Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007
(Boneco daqui)

É que vos desejo.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 18:31 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Quem prefere para Presidente do Millennium Bcp, Miguel Cadilhe ou Santos Ferreira? É a nova sondagem do Tomar partido, que ficará em linha até haver novo Presidente do banco.


publicado por Jorge Ferreira às 14:40 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Na sondagem do Tomar Partido sobre quem ganhará as eleições legislativas de 2009 os resultados foram estes: José Sócrates, 28%, 63 votos. Luís Filipe Menezes, 14%, 32 votos. Outro, 58%, 132 votos. No total votaram 227 leitores. Esta sondagem termina hoje e amanhã começa outra.


publicado por Jorge Ferreira às 13:09 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Uma lista em actualização.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 13:08 | link do post | comentar

(Escudos)

Em 1821, era criado o Banco de Lisboa, o primeiro banco português que, em Novembro de 1846, se transformaria no Banco de Portugal. Em 1879, o inventor norte-americano Thomas Edison fazia a primeira demonstração pública da lâmpada eléctrica. Em 1948, em Portugal, cessava a circulação de moedas de meio tostão, cinco centavos. Em 1972, o governador militar de Moçambique, Kaúlza de Arriaga, mandava arquivar o inquérito sobre o massacre de Wiriyamu, no qual tinham morrido cerca de 400 civis. Em 1978, morria, em combate, Nicolau dos Santos Lobato, presidente da Fretilin. Em 1990, Gari Kasparov sagrava-se campeão do mundo de xadrez, ao derrotar Anatoly Karpov. Em 1999, Boris Ieltsin, presidente da Federação Russa, demitia-se, entregando o poder ao líder do governo, Vladimir Putin. Em 2001, terminava a circulação de 12 moedas nacionais da União Europeia: o marco alemão, o franco francês, o franco belga, o franco luxemburguês, o florim holandês, a lira italiana, a peseta espanhola, o escudo português, a libra irlandesa, o dracma grego, o xelim austríaco e a marca finlandesa. Em 2003, o parecer da Procuradoria-Geral da República confirmava a violação da lei pelo ex-ministro do Ensino Superior, Pedro Lynce, ao permitir a entrada em Medicina da filha do anterior ministro dos Negócios Estrangeiros, Martins da Cruz. Em 2006, Rússia e Bielorrússia chegam a acordo sobre o fornecimento de gás russo à antiga república soviética e Kofi Annan cessa funções como secretário-geral da ONU.


publicado por Jorge Ferreira às 12:45 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Quadro de Matisse)

Hoje é Segunda-feira, 31 de Dezembro, tricentésimo sexagésimo quinto e último dia do ano de 2007. Este dia é dedicado a São Silvestre, Papa. A Lua atinge o Quarto Minguante às 07:51. O Sol nasce às 07:55 e o ocaso regista-se às 17:25. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 08:22 e 21:01, a baixa-mar, às 01:47 e 14:26. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se José Elias Garcia (1830), jornalista, militar e político português, o pintor e escultor francês Henri Matisse (1869), o violinista Nathan Molstein (1904), o sobrevivente de Auschwitz Simon Wiesenthal (1908), os actores Anthony Hopkins (1937), Ben Kingsley (1943) e Val Kilmer (1959).


publicado por Jorge Ferreira às 12:41 | link do post | comentar

Onde fumar em Braga. O Arrastão está a fazer um roteiro. O Apedeites v2 também. O Origem das Espécies vai dando notícias úteis (pode fumar-se nos restaurantes do El Corte Ingles, ok, estão perdoados...) e eu sempre que saiba de alguma coisa aviso.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 02:35 | link do post | comentar | ver comentários (2)

"Mas, se calhar, devia ser proibido vender álcool na Assembleia da República. Não se lembraram de fazer essa proposta. Há mais tolerância em relação ao álcool na sociedade portuguesa. E, no entanto, faz tanto mal como o tabaco. " Marcos Sá é deputado do PS, mas simpatizo com ele. Caro deputado: já sabe, tem aqui uma casa às ordens...


publicado por Jorge Ferreira às 00:59 | link do post | comentar

Domingo, 30 de Dezembro de 2007
Uma lista em actualização.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 20:48 | link do post | comentar

"A escolha de Fernando Faria de Oliveira vem na lógica da tradição da democracia portuguesa.", Pedro Santana Lopes. Pois vem. Aí é que está o problema.


publicado por Jorge Ferreira às 20:18 | link do post | comentar

Miguel Cadilhe, o candidato de Menezes ao lugar de Faria de Oliveira, candidata-se contra Santos Ferreira, o candidato que Sócrates tirou de onde pôs Faria de Oliveira para suceder ao lugar de Filipe Pinhal.


publicado por Jorge Ferreira às 18:12 | link do post | comentar | ver comentários (1)

"Os problemas com o BCP recordam-nos, mais uma vez, que privatizar e mercado são duas coisas diferentes. Privatizar sem mercado regulado é apenas uma delegação do poder público no sector privado."
Miguel Poiares Maduro, o Estado Camaleão, no Geração de 60.

tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 13:10 | link do post | comentar

Al Gore-o Carlos Pimenta dos EUA.
António Braga-o Correia de Campos dos consulados.
António Costa-o socialista mais esperto do ano.
Armando Vara-prémio "socialista mais buzinado do PS".
Beatriz Costa-cem anos de vida.
Benazir Bhutto-a assassinada do ano.
Bill Clinton-em estágio para primeiro damo (admitirá estagiários no Gabinete da Presidente?...)
Brandão Ferreira-a coragem politicamente incorrecta no Prós e Contras sobre a cimeira Europa-África.
Carla Bruni-um modelo de Presidência.
Carmona Rodrigues-um heterónimo.
Constantino Sakellarides-o director-geral de uma só lei.
Correia de Campos-o António Braga das maternidades e das urgências.
Cristiano Ronaldo-terceiros.
Dalai Lama-sinistro chefe de Estado africano que visitou Lisboa e ficou acampado junto à estátua do Marquês de Pombal.
Eusébio da Silva Ferreira (e eu que também sou Silva Ferreira)-internado e recuperado.
Fernando Santos-é como Coimbra: tem mais encanto...
Francisco Louçã-o coordenador 'dejá vu".
Gordon Brown-o Fernando Nogueira de Blair.
Guilherme Silva-o seu eclipse é até agora a única vantagem conhecida da liderança de Menezes.
Helena Roseta-o Manuel Alegre das autarquias.
Hugo Chavez-ah, esse!
Isabel Jonet-que bom poder dizer bem de alguém sem "mas" nem "ses".
Isabel Pires de Lima-uma Luísa que nunca foi deputada.
Isaltino Morais-o arguido modelo.
Jerónimo de Sousa-o amigo das FARC.
Jesualdo Ferreira-o Santos Ferreira do futebol.
Joe Berardo-sabe-a toda.
Jorge Palma-já deve estar marreco com tanta gente encostada a ele.
Jorge Silva Ferreira, moi même (e Eusébio, que também é Silva Ferreira)-internado e recuperado.
José Barroso-altos funcionários dos Estados-Membros da União Europeia não são para aqui chamados.
José Luís Zapatero-O desETAdo.
José Mourinho-talvez o único treinador de futebol do mundo que se pode dar ao luxo de escolher onde e quando trabalhar.
José Sá Fernandes-PS pocket.
José Sócrates-o deslumbrado do ano.
Juan Carlos-habla, hombre!
Kate MacCann-vê lá se choras, senão 'tás feita.
Luís Amado-o desaperto de mão do ano.
Luís Filipe Meneses-não sei que diga, senhores...
Luiz Filipe Scolari-um murro falhado.
Luísa Mesquita-quem é?
Madredeus-a má notícia do ano.
Manuel Alegre-poesia.
Marcelo Rebelo de Sousa-em Portugal é raro saber quando se deve parar.
Margarida Moreira-deve estar à espera do merecido prémio. Uma bela assessora para Vara no Bcp.
Maria de Lurdes Rodrigues-prometeu muito e desiludiu muito.
Mário Lino-nunca digas nunca.
Marion Jones-uma ídola de pás de doping.
Marques Mendes-"atrás de mim virá, quem de mim bom fará".
Miguel Cadilhe-o desmancha-reveillons.
Miguel Torga-cem anos de vida.
Moritz Leuenberger-o político do ano; ninguém dá por ele. É o Presidente da Confederação Helvética.
Nascimento Rodrigues-terá sido melhor do que o que parece?
Nelson Évora-benfiquista e campeão.
Nicolas Sarkozy-um excelente atípico.
Nunes Correia-o ministro-sombra.
Paulo Portas-o imune para lamentar.
Pedro Silva Pereira-o duplo.
Pinto da Costa-um médico do Porto.
Pinto Monteiro-talvez tenha saído pior que a encomenda. Talvez.
Ribau Esteves-princípio de Pedro?
Ricardo Araújo Pereira-o líder da oposição a Sócrates, aos domingos à noite.
Salazar-o ressuscitado do ano.
Santana Lopes-palco a mais pode matar.
Ségoléne Royal-quem foi?
Simão Sabrosa-mal empregado.
Telma Monteiro-benfiquista e campeã.
Tony Blair-o ex-político do povo.
Vanessa Fernandes-benfiquista e campeã.
Vitalino Canas-a prova de que o PS só voltará a existir depois.
Vítor Constâncio-o grande desregulador.
Vladimir II-o sucessor de Pedro.
Zita Seabra-É assim...


publicado por Jorge Ferreira às 13:08 | link do post | comentar | ver comentários (2)

(Emídio Navarro)

Em 1853, os Estados Unidos compravam ao México, por 10 milhões de dólares, o território ao longo do rio Gila, área que hoje integra as zonas sul dos Estados do Arizona e do Novo México. Em 1886, Emídio Navarro assinava o decreto que reformou o Ensino Técnico em Portugal. Em 1922, Lenine proclamava a URSS. Em 1940, abria a primeira auto-estrada nos EUA, ligando Pasadena a Los Angeles, Califórnia. Em 1972, a pretexto das celebrações do Dia Mundial da Paz, um grupo de católicos organizava, na Capela do Rato, em Lisboa, a vigília sob o tema "A Paz é possível" onde era aprovada uma moção repudiando a política de guerra da ditadura. A forte repressão policial que se abateu sobre a manifestação não conseguiu esconder os sinais de ruptura do regime. Em 1986, morria o poeta Joaquim Namorado. Em 1987, Robert Mugabe assumia a Presidência do Zimbabwe. Em 1993, o Vaticano e o Estado de Israel assinavam em Jerusalém o acordo de reconhecimento mútuo. Em 1996, morria o historiador francês Albert Silbert. Em 2003, morria José Carreira, 48 anos, pioneiro do sindicalismo da polícia portuguesa. Em 2004, o Governo espanhol aprovava a proposta de alteração do Código Civil, passando a enquadrar o casamento de pessoas do mesmo sexo. Em 2005, era criada a Autoridade de Segurança Alimentar Económica. Em 2006, o antigo presidente iraquiano Saddam Hussein, 69 anos, é executado por enforcamento, por crimes contra a humanidade.


publicado por Jorge Ferreira às 12:29 | link do post | comentar

Hoje é Domingo, 30 de Dezembro, tricentésimo sexagésimo quarto e penúltimo dia do ano. Falta um dia para o termo de 2007. Este dia é dedicado a São Guilherme e São Peregrino. A Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 31, às 07:51. O Sol nasce às 07:54 e o ocaso regista-se às 17:24. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 07.33 e 20:05, a baixa-mar, às 00:57 e 13:34. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o escritor britânico Rudyard Kipling (1865), o cineasta Carol Reed (1906), o escritor Paul Bowles (1910), a cantora e compositora Patti Smith (1946), a actriz Tracey Ullman (1959), o escritor Douglas Coupland (1961).


publicado por Jorge Ferreira às 12:16 | link do post | comentar

"António Nunes, o responsável máximo da ASAE, assume que 50% dos restaurantes e cafés portugueses não estão aptos a cumprir os regulamentos da legislação comunitária e não têm viabilidade económica. Sublinha mesmo que Portugal tem três vezes mais restaurantes por habitante do que a média europeia ."
Apetece perguntar: o que é que o Senhor tem a ver com o facto de existirem mais ou menos restaurantes em Portugal? Alguém lhe encomendou um estudo de mercado? Já agora, quantos acha que devem existir? E como chegar a esse número? Pôr a ASAE a brir e fechar restaurantes até chegar ao número mágico? Como sabe se têm ou não têm viabilidade económica metade deles? Falou com os proprietários? Vasculhou as contabilidades? Sinceramente: é melhor poupar o país a episódios como esta entrevista.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 01:42 | link do post | comentar

Sábado, 29 de Dezembro de 2007
(Vaclav Havel)

Em 1170, o arcebispo Thomas Becket era morto no altar da Catedral de Cantuária. Em 1864, saía o primeiro número do Diário de Notícias. Em 1940, Londres era bombardeada pela aviação nazi, com bombas incendiárias. Em 1959, era inaugurado o Metropolitano de Lisboa. Em 1980, o presidente dos EUA, James Carter, recusava o pagamento de qualquer tipo de resgate para a libertação dos 52 reféns norte-americanos presos no Irão. Em 1986, morria Harold MacMillan, com 92 anos, primeiro-ministro britânico de 1957 a 1963. Nesta data também morria o cineasta russo Andrei Ttarkovski, com 54 anos. Em 1987, regressava à Terra, a bordo da cápsula Soyuz 3, o cosmonauta soviético Yuri Romanenko, depois de ter estabelecido o recorde de permanência ininterrupta no espaço, 326 dias. Em 1989, Vaclav Havel, 53 anos, dissidente checo, subscritor da Carta 77, defensor dos direitos humanos, tomava posse como presidente da República da Checoslováquia. Pela primeira vez em 41 anos, o cargo era ocupado por um não comunista. Em 1994, o grupo Champalimaud anunciava a aquisição de 50 por cento do capital do Banco Totta & Açores. Em 2004, morria Joaquim Caldeira Rodrigues, 79 anos, primeiro presidente da Câmara Municipal de Lisboa, após o 25 de Abril de 1974. Em 2006, o treinador português José Mourinho, treinador Chelsea, é eleito, pelo terceiro ano consecutivo, o melhor técnico da Europa, num inquérito realizado pelo jornal uruguaio "El País". "Casablanca", de Michael Curtis, é eleito o melhor filme de sempre pelos deputados britânicos.


publicado por Jorge Ferreira às 19:21 | link do post | comentar

Hoje é Sábado, 29 de Dezembro, tricentésimo sexagésimo terceiro dia do ano. Faltam dois dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S.Tomás Becket, Arcebispo da Cantuária. A Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 31, às 07:51. O Sol nasce às 07:54 e o ocaso regista-se às 17:23. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06.49 e 19:18, a baixa-mar, às 00:11 e 12:48. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o violencelista espanhol Pablo Casals (1876), o escritor Alves Redol (1911), a actriz norte-americana Mary Tyler Moore (1936), a cantora Marianne Faithfull (1946), o actor norte-americano Ted Danson (1947), o realizador de "Matrix", Andy Wachowski (1967) e o actor britânico Jude Law (1972).


publicado por Jorge Ferreira às 19:07 | link do post | comentar

Faria de Oliveira é o novo Presidente da CGD. Confirma-se o que aqui escrevi.


publicado por Jorge Ferreira às 00:13 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2007
Gosto de muitos blogues, leio mais do que aqueles de que gosto e visito mais do que os que leio. Mas, para mim, os melhores blogues do ano, foram:

Blogue individual do ano: O JUMENTO: actualizado, regular, esteticamente bem concebido, variado nos temas, informativo, opinativo, argumentativo, cujo único defeito é ser de esquerda. Blogue colectivo do ano: CORTA-FITAS: diversificado, bem escrito, heterogéneo, descomplexado, nada arrogante e pretensioso, agradável de ler e não é chato nem maçador. Blogue influente do ano: DO PORTUGAL PROFUNDO. Sem necessidade de mais comentários. "Blogger" do ano: FRANCISCO JOSÉ VIEGAS. Pedro Rolo Duarte dizia-me há dias: "Não percebo como é que ele consegue...". Pois. Consegue. 'Tá dito, 'tá dito.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 16:05 | link do post | comentar | ver comentários (4)

O bloco central tem várias famílias. Hoje em dia, a família do PSD oficial e dos pinguinhos do CDS, está em minoria. As famílias dominantes do bloco, além do núcleo histórico e indestrutível composto pelos Quatro Magníficos, são o PS e Cavaco Silva. Quem percebeu, percebeu. Quem não percebeu, percebesse.


publicado por Jorge Ferreira às 15:13 | link do post | comentar

Serão os chamados accionistas de referencia em que tanto agora os socialistas crêem como exemplo de independencia verdadeiramente independentes do poder político? Convém e ajuda ler António Almeida, no seu Direito de Opinião.

tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 13:49 | link do post | comentar

"No seu esforço para simplificar a burocracia o ministro das Finanças acabou de adoptar a "demissão no dia", o gestor é presidente da administração do maior banco público e no dia seguinte é candidato à presidência da administração do principal concorrente privado. Parta tal bastou uma visita de cortesia a Teixeira dos Santos. Isto é algo que só sucede no mundo do futebol onde o treinador de uma equipa pode ser treinador e ir disputar o campeonato num clube rival. Bem isto só é possível em campeonatos com poucas regras como é o campeonato português onde vale tudo, se fosse noutro campeonato o Teixeira dos Santos certificar-se-ia de que o treinador não estaria a dar o golpe do baú."
O Jumento.


publicado por Jorge Ferreira às 12:40 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Maurice Ravel)

Em 1836, a Espanha reconhecia a independência do México. Em 1895, o animatógrafo tinha a primeira sessão pública, com a apresentação do filme dos irmãos Lumiére, nas caves do Grand Café de Paris. Em 1937, morria o compositor francês Maurice Ravel, 62 anos, autor de "Bolero" e "Gaspard de la Nuit". Em 1942, a Gestapo e os oficiais SS de Adolf Hitler lançavam o processo de esterilização de mulheres, no campo de extermínio de Birkenau. Em 1948, era assassinado o primeiro-ministro egípcio Nobrashy Pasha. Em 1987 a inflação brasileira atingia o valor máximo de sempre, ao atingir 365,96 por cento. Em 1992, o presidente do Brasil, Fernando Collor de Mello, acusado de corrupção e tráfico de influências, demitia-se do cargo, sendo substituído por Itamar Franco. Em 1993, o Banco de Espanha intervinha no Banco Espanhol de Crédito, Banesto, substituindo os órgãos de administração. Em 1999, morria, em Paris, o costureiro Louis Férraud, 79 anos. Em 2004, era confirmada a vitória do líder da oposição ucraniana, Viktor Yuschenko, nas eleições presidenciais. Em Nova Iorque, morria Susan Sontag, 71 anos, escritora norte-americana, cineasta, autora de "Olhando o Sofrimento dos Outros" e "Contra a Interpretação", Prémio Príncipe das Astúrias, Prémio da Comendadora da Ordem das Artes e das Letras de França.


publicado por Jorge Ferreira às 11:58 | link do post | comentar

Hoje é Sexta-feira, 28 de Dezembro, tricentésimo sexagésimo segundo dia do ano. Faltam três dias para o final de 2007. Este dia é dedicado aos Santos Inocentes, Mártires. A Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 31, às 07:51. O Sol nasce às 07:54 e o ocaso regista-se às 17:22. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:06 e 18:35, a baixa-mar, às 12:04. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o compositor português João Domingos Bomtempo (1771), o actor teatral Luís Furtado Coelho (1831), o cientista inglês Sir Arthur E. Eddington (1882), o músico de Jazz Earl Hines (1903), o dramaturgo espanhol Manuel Puig (1932), a actriz britânica Maggie Smith (1934) e o actor norte-americano Denzel Washington (1954).


publicado por Jorge Ferreira às 11:57 | link do post | comentar

É de bom tom fazer balanços quando se aproxima o fim do ano. Este ano é relativamente fácil proceder ao exercício. E que bem sabe escrever para dizer bem. Passamos os dias a criticar, a zurzir, a lamentar, a crucificar as desditas do destino, por vezes julgávamos até que a divina imprudência nos tinha reservado uma safra dos piores para tratar dos nossos assuntos. Até que chega o dia. O tão esperado e ansiado dia em que podemos escrever bem.

Em 2007 o desemprego baixou. Sim, não se admirem. José Sócrates prometeu e cumpriu. Cada vez menos portugueses precisam de receber subsídio de desemprego. Cada vez mais portugueses trabalham, contribuindo para aumentar a produtividade e a riqueza nacional. É por isso que os portugueses andaram mais contentes, contagiando o clima social do país.

Em 2007 foi possível baixar os impostos, aumentando o rendimento disponível das famílias e das empresas, libertando recursos para o consumo, o que pressiona a produção de bens e serviços e para o investimento, o que tem permitido aumentar postos de trabalho e as exportações. José Sócrates, que prometeu não aumentar os impostos, excedeu-se e até os baixou! Como deve estar feliz por ter desrespeitado uma promessa eleitoral para mais e não para menos.

As empresas diminuíram os custos com a burocracia e podem hoje decidir e agir mais rápido, em função da economia e não em dependência da administração. Para fazer grandes negócios e escolher administradores já não é preciso esperar pela opinião do ministro das Finanças, nem pela indicação do gabinete do Primeiro-Ministro.

Os trabalhadores, salvo algumas ovelhas ranhosas, as do costume, decidiram trabalhar mais e produzir melhor para contribuírem para o esforço nacional de recuperação da economia, tendo finalmente percebido que só é possível distribuir mais riqueza se se produzir mais.

Em 2007 o Estado reduziu a despesa corrente, extinguiu serviços inúteis, aumentou a eficácia dos serviços úteis, como por exemplo nas áreas da Justiça e da segurança. Reduziu-se o tempo de espera dos processos em tribunal, investiga-se a criminalidade mais rápido, diminuíram os homicídios, os gangs e as máquinas multibanco dormem mais seguras durante a noite.

Em 2007 as autarquias deram o exemplo, gastando menos, reduzindo as suas dívidas, extinguindo empregos políticos e extinguindo empresas municipais.

Em 2007 os políticos honraram as promessas feitas nas campanhas eleitorais. O PS vai propor o referendo ao Tratado de Lisboa, o PSD continua fiel à promessa de realizar o referendo, e ambos os partidos decidiram empreender um programa de despartidarização da administração pública e das empresas do Estado. Pela primeira vez na história o Presidente da Caixa de Depósitos não tem partido e nenhum dos seus administradores é filiado em nenhum partido. Até no CDS se abandonaram as golpalhadas. Paulo Portas foi leal aos princípios e aos mandatos e aguarda democrática, civilizada e educadamente o fim do mandato de Ribeiro e Castro para se candidatar outra vez. Sem agressões, gritos, empurrões.

O Governo deu o exemplo, deixando o mercado funcionar e foi possível assistir a OPA’s vitoriosas sobre a PT, por exemplo.

Na Educação, o balanço é extraordinário. Os alunos falam e escrevem melhor o português, já não é preciso o célebre despacho da ministra a permitir passagens administrativas para garantir as estatísticas do sucesso.

O que se passou no país este ano teve, aliás, total correspondência em Aveiro. Resolveram-se problemas, saldaram-se dívidas, todos estão de parabéns. A notícia de que Élio Maia terá anunciado na sessão de ontem da Assembleia Municipal que a dívida da Câmara a curto prazo aumentou 6,4 milhões de euros não passa seguramente de uma brincadeira de Carnaval, que, como todos sabem, vem logo a seguir ao Natal. Sentido de humor não falta, felizmente, ao Presidente da Câmara. As 29 medidas anunciadas em Junho para resolver o problema financeiro da Câmara foram de uma eficácia notável. Talvez por isso, estão na forja mais 29. A este ritmo, ninguém pára Aveiro.

É assim, com gosto e prazer que escrevo este último artigo do ano para o Diário de Aveiro. Compreenderão certamente os leitores que este ano já não é necessário desejar um próspero Ano Novo a ninguém. Ele será próspero. Como é evidente.
(publicado na edição de hoje do Diário de Aveiro)


publicado por Jorge Ferreira às 00:05 | link do post | comentar

Serviços de informações, RTP, TVI, CGD, BCP, a sacrossanta PT que a todos emprega e para tudo serve, tudo José Sócrates tem vindo paulatinamente a chamar ao seu controle. Isto sem descer aos pormenores. O que surpreende não é a gula do PS em relação a tudo quanto mexe e a tudo quanto manda alguma coisa que se veja. O que surpreende é a facilidade com que Sócrates tem construído o seu império de poder. Sem um arremedo de dificuldade, sem sombra de tumulto, sem luta, sem oposição. A oposição, aliás, quando decide dar a sensação que existe, invejosa e pedinchona, limita-se a pedir um lugarzinho, em vez de pôr em causa o sistema.

Metodicamente, sem dor, sem reparo, José Sócrates tem vindo a construir o seu império de poder. Sem ai nem ui. Certamente perante a indiferença do cidadão comum, que continua a preferir votar nos mesmos partidos por preguiça e alheamento e por medo de arriscar. Os cidadãos, aliás, parecem preferir viver a sua vida, aliás, cada vez mais difícil, no dia-a-dia, do que dar-se a maçadas políticas. Sócrates sabe melhor que ninguém que esta indiferença joga a seu favor. E usa-a despudoradamente.

A obra é tão “perfeita”, que nem faltam dois pequenos sinais de liberdade. Cavaco Silva em Belém e os Gatos Fedorentos na RTP. Um, cooperador, lá vai vetando umas normas jurídicas cirúrgicas de algumas leis cirúrgicas para fazer prova da sua utilidade política e para assessorar, ajudar e apoiar o Governo, não para corrigi-lo. Pressuroso e cooperador, também José Sócrates corre a corrigir as normas vetadas dessas leis, nada de especialmente importante e a obedecer prontamente às dúvidas presidenciais.

Os segundos, são a melhor prova de liberdade no canal de televisão do Estado. Gozam com o diploma do Primeiro-Ministro, com o inglês técnico, com os tiques e os toques do Primeiro-Ministro. São utilíssimos a Sócrates. Humanizam-no, onde parece frio e implacável. Magnânimo e liberal, todas estas “enormidades” José Sócrates atura, com inultrapassável tolerância democrática. Os alinhamentos dos telejornais e os lugares da Administração é que interessam. O que querem mais afinal?

Não queremos nada. O que havíamos de querer?

Tudo quanto sai fora do raio de Cavaco Silva e Ricardo Araújo Pereira é triturado. O que temo é que Sócrates seja mais uma reencarnação do Portugal profundo que ancestralmente quer sopas e descanso. Do mesmo Portugal que prefere o despotismo à responsabilidade cívica. Não do blogue com o mesmo nome de quem José Sócrates apresentou uma queixa-crime apenas porque tratou com seriedade um problema de seriedade.

Parece que não há maneira de sairmos da cepa torta.


(publicado na edição de hoje do Semanário)


publicado por Jorge Ferreira às 00:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007
(Alizee Poulicek)

Havia fundadas esperanças que a profunda crise belga fosse atenuada com a eleição da Miss Bélgica, num concurso promovido por uma televisão local. Ganhou, com indiscutível aprumo e justiça, como se pode ver pela fotografia, a jovem de Liége Alizee Poulicek. À primeira vista esta jovem tem todos os predicados necessários à pacificação dos espíritos. Tudo estava a correr bem. Aplausos, descontracção, as lágrimas indispensáveis das pequenas, alegria, festa. Até que começaram as entrevistas. E aí, a jovem de Liége entornou o caldo. A uma inocente pergunta que lhe foi feita em flamengo, a pequena teve a sinceridade de dizer que não tinha percebido a pergunta, visto que não dominava o holandês. O que a moça foi dizer! No dia seguinte, a imprensa flamenga não fez por menos: «A crise invade os mais ligeiros sectores da vida social. É a primeira valã eleita Miss Bélgica desde 2003 e não fala bem o holandês. Isso não é fácil de engolir", escreveu o diário «Het Laatste Nieuws». Realmente grave esta situação. O que é a crise governamental comparada com isto?

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 22:56 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Cada vez que há uma maioria absoluta é tentador comparar o líder da maioria com Salazar. Foi assim com Cavaco Silva e é assim com Sócrates. Juntem-lhe o ar circunspecto, a administração cuidada dos esgares, e a distância do mundo que convém cultivar para parecer mais inteligente e aí está a reencarnação tão sebastiânica, que é de bom tom presumir que o português mais profundo gosta. Do que não é costume falar é do salazarismo económico. Ora, esse é bem mais pernicioso e está aí pujante, pletórico, esplendoroso.
O pai de todos nós, o Estado, teve o despudor de se meter na gestão do maior banco privado português, que passa assim a segundo maior banco público português. Em nome de coisas tão boas como os interesses dos clientes, dos trabalhadores, dos pequenos investidores e em nome dos deuses, a que usam chamar accionistas de referência. E quem são eles? São os grupos económicos.
A maioria dos grupos económicos portugueses fez-se à conta e à sombra do Estado. A maioria prefere o favor político à competência profissional, o subsídio ao lucro, o contrato público ao risco, o gestor político ao puro administrador. Acatam os sopros do poder, colocam os homens certos, os do sopro, nos lugares certos, para não perderem a bênção do poder político. Em troca o Estado deixa-os descansados na fiscalização, na vigilância, na exigência, até ao dia em que por algum imprevisto a situação deixa de ser gerível a contento da podridão geral. Resultado óbvio: os grupos dependem do Estado, o Estado branqueia os grupos. Os seus gestores dos grupos, moços sempre muito tecno, muito high, muito on e in, circulam entre os grupos e o Estado, não se percebendo bem se são gestores ou comissários. Deram um nome a esta circulação: carreira. Abençoadas carreiras.
P. S. Estas poucas vergonhas não são de hoje. Nem são apanágio deste poder em especial. Já havia antes. Em tempos visitei algumas e fiquei com a ligeira sensação de que não gostaram do intruso. Nessa altura muitas das virgens ofendidas que agora se mostram escandalizadas estavam certamente a banhos.
(publicado na edição de hoje do Democracia Liberal)


publicado por Jorge Ferreira às 21:57 | link do post | comentar

Neste estabelecimento sempre foi permitido fumar. A partir de 1 de Janeiro continuará a ser assim. Já está aposto na coluna à direita o respectivo dístico identificador.


publicado por Jorge Ferreira às 17:04 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O ano 2007 em dicionário e o ano dos blogues em revista. Francisco José Viegas e Leonel Vicente, respectivamente. A não perder.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 16:57 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Benazir Butho. Assassinada à bomba. Há bocadinho.


publicado por Jorge Ferreira às 15:09 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Ricardo Jorge)

Em 1703, Portugal e a Inglaterra assinavam o Tratado de Methuen, que abria as fronteiras às mercadorias inglesas e dava entrada aos vinhos portugueses em Inglaterra com abatimento de um terço dos direitos. Em 1794, tropas francesas invadiam a Holanda. Em 1900, começava a reforma sanitária de Ricardo Jorge, com a publicação do regulamento da organização geral dos Serviços de Saúde Pública, definidos pelo investigador português. Em 1927, a facção de José Estaline prevalecia no congresso dos sindicatos da URSS, conduzindo à expulsão de Leon Trotsky do Partido Comunista. Em 1945, era criado o Banco Mundial, no contexto dos acordos da Conferência de Bretton Woods, realizada em Julho de 1944. Em 1949, a rainha Juliana da Holanda sancionava a soberania da Indonésia. Em 1979, a União Soviética invadia o Afeganistão. O presidente do país, Hafizullah Amin, foi deposto e executado, sendo substituído por Babrak Karmal. Em 1989, o Tribunal Eleitoral do Panamá proclamava Guillermo Endara presidente da República, declarando válidas as eleições de 07 de Maio, anuladas pelo general Manuel Noriega. Em 1991, o partido fundamentalista islâmico vencia as primeiras eleições legislativas pluripartidárias da Argélia. Em 2003, morria o actor Alan Bates, 69 anos, protagonista da peça de John Osborne "Look Back in Anger", intérprete de "O Mensageiro" e "The Gosford Park". Em 2006, morrem Marmaduke James Hussey, com 83 anos, antigo presidente da BBC, Pierre Delanoe, com 88 anos, compositor francês, autor de sucessos de Edith Piaf, Johnny Halliday, Gilbert Becaud ou Joe Dassin e James Brown, de 73 anos, cantor norte-americano.


publicado por Jorge Ferreira às 10:46 | link do post | comentar

(Marlene Dietrich)

Hoje é Quinta-feira, 27 de Dezembro, tricentésimo sexagésimo primeiro dia do ano. Faltam quatro dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a São João, Apóstolo e Evangelista. A Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 31, às 07:51. O Sol nasce às 07:54 e o ocaso regista-se às 17:22. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 05:23 e 17:52, a baixa-mar, às 11:20 e 23:28. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o astrónomo alemão Johannes Kepller (1571), o dramaturgo João da Câmara (1852), o cientista francês Louis Pasteur (1822), o actor português Carlos Leal (1877), a actriz Marlene Dietrich (1901), o jornalista, jurista e escritor alemão Sebastian Haffner (1899), os actores franceses Michel Piccoli (1925) e Gérard Depardieu (1948).


publicado por Jorge Ferreira às 10:32 | link do post | comentar

"Num país normal, qualquer Universidade que tivesse entre os seus licenciados um Primeiro-Ministro, ou um administrador do maior Banco nacional, teria milhares de candidatos a um lugar de estudante. Em Portugal, porém uma Universidade com estes pergaminhos fecha as suas portas por manifesta falta de qualidade e incompetência do seu corpo docente."
Luís Bonifácio, no Nova Floresta.


publicado por Jorge Ferreira às 10:31 | link do post | comentar

(Boneco do Do Portugal Profundo)

Caro Tiago, não é necessário ser um liberal puro e duro para perceber que o mercado e a concorrência em Portugal são uma ficção. Só por ingenuidade ou desinformação não se percebe que o mercado em Portugal faz escolhas sob condições expressas e implícitas do poder político do momento, seja ele titulado pelo PS, pelo PSD ou pelo CDS. O caso em curso no Millennium Bcp não é uma escolha do mercado, mas um descaramento que um verdadeiro mercado não toleraria. Só concedo num ponto: para azar nosso, ao controlo do mercado pelo Estado, soma-se outra desgraça portuguesa: a falta de verdadeiros empresários que ousem desafiar o poder político. Quando é preciso desafiá-lo, ou seja, quando isso implica custos, negócios comprometidos, etc., e não com dichotes de ocasião para os sobe e desce das secções de economia dos jornais e das revistas.


publicado por Jorge Ferreira às 01:21 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Foto)

Pede-me a amiga Júlia Moura Lopes que identifique os meus cinco filmes favoritos. Não sei se tenho só cinco filmes favoritos. Mas escolhi cinco que me marcaram. Música no Coração. Ben-Hur. Era Uma Vez na América. Voando Sobre um Ninho de Cucos. Babel. Julgo que para perceber se uma obra nos marca ou não é preciso tempo. A excepção é Babel, uma síntese de vários dramas contemporâneos que me deixou uma impressiva imagem da vulnerabilidade da vida e do perigo que hoje pode constituir um simples acaso ou vários simples acasos.


publicado por Jorge Ferreira às 01:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007
"Se alguém for apanhado a fumar um charro ou a inalar cocaína em pequenas quantidades no distrito de Santarém pode ter que pagar uma coima ou ser mandado para tratamento, se o mesmo acontecer no distrito de Lisboa, Bragança, Guarda, Viseu, Coimbra e Faro nada acontece. Neste momento há seis distritos do país onde a compra, posse e consumo de droga em pequenas quantidades não tem consequências porque as comissões de dissuasão da toxicodependência (CDT) destes distritos estão sem poder decisório por falta de pessoal." Droga pode consumir-se à vontade, por falta de pessoal. Claro que o Director-Geral de Saúde não se demite por causa do incumprimento da lei que proíbe o consumo de droga. Agora tabaquinho, meus amigos, népias. Vai proibido, está aberta a caça aos fumadores a partir de 1 de Janeiro e o Director-Geral de Saúde demite-se se a lei não fôr aplicada. Depois chamem-me nomes.

tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 11:14 | link do post | comentar | ver comentários (1)

É o que Rui Pereira deve pensar que se passa em Portugal. Cada cavadela sua minhoca. A onda de criminalidade recentemente verificada no Porto é um "caso particular", diz o preclaro ministro, que não aqueceu lugar como juiz constitucional mas pretende aquecê-lo como MAI. Vai toda uma sociologia nesta concepção. Toda a criminalidade é um caso particular entre alguém e alguém. Alguma revela, porém, uma particularidade desastrosa. Faz mortos. Que são, sem dúvida, mortos particulares. Talvez pôr uma polícia particular a tratar disto. Se calhar temos é um ministro particularmente particular. O ministro só se preocupará, está visto, quando estas particularidades tiverem uma equilibrada distribuição por todo o território nacional.


publicado por Jorge Ferreira às 10:35 | link do post | comentar

(Sir Nigel Hawthorne)



Em 1898, Pierre e Marie Curie anunciavam à Academia das Ciências de Paris a descoberta do elemento Rádio. Em 1901, terminava a construção do caminho de ferro do Uganda, que liga Mombaça ao Lago Vitória. Em 1972, morria o antigo presidente dos Estados Unidos Harry Truman. Em 1993, em Berlim, era profanado o túmulo de Marlene Dietrich. Em 2000, morria o actor norte-americano Jason Robards, 78 anos, protagonista de "A Thousand Clowns", "Filadélfia" e "Magnólia", Óscar de melhor actor pelos papéis em "Júlia" e "Os Homens do Presidente". Em 2001, morria Sir Nigel Hawthorne, 72 anos, actor britânico conhecido pelo seu desempenho no papel de Sir Humphrey, na série televisiva Sim, Senhor Ministro. Em 2003, um sismo arrasava a cidade iraniana de Bam, causando a morte a cerca de 40 mil pessoas. Construída em adobe, Bam fora reconhecida Património Mundial, pela Unesco. Em 2004, um sismo com a intensidade de 8,9 na escala de Richter, seguido de maremoto, devastava o sudeste asiático, causando perto de 200 mil mortos, sobretudo na Indonésia, Sri Lanka, Índia, Tailândia, Malásia e Bangladesh. Em 2006, morre Gerald Ford, com 93 anos, antigo presidente dos Estados Unidos.


publicado por Jorge Ferreira às 10:25 | link do post | comentar

Hoje é Quarta-feira, 26 de Dezembro, tricentésimo sexagésimo dia do ano. Faltam cinco dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a Santo Estêvão, Primeiro Mártir. A Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 31, às 07:51. O Sol nasce às 07:53 e o ocaso regista-se às 17:21. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 04:37 e 17:07, a baixa-mar, às 10:35 e 22:45. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio, destacando-se o escritor francês René Bazin (1863), o escritor norte-americano Henry Miller (1891), o líder chinês Mao Tse-Tung (1893), Marlène Dietrich (1901), o actor Richard Windmark (1914) e José Ramos Horta, Nobel da Paz, ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste (1949).


publicado por Jorge Ferreira às 10:19 | link do post | comentar

José Sócrates apareceu na mensagem de Natal a olhar para o céu. Já devem ser efeitos da tomada de posse do Millennium Bcp. A task force da propaganda lá deve ter achado apropriado aos dias que correm pôr-lhe o teleponto no tecto. Idêntica conjuntura não deve ser alheia ao facto de Sócrates ter aparecido a informar o rebanho que vive numa nova versão do Eden, por muito que o rebanho não consiga entender.


publicado por Jorge Ferreira às 00:41 | link do post | comentar

"Estou-me nas tintas para este circo, esta "guerra" não é minha. Repartam os lugares nos bancos, nos institutos públicos, saqueiem tudo o que possam à conta da ignorância e do acriticismo nacional. Por mim, tenho um projecto de vida pessoal para chutar para a frente, com muito trabalho e sem favores de ninguém. Mas quando a ganância dos apaniguados esquece o pudor e descrição que é devida ao ladrão, eu revolto-me. Profundamente. "
João Távora, no Corta-Fitas.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 00:04 | link do post | comentar

Cada cigarro vai custar em média 18 minutos de produtividade às empresas. É fazer as contas. Remeta-se a factura ao Parlamento.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 00:02 | link do post | comentar

"Parece que Victor Constâncio «retirou a confiança» aos actuais administradores do BCP. Quem pode, manda.Mas...., e quem retira a «confiança» a Victor Constâncio por em 2004 ter entendido como «satisfatórias» as explicações do BCP na investigação sobre os mesmos factos que agora considera graves?E porque Filipe Pinhal «teve» de assinar o acordo com a Sonangol horas antes de se conhecer a sua renúncia a novo mandato? A coisa era assim tão urgente, embora se andasse a arrastar há meses? Alguém tinha medo que a nova administração voltasse atrás? O acordo foi feito em condições de liberdade, ou condicionado pelos acontecimentos?"
Gabriel Silva, no Blasfémias.Já agora, ler também a Banca de Portugal, por António Ribeiro Ferreira, no Correio da Manhã.


publicado por Jorge Ferreira às 00:01 | link do post | comentar

Terça-feira, 25 de Dezembro de 2007
(Carlos Magno)

Em 350 celebrava-se em Roma, pela primeira vez, a festa do nascimento de Jesus. No ano 800, Carlos Magno era coroado Imperador do Ocidente. Em 1882, uma árvore de Natal era iluminada, pela primeira vez, com lâmpadas eléctricas. Em 1961, Joao XXIII anunciava a realização do Concílio Ecuménico Vaticano II. Em 1971, o general Idi Amin Dada liderava um golpe militar no Uganda, derrubando o presidente Milton Obote. Em 1977, morria Charlie Chaplin, Charlot. Em 1983, desaparecia o pintor catalão Joan Miró, 90 anos. Em 1987, morria o cavaleiro tauromáquico Varela Crujo, em coma desde Agosto de 1983, depois de colhido por um touro, na praça do Campo Pequeno. Em 1989, o derrubado presidente romeno, Nicolae Ceausescu, e a sua mulher Elena, eram executados, após julgamento secreto, pelos "crimes graves" cometidos contra o Estado romeno. Em 1990, Israel entrava em estado de alerta máximo, pelas ameaças de uso de armas químicas, feitas pelo líder iraniano, Saddam Husseisn. Em 1991, Mikhail Gorbachov demitia-se dos cargos políticos que detinha na ex-URSS. Em 1995, morriam o jornalista António Maria Zorro, 73 anos, o actor e cantor norte-americano Dean Martin, 78 anos, e o filósofo francês Emmanuel Lévinas, 90 anos. Em 2003, a sonda Beagle 2 da Nasa pousava em Marte. Porém, o contacto com a sonda jamais se estabeleceria, sendo dada como perdida, algumas semanas depois. Em 2004, um leilão em Londres garantia a soma de 70 mil euros para a bengala de Charlot. Em 2006, morre José Leal Loureiro, 60 anos, editor e livreiro, director da livraria Buchholz, em Lisboa.


publicado por Jorge Ferreira às 15:20 | link do post | comentar

Hoje é Terça-feira, 25 de Dezembro, Dia de Natal, tricentésimo quinquagésimo nono dia do ano. Faltam seis dias para o final de 2007. Este dia é dedicado ao nascimento de Jesus Cristo. A Lua encontra-se na Fase Minguante. Quarto Minguante, dia 31, às 07:51. O Sol nasce às 07:53 e o ocaso regista-se às 17:21. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 03:49 e 16:20, a baixa-mar, às 09.47 e 22.00. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Capricórnio destacando-se o cientista Sir Isaac Newton (1642), o poeta William Collins (1721), o escultor francês Claude Claudion Michel (1783), o médico e professor universitário português Pulido Valente (1884), a pedagoga e escritora portuguesa Irene Lisboa (1892), a actriz alemã Hanna Schygulla (1943), a actriz norte-americana Sissy Spacek (1949), a cantora Annie Lennox (1954).


publicado por Jorge Ferreira às 15:19 | link do post | comentar

Sábado, 22 de Dezembro de 2007
(Foto)

A todos os leitores e amigos do Tomar Partido desejo um Feliz Natal.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 20:31 | link do post | comentar | ver comentários (6)

"Nada há de mais incongruente numa democracia que o acto jurídico de extinguir partidos políticos. Os partidos, grandes ou pequenos, com ideias ou sem elas, honestos ou desonestos devem ser extintos pela ausência de votos. O eleitorado que os extinga virando-lhes as costas, votando-os ao desprezo. Não cabe a nenhuma Mesa Censória, a nenhum Conselho Nocturno, a nenhuma vestal da pureza ou a nenhum vigilante impedir que cidadãos participem em actos eleitorais."
Extinguir partidos. Por Miguel Castelo-Branco, no Combustões.


publicado por Jorge Ferreira às 20:15 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O Tribunal de Contas não certifica as contas do défice feitas pelo Governo PS em 2006. Afinal, isto equivale a não se saber quanto é ao certo o montante do défice. Uma nódoa no ministério de Teixeira dos Santos. Mas não há volta a dar. O mundo considera o senhor um excelente ministro. Sendo assim, não há realidade que valha. Durante a tarde, Campos e Cunha passeava nas Amoreiras. Trazia um equívoco sorriso na cara.


publicado por Jorge Ferreira às 20:09 | link do post | comentar | ver comentários (1)

JORGE FERREIRA

tomarpartido@sapo.pt

visitantes em linha

English version by Google
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30



DESTAQUES




TAMBÉM ESTOU AQUI

Jorge Ferreira

Cria o Teu Crachá

Aveiro
Comunicar a direito
Democracia liberal
Diário de aveiro
Jorge ferreira
O carmo e a trindade
O templário
Terras de mármore
Tv net

O PARTIDO DOS AMIGOS

A cagarra
Alinhavos
Cão com pulgas
Eclético
Faccioso
Ilha da madeira
Fumaças
Mais actual
Meu rumo
Paris
Sobre o tempo que passa
Tubarão


OUTROS PARTIDOS

A arte da fuga
A barbearia do senhor luís
A casa de sarto
A casa dos comuns
A caveira vesga
A caverna obscura
A civilização do espectáculo
A destreza das dúvidas
A educação do meu umbigo
A gota de ran tan plan
A grande alface
A janela do ocaso
A natureza do mal
A origem das espécies
A outra varinha mágica
A regra do jogo
A revolta das palavras
a ritinha
A terceira noite
A textura do texto
A voz do povo
A voz nacional
A voz portalegrense
As escolhas do beijokense
As penas do flamingo
Abrigo de pastora
Abrupto
Às duas por três
Activismo de sofá
Admirável mundo novo
Adufe
Água leve
Água lisa
Alcabrozes
Alianças
Aliança nacional
Almocreve das petas
Apdeites v2
Arcadia
Arde lua
Arpão
Arrastão
Aspirina b
Atuleirus
Avatares de um desejo

Bar do moe, nº 133
Blasfémias
Bem haja
Berra-boi
Bic laranja
Bicho carpinteiro
Binoculista
Bissapa
Blogo social português
Blogotinha
Blogs e política
Blogue de direita
Blogue da sedes
Blogue real associação de lisboa
Blue lounge
Boca de incêndio
Boina frígia
Braga blog
Branco no branco
Busturenga

Cabalas
Café Bar James Dean
Café da insónia
Caixa de petri
Caixa de pregos
Câmara corporativa
Campos da várzea
Canhoto
Carreira da í­ndia
Causa liberal
Causa nossa
Cegos mudos e surdos
Centenário da república
Centurião
Certas divergencias
Chá preto
Charquinho
Cibertúlia
Cinco dias
Classe polí­tica
Clube das repúblicas mortas
Clube dos pensadores
Cobrador da persia
Combustões
Confidências
Congeminações
Contingências
Controversa maresia
Corta-fitas
Crónicas d'escárnio e mal dizer

Da condição humana
Da literatura
Da rússia
Dar à tramela
Dass
De vexa atentamente
Der terrorist
Delito de opinião
Desconcertante
Desesperada esperança
Despertar da mente
Direito de opinião
Do portugal profundo
Dois dedos de prosa e poesia
Dolo eventual
Duas cidades
Duas ou três coisas
2 rosas

É curioso
É tudo gente morta
e-konoklasta
Em 2711
Elba everywhere
Em directo
Encapuzado extrovertido
Entre as brumas da memória
Enzima
Ephemera
Esmaltes e jóias
Esquissos
Estado sentido
Estrago da nação
Estudos sobre o comunismo
Espumadamente
Eternas saudades do futuro

Falta de tempo
Filtragens
Fliscorno
Fôguetabraze
Foram-se os anéis
Fúria dos dias

Gajo dos abraços
Galo verde
Gazeta da restavração
Geometria do abismo
Geração de 80
Geração de 60
Geração rasca
Gonio
Governo sombra

Há normal?!
Herdeiro de aécio?!
Hic et nunc
Hoje há conquilhas, amanhã não sabemos
Homem ao mar

In concreto
Ideal social
Ideias soltas
Ilusão
Império lusitano
Impressões de um boticário de província
Insinuações
Inspector x
Intimista

Jacarandá
Janelar
Jantar das quartas
João Távora
Jornal dos media
José antónio barreiros
José maria martins
Jose vacondeus
Judaic kehillah of portugal - or ahayim
Jugular
Julgamento público

Kontrastes

La force des choses
Ladrões de bicicletas
Largo da memória
Largo das alterações
Latitude 40
Liblog
Lisbon photos
Lobi do chá
Loja de ideias
Lusitana antiga liberdade
Lusofin

Ma-schamba
Macroscópio
Maioria simples
Maquiavel & j.b.
Margem esquerda
Margens de erro
Mar salgado
Mas certamente que sim!
Mau tempo no canil
Memória virtual
Memórias para o futuro
Metafísica do esquecimento
Miguel teixeira
Miniscente
Minoria ruidosa
Minudencias
Miss pearls
Moengas
Movimento douro litoral
Mundo disparatado
Mundus cultus
My guide to your galaxy

Não há pachorra
Não não e não
Nem tanto ao mar
Neorema
Nocturno
Nortadas
Notas formais
Notícias da aldeia
Nova floresta
Nova frente
Num lugar à direita
Nunca mais

O afilhado
O amor nos tempos da blogosfera
O andarilho
O anónimo
O bico de gás
O bom gigante
O cachimbo de magritte
O condomínio privado
O contradito
O diplomata
O duro das lamentações
O espelho mágico
O estado do tempo
O eu politico
O insubmisso
O insurgente
O islamismo na europa
O jansenista
O jumento
O observador
O país do burro
O país relativo
O pasquim da reacção
O pequeno mundo
O pravda ilhéu
O principe
O privilégio dos caminhos
O profano
O reaccionário
O saudosista
O severo
O sexo dos anjos
O sinaleiro da areaosa
O tempo das cerejas
O universo é uma casca de noz
Os convencidos da vida
Os veencidos da vida
Obrigado sá pinto
Oceano das palavras
Office lounging
Outra Margem
Outubro

Palavra aberta
Palavrussaurus rex
Pangeia
Papa myzena
Patriotas.info
Pau para toda a obra
Pedra aguda
Pedro_nunes_no_mundo
Pedro rolo duarte
Pedro santana lopes
Pena e espada
Perguntar não ofende
Planetas politik
Planí­cie heróica
Playbekx
Pleitos, apostilas e comentários
Politeia
Política pura e dura
Polí­tica xix
Polí­tica de choque
Politicazinha
Politikae
Polvorosa
Porcausasemodivelas
Porto das pipas
Portugal dos pequeninos
Por tu graal
Povo de bahá
Praça da república em beja
Publicista

Quarta república

Registo civil
Relações internacionais
Retalhos de edith
Retórica
Retorno
Reverentia
Revisões
Ricardo.pt
Risco contínuo
Road book
Rua da judiaria

Salvaterra é fixe
Sem filtro
Sempre a produzir
Sentidos da vida
Serra mãe
Sete vidas como os gatos
Small brother
Sociedade aberta
Sociologando
Sorumbático
Sou contra a corrente
Super flumina

Táxi
Tempo político
Tenho dito
Teorias da cidade
Tese & antítese
Tesourinhos deprimentes
There is a light never goes out
Tirem-me daqui
Tralapraki
Transcendente
Tribuna
31 da armada
Tristeza sob investigação
Triunfo da razão
Trova do vento que passa

Último reduto
Um por todos todos por um

Vale a pena lutar
Vasco campilho
Velocidade de cruzeiro
Viagens no meu sofá
Vida das coisas
Vento sueste
Voz do deserto

Welcome to elsinore

Xatoo

Zarp blog

PARTIDOS DOS ALUNOS

Ao sul
As cobaias
Fados e companhia
O cheiro de santarém pela manhã
Platonismo político
Projecto comunicar

PARTIDOS DE ABRANTES

Abranteimas
Rua da sardinha
Torre de menagem

PARTIDOS DO ALGARVE

Mons cicus
Olhão livre
Tavira tem futuro
The best of lagos

PARTIDOS DE AVEIRO

A ilusão da visão
Academia de aveiro
Actas diárias
Amor e ócio
Arestália
Aveiro sempre
Bancada directa
Bancada norte
Blog de sergio loureiro
Botanabateira
Código da vivencia
Cogir
Debaixo dos arcos
Desporto aveiro
Divas e contrabaixos
Estados gerais
Forum azeméis
Já agora
Margem esquerda
Neo-liberalismo
Nós e os outros
Notas de aveiro
Notícias da aldeia
Noticias de ovar
Painéis de aveiro
Pontos soltos
Portal do beira-mar
4linhas
Quotidiano da miséria
7 meses
The sarcastic way
Visto de fora
Vouga

PARTIDOS DE OEIRAS

À rédea solta
Escrever sobre porto salvo
Eu sou o poli­ticopata
Oeiras local
Rememorar oeiras

PARTIDOS DE TOMAR

Alcatruzes da roda
Algures aqui
À descoberta de tomar
Charneca da peralva
Nabantia
Olalhas
Os cavaleiros guardiões de sta. maria do olival
Sondagem tomar
Tomar
Thomar vrbe
Tomar, a cidade
Tomar a dianteira
Vamos por aqui

PARTIDOS DE VILA VIÇOSA

A interpretação do tempo
Infocalipo
O restaurador da independencia
Tasca real

PARTIDOS POÉTICOS

Arrimar
Corte na aldeia
Forja de palavras
Linha de cabotagem (III)
Nimbypolis
O melhor amigo
Ofí­cio diário
Orgasmos dos sentidos

PARTIDOS DAS ÁGUIAS

A águia
A ilíada benfiquista
A mística benfiquista
Amo-te, benfica
Anti-anti-benfica
Benfiquistas desde pequeninos
Calcio rosso
Chama imensa
Diário de um adepto benfiquista
E isso me envaidece
E pluribus unum
Encarnados
Encarnado oriental
Encarnado e branco
Eterno benfica
Football dependent
Gloriosa fúria vermelha
Glorioso jornal
Gordo vai à baliza
Javardos benfiquistas
loucos pelo slb
Mágico slb
Mar vermelho
Memória gloriosa
Não se mencione o excremento
Novo benfica
O antitripa
O inferno da luz
O grémio benfiquista
Os nossos queridos jornalistas desportivos
País de corruptos
Quero a verdade
Ser benfiquista
Slbenfica - forever champions
Slblog
Tertúlia benfiquista
Um zero (1-0) basta
Vermelhovzky
Vedeta da bola
Vedeta ou marreta?
Velho estilo ultras
Vermelho à moda do porto

PARTIDOS DA BOLA

Cromo dos cromos

PARTIDOS DO DIREITO

Ab surdus
Assembleia de comarca
Blog de informação
Blog do dip
Cartilha jurídica
Cum grano salis
Direito na sociedade da informação
Dizpositivo
Elsa
Incursões
Iuris
Leituras oficiosas
Legalidade
Lex turistica nova
Mens agit molem
Notas constitucionais
O meu monte
Patologia social
Piti blawg
Ré em causa própria
Reforma da justiça
Rumo do direito
Santerna
Suo tempore
Trepalium
Urbaniuris
Vexata quaestio

PARTIDOS DA VIDA

Açores pelo não
Alentejo pelo não
(Des)conversas em família
Direito a viver
Évora pelo não
Fiat lux
Impensável
Jornal da família
Nebulado
Pela vida
Pelo não
Quero viver
Razões do não
Sinto a vida
Sou a favor da vida

PARTIDOS DA ARGENTINA

El opinador compulsivo

PARTIDOS DO BRASIL

Ação humana
Cronicas do joel
Depósito do maia

PARTIDOS DE ITÁLIA

Importanza dele parole

PARTIDOS DOS LIVROS

Blog do espaço de memória e do pátio das letras
D'outro tempo
Lerblog
Mundo pessoa

PARTIDOS DAS REVISTAS

Alameda digital
Leonardo, revista de filosofia portuguesa

PARTIDOS DA TAUROMAQUIA

Lides alentejanas
Toiradas

PARTIDOS DOS BLOGUES

aniversários de blogues
Blog do dia dn
Blogpatrol
Blogpulse
Blogsearch
Blogservatório
Blogs em lí­ngua portuguesa
Moblig
Orochi's blog
Sapo blogs
Technorati
Weblog

PARTIDOS DA POLÍTICA

Bloco de esquerda
Centro democrático social
Os verdes
Partido comunista português
Nova democracia
Partido social-democrata
Partido socialista


PARTIDOS DOS JOGOS OLÍMPICOS

Atenas 2004
Pequim 2008
Comité olí­mpico internacional
Comité olí­mpico de portugal

PARTIDOS DOS JORNALISTAS

a capital
Jornal do diabo
O comércio do porto



TAMBÉM JÁ ESTIVE AQUI
Blogue do não
Câmara de comuns
Eleições 2009
Nova vaga
Novo Rumo
O carmo e a trindade
O eleito
Olissipo
Ota não
Portal lisboa
RCP ONLINE
Semanário
Sportugal
Tomarpartido
ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags