Sábado, 31 de Janeiro de 2009

Técnicos incómodos do ICN para o projecto do Freeport foram convenientemente afastados para deixar o caminho livre a pareceres mais favoráveis. Cada vez mais achas para uma fogueira política que não se sabe onde vai parar apesar de já sabermos que José Sócrates acabou de ingressar na resistencia.

 



publicado por Jorge Ferreira às 17:55 | link do post | comentar

Como cidadão apenas me interessa saber se há governantes que recebem luvas para tomar decisões. Não acho minimamente interessante saber da vida privada e do carácter dos políticos, muito menos do desinteressante José Sócrates, excepto a partir do momento em que essa vida e esse carácter se projectam nas decisões que tomam no exercício de funções públicas. Face ao que tem sido dito e às sucessivas notícias que têm vindo a público sobre o caso Feeeport, das duas, uma: ou o Ministério Público está a enganar as pessoas e a decisão de José Sócrates licenciar o Freeport está a ser investigada, ou então terá de se perguntar qual a razão pela qual essa decisão não está a ser investigada, visto que não passa pela cabeça de ninguém que o Ministério Público esteja a proteger quem quer que seja...



publicado por Jorge Ferreira às 11:41 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Uma assessora de Manuel Pedro, o sócio de Charles Smith que tem andado desaparecido das notícias sobre esta história, disse à Polícia Judiciária de Setúbal que durante o licenciamento do Freeport, houve o pagamento de “avultadas comissões”, incluindo ao primeiro-ministro, que terá recebido “400 mil” ,noticia hoje o diário “Correio da Manhã”. A situação de José Sócrates está cada vez mais difícil e torna-se cada vez mais incompreensível a razão desta investigação ter estado parada tanto tempo. -or que surgem cada vez mais dúvidas sobre o que se passou efectivamente neste caso.



publicado por Jorge Ferreira às 11:15 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Em 1606, o conspirador inglês Guy Fawkes era executado em Londres. Em 1891, verificava-se a tentativa de revolta republicana no Porto. Em 1950, o presidente norte-americano Harry Truman aprovava a produção da bomba de hidrogéneo. Em 1958, os EUA lançavam, de Cabo Canaveral, Florida, o primeiro satélite artificial Explorer 1. Em 1962, os ministros dos Negócios Estrangeiros da Organização dos Estados Americanos votavam a expulsão de Cuba do sistema inter-americano.Em 1986, o presidente vitalício do Haiti, Jean-Claude Duvalier, impunha o estado de sítio. Em 1988, terminava, na Póvoa de Varzim, o VIII Congresso do CDS, marcado pelo regresso de Diogo Freitas do Amaral à liderança do partido. Em 1989, morria o escritor Fernando Namora, com 69 anos, autor de "Retalhos da Vida de Um Médico" e "Rio Triste". Em 1994, tomava posse o novo presidente da Argélia, General Liamine Zéroual. Em 2001, um Tribunal escocês condenava a prisão perpétua um dos dois cidadãos líbios acusados do atentado de Lockerbie, em Dezembro de 1988.Em 2003, o apresentador de televisão Carlos Cruz, o pediatra João Ferreira Diniz e o advogado Hugo Marçal eram detidos, para interrogatório, no âmbito das investigações do Processo Casa Pia.  Em 2007, morria Adelaide Tambo, aos 77 anos, activista da luta contra o apartheid, na África do Sul, viúva do antigo líder do ANC Oliver Tambo. Em 2008, os portugueses passavam a poder encontrar objectos perdidos no portal Perdidos e Achados e denunciar um crime no sistema Queixa Electrónica. O argentino Diego Armando Maradona pedia perdão pelo famoso golo marcado com a "mão de Deus" à Inglaterra no Mundial de futebol do México em 1986, numa entrevista publicada no jornal inglês "The Sun".

(Fernando Namora)



publicado por Jorge Ferreira às 11:08 | link do post | comentar

Hoje é Sábado, 31 de Janeiro, trigésimo primeiro dia do ano. Faltam 334 dias para o final de 2009. O dia é dedicado a S. João Bosco, Confessor, e a S. Pedro Nolasco, Confessor. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 02 de Fevereiro, às 23:13.O Sol nasce às 07:43 e o ocaso regista-se às 17:57.No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:07 e 18:26 e a baixa-mar às 11:56. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Aquário, destacando-se o compositor austríaco Franz Schubert (1797), o romancista norte-americano Norman Mailer (1923), a bailarina russa Ana Pavlova (1885), o compositor norte-americano Philip Glass (1937), o cineasta Derek Jarman (1942) e a actriz Minnie Driver (1970).



publicado por Jorge Ferreira às 11:06 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009

As notícias dizem que Portugal tem estado continuamente sob alerta laranja. Devido ao mau tempo. Vagas de muitos metros na costa. Temperaturas tão baixas que queimam. Muita, muita, muita chuva. Neve a rodos como não há memória que branqueia cidades e serras. Orçamentos de Estado em catadupa. Foi ontem aprovado o segundo Orçamento para 2009 e é quase certo que teremos o terceiro, se não oferecerem um GPS a Teixeira dos Santos. Ou então, talvez um exemplar da célebre tabuada do Ratinho, que é fácil de encontrar em qualquer papelaria tradicional ou num hipermercado perto de si. De cada vez que o Governo faz um Orçamento, logo no próprio dia a realidade desmente os números.

 

O Primeiro-Ministro fez ontem a quinta comunicação ao país numa semana sobre o caso Freeport, que diz que não é caso. Para um não caso, cinco discursos não está mal. Os bancos continuam a ser investigados no Parlamento e no DCIAP, enquanto os juízes se queixam de devassa política no famoso CITIUS, um sistema informático por onde agora corre toda a movimentação processual nos tribunais. Estamos a habituar-nos a viver em estado de alerta permanente. Dizem que laranja, mas a mim, que não sou daltónico, parece-me mais adequado mudar a cor do alerta para rosa.

(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)

 



publicado por Jorge Ferreira às 21:57 | link do post | comentar | ver comentários (2)

E-mails trocados entre responsáveis da Freeport e Charles Smith, falam da data ideal para que “tudo se resolva” e que, efectivamente, corresponde ao dia em que o “outlet” de Alcochete recebeu luz verde (14 de Março de 2002). Nas mensagens é referido um suposto pagamento para que a Declaração de Impacto Ambiental, essencial ao licenciamento, fosse aprovada, noticia o “Sol” na sua edição de amanhã. Lentamente vão-se sabendo mais coisas. Algumas delas evidenciam contradições e omissões de José Sócrates nas prolixas declarações que tem prestado sobre o assunto.



publicado por Jorge Ferreira às 21:44 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O António Almeida cometeu a bondade de enviar o link para a página do PS onde se afirma que o relatório da Educação era mesmo da OCDE.


tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 19:16 | link do post | comentar

O Expresso on line publica a célebre carta rogatória das autoridades inglesas sobre o caso Freeport. Fica muita gente muito mal na fotografia. O melhor mesmo é ler e perceber que as declarações de José Sócrates sobre o assunto serão certamente mais do que as cinco numa semana que fez até agora. O melhor mesmo é ler e cada um que tire as suas conclusões. Agora percebo a razão pela qual o misterioso Manuel Pedro não aparece em lado nenhum...



publicado por Jorge Ferreira às 19:12 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O ministro do golpe de Estado de Cavaco Silva (poderia considerar-se esta profecia de então uma campanha negra de ataque pessoal ao candidato presidencial Cavaco Silva?...), veio dizer que é intolerável que continue a campanha negra contra José Sócrates por causa do Freeport. Tem várias hipóteses: voltar a instituir a censura prévia, processar todas as revistas, todas as rádios, todas as televisões e todos os jornais que têm noticiado o assunto, apelar à delação das fontes por parte dos jornalistas nos termos do Estatuto do Jornalista que fez aprovar no Parlamento com a sua maioria ou, hipótese mais benigna (hum... será mesmo mais benigna?...) governar até às próximas eleições.  



publicado por Jorge Ferreira às 14:31 | link do post | comentar

Um responsável do Instituto de Conservação da Natureza (ICN) terá anunciado aos técnicos do organismo que o projecto do Freeport ia ser "chumbado", em Dezembro de 2001, mas que era um "chumbo estratégico, pois em três meses ia estar tudo resolvido". O que aconteceu. A aprovação acabou por acontecer em Março de 2002. Esta decisão apanhou de surpresa até os próprios serviços do ICN que já tinham feito um primeiro parecer, em 1999, a dar luz verde ao empreendimento. Diz o Diário de Notícias de hoje. O chumbo estratégico serviu para quê? Para se provar que as autoridades até se tinham mostrado exigentes com o Freeport em caso de dúvidas posteriores, como as que actualmente se têm sobre este assunto?
 



publicado por Jorge Ferreira às 14:23 | link do post | comentar

Os Directores Nacionais da Polícia Judiciária têm mudado mais que os treinadores do Benfica: cada Governo quer ter o seu e quando chega trata de mudar o titular do cargo. Terão essas mudanças que ver com as prioridades de cada um?



publicado por Jorge Ferreira às 11:36 | link do post | comentar

Depois de uma precipitada ante-estreia em 2005, estreou finalmente um policial único no género. Um policial cuja acção decorre no deserto da margem sul. A acção principal passa-se em Alcochete, simpática vila que misteriosamente se atravessa na vida deste Governo, deste PS e deste Primeiro-Ministro. É único porque decorre no deserto, numa zona que Mário Lino garantira ao país que não havia nada, nem gente. E é único porque é um policial com duas versões: uma, portuguesa, a outra, inglesa.

 

No caso Freeport José Sócrates não se pode queixar de falta de amigos. Luís Filipe Menezes, que sempre foi pessoa de fé, acredita nele. Mário Lino, claro, emérito especialista em desertos, não falhou a oportunidade de garantir que as notícias eram um ataque. O ministro Silva Pereira foi cheio de papéis à televisão garantir que era tudo legal, esquecendo as que as normas mudam e há razões, umas boas, outras más, para as normas mudarem. Até o exigente e rigoroso jurista Freitas do Amaral ousou uma opinião sobre a legalidade de um processo que confessou não conhecer e aproveitou para se desmentir a si próprio, visto ter esquecido que escreveu no passado sobre os poderes dos Governos de gestão exactamente o contrário do que disse na televisão. Amigos destes não se encontram facilmente em qualidade e em quantidade.

 

Confesso que há dois pormenores que me surpreendem no tratamento jornalístico que até agora tem sido dispensado ao caso.

 

O primeiro pormenor é este: se o processo do Freeport atravessou vários Governos de pelo menos três partidos, por que razão só se tem analisado o papel do PS? Sim, bem sei que é neste momento aquele que está no poder. Também sei que aparentemente é apenas a “PS connection” que motiva o interesse das autoridades inglesas. Mas os outros partidos também tomaram decisões no processo administrativo de instalação do Freeport e até agora ninguém as analisou. É um escrutínio que está por fazer, embora seja de estranhar que este tão assanhado PSD e este tão desnorteado CDS estejam caladinhos sobre o assunto. Nem um assomo, nem uma palavra, nem um esgar. O segundo pormenor tem a ver com o misterioso sócio de Charles Smith, o célebre Manuel Pedro, de que não existem novas, nem mandados, nem declarações, nem entrevistas. O que terá a dizer? O que faz hoje na vida? Também está a ser investigado, como o seu sócio? Aquilo não era uma sociedade?

 

Há uma possível explicação: não estarmos a assistir a um policial com duas versões, mas a uma série policial em duas versões. E, nesse caso, com próximos capítulos. Uma coisa é certa: Alcochete está definitivamente no mapa. Mário Lino é que percebe disto.

(publicado na edição de hoje do Semanário)

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 00:05 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Esta foi outra semana negra para o PS, para o Governo e para José Sócrates. Não, não verão neste texto uma linha sobre os processos relacionados com o licenciamento de um centro comercial na terra em que vai nascer um novo aeroporto, se houver dinheiro, digo eu. Preocupo-me aqui com outra coisa. O Primeiro-Ministro mentiu esta semana ao país quando anunciou as conclusões de um relatório da OCDE sobre as políticas educativas do Governo, quando a verdade é que não existe nenhum relatório da OCDE.

 

Esclareço desde já que concordo com algumas das políticas do Governo nesta área, embora me repugne profundamente a ideia socialista, aliás partilhada pelo PSD e pelo CDS quando no Governo, de que não devem existir retenções no ensino básico, ou seja, de que devem passar todos os alunos, quer saibam, quer não saibam. Não me refiro, pois, à substância.

 

Perante o quadro deplorável a que assistimos esta semana, pergunto-me sobre o que levará um Primeiro-Ministro a cometer esta insensatez. Atribuir à OCDE um relatório que facilmente se verifica que não é da OCDE só pode, a meu ver, ter uma justificação: desespero. Quando se sente o chão a fugir debaixo dos pés, quando se está dominado por um qualquer receio, quando se necessita desesperadamente de alguma coisa que cause boa impressão, pode criar-se uma necessidade absoluta de inventar. Ou pior: de mentir.

 

A história é simples: o Governo encomendou e pagou a algumas pessoas um relatório para dizer bem da política educativa. Isto é, obviamente, muito diferente de termos a OCDE a dizer bem da política educativa. A ministra e o Primeiro-Ministro fizeram o show-off de propaganda do costume, com pompa e muita circunstância, o PS fez uma festa no seu sítio na Internet e a comunicação social reproduziu tudo acriticamente. Parecia tudo bem encaminhado para aliviar as manchetes da crise por umas horas. Mas rapidamente a marosca foi descoberta nos blogues (ai, os blogues…) e saltou rapidamente para o debate institucional no debate mensal na Assembleia da República pela mão de Paulo Rangel. Chegámos ao grau zero da política e da governação.

 

A sigla OCDE faria as maravilhas da credibilidade que o Governo já não tem. Seria assim uma espécie de doping político para o ministério, um certificado independente de qualidade.

 

Começa a ser confrangedor assistir à lenta agonia do Governo e das suas sucessivas trapalhadas. Este Governo é má moeda. Já é um clássico, mas não resisto à comparação: ponha-se lá Santana Lopes no apelido de José e Sampaio no apelido de Aníbal e já teríamos Governo despejado e campanha eleitoral para as eleições legislativas antecipadas na rua.

(publicado na edição de hoje do Diário de Aveiro)

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 00:05 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

José Sócrates, que tem o controle dos serviços de informações, afirmou hoje que existem forças ocultas que conspiram contra ele. Transcrevo integralmente notícia da TSF sobre forças ocultas:

 

"Um manifesto subscrito por juízes denuncia o facto de o poder político ter acesso a todos os processos judiciais, mesmo os que estão sob segredo de justiça. Neste documento, os juízes dizem mesmo que é possível o acesso em tempo real a estes processos.

O novo sistema informático Citius permite o acesso em tempo real do poder político a todos os processos judiciais, mesmo os que estão sob segredo de justiça, permitindo mesmo introduzir alterações nos despachos de um juiz ou nas acusações de um advogado.

A denúncia está a ser feita por vários juízes através de um manifesto que já está a circular, onde esta situação está mesmo a ser considerada como um perigo e uma ameaça à independência do poder judicial.

Neste manifesto, os magistrados recordam que este sistema bem como o Habilus está centralizado na Direcção-geral da Administração da Justiça, que está directamente dependente do Ministério da Justiça e cuja directora-geral é nomeada politicamente, não sendo esta uma magistrada.

Os magistrados acrescentam que qualquer funcionário da Direcção-geral ou do Ministério tem a possibilidade real de ter acesso a todo e qualquer processo judicial inserido electronicamente no sistema, o que consideram perigoso.

Depois, é também dito que qualquer funcionário pode ler o que qualquer magistrado está a digitar em qualquer momento relativamente a processos que poderão mesmo estar em segredo de justiça.

Os juízes assinalam ainda que qualquer pessoa desta direcção-geral ou do ministério tem o chamado acesso de escrita, ou seja, o poder de alterar uma decisão de um juiz ou uma acusação elaborada por um procurador, sendo para isso apenas preciso aceder ao sistema com uma password de administrador.

O manifesto, que está a circular entre vários tribunais, tem como primeira subscritora a magistrada Solange Hasse, do Tribunal de Família e Menores do Tribunal de Lisboa, e está a ser subscrito por vários magistrados."


tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 22:35 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Esclareço então, graças a uma chamada de atenção de Torquato da Luz, que agradeço: o livro "Os Dias do Amor" é uma antologia organizada por Inês Ramos e hoje lançada em Lisboa, que reúne 365 poetas de todo o Mundo. O poema À ESPERA é a contribuição de Torquato da Luz para essa antologia. Livro dele mesmo é "Por Amor e outros poemas", uma edição da Papiro, que será lançado no dia 28 de Fevereiro, às 17.30h, na Livraria Barata (Avenida de Roma, 11A). Assim é que é.
 


tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 22:02 | link do post | comentar | ver comentários (1)

José Sócrates fez hoje um suspense para chover no molhado. Repetiu que o licenciamento do Freeport foi legal e que não houve favorecimento. Tudo coisas em investigação. Nada de novo. Ah e obviamente não se demite. Como todos já percebemos dali não sai, ninguém o tira. Quanto ao resto, subsiste o problema político fundamental: com tantas trapalhadas sobre os projectos, a licenciatura e o Freeport, a credibilidade política está pelas ruas da amargura e a confiança do país no Primeiro-Ministro está, a meu ver, irremediavelmente abalada.



publicado por Jorge Ferreira às 17:35 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Uma frase bem achada: "Santana tinha gafes, Sócrates tem gates", JRV, no Activismo de Sofá.



publicado por Jorge Ferreira às 17:17 | link do post | comentar

A antologia "Os Dias do Amor", novo livro de Torquato da Luz, um distinto oficial de nobre ofício, numa edição de um ministério são, o Ministério dos Livros, com organização de Inês Ramos e prefácio de Henrique Manuel Bento Fialho, é lançado dentro de momentos, pelas, pelas 18.30 horas, na FNAC do Colombo, em frente ao estádio da Luz. Não estivesse eu em Tomar e não faltaria certamente. Enquanto se espera, aqui fica um cheirinho, com a devida vénia ao Poeta:

 

À ESPERA

 

Ainda um dia hei-de contar-te as espantosas
coisas de que me lembro quando fico à tua espera
horas e horas, cada vez mais vagarosas,
e tu não chegas, meu amor, e tu demoras
mais do que a minha paciência. Quem me dera
aquele tempo em que era sempre primavera
e assistia indiferente à passagem das horas.

Mas, quando chegas, só me ocorre esquecer tudo
e ter-te uma vez mais como quem tem o mundo.
 

 



publicado por Jorge Ferreira às 17:07 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Jorge Ferreira, guarda-redes da equipa de futsal ARCA/EXPOLUSO, da 1ª divisão distrital de Aveiro.



publicado por Jorge Ferreira às 16:11 | link do post | comentar

Cá para mim a Visão está a ver mal e tarde. Continuamos, entretanto, sem suspeitos, pelo que todas as diligências que estão a ser feitas se devem certamente ao facto de não haver mais nada para fazer lá no Ministério Público.



publicado por Jorge Ferreira às 15:56 | link do post | comentar

E se o tão gabado "falar verdade" de Cavaco Silva na mensagem de Ano Novo fosse dirigido não apenas a José Sócrates mas também aos seus amigos do Conselho de Estado?



publicado por Jorge Ferreira às 12:11 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Considerando o que está a suceder com José Sócrates será que o PS vai iniciar outro processo legislativo no sentido de alterar outra vez o Código de Processo Penal?



publicado por Jorge Ferreira às 11:54 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Inquéritos assim descansam uma Pátria inteira. O PS está desguardado...



publicado por Jorge Ferreira às 10:55 | link do post | comentar

Em 1505, morria Frei Miguel Contreiras, confessor da rainha D. Leonor e seu aliado na fundação da Misericórdia de Lisboa. Em 1801, a França e a Espanha impunham um "ultimatum" a Portugal, exigindo o termo da Aliança com a Inglaterra. Em 1825, era fundada a Faculdade de Medicina do Porto. Em 1921, morria o poeta Gomes Leal. Em 1924, era oficializada a Liga dos Combatentes. Em 1945, era lançado o tri-semanário desportivo A Bola. Em 1949, o Reino Unido reconhecia, "de facto", o estado de Israel. Em 1978, era fundada a União de Esquerda para a Democracia Socialista (UEDS). Em 1985, um delegado do Ministério Público pedia, em Varsóvia, a pena de morte para o capitão da polícia secreta Grzegorz Piotrowski, acusado de ter organizado e dirigido o rapto e assassínio do padre Popieluszko. Em 1993, o presidente norte-americano Bill Clinton anulava a lei que impedia a entrada de homossexuais no exército dos EUA. Em 1996, o Gran Teatro La Fenice, em Veneza, Itália, era destruído por um incêndio e, na mesma data, o presidente Jacques Chirac anunciava o fim dos testes nucleares franceses.Em 2001, os Baltimore Ravens ganhavam, pela primeira vez, a Super Bowl norte-americana, vencendo os New York Giants. Em 2004, o actor e encenador Jorge Silva Melo recusava o Prémio Almada para teatro, atribuído pelo Instituto das Artes. Em 2005, um incêndio destruía grande parte dos arquivos do Liceu Camões, em Lisboa. Em 2006, uma vaga de frio provocava a queda de neve em Lisboa, pela primeira vez em 52 anos.Em 2008, o primeiro-ministro anunciava a substituição dos ministros da Saúde e da Cultura e do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, numa remodelação acolhida com fortes críticas à acção de Correia de Campos e a Isabel Pires de Lima. Ana Jorge é a nova ministra da Saúde e José António Pinto Ribeiro fica com a pasta da Cultura. A PT Multimédia anunciava a mudança do nome comercial para ZON, reforçando assim o seu posicionamento enquanto concorrente directa da Portugal Telecom.

(Gomes Leal)



publicado por Jorge Ferreira às 10:40 | link do post | comentar

Hoje é Quinta-feira, 29 de Janeiro, vigésimo nono dia do ano. Faltam 336 dias para o final de 2009. O dia é dedicado à Beata Boleslava Maria Lament, fundadora da Congregação das Irmãs Missionárias da Sagrada Família, e a S. Julião e Santa Basilissa, mártires. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 02 de Fevereiro, às 23:13. O Sol nasce às 07:45 e o ocaso regista-se às 17:55. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 04:57 e 17:16 e a baixa-mar às 10:48 e 22:57. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Aquário, destacando-se o filósofo sueco Emanuel Swedenborg (1688), o autor inglês Thomas Paine (1737), o compositor francês Daniel Auber (1782), o compositor inglês Frederick Delius (1863), os actores norte-americanos W. C. Fields (1880) e John Forsythe (1918), o músico de "blues" Leadbelly (1886), o compositor italiano Luigi Nono (1924), a feminista Germaine Greer (1939), o modelo Pixie (1979) e o músico Johnny Lang (1981).



publicado por Jorge Ferreira às 10:33 | link do post | comentar

Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009

As autoridades inglesas consideram o Primeiro-Ministro José Sócrates suspeito no caso Freeport, de acordo com a edição de amanhã da "Visão". Por seu lado, a revista "Sábado" afirma que "os investigadores ingleses querem ver as contas bancárias do primeiro-ministro. Há dias em que não se pode sair de casa. O Primeiro-Ministro português, além de dupla personalidade processual, passou a ser também um embaraço diplomático.



publicado por Jorge Ferreira às 20:17 | link do post | comentar

A Procuradora-Adjunta Cândida Almeida proferiu hoje declarações verdadeiramente espantosas. Só as comento porque são públicas. Diz que no caso Freeport não há suspeitos. Não há suspeitos? Como não há suspeitos? Então as buscas que foram feitas foram para quê? Diz também que o processo tem políticos associados. Esta é uma nova figura processual, que duvido que tenha acolhimento no nosso processo penal. Sei de arguidos, sei de queixosos, sei de assistentes, sei de peritos, sei de testemunhas, sei de Advogados, sei de Procuradores, sei de Juízes. Não sabia, francamente da existência destes "associados". Por fim, que este processo, pasme-se, é urgente. Então o processo esteve vários anos parado e agora é urgente? Processos urgentes, em processo penal, também eu pensava que só aqueles em que existiam arguidos presos. Mas arguidos dizem que não há. Nem suspeitos. Ora aí está uma reforma fáctica do processo penal: são processos urgentes, além dos previstos na Lei, os processos que tenham associados e desde que os associados sejam políticos. Quem nos acode?



publicado por Jorge Ferreira às 18:13 | link do post | comentar

Jorge Ferreira, director provincial da Justiça de Malange, em Angola.



publicado por Jorge Ferreira às 14:42 | link do post | comentar

Uma Camara PS nomeou uma comissão interna para analisar se tinha havido irregularidades com a aprovação dos célebres projectos assinados pelo actual líder do PS. Demoraram um ano. Adivinhem as conclusões.



publicado por Jorge Ferreira às 12:16 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Depois do ministro Silva Pereira ter tentado fazer de nós todos uns palermas numa entrevista televisiva, vem a saber-se que o processo de alteração da Zona de Protecção Especial do Estuário do Tejo, aprovado três dias antes das eleições de 2002, esteve praticamente parado durante um ano. A aceleração do processo ocorreu em paralelo com a maratona que levou, no mesmo dia, à aprovação da Avaliação de Impacte Ambiental do Freeport de Alcochete. Trata-se, certamente, de mais uma coincidência para a qual existirão milhões de explicações legais a serem dadas em próximas entrevistas. Entretanto, deixo mais uma sugestão editorial a Fátima Campos Ferreira: que tal um Prós & Contras sobre o Freepot de Alcochete, que tal?
 



publicado por Jorge Ferreira às 10:21 | link do post | comentar

«Concluo que este partido está impregnado de um conjunto de características típicas de organizações dogmáticas, com disciplina de caserna, que o tornam uma organização estalinizada, com práticas reaccionárias, envolvidas de um discurso pretensamente progressista, mas, de facto, retrógrado». Quem disse isto foi Manuel Coelho, presidente da Camara Municipal de Sines, ao justificar a sua saída do PCP. Dada a quantidade de pessoas que, depois de anos a fio de militância profunda, têm descoberto que o PCP é estalinista e isto e aquilo e aquilo e isto, o que só pode ficar a dever-se a problemas de visão, eu penso que se distribuirmos óculos na próxima Festa do Avante saiem todos.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 10:05 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O Tomar Partido continua a ser acorrentado por aí, na corrente do "gosto mesmo", entenda-se. Pelo meu amigo A. J. Brandão de Pinho, que no seu Rumo me dedica umas simpatias. Pela minha amiga Margarida, que ecleticamente comunica que gosta mesmo. O meu amigo João Távora inclui-me na continuidade do seu Risco. E o Luís Ribeiro, de Tomar, parece que me fez habitante da sua Cidade. Agradeço a todos tanta distinção. Imerecida, aliás.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 09:30 | link do post | comentar

Em 1641, realizavam-se em Portugal as primeiras cortes dos três estados, após a restauração da independência em 1640. Em 1725, morria Pedro "O Grande", Czar da Rússia. Em 1898, morria Capelo Ivens, explorador do continente africano. Em 1900, oito clubes de basebol organizavam a liga norte-americana. Em 1924, morria o poeta, escritor e político português Teófilo Braga. Em 1958, Godtfred Kirk Christiansen, o filho do carpinteiro Ole Kristiansen, criava a patente das peças Lego, com as quais se podem fazer infinitas montagens. Em 1979, o presidente James Carter, dos EUA, comutava a sentença de sete anos de prisão da herdeira Patrícia Hearst, por assalto a um banco, para dois anos. Em 1980, Bani-Sadr era eleito presidente da República Islâmica do Irão. Em 1983, morria o cineasta português Chianca de Garcia, escritor, cronista, jornalista, opositor ao regime do Estado Novo. Em 1986, 75 segundos após o lançamento, explodia o vaivém espacial norte-americano Challenger, matando os sete tripulantes. Em 1989, morria Francisca de Lumbrales de Sá Carneiro, aos 80 anos. Em 1990, a atleta portuguesa Rosa Mota vencia a maratona de Osaka, no Japão. Em 1991, a corrupção no futebol francês levava à suspensão, por um ano, de Bernard Tapie, presidente do Olympique de Marselha. Em 1992, morria o maestro Resende Dias, de 75 anos. Em 1995, o secretário-geral da UGT, Torres Couto, demitia-se das funções, sendo substituído por João Proença. Em 1996, as emissões da RTP-Internacional começavam a ser recebidas em Timor-Leste. Na mesma data, morria o poeta e romancista norte-americano de origem russa Iossip Brodsky, com 55 anos, Prémio Nobel da Literatura em 1987. Em 1997, a Câmara de Deputados do Brasil aprovava uma emenda constitucional que visava permitir ao presidente Fernando Cardoso a reeleição para novo mandato. Em 2001, morria o poeta português Egito Gonçalves. Em 2002, morria, em Estocolmo, a escritora sueca Astrid Lindgren, 94 anos, criadora da "Pipi das Meias Altas". Em 2005, o Hamas vencia as eleições municipais da Faixa de Gaza. Em 2006, o ex-candidato à Presidência da República Manuel Alegre anunciava a criação de um movimento de cidadãos, com base na estrutura de apoio à sua candidatura. Em 2007, o Sinn Fein reconhecia pela primeira vez a autoridade da polícia da Irlanda do Norte, numa decisão considerada histórica pelo primeiro-ministro britânico, Tony Blair. Morria Karel Svoboda, 68 anos, compositor checo, autor da banda sonora da série de desenhos animados "A Abelha Maia".

(Lego)



publicado por Jorge Ferreira às 09:18 | link do post | comentar

Hoje é Quarta-feira, 28 de Janeiro, vigésimo oitavo dia do ano. Faltam 337 dias para o final de 2009. O dia é dedicado a S. Tomás de Aquino, Doutor da Igreja. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 02 de Fevereiro, às 23:13. O Sol nasce às 07:46 e o ocaso regista-se às 17:54. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 04:23 e 16:43 e a baixa-mar às 10:16 e 22:24. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Aquário, destacando-se o patriota norte-americano Thomas Paine (1737), o poeta revolucionário cubano José Marti (1853), o pianista polaco Artur Rubinstein (1889), o pintor abstraccionista Jackson Pollock (1912), o explorador britânico Sir Henry Stanley (1841) e o actor norte-americano Alan Alda (1936).
 



publicado por Jorge Ferreira às 09:17 | link do post | comentar

Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Uma coisa é a crise. Outra coisa são casos de polícia. Seria muito vantajoso que o Governo não se aproveitasse da primeira, para resolver os segundos.



publicado por Jorge Ferreira às 19:19 | link do post | comentar

Estarão as palavras a cair em desuso por excesso de uso? Será necessário para comunicar e para nos fazermos ouvir, talvez para gritar, usar o excesso absurdo? Comparar Alberto João Jardim ao ex-patrocinador de terroristas e hoje afamado homem de negócios Kadhafi, como faz hoje um jornalista qualquer em Espanha, ou comparar Bush com Hitler, como fez Freitas do Amaral, ou usar a palavra terrorismo para qualificar algumas atitudes do Ministério Público, pode ser uma técnica de chamar a atenção para problemas reais, mas contribui para perdermos o respeito pelas palavras. Elas deixam de significar o que realmente são, para se normalizarem, para se banalizarem, ao ponto de um dia, assistirmos a mais histórias do menino Pedro e do selvagem lobo.



publicado por Jorge Ferreira às 16:00 | link do post | comentar

Sobreviventes de Auschwitz.

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 15:54 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Em 1668, as Cortes de Lisboa nomeavam D. Pedro, irmão de Afonso VI, regente e sucessor da Coroa. Em 1901, morria, em Milão o compositor Giuseppe Verdi. Em 1944, na II Guerra Mundial, as forças nazis eram expulsas da cidade soviética de Leninegrado. Em 1956, a RDA aderia ao Pacto de Varsóvia. Em 1973, eram assinados, em Paris, os acordos que punham termo à guerra do Vietname. Em 1981, morria Silva Pais, último director da PIDE- DGS, a polícia política do regime ditatorial do Estado Novo. Em 1984, o Parlamento português aprovava o projecto de lei do PS que definiu as circunstâncias de despenalização do aborto. Em 1994, um Tribunal de Milão decidia julgar por corrupção o antigo primeiro-ministro italiano e ex-secretário-geral do Partido Socialista, Bettino Craxi. Em 1997, as eleições presidenciais e parlamentares na Tchechénia davam a vitória a Aslan Maskhadov, antigo chefe do estado-maior dos guerrilheiros independentistas. Em 2003, o Parlamento Sérvio aprovava a Carta Constitucional do futuro Estado da Sérvia-Montenegro. Em 2006, era apresentado o Programa de Simplificação Administrativa e Legislativa, Simplex, instrumento do plano de reforma da administração, do Governo português. Em 2008, morria o antigo ditador indonésio Suharto, de 86 anos, num hospital de Jacarta.

(Giuseppe Verdi)
 



publicado por Jorge Ferreira às 15:49 | link do post | comentar

Hoje é Terça-feira, 27 de Janeiro, vigésimo sétimo dia do ano e Dia Internacional de Comemoração em Memória das Vítimas do Holocausto. Faltam 338 dias para o final de 2009. O dia é dedicado a Stº Henrique de Ossó Y Cervelló, fundador da Companhia de Santa Teresa de Jesus, e ao Beato Jorge Matulaitis-Matulewicz, Arcebispo, restaurador dos Clérigos Regulares Marianos e fundador das Irmãs da Imaculada Conceição e das Escravas de Jesus Eucarístico. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 02 de Fevereiro, às 23:13. O Sol nasce às 07:47 e o ocaso regista-se às 17:53. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 03:50 e 16:10 e a baixa-mar às 09:45 e 21:52. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Aquário, destacando-se o compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart (1756), o compositor francês Edouard Lalo (1823), o escritor inglês Lewis Carroll (1832), o compositor norte-americano Jerome Kern (1885), a D. maria da Pidade Rodrigues da Silva Ferreira, que tem a bondade de ser minha Mãe (1942) e o bailarino de origem soviética Mikhail Baryshinikov (1945).
 



publicado por Jorge Ferreira às 15:47 | link do post | comentar

Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009

"Enquanto os Governos entenderem que devem criar regimes de excepção para obviar as malformações e negligências do Estado, tudo está errado no regime. Do Partido Socialista, no qual votei, esperaria justamente a correcção deste desvio estrutural da administração pública. Pois o caso do Freeport demonstra exactamente o contrário. O PS faz parte do problema, já que não o extinguiu." 

Pedro Rolo Duarte.



publicado por Jorge Ferreira às 23:43 | link do post | comentar

Está na Lusa uma peça onde se diz quais são as perguntas que vão ser feitas amanhã às pessoas que vão prestar declarações sobre o caso do BPN. Inquéritos parlamentares à portuguesa. Mais valia mandar as perguntas para casa para evitar despesas e maçadas.



publicado por Jorge Ferreira às 18:43 | link do post | comentar

O Governo mandou retirar 32 terminais multibanco dos tribunais para evitar atrair os ladrões. Vital Moreira, num excesso de zelo, ainda propõe mais. Esta medida abre pistas interessantes. Como retirar agencias bancárias dos passeios para evitar assaltos a bancos. Retirar os cidadãos das ruas para evitar assaltos a cidadãos. Retirar os carros das ruas para evitar o carjacking. Nem ao Governo nem a Vital Moreira ocorreu que a segurança nos tribunais é função essencial do Estado. O país está todo ao contrário.



publicado por Jorge Ferreira às 18:28 | link do post | comentar

O legislador do momento é este.



publicado por Jorge Ferreira às 13:56 | link do post | comentar

O Supremo Tribunal de Nova Deli revogou a decisão do Governo que proibia actores e actrizes de fumarem nos filmes. A justificação é esta: "Um filme de ficção deve reflectir a realidade do dia a dia. Fumar é uma realidade, que pode ser indesejável, mas existe", declarou o juiz Kishan Kaul. A proibição de fumar em filmes foi instaurada em 2005. O argumento era que heróis fumadores davam 'glamour" ao acto de fumar. O realizador Mahesh Blatt entregou na justiça um pedido de revisão da proibição, que agora foi cancelada pelo Supremo Tribunal. 

 

Por cá, continua a hipocrisia anti-tabágica do Governo. Estava previsto um aumento de 15% ao ano no imposto sobre o tabaco até 2009, mas este ano o Governo não vai proceder ao aumento. O contrabanod, a falsificação, a diminuição do consumo e a diminuição da sreceitas fiscais estão na origem da decisão. Este ano o aumento vai ser de apenas 1,4%, o que levará a um aumento de menos de dois cêntimos por maço de tabaco. Ora cá está a hipocrisia estatal anti-tabágica mais uma vez à vista. Quando a conversa é sobre os impostos, não há Francisco George que valha.



publicado por Jorge Ferreira às 12:07 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Por altura da luz verde dada pelo Ministério do Ambiente à construção do Freeport de Alcochete, o então Instituto de Conservação da Natureza, que dependia do Ministério do Ambiente, ultimou um acordo de cedência de uma das suas instalações na zona à empresa Smith & Pedro. É sobre esta firma de consultoria que recaem suspeitas de "pagamentos corruptos" no âmbito do licenciamento daquele empreendimento. A cedencia não se concretizou por razões desconhecidas, mas lá que era bem visto, era. Assim ficavam ao pé de casa.



publicado por Jorge Ferreira às 10:56 | link do post | comentar

Em 1531, um tremor de terra destruía parte de Lisboa. Em 1788, era fundada a cidade australiana de Sidney. Em 1841, a Inglaterra proclamava a soberania sobre o território de Hong-Kong. Em 1923, Pio XI proclamava São Francisco de Sales patrono dos jornalistas e escritores católicos. Em 1934, a Alemanha assinava com a Polónia o pacto de não-agressão por um período de dez anos. Em 1950, a Índia proclamava a independência e a Constituição. Em 1976, morria o cavaleiro tauromáquico João Branco Núncio. Em 1979, morria Nelson Rockfeller, antigo vice-presidente dos EUA e quatro vezes governador de Nova Iorque. Em 1980, o Egipto abria as fronteiras com Israel, na primeira de uma série de medidas para a normalização das relações entre os dois países. Em 1986, Diogo Freitas do Amaral e Mário Soares garantiam a passagem à segunda volta das Presidenciais portuguesas. Em 1990, Portugal revalidava o título europeu de futebol de salão, ao vencer a Checoslováquia. Em 1991, um tribunal chinês condenava Wang Dan, dirigente da Primavera de Pequim, a quatro anos de prisão. Em 1992, morriam os actores José Ferrer, com 80 anos. Em 1993, Vaclav Havel, último presidente da Checoslováquia, passava a primeiro Chefe de Estado da recém-criada República Checa. Em 2008, morria George Habash, rival histórico de Yasser Arafat e iniciador do sequestro de aviões comerciais, em Amã, vítima de um ataque de coração.

(João Branco Núncio)
 



publicado por Jorge Ferreira às 10:47 | link do post | comentar

Hoje é Segunda-feira, 26 de Janeiro, vigésimo sexto dia do ano. Faltam 339 dias para o final de 2009. O dia é dedicado a S. Timóteo, primeiro Bispo de Éfeso, e a S. Tito, Bispo. É Lua Nova às 07:55. O Sol nasce às 07:47 e o ocaso regista-se às 17:52. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 03:16 e 15:38 e a baixa-mar às 09:13 e 21:20. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Aquário, destacando-se o escritor italiano Ugo Fiscolo (1778), o general dos EUA Douglas MacArthur (1880), o regente alemão Karl Ristenpart (1900), o actor norte-americano Paul Newman (1925), o cineasta francês Roger Vadim (1928), a líder comunista norte-americana Angela Davis (1944), a violoncelista Jacqueline DuPré (1945) e a actriz Ellen DeGeneres (1958).
 



publicado por Jorge Ferreira às 10:41 | link do post | comentar

Domingo, 25 de Janeiro de 2009

Tanto esforço, tanto denodo, tanto afã, de tantos ao longo de tanto tempo para encontrar diferenças visíveis e que valham a pena entre o PS e o PSD, para nada. A verdadeira diferença é esta: no PSD são os sobrinhos que tramam os tios. No PS são os tios que tramam os sobrinhos. Vamos ter, enfim, concorrência a sério! Esta é de um preclaro amigo meu.



publicado por Jorge Ferreira às 22:12 | link do post | comentar

A cadeia de Coimbra vende canivetes a reclusos. Existe um McCgyver escondido em cada um de nós. Eis um sistema prisional credível. Para quando umas pistolitas?


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 22:02 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA

tomarpartido@sapo.pt

visitantes em linha

English version by Google
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30



DESTAQUES




TAMBÉM ESTOU AQUI

Jorge Ferreira

Cria o Teu Crachá

Aveiro
Comunicar a direito
Democracia liberal
Diário de aveiro
Jorge ferreira
O carmo e a trindade
O templário
Terras de mármore
Tv net

O PARTIDO DOS AMIGOS

A cagarra
Alinhavos
Cão com pulgas
Eclético
Faccioso
Ilha da madeira
Fumaças
Mais actual
Meu rumo
Paris
Sobre o tempo que passa
Tubarão


OUTROS PARTIDOS

A arte da fuga
A barbearia do senhor luís
A casa de sarto
A casa dos comuns
A caveira vesga
A caverna obscura
A civilização do espectáculo
A destreza das dúvidas
A educação do meu umbigo
A gota de ran tan plan
A grande alface
A janela do ocaso
A natureza do mal
A origem das espécies
A outra varinha mágica
A regra do jogo
A revolta das palavras
a ritinha
A terceira noite
A textura do texto
A voz do povo
A voz nacional
A voz portalegrense
As escolhas do beijokense
As penas do flamingo
Abrigo de pastora
Abrupto
Às duas por três
Activismo de sofá
Admirável mundo novo
Adufe
Água leve
Água lisa
Alcabrozes
Alianças
Aliança nacional
Almocreve das petas
Apdeites v2
Arcadia
Arde lua
Arpão
Arrastão
Aspirina b
Atuleirus
Avatares de um desejo

Bar do moe, nº 133
Blasfémias
Bem haja
Berra-boi
Bic laranja
Bicho carpinteiro
Binoculista
Bissapa
Blogo social português
Blogotinha
Blogs e política
Blogue de direita
Blogue da sedes
Blogue real associação de lisboa
Blue lounge
Boca de incêndio
Boina frígia
Braga blog
Branco no branco
Busturenga

Cabalas
Café Bar James Dean
Café da insónia
Caixa de petri
Caixa de pregos
Câmara corporativa
Campos da várzea
Canhoto
Carreira da í­ndia
Causa liberal
Causa nossa
Cegos mudos e surdos
Centenário da república
Centurião
Certas divergencias
Chá preto
Charquinho
Cibertúlia
Cinco dias
Classe polí­tica
Clube das repúblicas mortas
Clube dos pensadores
Cobrador da persia
Combustões
Confidências
Congeminações
Contingências
Controversa maresia
Corta-fitas
Crónicas d'escárnio e mal dizer

Da condição humana
Da literatura
Da rússia
Dar à tramela
Dass
De vexa atentamente
Der terrorist
Delito de opinião
Desconcertante
Desesperada esperança
Despertar da mente
Direito de opinião
Do portugal profundo
Dois dedos de prosa e poesia
Dolo eventual
Duas cidades
Duas ou três coisas
2 rosas

É curioso
É tudo gente morta
e-konoklasta
Em 2711
Elba everywhere
Em directo
Encapuzado extrovertido
Entre as brumas da memória
Enzima
Ephemera
Esmaltes e jóias
Esquissos
Estado sentido
Estrago da nação
Estudos sobre o comunismo
Espumadamente
Eternas saudades do futuro

Falta de tempo
Filtragens
Fliscorno
Fôguetabraze
Foram-se os anéis
Fúria dos dias

Gajo dos abraços
Galo verde
Gazeta da restavração
Geometria do abismo
Geração de 80
Geração de 60
Geração rasca
Gonio
Governo sombra

Há normal?!
Herdeiro de aécio?!
Hic et nunc
Hoje há conquilhas, amanhã não sabemos
Homem ao mar

In concreto
Ideal social
Ideias soltas
Ilusão
Império lusitano
Impressões de um boticário de província
Insinuações
Inspector x
Intimista

Jacarandá
Janelar
Jantar das quartas
João Távora
Jornal dos media
José antónio barreiros
José maria martins
Jose vacondeus
Judaic kehillah of portugal - or ahayim
Jugular
Julgamento público

Kontrastes

La force des choses
Ladrões de bicicletas
Largo da memória
Largo das alterações
Latitude 40
Liblog
Lisbon photos
Lobi do chá
Loja de ideias
Lusitana antiga liberdade
Lusofin

Ma-schamba
Macroscópio
Maioria simples
Maquiavel & j.b.
Margem esquerda
Margens de erro
Mar salgado
Mas certamente que sim!
Mau tempo no canil
Memória virtual
Memórias para o futuro
Metafísica do esquecimento
Miguel teixeira
Miniscente
Minoria ruidosa
Minudencias
Miss pearls
Moengas
Movimento douro litoral
Mundo disparatado
Mundus cultus
My guide to your galaxy

Não há pachorra
Não não e não
Nem tanto ao mar
Neorema
Nocturno
Nortadas
Notas formais
Notícias da aldeia
Nova floresta
Nova frente
Num lugar à direita
Nunca mais

O afilhado
O amor nos tempos da blogosfera
O andarilho
O anónimo
O bico de gás
O bom gigante
O cachimbo de magritte
O condomínio privado
O contradito
O diplomata
O duro das lamentações
O espelho mágico
O estado do tempo
O eu politico
O insubmisso
O insurgente
O islamismo na europa
O jansenista
O jumento
O observador
O país do burro
O país relativo
O pasquim da reacção
O pequeno mundo
O pravda ilhéu
O principe
O privilégio dos caminhos
O profano
O reaccionário
O saudosista
O severo
O sexo dos anjos
O sinaleiro da areaosa
O tempo das cerejas
O universo é uma casca de noz
Os convencidos da vida
Os veencidos da vida
Obrigado sá pinto
Oceano das palavras
Office lounging
Outra Margem
Outubro

Palavra aberta
Palavrussaurus rex
Pangeia
Papa myzena
Patriotas.info
Pau para toda a obra
Pedra aguda
Pedro_nunes_no_mundo
Pedro rolo duarte
Pedro santana lopes
Pena e espada
Perguntar não ofende
Planetas politik
Planí­cie heróica
Playbekx
Pleitos, apostilas e comentários
Politeia
Política pura e dura
Polí­tica xix
Polí­tica de choque
Politicazinha
Politikae
Polvorosa
Porcausasemodivelas
Porto das pipas
Portugal dos pequeninos
Por tu graal
Povo de bahá
Praça da república em beja
Publicista

Quarta república

Registo civil
Relações internacionais
Retalhos de edith
Retórica
Retorno
Reverentia
Revisões
Ricardo.pt
Risco contínuo
Road book
Rua da judiaria

Salvaterra é fixe
Sem filtro
Sempre a produzir
Sentidos da vida
Serra mãe
Sete vidas como os gatos
Small brother
Sociedade aberta
Sociologando
Sorumbático
Sou contra a corrente
Super flumina

Táxi
Tempo político
Tenho dito
Teorias da cidade
Tese & antítese
Tesourinhos deprimentes
There is a light never goes out
Tirem-me daqui
Tralapraki
Transcendente
Tribuna
31 da armada
Tristeza sob investigação
Triunfo da razão
Trova do vento que passa

Último reduto
Um por todos todos por um

Vale a pena lutar
Vasco campilho
Velocidade de cruzeiro
Viagens no meu sofá
Vida das coisas
Vento sueste
Voz do deserto

Welcome to elsinore

Xatoo

Zarp blog

PARTIDOS DOS ALUNOS

Ao sul
As cobaias
Fados e companhia
O cheiro de santarém pela manhã
Platonismo político
Projecto comunicar

PARTIDOS DE ABRANTES

Abranteimas
Rua da sardinha
Torre de menagem

PARTIDOS DO ALGARVE

Mons cicus
Olhão livre
Tavira tem futuro
The best of lagos

PARTIDOS DE AVEIRO

A ilusão da visão
Academia de aveiro
Actas diárias
Amor e ócio
Arestália
Aveiro sempre
Bancada directa
Bancada norte
Blog de sergio loureiro
Botanabateira
Código da vivencia
Cogir
Debaixo dos arcos
Desporto aveiro
Divas e contrabaixos
Estados gerais
Forum azeméis
Já agora
Margem esquerda
Neo-liberalismo
Nós e os outros
Notas de aveiro
Notícias da aldeia
Noticias de ovar
Painéis de aveiro
Pontos soltos
Portal do beira-mar
4linhas
Quotidiano da miséria
7 meses
The sarcastic way
Visto de fora
Vouga

PARTIDOS DE OEIRAS

À rédea solta
Escrever sobre porto salvo
Eu sou o poli­ticopata
Oeiras local
Rememorar oeiras

PARTIDOS DE TOMAR

Alcatruzes da roda
Algures aqui
À descoberta de tomar
Charneca da peralva
Nabantia
Olalhas
Os cavaleiros guardiões de sta. maria do olival
Sondagem tomar
Tomar
Thomar vrbe
Tomar, a cidade
Tomar a dianteira
Vamos por aqui

PARTIDOS DE VILA VIÇOSA

A interpretação do tempo
Infocalipo
O restaurador da independencia
Tasca real

PARTIDOS POÉTICOS

Arrimar
Corte na aldeia
Forja de palavras
Linha de cabotagem (III)
Nimbypolis
O melhor amigo
Ofí­cio diário
Orgasmos dos sentidos

PARTIDOS DAS ÁGUIAS

A águia
A ilíada benfiquista
A mística benfiquista
Amo-te, benfica
Anti-anti-benfica
Benfiquistas desde pequeninos
Calcio rosso
Chama imensa
Diário de um adepto benfiquista
E isso me envaidece
E pluribus unum
Encarnados
Encarnado oriental
Encarnado e branco
Eterno benfica
Football dependent
Gloriosa fúria vermelha
Glorioso jornal
Gordo vai à baliza
Javardos benfiquistas
loucos pelo slb
Mágico slb
Mar vermelho
Memória gloriosa
Não se mencione o excremento
Novo benfica
O antitripa
O inferno da luz
O grémio benfiquista
Os nossos queridos jornalistas desportivos
País de corruptos
Quero a verdade
Ser benfiquista
Slbenfica - forever champions
Slblog
Tertúlia benfiquista
Um zero (1-0) basta
Vermelhovzky
Vedeta da bola
Vedeta ou marreta?
Velho estilo ultras
Vermelho à moda do porto

PARTIDOS DA BOLA

Cromo dos cromos

PARTIDOS DO DIREITO

Ab surdus
Assembleia de comarca
Blog de informação
Blog do dip
Cartilha jurídica
Cum grano salis
Direito na sociedade da informação
Dizpositivo
Elsa
Incursões
Iuris
Leituras oficiosas
Legalidade
Lex turistica nova
Mens agit molem
Notas constitucionais
O meu monte
Patologia social
Piti blawg
Ré em causa própria
Reforma da justiça
Rumo do direito
Santerna
Suo tempore
Trepalium
Urbaniuris
Vexata quaestio

PARTIDOS DA VIDA

Açores pelo não
Alentejo pelo não
(Des)conversas em família
Direito a viver
Évora pelo não
Fiat lux
Impensável
Jornal da família
Nebulado
Pela vida
Pelo não
Quero viver
Razões do não
Sinto a vida
Sou a favor da vida

PARTIDOS DA ARGENTINA

El opinador compulsivo

PARTIDOS DO BRASIL

Ação humana
Cronicas do joel
Depósito do maia

PARTIDOS DE ITÁLIA

Importanza dele parole

PARTIDOS DOS LIVROS

Blog do espaço de memória e do pátio das letras
D'outro tempo
Lerblog
Mundo pessoa

PARTIDOS DAS REVISTAS

Alameda digital
Leonardo, revista de filosofia portuguesa

PARTIDOS DA TAUROMAQUIA

Lides alentejanas
Toiradas

PARTIDOS DOS BLOGUES

aniversários de blogues
Blog do dia dn
Blogpatrol
Blogpulse
Blogsearch
Blogservatório
Blogs em lí­ngua portuguesa
Moblig
Orochi's blog
Sapo blogs
Technorati
Weblog

PARTIDOS DA POLÍTICA

Bloco de esquerda
Centro democrático social
Os verdes
Partido comunista português
Nova democracia
Partido social-democrata
Partido socialista


PARTIDOS DOS JOGOS OLÍMPICOS

Atenas 2004
Pequim 2008
Comité olí­mpico internacional
Comité olí­mpico de portugal

PARTIDOS DOS JORNALISTAS

a capital
Jornal do diabo
O comércio do porto



TAMBÉM JÁ ESTIVE AQUI
Blogue do não
Câmara de comuns
Eleições 2009
Nova vaga
Novo Rumo
O carmo e a trindade
O eleito
Olissipo
Ota não
Portal lisboa
RCP ONLINE
Semanário
Sportugal
Tomarpartido
ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags