Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Depois de ver a sua popularidade diminuir por três meses consecutivos, Cavaco Silva decidiu chamar a atenção. Não fossem os portugueses esquecer que há Presidente da República. Um tabú destes, durante um dia, com a gravidade e a solenidade com que foi passado para a comunicação social, para uma comunicação sobre as inconstitucionalidades do Estatuto dos Açores, é quase patético. Cavaco Silva deve ter-se cansado de estar de férias. Enfim, não há pachorra para estes números.



publicado por Jorge Ferreira às 19:56 | link do post | comentar

Lamentavelmente é a própria iniciativa privada que muitas vezes fornece argumentos à esquerda contra si própria. Independente, Moderna, Internacional: três projectos de ensino superior privado afundados. Uma pena. Mas cumpre perguntar: será que no ensino superior público não há ilegalidades, irregularidades e investigação eficiente? Será?



publicado por Jorge Ferreira às 19:44 | link do post | comentar

Acéfalos, pelo Gabriel Silva, no Blasfémias, acerca das patranhices governamentais do "Magalhães". O texto é tão bom que bem podia ser o texto único de uma revista de actualidades. Lá se encontram imagens actuais da propaganda, da comunicação social e do planinho tecnológico. Tudo junto num texto só. Apesar disso, sempre lhe juntava os Sinais Preocupantes, de Bruno Carvalho, no Novo Benfica.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 19:29 | link do post | comentar

Todos os dias existe "algo sério" que justifica uma comunicação ao país do Presidente da República. Poderia estar aqui o dia todo a elencar os "algos". O significado da comunicação de hoje terá de ser encontrado por detrás da mensagem "spin".



publicado por Jorge Ferreira às 10:55 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

José Sócrates, anunciou hoje que o Governo irá fazer um investimento de 400 milhões de euros na área da Educação nos próximos sete meses, nomeadamente na instalação de Internet em todas as salas de aulas. Eu sou um fervoroso adepto das novas tecnologias, apesar de quem me conhece saber que a conversão foi tardia, apenas na óptica do utilizador e que tenho parca vocação para lidar com botões. Agora, depois deste anúncio verdadeiramente espantoso em ano lectivo de eleições, pergunto-me se nessa verba estarão incluídos professores de português e de matemática, dado que é verdadeiramente criminoso o grau de desaprendizagem que o pessoal revela nestas duas disciplinas. Curiosamente, duas disciplinas base e uma delas, a matemática, essencial para a carreira em novas tecnologias. José Sócrates, quando não sabe o que fazer ou o que dizer anuncia banda larga, internet e computadores. Um número tão gasto como as corridinhas no estrangeiro antes das cimeiras.
 



publicado por Jorge Ferreira às 16:00 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Enquanto por estes dias os meus amigos sportinguistas vão dolorosamente descobrindo que João Moutinho não será o Rui Costa do Sporting e que, afinal, parece estar explicado por que razão apareceu como titular no Euro, quedo-me petrificado com a notícia de que um jovem chamado Moretto aterrou no plantel do Benfica porque não tem onde ficar. Pior que Luís Filipe ainda lá estar só mesmo Moretto voltar. Oh Sr. Quique, o amigo não teve tempo para se informar das misérias?



publicado por Jorge Ferreira às 10:21 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Terça-feira, 29 de Julho de 2008

O Comandante da Zona Marítima do Sul, vulgo All Garve para o mistério da Economia, decidiu proibir as massagens nas praias porque se sabe como começam mas nunca se sabe como acabam. Tal e qual os Governos. Sabe-se como começam e nunca se sabe como acabam. Dêem poder a este homem e acabamos na utópica anarquia. Sem Governos. O Verão é assim.



publicado por Jorge Ferreira às 22:33 | link do post | comentar

A maioria socialista continua a coleccionar inconstitucionalidades. Agora foi o Estatuto Político-Administrativo dos Açores. Oito artigos violam a Constituição, diz o Tribunal. Não há férias de Verão sem trabalho de casa reforçado para o PS. Ou são vetos de Belém, ou cartões vermelhos do Tribunal Constitucional. Uma maioria desajeitada é o que é. Assim, levam TPC para casa.



publicado por Jorge Ferreira às 18:43 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Ocorreu mais uma debandada no CDS. Agora são umas dezenas de militantes de Setúbal que saiem, porque, leio, Paulo Portas "não promove a meritocracia, mas o amiguismo e clientelismo". Se fosse só isso, acrescentaria eu ... Desde que tomou o poder de assalto que Portas subtrai e reduz. Agora, convenhamos que perceber isto tantos anos depois é obra. Houve quem avisasse em tempo.



publicado por Jorge Ferreira às 20:47 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Será desta que o futebol português vai ganhar juízo e alguma seriedade? A F. P. F. vai contestar as providências cautelares da trafulhice com base no Parecer de Freitas do Amaral. Será desta?



publicado por Jorge Ferreira às 20:40 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sócrates elogia Leonor Beleza pelo que fez no Serviço Nacional de Saúde. Manuela Ferreira Leite elogiará em breve Correia de Campos pelo que fez no Serviço Nacional de Saúde. Trata-se do novo passatempo de Verão.



publicado por Jorge Ferreira às 17:06 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Domingo, 27 de Julho de 2008

De vez em quando João Cravinho maça o PS com a corrupção. Diz que cada vez é pior e que o PS não liga nenhuma ao assunto. O sistema faz por não ligar a Cravinho, a ver se passa. O PS ensaia uma reacção de donzela ofendida e diz que não recebe lições de Cravinho. Eu suponho que a verdade é mais ao contrário, que Cravinho é que não tem lições a receber do PS, mas está bem. Entretanto, se a táctica do silêncio não funcionar e o assunto tiver eco, não tarda nada estão a dizer que Cravinho é louco. E a corrupção continua de boa saúda e a fazer a sua vidinha. Está tudo nos manuais e há por cá graduados especialistas nestes processos de desacreditação. 



publicado por Jorge Ferreira às 20:32 | link do post | comentar

Continua a amnésia localizada que afecta o período 2002-2005 na cabeça de Portas. Bem podia ter aproveitado quando esteve no Governo para fazer a investigação ao financiamento da parasitagem social pelo rendimento mínimo. O CDS até teve a pasta, mas nessa altura andava certamente distraído demais com negócios para descer a estas preocupações comezinhas.



publicado por Jorge Ferreira às 13:59 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

Depois da estratégia de Lisboa e depois do Tratado de Lisboa, é a vez da Declaração de Lisboa, aprovada pelos líderes da CPLP, com vista à promoção da língua portuguesa. Numa semana em que Cavaco Silva deu luz verde ao lamentável Acordo Ortográfico que visa aprisionar e normalizar a língua portuguesa não deixa de ser paradoxal que a CPLP aprove esta Declaração. Se olharmos para a tradição dos documentos internacionais relevantes produzidos em Lisboa, esta Declaração não terá um futuro por aí além. A estratégia de Lisboa evaporou-se e o tratado de Lisboa está, felizmente, em coma político. Mas que a língua portuguesa precisa de uma política ninguém duvida. Mas essa política tem antes de mais de assentar na liberdade de falar e escrever e nunca num espezinhamento das identidades a que a própria língua deu origem, numa riqueza que é a sua maior força.

(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)



publicado por Jorge Ferreira às 18:53 | link do post | comentar | ver comentários (1)

A investigadora Elvira Fortunato, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (UNL), venceu uma das Bolsas Avançadas do European Research Council, no valor de 2,25 milhões de euros. Elvira Fortunato, de 44 anos, é actualmente directora do Centro de Investigação de Materiais (Cenimat) da UNL e foi notícia esta semana por ter publicado, em conjunto com mais cinco colegas do seu centro de investigação, um artigo científico que descreve o primeiro transístor com papel. Isto, sim, são elites.



publicado por Jorge Ferreira às 18:38 | link do post | comentar

O parecer do Prof. Freitas do Amaral sobre o que se passou na famigerada reunião do Conselho de Justiça da F. P. F. é arrasador para Gonçalves Pereira e deixa bem claro que os beneficiários da sua lamentável actuação não foram senão Pinto da Costa e o Boavista



publicado por Jorge Ferreira às 17:00 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O Blogger decidiu que O Jumento é um blogue de conteúdo reprovável. Eu compreendo muito bem que muita gente não goste de O Jumento. E quanto mais gente não gosta, mais falta ele faz. O Jumento é um blogue de conteúdo altamente recomendável.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 10:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

Sobre o caso da pequena Esmeralda sei eu que há muito por contar e que a comunicação social não sabe, não quer saber, faz por não saber ou não faz por saber. Indispensável ler esa entrada do Pedro Correia, no Corta-Fitas.



publicado por Jorge Ferreira às 23:39 | link do post | comentar

"A concessão da Casa dos Bicos à Fundação Saramago resume-se a isto: a entrega pelo poder municipal socialista, em processo camarário estranhamente acelerado e dispensador de burocracias, de um monumento nacional e marco histórico de Lisboa, a um escritor que já é mais espanhol do que português, para que este possa ter um lugar onde arrumar a biblioteca e a papelada, e fazer umas vagas iniciativas de "agitação". Tudo à custa da bolsa benemérita dos cidadãos, em vez de ser a expensas da fundação, como sucederia numa cidade normal governada sem favoritismos, tratmentos de excepção e complexos de reverência cultural."

 

Eurico Barros, em O Carmo e a Trindade.



publicado por Jorge Ferreira às 23:32 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

O meu amigo José Alberto Braga, ademais emérito jornalista, lançou ontem no Leblon, na Livraria Argumento, ali ao Rio de Janeiro, as suas Fábulas Imorais, com prefácio de José Eduardo Agualusa, edição da Gryphos. Mal me chegue um exemplar aqui registarei o devido comentário.

 

(José Alberto Braga)



publicado por Jorge Ferreira às 22:57 | link do post | comentar

O Pedro Afonso é um amigo de talentos múltiplos. Caricatura. Desenha. Pinta. Desde 12 de Julho está patente uma exposição de pintura no Bar Parlatório, no Largo Santuário Senhor da Pedra, em Óbidos. Passem por lá se puderem, que não darão o tempo por mal empregue. E, depois, podem sempre aproveitar para um passeio por Óbidos, terra portuguesa única. A exposição prolonga-se até 31 de Agosto.

 

Actualização: obrigado pelo comentário. Foi lapso. Está corrigido.



publicado por Jorge Ferreira às 22:39 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

A Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu hoje arquivar o inquérito ao desaparecimento de Madeleine McCann por falta de provas. A PGR extinguiu, ainda, todas as medidas de coação até agora impostas e cessou a condição de arguidos dos pais da menina inglesa, Kate e Gerry McCann, e de Robert Murat.

Este caso fica para a história sob muitos pontos de vista: a relação entre a diplomacia e a investigação criminal, o tratamento desigual que a Justiça confere aos cidadãos nas mesmas circunstâncias, as perversidades dos processos mediáticos, mas sobretudo, será um caso de estudo de como a Justiça pode cair na vertigem de fazer mal a si própria. Com o processo da Casa Pia todos pensámos que se tinha aprendido alguma coisa. O desfecho deste caso garante-nos que, afinal, não se aprendeu nada e cometeram-se exactamente os mesmos erros. Uma tristeza.



publicado por Jorge Ferreira às 16:26 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O antigo presidente da Camara Municipal de Loures decidiu ameaçar o Tomar Partido com processos judiciais por causa de um comentário do José Manuel Barão das Neves que aqui publiquei. Cumpre esclarecer: 1º No meu entendimento nada há a apontar de ilícito no comentário que publiquei. Há muitos comentários insultuosos e difamatórios que assumidamente não publico. Achei que não era este o caso. 2º Estão na moda os processos a blogues; não fora estar habituado a processos por via da minha actividade profissional, até achava graça que o Tomar Partido tivesse um; 3º Fique bem ciente, caro Demétrio Alves: não me intimida. Ponha lá os processos que entender, se quiser, mas não me intimida. Quanto ao mais, viva a liberdade de expressão.



publicado por Jorge Ferreira às 11:36 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Exames, trabalhos para corrigir, uns achaques aqui e ali e o imenso estio blogoesférico não têm dado para mais. E, na verdade, haverá assunto que valha algum incómodo por estes dias?


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 11:14 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

A entrevista de ontem de Luís Filipe Vieira a Judite de Sousa foi uma excelente entrevista. Da parte da jornalista e da parte do entrevistado. Muitas vezes tenho criticado a gestão do Presidente do meu clube, mas reconheço a excelente entrevista de ontem. Evidentemente que os factos relatados por Luís Filipe Vieira vão ficar impunes. Como ele disse e bem o futebol português é uma espécie de estado siciliano.



publicado por Jorge Ferreira às 17:57 | link do post | comentar | ver comentários (2)

"Quero que o Governo de Angola saiba que temos confiança no povo angolano, que temos confiança em Angola, temos confiança no Governo angolano e no trabalho que tem desenvolvido", que tem "permitido que Angola tenha hoje um prestígio internacional, que tenha subido na consciência internacional e que seja hoje um dos países mais falados e mais reputados". José Sócrates, em Angola.

 

Esta declaração é uma vergonha para Portugal.



publicado por Jorge Ferreira às 17:25 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O Tribunal de Gondomar absolveu Valentim Loureiro e Pinto de Sousa dos crimes de corrupção. Valentim Loureiro foi condenado pelos crimes de abuso de poder e prevaricação e Pinto de Sousa por abuso de poder. Castro Neves, vereador da Câmara de Gondomar e director do Departamento de Futebol do Gondomar, foi absolvido de todos os crimes de que estava indiciado. Um ministro da Justiça comentaria assim: a Justiça está a funcionar. Mas não sou. Por isso, comento assim: respeito todas as decisões dos tribunais, aquelas com que concordo e aquelas de que discordo. E completaria: não comento processos que não conheço. Quanto ao futebol português já posso falar: é uma fraude.


publicado por Jorge Ferreira às 16:35 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Neste momento está a decorrer uma batalha campal entre ciganos, em Tomar em plena rua. De uma vez por todas ou o Governo percebe que tem de mudar de política e passar a actuar com mão firme em relação a quem põe em causa a segurança e a tranquilidade dos cidadãos ou isto ainda vai acabar mal.



publicado por Jorge Ferreira às 16:00 | link do post | comentar

A deputada do PS Ana Catarina Mendes garantiu esta semana que a Petição pela Igualdade no Acesso ao Casamento Civil, entregue na Assembleia da República em 2006, vai ser discutida em plenário no início da próxima sessão legislativa. Isto significa que o PS assumiu o compromisso político correspondente. A Petição foi lançada para promover a revisão do Código Civil, para que casais de pessoas do mesmo sexo possam ter acesso ao casamento civil e deu entrada na Assembleia da República em Fevereiro de 2006. A deputada socialista disse ainda ser hora dos partidos colocarem de lado a “irresponsabilidade” e o “folclore jornalístico”, e discutirem que propostas devem ser apresentadas para aprovar uma lei que consagre a possibilidade do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Isto é, o PS tornou-se definitivamente no partido que defende o casamento dos homossexuais.

 

Há cerca de duas semanas, o líder parlamentar socialista, Alberto Martins, defendeu que os casamentos homossexuais devem merecer um amplo debate na sociedade portuguesa. "É uma questão que deve merecer um debate na sociedade portuguesa e o PS nunca se furta aos grandes debates da sociedade portuguesa”, defendeu.

 

Este entusiasmo renascido do PS pelo casamento dos homossexuais tem duas origens: uma recente e outra remota. A origem recente é uma resposta de Manuela Ferreira Leite numa entrevista televisiva, que a uma pergunta sobre o assunto se manifestou contra a possibilidade de existirem casamentos entre homossexuais. O PS, que anda com uma fixação obsessiva na figura da nova líder do PSD, achou por bem ressuscitar o assunto para se demarcar da declaração de Ferreira Leite.

 

É lamentável que perante problemas tão graves, e tão sérios, como aqueles que os portugueses atravessam, os socialistas, que aliás têm neste momento responsabilidades de Governo, andem entretidos com estes assuntos. É lamentável, e é estranho, como pode um grupo esmagadoramente minoritário na sociedade portuguesa, ocupar tanto tempo de tantos políticos portugueses. Será que os deputados não têm mais nada para fazer? Ou será que estão "prisioneiros" de algum compromisso que os portugueses desconhecem?

 

A origem remota encontra-se na alteração do artigo 13º da Constituição que, na revisão constitucional de 2004, passou a proibir qualquer discriminação em função da orientação sexual. Esta alteração foi espantosamente aprovada pela alegada direita parlamentar, ou seja, pelo CDS e pelo PSD!

 

Face à nova redacção da norma constitucional é muito duvidoso que o Código Civil possa continuar a definir o casamento como um contrato entre pessoas de sexo diferente e é justamente esta nesga constitucional que o CDS e o PSD ofereceram ao lobby gay que serve de rampa de lançamento para o PS se entreter com esta “causa fracturante”. Nessa altura Manuela Ferreira Leite e Paulo Portas estavam no Governo em coligação e tinham maioria na Assembleia da República. Não se lhes ouviu uma palavra contra, nem se lhes conhece gesto de desaprovação. Sem eles o artigo 13º não tinha sido alterado. Estranha-se por isso a posição actual de Ferreira Leite e o incompreensível silêncio do CDS perante o assunto.


Não está para nós em causa o direito à livre opinião, tal como o direito à diferença, mas o que começa a ser intrigante é como um partido com as responsabilidades do PS, perante o extraordinário silêncio das bancadas mais à direita, perde tanto tempo com matérias laterais, acessórias e objectivamente residuais para a quase totalidade dos eleitores portugueses.

(publicado na edição de hoje do Diário de Aveiro)

 



publicado por Jorge Ferreira às 15:55 | link do post | comentar

O Estado não prevê nem governa. Remedeia e só põe trancas à porta depois da casa arrombada. De vez em quando o país percebe que vive num barril de pólvora. Acorda-se um dia e descobre-se que existem 1,4 milhões de armas ilegais, muitas delas de guerra. Nos últimos tempos, a criminalidade refinou. Ao famigerado “carjacking” juntou-se o tiroteio a céu aberto entre grupos e homicídios à siciliana. Só depois chega a polícia, só depois o Governo descobre que há que tomar medidas, só depois a oposição decide chamar os ministros ao Parlamento.

 

 

Nos idos de 1996, era eu deputado do Partido Popular por Lisboa, tive ocasião de ter uma reunião com Demétrio Alves, então presidente da Câmara de Loures, em que critiquei o erro que estava a ser cometido em Loures em matéria de realojamento e de bairros sociais. Estava então em voga um gravíssimo problema na Quinta do Mocho, onde a polícia na altura me garantia que não entrava pela simples razão que não sabia o que ia encontrar. Havia certamente armas, havia disparos nocturnos, havia mortos, mas não havia funerais, havia esgotos a escorrer pelas paredes dos prédios com a construção embargada mas que haviam sido invadidos por imigrantes que trabalhavam nas obras da Expo e que até na caixa dos elevadores tinham conseguido atamancar simulações de habitação.

 

 

O medo e insegurança sentido por moradores da Quinta da Fonte foi sinalizado há mais de um ano num estudo do Observatório da Imigração, que alertava para a necessidade de intervir num bairro que se tornou «um monstro de problemas».

Construído há 14 anos para realojar no máximo 130 famílias, a Quinta da Fonte, em Loures, acolhe mais de 500 famílias oriundas de bairros de barracas com graves problemas sociais e económicos. A maioria dos moradores realojados é de etnia cigana ou imigrantes africanos.

«O bairro aparece como tendo de facto muitos problemas, nomeadamente insegurança, carências económicas e sociais das famílias e jovens e vários conflitos de vizinhança» é uma das conclusões do estudo do Observatório da Imigração divulgado em Março do ano passado.

Segundo os investigadores da Universidade Católica de Lisboa, a ideia de insegurança aparece associada ao «insuficiente policiamento face à criminalidade verificada e a alguns conflitos de vizinhança».

O estudo alertou para a existência de pequenos conflitos e necessidade de as autoridades actuarem no bairro, uma vez que «os riscos de agravamento das condutas desviantes, dos conflitos e da criminalidade grupal são significativos e requerem o desenho de estratégias preventivas e a sua implementação». Outro dos «factores gerador de conflitos e tensões» detectados pelos investigadores prendia-se com a «dimensão excessiva do bairro».

O realojamento foi feito de forma atabalhoada ignorando as preferências dos novos moradores e sem «ponderar a questão de colocar pessoas com diferentes culturas e modos de estar a viver no mesmo prédio».

O estudo revela também que responsáveis autárquicos admitiam que tinha havido «a necessidade de inserir as pessoas em casa o mais rapidamente possível». Resultado: hoje «não há um prédio só de ciganos ou só de africanos, há uma junção das pessoas" e isso causa muitos problemas de vizinhança».O realojamento transformou a Quinta da Fonte «num barril de pólvora e foco de constantes conflitos e tensões».

Num bairro onde não existem creches nem centros de actividades de tempos livres, é na rua que os mais novos passam o tempo enquanto os pais estão a trabalhar. A rua substitui a família, o que coloca a população juvenil numa situação de risco. Há elevadas taxas de insucesso, abandono e desqualificação escolar dos jovens do bairro, o que contribui para a potenciação de conflitos e tensões. Trata-se de um “gueto”, geograficamente afastado do centro da freguesia e de um grande centro urbano, impedindo a socialização dos mais jovens com outros espaços que não o universo concentracionário onde moram.

«Se não se combater a estigmatização de espaços e grupos, reforçar as medidas de segurança preventiva e melhorar os processos de sociabilização existentes através de acções interinstitucionais que possibilitem o acompanhamento dos jovens e das famílias desde idades muito precoces, existem riscos não negligenciáveis de generalização e aumento da frequência do vandalismo e dos conflitos», conclui o estudo.

«Adicionalmente, a falta de acompanhamento e de apresentação de alternativas para os jovens acabará, inevitavelmente, por conduzir alguns destes à criminalidade adulta, necessariamente mais grave e violenta».

Intitulado «Espaços e Expressões de Conflito e Tensão entre Autóctones, Minorias Migrantes e Não Migrantes na Área Metropolitana de Lisboa», o estudo foi coordenado por Jorge Macaísta Malheiros e Manuela Mendes. Está lá tudo o que as autoridades precisavam de saber para fazer alguma coisa antes. Mas não. O Governo não lê relatórios. Numa palavra: quem vier atrás, que feche a porta.

(publicado na edição de hoje do Semanário)



publicado por Jorge Ferreira às 15:54 | link do post | comentar

Em Outubro de 2003, na Assembleia da República, o deputado socialista José Sócrates inaugurava assim a oposição ao Governo liderado pelo Primeiro-Ministro José Sócrates:

 

[O Orador: José Sócrates] - E a nossa mensagem é muito clara, Sr. Primeiro-Ministro: isto não está a correr bem, Sr. Primeiro-Ministro! Isto não está mesmo a correr nada bem!! Portugal tem hoje mais de 420 000 desempregados. Não se riem agora, Srs. Deputados do PSD?! É verdade!

E já não são só as vítimas habituais! Não! Agora, o desemprego sobe mais entre as pessoas com curso superior e sobe mais entre os jovens!! O drama do primeiro emprego, que marcou boa parte do cavaquismo, está de volta (...) É por isso que, se há uma "imagem de marca" deste Governo, se há uma imagem que marca a governação desta maioria, ela é, sem dúvida, a marca do desemprego. Triste marca! [Aplausos do PS]


Não, Sr. Primeiro-Ministro! Isto não está a correr bem, isto não está a correr mesmo nada bem! E o que é extraordinário é que, nos debates teóricos sobre a forma de governar, ainda há muito quem pense e teime em afirmar, apesar de tudo, que não vê grandes diferenças na governação do PS e do PSD. [Vozes do PSD: - Mas há, mas há!]


(...) E esta não é uma subtil diferença, esta não é uma questão política de somenos. Não! Esta é a diferença entre considerar ou não considerar o emprego como a prioridade central da política económica. [Vozes do PS: - Muito bem!]


E o que temos visto deste Governo é que o emprego já não é um indicador económico valorizado na sua política. Em matéria de desemprego, o Governo só tem tido uma preocupação: por um lado, inventar desculpas, por outro, procurar culpados. [O Sr. António Costa (PS): - Muito bem!]


E vai logo aos suspeitos do costume: a culpa já foi da "pesada herança", já foi dos sindicatos, já foi das leis laborais e até da Constituição, tendo passado, depois, para a conjuntura internacional (...) Não, Sr. Presidente e Srs. Deputados, a razão para o desemprego é outra: o desemprego aumenta porque a economia se afunda. E aqui, Sr. Primeiro-Ministro, mais uma vez, temos muito que conversar. Portugal ainda há um ano e meio crescia acima da média europeia. Hoje, Portugal é o país da Europa em pior situação económica. [O Sr. José Magalhães (PS): - Agora não se riem!]


E uma coisa o Sr. Primeiro-Ministro não pode aqui dizer: é que tudo isto era inevitável ou que tudo está a correr como previsto. Não! O Sr. Primeiro-Ministro afirmou aqui, na Assembleia da República, que, consigo, com este Primeiro-Ministro, Portugal iria crescer, cada ano, dois pontos acima da média da União Europeia. [Vozes do PS: - Exactamente!]


A verdade é que estamos a decrescer dois pontos para baixo da média europeia. E é caso para lhe recordar, Sr. Primeiro-Ministro, o conselho que, noutras circunstâncias, se apressou a dar a outros: não faça mais previsões, Sr. Primeiro-Ministro, nem deixe a Sr.ª Ministra das Finanças fazer mais previsões ..."

 

Portugal é governado hoje por um heterónimo do deputado socialista José Sócrates. Um heterónimo é uma personagem falsa, cujo objectivo é exprimir personalidades diferentes da do seu criador e diferentes formas de ver a realidade interior e exterior tentando manter a distância da realidade ortónima.

(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal) (via Almocreve das Petas)

 



publicado por Jorge Ferreira às 15:52 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Segundo a PSP existem 1,4 milhões de armas ilegais em Portugal, incluindo armas de guerra provenientes do mercado negro do leste europeu. O país parece ter acordado para esta realidade com a democratização dos tiroteios a que tem assistido, desde as noites do Porto aos bairros das Quintas de Loures, passando por esquadras da GNR. Evidentemente que o PS está mais preocupado com as causas fracturantes. Ah valentes!



publicado por Jorge Ferreira às 11:36 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Em 1603, Walter Raleigh era detido sob suspeita de cumplicidade na conspiração que visava destronar Jaime I de Inglaterra. Em 1762, Pedro II, Czar da Rússia, era assassinado, sucedendo-lhe Catarina II. Em 1791, o ataque do Campo de Marte, comandado pelo Marquês de Lafayette, restaurava a ordem em Paris. Em 1834, a Câmara Municipal de Lisboa editava o regulamento dos serviços de incêndio, criando, simultaneamente, a primeira Companhia de Bombeiros Municipais da capital portuguesa. Em 1851, em Londres, era publicado o primeiro número da revista satírica Punch. Em 1859, em Lisboa, morria a rainha D. Estefânia, mulher de D. Pedro V. Em 1945, terminada a II Guerra Mundial na Europa, começava a Conferência de Postdam. O encontro dos líderes das nações aliadas terminaria a 02 de Agosto, com a repartição da Alemanha por sectores, que ficaram sob a administração das potências vencedoras. Em 1956, os bombardeiros norte-americanos B-52 partiam da Base de Guam, efectuando os primeiros ataques aéreos no Vietname. Em 1973, depois do golpe palaciano que pôs termo a 40 anos de poder de Mohammed Zahir Shah, era proclamada a República do Afeganistão. Em 1975, astronautas norte-americanos e soviéticos cumprimentavam-se no espaço, com a junção das naves Apollo e Soyuz. Em 1992, a Eslováquia proclamava a soberania, consagrando o processo de separação da antiga Checoslováquia, decidido a 20 de Junho. Em 1994, o Brasil tornava-se tetracampeão mundial de futebol ao vencer a selecção de Itália. Em 1995, morria o piloto argentino Juan Manuel Fangio, 84 anos, cinco vezes campeão do mundo de Fórmula Um. Em 1996, em Lisboa, era criada a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), pelos Chefes de Estado e de Governo de Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe. Na mesma data, um Boeing 747 da companhia norte-americana TWA, com destino a Paris, despenhava-se ao largo de Long Island, EUA. Morreram as 230 pessoas que seguiam a bordo. Em 1998, terminava a II Cimeira da CPLP. Em 1999, morria John F. Kennedy Jr, filho do presidente norte-americano assassinado em 1963. Em 2000, a Alemanha subscrevia um acordo para a indemnização das vítimas do nazismo, com países do Leste europeu e o Conselho Mundial Judaico. Em 2004, tomava posse o XVI Governo Constitucional, de Pedro Santana Lopes. E Portugal vencia o Campeonato Europeu de Râguebi de Sete. Em 2005, morriam Edward Heath, com 89 anos, antigo primeiro-ministro britânico, promotor da adesão do Reino Unido à CEE, líder do Partido Conservador (1965-75), e Frank Deniz, 92 anos, guitarrista britânico de jazz originário de Cabo Verde, antigo líder da Orquestra de Dança da BBC. Em 2006, a Autoridade Nacional das Comunicações renovava as licenças de emissão da SIC e da TVI. Porugal passava a integrar o Comité Científico Internacional de Investigação da Antárctida. A cimeira de Bissau da CPLP prometia reduzir a fome e a pobreza nos Estados membros até 2015. Em 2007, um avião Airbus da companhia brasileira Tam, com 187 pessoas a bordo, explode ao aterrar no aeroporto de Congonhas, São Paulo, depois de se despistar e chocar com um edifício da empresa, provocando 198 mortos. O parlamento timorense reconhece Francisco Xavier do Amaral como primeiro Presidente da República de Timor-Leste.

 

(Posse de Santana Lopes como Primeiro-Ministro)



publicado por Jorge Ferreira às 11:21 | link do post | comentar

Hoje é Quinta-feira, 17 de Julho, centésimo nonagésimo nono dia do ano. Faltam 167 dias para o final de 2008. O dia é dedicado a Sto. Aleixo e ao Beato Inácio de Azevedo e companheiros mártires. A Lua encaminha-se para a Fase Plena. Lua Cheia, dia 18, às 08:59. O Sol nasce às 06:26 e o ocaso regista-se às 21:00. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 03:36 e 15:50, a baixa-mar, às 09:20 e 21:49. Caranguejo é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se o economista inglês Adam Smith (1790), autor da histórica e paradigmática obra "A Riqueza das Nações", o escritor de romances policiais Earl Stanley Gardner (1889), criador do advogado Perry Mason, a repórter fotográfica norte-americana Berenice Abbott (1898), o actor norte-americano James Cagney (1899) e a soprano Dawn Upshaw (1960).
 



publicado por Jorge Ferreira às 11:20 | link do post | comentar

Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

As páginas do Diário da República têm-se tornado progressivamente áridas à medida que o país, apesar de não ter cheta nem horizonte, parece mergulhar no pousio estival. O legislador parece acompanhar a época. É assim que acaba de ser publicado o regime jurídico aplicável aos nadadores salvadores e que, por Portaria dos ministros competentes acaba de ser suspenso o uso da praia da Aguda, em Sintra, por risco de derrocadas. A quem interessar.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 23:43 | link do post | comentar

Uma Comissão Interministerial vai proceder à valorização do património de origem portuguesa espalhado pelo mundo a apresentar um plano em 180 dias. Que diabo, a Administração Pública não tem direcções-gerais, gabinetes de estudo, assessores, adjuntos, técnicos? O que fazem eles? Para quê mais comissões, mais ajudas de custo, mais despesa em papel, água e luz? Não posso estar mais de acordo que o Estado se concentre na conservação e na valorização do património, para mim, de resto, a única função na área da cultura que compete ao Estado. Mas não defendo que o Estado o faça à socialista: com mais comissões, com mais despesa, com mais planos. Que raio, não acertam uma ...

 

(publicado no Camara de Comuns)



publicado por Jorge Ferreira às 19:11 | link do post | comentar

É quando é difícil que ela é precisa. É nos momentos em que tudo cessa á nossa volta e o que é realmente importante se impõe à agenda, ao dia-a-dia, ao exterior, que ela é precisa. Porque há uma inelutável solidão nas dificuldades. A solidão do sentir o que ninguém sente por nós. É ainda aí que ela é precisa. A força. Há que a ter. Os outros só podem ajudar a ter mais. Força.

 

(Foto)



publicado por Jorge Ferreira às 19:01 | link do post | comentar

"Uma solução"? Eu pensava que do Ministério Público se deviam esperar decisões de arquivamento ou de acusação e não soluções. Estranha linguagem esta do Procurador-Geral da República. Estou curioso, muito curioso. Má sorte ter lido o Código de Processo Penal.



publicado por Jorge Ferreira às 17:15 | link do post | comentar

O Serra Mãe faz hoje cinco anos. Está de parabéns o Aldino Brito. Bem como o Desesperada Esperança, de Bruno Alves, a quem aqui lavro as mesmas felicitações.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 16:53 | link do post | comentar

Queiroz tomou hoje posse. Está consumada a fatalidade anunciada. Sendo assim, desejo que o Sr. tenha o maior sucesso do mundo e que, sobretudo, no mínimo, alcance resultados tão bons como o seu antecessor. Independentemente de acreditar ou não, que isso já é uma questão de fé. Os adeptos do clube da fruta exultam com a escolha, o que já de si não é nada um bom prenúncio. Mas pode ser que não seja nada. Uma coisa é certa: se Portugal, com Queiroz na cadeira de treinador perder competições e jogos aqui não se festejará com champanhe, como sucedeu no Porto com os desaires da selecção no tempo de Scolari.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 14:14 | link do post | comentar

O PS está hoje entretido na assembleia da República a discutir o casamento dos homossexuais com um dirigente do PSOE. Com o país no estado em que está, com a economia no estado em que está, com a criminalidade e a insegurança no estado em que estão, o PS não descobriu nada mais interessante para ocupar o tempo do que discutir o casamento dos homossexuais. Francamente.



publicado por Jorge Ferreira às 14:10 | link do post | comentar

A propósito da efeméride de hoje descobri este blogue sobre os Romanov, de Sara Sousa e que por acaso até está de férias.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 10:33 | link do post | comentar

Em 1054, era oficializada a ruptura entre a Igreja romana e a ortodoxa, com a excomunhão do patriarca de Constantinopla. Em 1394, o rei Carlos VI, o Louco, ordenava a expulsão dos judeus de França. Em 1547, era instituído o Tribunal da Inquisição, em Portugal, pelo papa Paulo III, a pedido de D. João III. Em 1918, o Czar da Rússia, Nicolau II, e toda a família eram executados. Em 1941, as forças alemãs rompiam a chamada Linha Estaline, na URSS, e tomavam a cidade de Smolensk. Em 1945, no deserto do Novo México, nos EUA, rebentava a primeira bomba atómica experimental,marcando o início da era atómica. Em 1949, chineses nacionalistas organizavam o Conselho Supremo, presidido por Chaing Kai-Shek, começando a deslocar forças militares para a Formosa (Taiwan). Em 1985, morria o escritor alemão Heinrich Böll, 67 anos. Prémio Nobel da Literatura em 1972, autor de "Retrato de Grupo com Senhora" e de "A Honra Perdida de Katharina Blum". Em 2001, o belga Jacques Rogge, 59 anos, cirurgião e antigo atleta, era eleito presidente do Comité Olímpico Internacional. Em 2003, ocorria um Golpe de Estado em São Tomé e Príncipe, e morria a cantora cubana Célia Cruz, a "rainha da salsa", aos 77 anos.

 

(Última fotografia conhecida de Nicolau II)



publicado por Jorge Ferreira às 10:26 | link do post | comentar

Hoje é Quarta-feira, 16 de Julho, centésimo nonagésimo oitavo dia do ano. Faltam 168 dias para o termo de 2008. O dia é dedicado a Nossa Senhora do Carmo e à beata Madalena Alberíci. A Lua encaminha-se para a Fase Plena: Lua Cheia, dia 18, às 08:59. O Sol nasce às 06:25 e o ocaso regista-se às 21:00. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 02:55 e 15:11, a baixa-mar, às 08:42 e 21:14. Caranguejo é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se a defensora britânica dos direitos das mulheres Emmeline Pankhurst (1858), a escritora inglesa Anita Brookner (1928), o compositor britânico Geoffrey Burgon (1941), autor da banda sonora de "Reviver o Passado em Briedeshead", o violinista Pinchas Zuckerman (1948) e o compositor inglês James MacMillan (1959).



publicado por Jorge Ferreira às 10:25 | link do post | comentar

Terça-feira, 15 de Julho de 2008

Mudasti, blogoesfera, pelo Shark, no Charquinho.

Do widzenia, Prof. Geremek, por Rui Bebiano, n' A Terceira Noite.

Os Pessimistas, por José Baldomero Pinto Vacondeus.


tags:

publicado por Jorge Ferreira às 22:30 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Não vejo razão para o erário público fornecer património imobiliário à Fundação Saramago. Nem vejo razão para Saramago, sempre tão aziago para com a Pátria de onde desandou assim que pôde, aceitar tal benesse. Especialmente desajustada é a escolha da Casa dos Bicos. Este espaço devia ter utilização mais condigna.
 
(publicado n' O Carmo e a Trindade)
 


publicado por Jorge Ferreira às 19:05 | link do post | comentar

Só o Governo persistia em não ver. Só o Governo insistia em fingir. Só o Governo é o responsável por termos acordado tarde e más horas para a crise que todos percebiam. Portugal vai pagar caro duas vezes: vai pagar caro pela crise em si mesma e vai pagar caro pela demora do Governo em agir. As previsões do Banco de Portugal para o crescimento da economia são desastrosas.



publicado por Jorge Ferreira às 18:48 | link do post | comentar

A Barbearia do Senhor Luís abriu faz hoje um ano. E se tem cortado cabelo e barbas... Parabéns ao Luís Novaes Tito. Em jeito de homenagem sempre confesso que hoje fui dar umas tesouradas, recorrendo para o efeito ao Sr. Amândio Costa "de sempre", que faz o favor de aturar as minhas capilaridades há uma boa vintena de anos.



publicado por Jorge Ferreira às 15:48 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Em 1099 (data provável), os Cruzados, comandados por Godofredo de Bouillon, tomavam Jerusalém. Em 1759, Sebastião José de Carvalho e Melo, Marquês de Pombal, recebia o título de Conde de Oeiras. Em 1789, Luis XVI de França era informado do fim da sua soberania, depois da Tomada da Bastilha, na véspera. Em 1912, morria o atleta português Francisco Lázaro, na maratona dos Jogos Olímpicos de Estocolmo. Em 1965, a nave espacial norte-americana Mariner IV enviava para Terra as primeiras fotografias do planeta Marte. Em 1984, dois comboios chocavam na estação do Rossio, Lisboa, provocando perto de uma dezena de vítimas. Em 1991, formalizava-se o acordo para a instalação, em Portugal, da Autoeuropa. Nesta data, em 1994, o Conselho da União Europeia escolhia Jacques Santer, 57 anos, primeiro-ministro do Luxemburgo, para suceder a Jacques Delors, na presidência da Comissão. Em 1997, o estilista italiano Gianni Versace era assassinado à porta de casa, em Miami, EUA. Em 2000, um sem-abrigo norte-americano de 45 anos, Steven Kent, recebia uma herança de 320 mil euros. Em 2003, morria o fadista Fernando Maurício, 69 anos. Em 2004, José Sócrates formalizava a candidatura à liderança do Partido Socialista. Em 2005, a Unesco aprovava a inclusão das zonas históricas de Macau na lista de Património Mundial da Humanidade. Em 2007, entra em vigor a regulamentação da lei do aborto. António Costa, do PS, é eleito presidente da Câmara de Lisboa com 29,54 por cento dos votos.

 

(Godofredo de Bouillon)



publicado por Jorge Ferreira às 15:36 | link do post | comentar

Hoje é Terça-feira, 15 de Julho, centésimo nonagésimo sétimo dia do ano. Faltam 169 dias para o final de 2008. O dia é dedicado a S. Boaventura, franciscano, Bispo, Doutor da Igreja, e à beata Ana Maria Javouhey, pertencente às Fundadoras de Institutos Religiosos femininos em França. A Lua encaminha-se para a Fase Plena: Lua Cheia, dia 18, às 08:59. O Sol nasce às 06:24 e o ocaso regista-se às 21:01. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 02:09 e 14:30, a baixa-mar, às 08:01 e 20:34. Caranguejo é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se o escritor e filósofo alemão Walter Benjamin (1892), Jean Ray (1902), antigo presidente da Comissão Europeia (1967-70), a escritora Iris Murdoch (1919), o filósofo francês Jacques Derrida (1930), Aníbal Cavaco Silva (1939), antigo primeiro-ministro português, a cantora Linda Ronstadt (1946), o "cantautor" Ian Curtis (1956), os actores norte-americanos Forest Whitaker (1961) e Brian Austin Green (1973).
 



publicado por Jorge Ferreira às 15:32 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA

tomarpartido@sapo.pt

visitantes em linha

English version by Google
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30



DESTAQUES




TAMBÉM ESTOU AQUI

Jorge Ferreira

Cria o Teu Crachá

Aveiro
Comunicar a direito
Democracia liberal
Diário de aveiro
Jorge ferreira
O carmo e a trindade
O templário
Terras de mármore
Tv net

O PARTIDO DOS AMIGOS

A cagarra
Alinhavos
Cão com pulgas
Eclético
Faccioso
Ilha da madeira
Fumaças
Mais actual
Meu rumo
Paris
Sobre o tempo que passa
Tubarão


OUTROS PARTIDOS

A arte da fuga
A barbearia do senhor luís
A casa de sarto
A casa dos comuns
A caveira vesga
A caverna obscura
A civilização do espectáculo
A destreza das dúvidas
A educação do meu umbigo
A gota de ran tan plan
A grande alface
A janela do ocaso
A natureza do mal
A origem das espécies
A outra varinha mágica
A regra do jogo
A revolta das palavras
a ritinha
A terceira noite
A textura do texto
A voz do povo
A voz nacional
A voz portalegrense
As escolhas do beijokense
As penas do flamingo
Abrigo de pastora
Abrupto
Às duas por três
Activismo de sofá
Admirável mundo novo
Adufe
Água leve
Água lisa
Alcabrozes
Alianças
Aliança nacional
Almocreve das petas
Apdeites v2
Arcadia
Arde lua
Arpão
Arrastão
Aspirina b
Atuleirus
Avatares de um desejo

Bar do moe, nº 133
Blasfémias
Bem haja
Berra-boi
Bic laranja
Bicho carpinteiro
Binoculista
Bissapa
Blogo social português
Blogotinha
Blogs e política
Blogue de direita
Blogue da sedes
Blogue real associação de lisboa
Blue lounge
Boca de incêndio
Boina frígia
Braga blog
Branco no branco
Busturenga

Cabalas
Café Bar James Dean
Café da insónia
Caixa de petri
Caixa de pregos
Câmara corporativa
Campos da várzea
Canhoto
Carreira da í­ndia
Causa liberal
Causa nossa
Cegos mudos e surdos
Centenário da república
Centurião
Certas divergencias
Chá preto
Charquinho
Cibertúlia
Cinco dias
Classe polí­tica
Clube das repúblicas mortas
Clube dos pensadores
Cobrador da persia
Combustões
Confidências
Congeminações
Contingências
Controversa maresia
Corta-fitas
Crónicas d'escárnio e mal dizer

Da condição humana
Da literatura
Da rússia
Dar à tramela
Dass
De vexa atentamente
Der terrorist
Delito de opinião
Desconcertante
Desesperada esperança
Despertar da mente
Direito de opinião
Do portugal profundo
Dois dedos de prosa e poesia
Dolo eventual
Duas cidades
Duas ou três coisas
2 rosas

É curioso
É tudo gente morta
e-konoklasta
Em 2711
Elba everywhere
Em directo
Encapuzado extrovertido
Entre as brumas da memória
Enzima
Ephemera
Esmaltes e jóias
Esquissos
Estado sentido
Estrago da nação
Estudos sobre o comunismo
Espumadamente
Eternas saudades do futuro

Falta de tempo
Filtragens
Fliscorno
Fôguetabraze
Foram-se os anéis
Fúria dos dias

Gajo dos abraços
Galo verde
Gazeta da restavração
Geometria do abismo
Geração de 80
Geração de 60
Geração rasca
Gonio
Governo sombra

Há normal?!
Herdeiro de aécio?!
Hic et nunc
Hoje há conquilhas, amanhã não sabemos
Homem ao mar

In concreto
Ideal social
Ideias soltas
Ilusão
Império lusitano
Impressões de um boticário de província
Insinuações
Inspector x
Intimista

Jacarandá
Janelar
Jantar das quartas
João Távora
Jornal dos media
José antónio barreiros
José maria martins
Jose vacondeus
Judaic kehillah of portugal - or ahayim
Jugular
Julgamento público

Kontrastes

La force des choses
Ladrões de bicicletas
Largo da memória
Largo das alterações
Latitude 40
Liblog
Lisbon photos
Lobi do chá
Loja de ideias
Lusitana antiga liberdade
Lusofin

Ma-schamba
Macroscópio
Maioria simples
Maquiavel & j.b.
Margem esquerda
Margens de erro
Mar salgado
Mas certamente que sim!
Mau tempo no canil
Memória virtual
Memórias para o futuro
Metafísica do esquecimento
Miguel teixeira
Miniscente
Minoria ruidosa
Minudencias
Miss pearls
Moengas
Movimento douro litoral
Mundo disparatado
Mundus cultus
My guide to your galaxy

Não há pachorra
Não não e não
Nem tanto ao mar
Neorema
Nocturno
Nortadas
Notas formais
Notícias da aldeia
Nova floresta
Nova frente
Num lugar à direita
Nunca mais

O afilhado
O amor nos tempos da blogosfera
O andarilho
O anónimo
O bico de gás
O bom gigante
O cachimbo de magritte
O condomínio privado
O contradito
O diplomata
O duro das lamentações
O espelho mágico
O estado do tempo
O eu politico
O insubmisso
O insurgente
O islamismo na europa
O jansenista
O jumento
O observador
O país do burro
O país relativo
O pasquim da reacção
O pequeno mundo
O pravda ilhéu
O principe
O privilégio dos caminhos
O profano
O reaccionário
O saudosista
O severo
O sexo dos anjos
O sinaleiro da areaosa
O tempo das cerejas
O universo é uma casca de noz
Os convencidos da vida
Os veencidos da vida
Obrigado sá pinto
Oceano das palavras
Office lounging
Outra Margem
Outubro

Palavra aberta
Palavrussaurus rex
Pangeia
Papa myzena
Patriotas.info
Pau para toda a obra
Pedra aguda
Pedro_nunes_no_mundo
Pedro rolo duarte
Pedro santana lopes
Pena e espada
Perguntar não ofende
Planetas politik
Planí­cie heróica
Playbekx
Pleitos, apostilas e comentários
Politeia
Política pura e dura
Polí­tica xix
Polí­tica de choque
Politicazinha
Politikae
Polvorosa
Porcausasemodivelas
Porto das pipas
Portugal dos pequeninos
Por tu graal
Povo de bahá
Praça da república em beja
Publicista

Quarta república

Registo civil
Relações internacionais
Retalhos de edith
Retórica
Retorno
Reverentia
Revisões
Ricardo.pt
Risco contínuo
Road book
Rua da judiaria

Salvaterra é fixe
Sem filtro
Sempre a produzir
Sentidos da vida
Serra mãe
Sete vidas como os gatos
Small brother
Sociedade aberta
Sociologando
Sorumbático
Sou contra a corrente
Super flumina

Táxi
Tempo político
Tenho dito
Teorias da cidade
Tese & antítese
Tesourinhos deprimentes
There is a light never goes out
Tirem-me daqui
Tralapraki
Transcendente
Tribuna
31 da armada
Tristeza sob investigação
Triunfo da razão
Trova do vento que passa

Último reduto
Um por todos todos por um

Vale a pena lutar
Vasco campilho
Velocidade de cruzeiro
Viagens no meu sofá
Vida das coisas
Vento sueste
Voz do deserto

Welcome to elsinore

Xatoo

Zarp blog

PARTIDOS DOS ALUNOS

Ao sul
As cobaias
Fados e companhia
O cheiro de santarém pela manhã
Platonismo político
Projecto comunicar

PARTIDOS DE ABRANTES

Abranteimas
Rua da sardinha
Torre de menagem

PARTIDOS DO ALGARVE

Mons cicus
Olhão livre
Tavira tem futuro
The best of lagos

PARTIDOS DE AVEIRO

A ilusão da visão
Academia de aveiro
Actas diárias
Amor e ócio
Arestália
Aveiro sempre
Bancada directa
Bancada norte
Blog de sergio loureiro
Botanabateira
Código da vivencia
Cogir
Debaixo dos arcos
Desporto aveiro
Divas e contrabaixos
Estados gerais
Forum azeméis
Já agora
Margem esquerda
Neo-liberalismo
Nós e os outros
Notas de aveiro
Notícias da aldeia
Noticias de ovar
Painéis de aveiro
Pontos soltos
Portal do beira-mar
4linhas
Quotidiano da miséria
7 meses
The sarcastic way
Visto de fora
Vouga

PARTIDOS DE OEIRAS

À rédea solta
Escrever sobre porto salvo
Eu sou o poli­ticopata
Oeiras local
Rememorar oeiras

PARTIDOS DE TOMAR

Alcatruzes da roda
Algures aqui
À descoberta de tomar
Charneca da peralva
Nabantia
Olalhas
Os cavaleiros guardiões de sta. maria do olival
Sondagem tomar
Tomar
Thomar vrbe
Tomar, a cidade
Tomar a dianteira
Vamos por aqui

PARTIDOS DE VILA VIÇOSA

A interpretação do tempo
Infocalipo
O restaurador da independencia
Tasca real

PARTIDOS POÉTICOS

Arrimar
Corte na aldeia
Forja de palavras
Linha de cabotagem (III)
Nimbypolis
O melhor amigo
Ofí­cio diário
Orgasmos dos sentidos

PARTIDOS DAS ÁGUIAS

A águia
A ilíada benfiquista
A mística benfiquista
Amo-te, benfica
Anti-anti-benfica
Benfiquistas desde pequeninos
Calcio rosso
Chama imensa
Diário de um adepto benfiquista
E isso me envaidece
E pluribus unum
Encarnados
Encarnado oriental
Encarnado e branco
Eterno benfica
Football dependent
Gloriosa fúria vermelha
Glorioso jornal
Gordo vai à baliza
Javardos benfiquistas
loucos pelo slb
Mágico slb
Mar vermelho
Memória gloriosa
Não se mencione o excremento
Novo benfica
O antitripa
O inferno da luz
O grémio benfiquista
Os nossos queridos jornalistas desportivos
País de corruptos
Quero a verdade
Ser benfiquista
Slbenfica - forever champions
Slblog
Tertúlia benfiquista
Um zero (1-0) basta
Vermelhovzky
Vedeta da bola
Vedeta ou marreta?
Velho estilo ultras
Vermelho à moda do porto

PARTIDOS DA BOLA

Cromo dos cromos

PARTIDOS DO DIREITO

Ab surdus
Assembleia de comarca
Blog de informação
Blog do dip
Cartilha jurídica
Cum grano salis
Direito na sociedade da informação
Dizpositivo
Elsa
Incursões
Iuris
Leituras oficiosas
Legalidade
Lex turistica nova
Mens agit molem
Notas constitucionais
O meu monte
Patologia social
Piti blawg
Ré em causa própria
Reforma da justiça
Rumo do direito
Santerna
Suo tempore
Trepalium
Urbaniuris
Vexata quaestio

PARTIDOS DA VIDA

Açores pelo não
Alentejo pelo não
(Des)conversas em família
Direito a viver
Évora pelo não
Fiat lux
Impensável
Jornal da família
Nebulado
Pela vida
Pelo não
Quero viver
Razões do não
Sinto a vida
Sou a favor da vida

PARTIDOS DA ARGENTINA

El opinador compulsivo

PARTIDOS DO BRASIL

Ação humana
Cronicas do joel
Depósito do maia

PARTIDOS DE ITÁLIA

Importanza dele parole

PARTIDOS DOS LIVROS

Blog do espaço de memória e do pátio das letras
D'outro tempo
Lerblog
Mundo pessoa

PARTIDOS DAS REVISTAS

Alameda digital
Leonardo, revista de filosofia portuguesa

PARTIDOS DA TAUROMAQUIA

Lides alentejanas
Toiradas

PARTIDOS DOS BLOGUES

aniversários de blogues
Blog do dia dn
Blogpatrol
Blogpulse
Blogsearch
Blogservatório
Blogs em lí­ngua portuguesa
Moblig
Orochi's blog
Sapo blogs
Technorati
Weblog

PARTIDOS DA POLÍTICA

Bloco de esquerda
Centro democrático social
Os verdes
Partido comunista português
Nova democracia
Partido social-democrata
Partido socialista


PARTIDOS DOS JOGOS OLÍMPICOS

Atenas 2004
Pequim 2008
Comité olí­mpico internacional
Comité olí­mpico de portugal

PARTIDOS DOS JORNALISTAS

a capital
Jornal do diabo
O comércio do porto



TAMBÉM JÁ ESTIVE AQUI
Blogue do não
Câmara de comuns
Eleições 2009
Nova vaga
Novo Rumo
O carmo e a trindade
O eleito
Olissipo
Ota não
Portal lisboa
RCP ONLINE
Semanário
Sportugal
Tomarpartido
ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags