road book
Rua da judiaria

Salvaterra é fixe
Sem filtro
Sempre a produzir
Sentidos da vida
Serra mãe
Sete vidas como os gatos
Small brother
Sociedade aberta
Sociologando
Sorumbático
Sou contra a corrente
Super flumina

Táxi
Tempo político
Tenho dito
Teorias da cidade
Tese & antítese
Tesourinhos deprimentes
There is a light never goes out
Tirem-me daqui
Tralapraki
Transcendente
Tribuna
31 da armada
Tristeza sob investigação
Triunfo da razão
Trova do vento que passa

Último reduto
Um por todos todos por um

Vale a pena lutar
Vasco campilho
Velocidade de cruzeiro
Viagens no meu sofá
Vida das coisas
Vento sueste
Voz do deserto

Welcome to elsinore

Xatoo

Zarp blog

PARTIDOS DOS ALUNOS

Ao sul
As cobaias
Fados e companhia
O cheiro de santarém pela manhã
Platonismo político
Projecto comunicar

PARTIDOS DE ABRANTES

Abranteimas
Rua da sardinha
Torre de menagem

PARTIDOS DO ALGARVE

Mons cicus
Olhão livre
Tavira tem futuro
The best of lagos

PARTIDOS DE AVEIRO

A ilusão da visão
Academia de aveiro
Actas diárias
Amor e ócio
Arestália
Aveiro sempre
Bancada directa
Bancada norte
Blog de sergio loureiro
Botanabateira
Código da vivencia
Cogir
Debaixo dos arcos
Desporto aveiro
Divas e contrabaixos
Estados gerais
Forum azeméis
Já agora
Margem esquerda
Neo-liberalismo
Nós e os outros
Notas de aveiro
Notícias da aldeia
Noticias de ovar
Painéis de aveiro
Pontos soltos
Portal do beira-mar
4linhas
Quotidiano da miséria
7 meses
The sarcastic way
Visto de fora
Vouga

PARTIDOS DE OEIRAS

À rédea solta
Escrever sobre porto salvo
Eu sou o poli­ticopata
Oeiras local
Rememorar oeiras

PARTIDOS DE TOMAR

Alcatruzes da roda
Algures aqui
À descoberta de tomar
Charneca da peralva
Nabantia
Olalhas
Os cavaleiros guardiões de sta. maria do olival
Sondagem tomar
Tomar
Thomar vrbe
Tomar, a cidade
Tomar a dianteira
Vamos por aqui

PARTIDOS DE VILA VIÇOSA

A interpretação do tempo
Infocalipo
O restaurador da independencia
Tasca real

PARTIDOS POÉTICOS

Arrimar
Corte na aldeia
Forja de palavras
Linha de cabotagem (III)
Nimbypolis
O melhor amigo
Ofí­cio diário
Orgasmos dos sentidos

PARTIDOS DAS ÁGUIAS

A águia
A ilíada benfiquista
A mística benfiquista
Amo-te, benfica
Anti-anti-benfica
Benfiquistas desde pequeninos
Calcio rosso
Chama imensa
Diário de um adepto benfiquista
E isso me envaidece
E pluribus unum
Encarnados
Encarnado oriental
Encarnado e branco
Eterno benfica
Football dependent
Gloriosa fúria vermelha
Glorioso jornal
Gordo vai à baliza
Javardos benfiquistas
loucos pelo slb
Mágico slb
Mar vermelho
Memória gloriosa
Não se mencione o excremento
Novo benfica
O antitripa
O inferno da luz
O grémio benfiquista
Os nossos queridos jornalistas desportivos
País de corruptos
Quero a verdade
Ser benfiquista
Slbenfica - forever champions
Slblog
Tertúlia benfiquista
Um zero (1-0) basta
Vermelhovzky
Vedeta da bola
Vedeta ou marreta?
Velho estilo ultras
Vermelho à moda do porto

PARTIDOS DA BOLA

Cromo dos cromos

PARTIDOS DO DIREITO

Ab surdus
Assembleia de comarca
Blog de informação
Blog do dip
Cartilha jurídica
Cum grano salis
Direito na sociedade da informação
Dizpositivo
Elsa
Incursões
Iuris
Leituras oficiosas
Legalidade
Lex turistica nova
Mens agit molem
Notas constitucionais
O meu monte
Patologia social
Piti blawg
Ré em causa própria
Reforma da justiça
Rumo do direito
Santerna
Suo tempore
Trepalium
Urbaniuris
Vexata quaestio

PARTIDOS DA VIDA

Açores pelo não
Alentejo pelo não
(Des)conversas em família
Direito a viver
Évora pelo não
Fiat lux
Impensável
Jornal da família
Nebulado
Pela vida
Pelo não
Quero viver
Razões do não
Sinto a vida
Sou a favor da vida

PARTIDOS DA ARGENTINA

El opinador compulsivo

PARTIDOS DO BRASIL

Ação humana
Cronicas do joel
Depósito do maia

PARTIDOS DE ITÁLIA

Importanza dele parole

PARTIDOS DOS LIVROS

Blog do espaço de memória e do pátio das letras
D'outro tempo
Lerblog
Mundo pessoa

PARTIDOS DAS REVISTAS

Alameda digital
Leonardo, revista de filosofia portuguesa

PARTIDOS DA TAUROMAQUIA

Lides alentejanas
Toiradas

PARTIDOS DOS BLOGUES

aniversários de blogues
Blog do dia dn
Blogpatrol
Blogpulse
Blogsearch
Blogservatório
Blogs em lí­ngua portuguesa
Moblig
Orochi's blog
Sapo blogs
Technorati
Weblog

PARTIDOS DA POLÍTICA

Bloco de esquerda
Centro democrático social
Os verdes
Partido comunista português
Nova democracia
Partido social-democrata
Partido socialista


PARTIDOS DOS JOGOS OLÍMPICOS

Atenas 2004
Pequim 2008
Comité olí­mpico internacional
Comité olí­mpico de portugal

PARTIDOS DOS JORNALISTAS

a capital
Jornal do diabo
O comércio do porto



TAMBÉM JÁ ESTIVE AQUI
Blogue do não
Câmara de comuns
Eleições 2009
Nova vaga
Novo Rumo
O carmo e a trindade
O eleito
Olissipo
Ota não
Portal lisboa
RCP ONLINE
Semanário
Sportugal
Tomarpartido
ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags