Domingo, 30 de Setembro de 2007
Gostei da análise de Marcelo Rebelo de Sousa sobre o momento do PSD. Especialmente certeiro quando sublinhou duas ideias que eu já aqui tinha exposto. Primeira, por debaixo do populismo de Menezes está o bloco central e os seus interesses de negócio. Segundo: se os notabile preguiçosos estão convencidos que vão correr com Menezes facilmente mesmo que ele pwerca como tudo indica as eleições de 2009, estão muito enganados.


publicado por Jorge Ferreira às 21:33 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Francisco Almeida Leite e muito bem, quer puxar pela memória de Pacheco Pereira. As gavetas dos escandalos são feias quando se abrem só quando dá jeito.


publicado por Jorge Ferreira às 21:10 | link do post | comentar

A partir de ontem todos os miltantes do PSD foram menezistas desde pequeninos.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 17:07 | link do post | comentar | ver comentários (2)

O PSD passou a partir de ontem a ser um partido anti-referendo europeu. Esta mudança deve agradar a Cavaco Silva (sempre é uma ironiazinha do destino...) e a José Sócrates. Mas o mais grave é que o líder do maior partido da oposição deixou de ser do Benfica e passou a ser do Sporting. Isto, sim, já me parece uma baixa significativa...


publicado por Jorge Ferreira às 16:39 | link do post | comentar

Em 1452, surgia o primeiro livro impresso, "A Bíblia", de Johann Gutenberg. Em 1791, estreava-se a ópera de Mozart, "A Flauta Mágica", em Viena. Em 1936, Oliveira Salazar aprovava a constituição da Legião Portuguesa. Em 1946, o Tribunal Militar Internacional de Nuremberga, na Alemanha, condenava vários dirigentes nazis, considerando-os culpados de crimes de guerra e contra a humanidade. Em 1955 morria, num acidente de automóvel, o actor norte-americano James Dean. Em 1974, o António de Spínola demitia-se da Presidência da República Portuguesa, sendo substituído por Costa Gomes. Em 1985, morria a actriz francesa Simone Signoret, 64 anos. Em 1988, o presidente soviético, Andrei Gromyko, era afastado, a seu pedido, do Politburo e da Chefia do Estado. Em 1991, o presidente do Haiti, o padre Jean-Bertrand Aristide, era derrubado num golpe de estado. Em 1998, após 132 dias, encerrava a EXPO-98.


publicado por Jorge Ferreira às 12:53 | link do post | comentar

Hoje é Domingo, 30 de Setembro, ducentésimo septuagésimo terceiro dia do ano. Faltam 92 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a São Jerónimo. A Lua encontra-se em Lua Cheia, dia 26 às 19:45. O Sol nasce às 06:31 e o ocaso regista-se às 18:22. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:17 e 18:41, a baixa-mar, às 12:04 e 00:25. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o escritor norte-americano Truman Capote (1924), o escritor, sobrevivente do holocausto e Nobel da Paz Elie Wiesel (1928) e as actrizes Deborah Kerr (1921) e Angie Dickinson (1931).


publicado por Jorge Ferreira às 12:52 | link do post | comentar

Sábado, 29 de Setembro de 2007
Sol, 29.09.2007
(Via Abnoxio)

O que vale é que não há eleições directas para comentador da RTP.


publicado por Jorge Ferreira às 20:27 | link do post | comentar

O Sol publica hoje escutas telefónicas sobre o afastamento de Souto Moura e a interferencia de Josá Sócrates nesse processo. Começa finalmente a perceber-se a nova norma do Código de Processo Penal que surgiu do nada para proibir a publicação de escutas telefónicas sem a autorização dos visados mesmo em processos que já não se encontram em segredo de justiça. Aguardo com curiosidade o que vai suceder. Se é que vai.


publicado por Jorge Ferreira às 20:15 | link do post | comentar

«Para nós, é indiferente quem está à frente do PSD. Nunca dependemos do PSD para coisa nenhuma e assim tencionamos continuar no futuro», afirmou um deputado centrista à Lusa. Obviamente que a verdade, verdadinha, é exactamente o inverso. Estilhaços de Menezes à vista.


publicado por Jorge Ferreira às 19:56 | link do post | comentar

1º Mais uma vez: não há mortes definitivas na política ou o exemplo de Pedro.
2º Um Presidente deve tratar melhor da carreira dos seus mourinhos ou o exemplo de Alexandre.
3º As elites nem sempre se podem dar ao luxo de ficar em casa à espera que alguém faça o trabalho sujo.
4º Carmona, Isaltino, Valentim, já podem voltar e não se fala mais nisso. E Menezes pode ganhar mais duas Camaras sem sequer haver eleições. Um verdadeiro ás.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 17:31 | link do post | comentar

A vitória de Luís Filipe Menezes altera pouco de substancial em termos ideológicos. Trata-se um político tão socialista como Sócrates. Como se vê pelo despesismo em Gaia e pelas posições, poucas, aliás, que foi tomando sobre problemas de fundo do país nos últimos meses. O facto de mudar de opinião demasiadas vezes em pouco tempo acrescenta insegurança e erratismo. Divertimento talvez haja mais a partir de agora, mas mudança substantiva, não. Discutir-se-á mais uma vez o estilo e não o Estado. As bocas e não e as ideias. Os ziguezagues (os notabile não perdoam...), do que as propostas. Menezes é apenas uma variante da esquerda socialista e estatista que desgoverna.


publicado por Jorge Ferreira às 17:20 | link do post | comentar

(Bi-Laranjada)

Os chamados notáveis do PSD estão em estado catatónico com o resultado das directas. Todos apostavam num líder manso para substitutir quando lhes aprouvesse e não vão ter esse líder a prazo anunciado. Menezes também o pode vir a ser mas não vai ser tão fácil de apear. O melhor da candidatura de Menezes foi o desempenho de Ribau Esteves, presidente da Camara de Ílhavo. O discurso da vitória do vencedor foi pobre. Mas mais vale entrada de sendeiro. Derrotados especiais dos notabile: Cavaco Silva, Marcelo Rebelo de Sousa, Alberto João Jardim, Paula Teixeira da Cruz. Vencedores: Pedro Santana Lopes. Uma semana em grande para o ex-Primeiro-Ministro. De resto, a vida continua, mas quer-me parecer que alguma coisa vai mudar no tabuleiro do PSD. O primeiro sinal será dado com o que suceder ou não suceder no Grupo Parlamentar. Menezes terá de perceber que ser uma espécie de Marques Mendes II será fatal. Para o não ser terá um partido sem os quadros tradicionais, o que até pode ser bom. Veremos se tem capacidade para mobilizar outros. Ah, é verdade e Sócrates também perdeu. O que em si mesmo não é mau de todo. Quanto aos negócios do bloco central, esses, continuarão de boa saúde, como se verá rapidamente.


publicado por Jorge Ferreira às 16:53 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Mafalda)

Em 1829 era criada, em Londres, a Scotland Yard. Em 1923, iniciava-se o mandato britânico na Palestina. Em 1941, na Ucrânia, perto de Kiev, começava o massacre de Baby Yar: mais de 34.000 judeus foram mortos pelas forças nazis, no início da invasão das tropas de Adolf Hitler. Em 1944, a URSS invadia a Jugoslávia. Em 1964, Mafalda, a contestatária, heroína criada por Quino, pseudónimo do "cartoonista" argentino Joaquín Lavado, teve a sua primeira "tira" publicada na revista Primera Plana, de Buenos Aires. Em 1992, as urnas eram abertas para as primeiras eleições presidenciais e legislativas em Angola e o presidente brasileiro, Fernando Collor de Mello, era incriminado pelo Parlamento e suspenso do seu cargo por 180 dias. Em 2001, os sócios do Benfica aprovavam, por maioria, a construção do novo Estádio da Luz. Em 2006 morre Margarida Abreu, 90 anos, bailarina e pedagoga, nome determinante na implantação da dança contemporânea em Portugal.


publicado por Jorge Ferreira às 16:45 | link do post | comentar

(Miguel de Cervantes)

Hoje é Sábado, 29 de Setembro, ducentésimo septuagésimo segundo dia do ano. Faltam 93 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado aos arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael. A Lua encontra-se em Lua Cheia, dia 26 às 19:45. O Sol nasce às 06:30 e o ocaso regista-se às 18:24. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 05:35 e 17:57, a baixa-mar, às 11:21 e 23:43. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o escritor espanhol Miguel de Cervantes, autor de "D. Quixote de La Mancha", (1547), o pioneiro da investigação nuclear Enrico Fermi (1901), os cineastas Michellangelo Antonioni (1912) e Stanley Kramer (1913), o primeiro presidente de Moçambique Samora Machel (1933) e o político polaco Lech Walesa (1943). Em 1967, morria a escritora norte-americana Carson McCullers, autora de "Coração Solitário Caçador", e, em 1997, o artista plástico Roy Liechenstein.


publicado por Jorge Ferreira às 16:41 | link do post | comentar

Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007
O Governo acaba de tornar público que a Camara Municipal de Gaia foi a que mais se endividou em 2006, violando o artigo 33º da Lei do Orçamento para 2006 e furando em 11,9 milhões de euros o limite ao endividamento. Logo a seguir, nesta lista de gastadores, comparece inevitavelmente Lisboa, na versão Carmona Rodrigues do PSD. Mesmo a tempo das directas. Isto prova duas coisas: uma, que Luís Filipe Meneses governa bem em Gaia porque gasta demais, o que não é propriamente novidade no que ao PSD diz respeito.. Outra, que Sócrates prefere Marques Mendes, ou, por outras palavras, que Sócrates acaba de votar nas directas para líder do PSD. Isto também não me parece novidade, até porque ainda se deve lembrar bem da casa dos seus tempos de militante da JSD.


publicado por Jorge Ferreira às 15:48 | link do post | comentar | ver comentários (1)

As perguntas mais difíceis de responder são as de algibeira.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 13:46 | link do post | comentar

Jorge Ferreira, preparador de guarda-redes do Coruripe, Alagoas.


publicado por Jorge Ferreira às 13:42 | link do post | comentar

(João Paulo I)

Em 1864, Karl Marx organizava, em Londres, a Primeira Internacional. Em 1865, era inaugurado, em Lisboa, o Teatro do Príncipe Real, mais tarde Teatro Apolo. Em 1939, a Alemanha Nazi e a URSS acordavam num plano de divisão da Polónia. Em 1970, morria Abdel Gamal Nasser, chefe de Estado egípcio. Em 1978, morria o Papa João Paulo I. Em 1984, Maria Branca dos Santos, D. Branca, comparecia na Polícia Judiciária. Em 1989, morria Ferdinando Marcos, 72 anos, ex-Presidente das Filipinas. Em 1992, morria Fernando Piteira Santos, jornalista, historiador, professor e figura destacada da oposição ao regime ditatorial, anterior a 25 de Abril de 1974. Em 1995, Yasser Arafat, líder da OLP, e o primeiro-ministro israelita, Yitkhak Rabin, assinavam, em Washington, o acordo que prevê o fim da ocupação da Cisjordânia. Em 2000, registava-se a vitória do "não" no referendo na Dinamarca sobre a adesão ao Euro. Em 2003, morria o cineasta e escritor Elia Kazan, 94 anos, realizador de "Há Lodo no Cais". Em 2004, no Congresso do Partido Trabalhista, o primeiro-ministro Tony Blair pedia desculpa pelos argumentos apresentados em 2002-03 a favor da invasão do Iraque. Em 2005, investigadores confirmavam a perda de 40% da massa de gelo no Pólo Norte, nos últimos 40 anos. Em 2006 o Governo apresentou uma proposta de revisão de carreiras aos sindicatos da Função Pública que prevêm conter despesas com pessoal e a revisão do sistema de taxas para a ADSE. A Venezuela pede desculpas a Portugal por a campanha de Hugo Chávez ter utilizado imagem de José Sócrates, num painel de propaganda às presidenciais de 03 de Dezembro, e assegura que cartaz foi retirado.


publicado por Jorge Ferreira às 10:38 | link do post | comentar

(Emile Zola)

Hoje é Sexta-feira, 28 de Setembro, ducentésimo septuagésimo primeiro dia do ano. Faltam 94 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a São Venceslau. A Lua encontra-se em Lua Cheia, dia 26, às 19:45. O Sol nasce às 06:29 e o ocaso regista-se às 18:25. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 03:55 e 16:15, a baixa-mar, às 09:40 e 22:03. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o artista italiano Caravaggio (1573), o escritor francês Prosper Mérimee (1803), o patriota italiano Giuseppe Garibaldi (1807), o Rei D.Carlos I, (1863), o actor italiano Marcelo Mastroianni (1924), a actriz francesa Brigitte Bardot (1934) e a actriz holandesa Sylvia Kristel (1952). Em 1902, morria o romancista francês Emile Zola e, em 1970, o escritor norte-americano John dos Passos.


publicado por Jorge Ferreira às 10:33 | link do post | comentar

Antigamente dizia-se que às vezes o silêncio vale por mil palavras. Hoje, na era da imagem e da televisão, deixou de ser o silêncio a valer por mil palavras e passou a ser o gesto. A atitude tem ilustres artistas, o maior deles, Marcel Marceau, acaba, aliás, de falecer deixando um lugar por preencher na difícil arte do mimo.

É assim que, no meio da algazarra das quotas, dos cadernos eleitorais, dos insultos, da agressividade e do vazio de ideias em que mergulhou a campanha das directas no PSD, surge um motivo para debater a sério. Por causa do gesto. Dos tais que valem mais que mil palavras.

Santana Lopes deixou o estúdio da SIC Notícias a meio de uma entrevista porque foi interrompido para um directo da chegada de José Mourinho ao aeroporto da Portela. Santana Lopes fez muito bem. A informação televisiva, de uma forma geral, é hoje um imenso arsenal de chouriço corrente. Directos a despropósito, sem notícias, sem informação, com frases simples e ocas repetidas até à náusea, para satisfazer uma alegada insaciabilidade das audiências e um alegado voyeurismo da populaça.

Claro que há excepções. Mas a esta onda febril de mostrar coisa nenhuma, nem o serviço público de televisão tem escapado.

Ora, o que fez Santana Lopes? Fez uma coisa muito simples: disse, de forma enfática ao levantar-se da cadeira que a informação televisiva não pode ser uma máquina de vazio e que tem de respeitar valores. Santana Lopes prestou um serviço público.

Claro que, como se esperava, a SIC não percebeu nada. Ricardo Costa veio dizer que a reacção de Santana Lopes foi “inusitada e desproporcionada” e não se justificava. Talvez esta reacção se baseie na raridade da atitude. A verdade é que as pessoas têm aceite tudo, têm-se resignado a tudo, nas televisões. Trocam o segundinho da fama por qualquer dislate, por qualquer desrespeito. A surpresa é desta vez, causa justificativa da reacção.

A atitude foi justamente inusitada, inesperada, é certo. Não é hábito. Mas desproporcionada é que não foi. Tratou-se da chegada a um aeroporto de um treinador de futebol. Por muito bom que ele seja e é, há que ter o sentido das proporções. Desproporcionado, na verdade, é as televisões encherem chouriços com coisa nenhuma, mais a mais, interrompendo entrevistas de forma essa sim inusitada e desproporcionada.
(publicado na edição de hoje do Semanário)


publicado por Jorge Ferreira às 01:29 | link do post | comentar

O socialista António Costa é coerente. No Governo aumentou os impostos para fazer face à despesa e ao défice. Na Câmara Municipal de Lisboa vai duplicar o IMI para os prédios devolutos para fazer face à despesa e ao défice.

Eis o que muitos reclamavam e diziam não encontrar: um socialista consequente. O problema é que António Costa é coerente mas faz a política errada. Ora, a coerência no erro não é propriamente uma virtude…

Há despesa a mais na CML? Há. Que se corte. Mas não à custa da asfixia fiscal dos proprietários, já de si previamente taxados por serem proprietários. A propriedade não é um poço fiscal sem fundo.
(publicado no Democracia Liberal)


publicado por Jorge Ferreira às 01:27 | link do post | comentar

Os eleitores estão convencidos que Portugal tem 308 concelhos e que elegem os respectivos órgãos nas eleições autárquicas. Mas estão enganados. Há mais: a Administração dos Portos de Setúbal, Sines, Leixões, Lisboa, Aveiro e mais uns quantos nos Açoes e na Madeira. Trata-se de entidades com jurisdição territorial sobre porções de território onde ninguém manda a não ser essas administrações. Os seus órgãos não são eleitos, mas nomeados pelos accionistas e os municípios têm mais é que lhes pedir batatinhas se quiserem mexer um cabelinho que seja nos territórios à sua guarda. São, no fundo, uma espécie de municípios clandestinos, que condicionam a seu bel-prazer a prossecução das atribuições das autarquias locais que, como Aveiro, têm o azar de ter um porto.
As incertezas do Galitos quanto ao futuro do seu projecto desportivo assentam em parte e precisamente no facto de os terrenos a alienar na zona da antiga lota serem da propriedade da Administração do Porto de Aveiro e não do Município, embora seja este que definirá o que fazer neles. O problema natural é que quem quiser comprar pode não estar de acordo com as ideias da Câmara e desistir e a APA pode não querer vender a quem aceitar os projectos do município para os terrenos.
Segundo o Galitos, os contactos estabelecidos com os dois interlocutores do clube não resultaram em qualquer «compromisso formal» no que diz respeito à garantia de um espaço na zona da antiga lota, financiamento do novo edifício e solução transitória para o período de construção. O vice-presidente do clube lembrou esta semana que as obras em curso de consolidação dos muros do perímetro da zona da antiga lota, no âmbito do Polis, têm afectado as actividades do clube, graças aos «sucessivos cortes da água e da electricidade». Por outro lado, a colectividade ficará privada de passagens para a água «dentro de duas semanas», uma vez que o orçamento da obra «não prevê a instalação de acessos substitutos», apesar de terem sido apontadas as «soluções técnicas adequadas», avaliadas em cerca de 35 mil euros.
«Há vários meses que vimos expressando as nossas preocupações nas sedes que julgávamos adequadas. Concluímos, porém, que não produziram resultados. É imerecido para uma modalidade com 81 anos de actividade ininterrupta e com inúmeros títulos nacionais e internacionais ganhos desde 1942», sintetiza Vieira Nunes, que criticou as «declarações pouco esclarecedoras» do presidente da Câmara, Élio Maia, na AM de 2 de Julho, quando se limitou a afirmar que estavam em curso contactos entre município, APA e investidores e que a situação dos clubes residentes seria «sempre salvaguardada».
Na última reunião da Assembleia Municipal, o director do Galitos disse que o clube pretende uma «garantia formal» de que vai ser assegurado um pavilhão náutico, financiamento do novo edifício, instalações transitórias no período de construção para o armazenamento da frota e a manutenção da actividade e «solução imediata» para os acessos à água, face à «destruição» dos existentes.
O Galitos prometeu que não vai ficar parado e faz muito bem.
Já agora, têm os aveirenses á sua disposição uma petição on line, no endereço http://www.petitiononline.com/ag123/petition.html, onde podem manifestar o seu apoio às justas pretensões do Galitos.
“É imperioso que se mantenha a mesma estrutura, renovada e enquadrada no projecto que se quer para a zona da Lota, do actual posto náutico do Clube dos Galitos. Não pode ser cobrada à própria Náutica, a factura decorrente da valorização imobiliária, de que se percebe vir a ser uma das zonas mais apetecíveis da cidade. As autoridades locais devem-nos isso. Aveiro reclama-nos esta postura.”, lê-se na petição.
Eu já assinei.
(publicado na edição de hoje do Diário de Aveiro)

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 01:26 | link do post | comentar

"É verdade que os pedófilos serão beneficiados com as mais recentes alterações na legislação penal? É verdade que o folclore vivido em torno das prisões preventivas, mais não foi do que uma hábil forma de desviar as atenções dos cidadãos para que este assunto não fosse abordado? É verdade? É verdade senhores deputados que votaram a nova lei? Será que chegámos ao cúmulo de viver num País onde se votam diplomas para branquear situações e ilibar culpados? É verdade? Será que existem políticos de tal modo comprometidos com actos imorais e corruptos, ao ponto da Assembleia da República ter tais atitudes? E se não é verdade porque se cala a Assembleia face à suspeita que vem sendo levantada? Os deputados não ouviram Marcelo Rebelo de Sousa, na RTP? E não respondem? Não há uma honra a ser defendida? O que se passa senhores deputados? De que têm medo? ".
Manuel Monteiro, no Correio do Minho.


publicado por Jorge Ferreira às 01:25 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007
Ao Miguel Carvalho e ao Paulo Antunes: não mudei de argumento. Acrescentei outro. A irracionalidade económica desta medida resulta directamente do excesso de impostos. Claro que para um socialista o excesso de impostos é uma coisa desejável e eu diria até inevitável. Para quem acredita na economia de mercado, eles prejudicam-na, porque adiam os problemas em vez de os resolverem. Eliminam poupança, dificultam o investimento reprodutivo, logo, dificultam a criação de emprego e o aumento da riqueza. E este é o caminho que eu penso que traz mais progresso à sociedade. E a economia faz sempre o seu caminho. Há exemplos históricos que o demonstram. Quanto à propriedade privada claro que já sabemos como ela é desprezada pelo Estado e maltratada pelo fisco. O proprietário em Portugal, seja de um reles automóvel, de uma casa ou de um terreno existe para pagar pelo que tem, de preferencia até não ter nada. O Estado é guloso e a sociedade é invejosa. A fiscalidade automóvel e a fiscalidade na habitação são bons exemplos de voracidade fiscal. No fundo o miserabilismo ancestral e a crónica dependencia do Estado para tudo inveja que tem alguma coisa de seu. O melhor mesmo é torturá-lo, se necessário com impostos. O ideal seria mesmo pagar cem vezes a mesma coisa. Só que isso é injusto. Pelo menos para mim. E só por mim falo. Mas está certo: o socialista ganhou, o socialista governa, o socialista taxa, o socialista gasta, o socialista faz pela sua vida de socialista. Os cidadãos, se quiserem, que façam pela vida, nas próximas eleições. Depois não se queixem.
(publicado em O Carmo e a Trindade)


publicado por Jorge Ferreira às 21:15 | link do post | comentar

Mónica Andrade em comentário a esta entrada: "Um fogo devoluto no centro da cidade é um verdadeiro crime económico e social." Sempre é um primeiro passo para alterar o Código Penal e transformá-lo também num crime jurídico. É a visão soviética do proprietário: um criminoso a eliminar.
(publicado n' O Carmo e a Trindade)


publicado por Jorge Ferreira às 20:49 | link do post | comentar

"A Câmara de Viseu vai duplicar o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) aplicado aos prédios devolutos como forma de forçar os proprietários a reabilitar edifícios do centro histórico da cidade e ainda nas aldeias do Município." Como se vê, o socialismo não é privativo do PS. O PSD também vai ao bolso do contribuinte da mesma forma. A ocasião faz o ...
(publicado n' O Carmo e a Trindade)


publicado por Jorge Ferreira às 20:37 | link do post | comentar

Causou alguma polémica a minha oposição à duplicação do IMI para os prédios devolutos. Sim, oponho-me. Em nome da defesa da propriedade privada. Em nome da defesa de cidadãos, muitos deles sem recursos (e mesmo que os tenham, já que por enquanto não é crime...) já devida, anual e metodicamente massacrados com impostos por um Estado ou por autarquias que engordam a despesa à custa dos contribuintes e não têm a coragem de tomar as decisões difíceis de reduzir essa despesa incomportável sem ir ao bolso dos cidadãos. Em nome da necessidade de reduzir a despesa pública, neste caso municipal, sem ser à custa do esganamento fiscal da propriedade.
(publicado n' O Carmo e a Trindade)


publicado por Jorge Ferreira às 15:06 | link do post | comentar | ver comentários (1)

(Maringá)
 
Eis Maringá, cidade do Estado do Paraná, no Noroeste e não na Amazónia. Uns dizem que aqui há 200 militantes do PSD, outros que há só 22. Mas Luís Filipe Meneses continua a dar-se mal com a geografia. Mais valia tirar os discursos da Wikipedia, já que a Presidente da Camara Municipal de Leiria, que está geminada com Maringá, é apoiante do seu adversário.


publicado por Jorge Ferreira às 12:21 | link do post | comentar | ver comentários (1)

É justa uma palavra sobre a carreira cívica de Magalhães Mota. E essa palavra é simples: exemplo. Participou sem contaminar, serviu sem se servir. Ideias à parte, que cada um pode ter as suas, sem necessidade de descer às profundezas dos ficheiros ou aos confins da Amazónia. Muitos hoje não saberão quem foi. Mas para mim foi um político familiar durante muitos anos. A democracia deve-lhe. E é raro morrer-se credor.


publicado por Jorge Ferreira às 11:43 | link do post | comentar

(Ramalho Ortigão)

Em 1597, um tremor de terra sacudia Lisboa, atingindo em particular a zona de Santa Catarina. Em 1779, o estadista John Adams era nomeado para negociar com os ingleses o tratado de paz que pôs fim à Guerra da Independência dos EUA. Em 1810, travava-se, no Buçaco, a batalha decisiva para a vitória das forças anglo-portuguesas sobre os franceses. Em 1825, George Stephenson apresentava, em Inglaterra, a primeira locomotiva de um comboio de passageiros. Em 1915, morria o escritor português Ramalho Ortigão. Em 1964, era divulgado o relatório da Comissão Warren que apontava Lee Harvey Oswald o único responsável pela morte de John F.Kennedy. Em 1975, era assaltada a Embaixada de Espanha em Lisboa, num protesto contra a execução, em Espanha, de cinco separatistas bascos. Em 1985, era inaugurado nas Amoreiras, em Lisboa, o maior centro comercial do país, com 330 lojas e uma área bruta de 86.000 metros quadrados. Em 1987, o presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, iniciava uma visita oficial a Portugal, a primeira de um Chefe de Estado angolano. Em 1993, morria Ilda Pulga, de 101 anos, modelo do busto da República Portuguesa. Em 1996, a milícia islâmica taliban tomava o poder no Afeganistão. Em 2000, José Adriano Souto de Moura era nomeado Procurador-Geral pelo Presidente da República Portuguesa. Em 2005, começava a campanha eleitoral para as Eleições Autárquicas e morria João Antunes Varela, 86 anos, advogado, professor universitário, antigo ministro da Justiça (1954-67). Em 2006 morre Fausto Caniceiro da Costa, 92 anos, poeta popular e humorista da Figueira da Foz.


publicado por Jorge Ferreira às 10:10 | link do post | comentar

Hoje é Quinta-feira, 27 de Setembro, ducentésimo septuagésimo dia do ano. Faltam 95 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a São Vicente de Paulo. A Lua encontra-se em Lua Cheia, dia 26 às 19:45. O Sol nasce às 06:27 e o ocaso regista-se às 18:27. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 03:15 e 15:34, a baixa-mar, às 09:00 e 21:24. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o patriota e estadista norte-americano Samuel Adams (1722) e o actor Shaun Cassidy (1958). Em 1917, morria o pintor francês Edgar Degas e, em 1921, o compositor Engelbert Humperdinck.


publicado por Jorge Ferreira às 09:54 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26 de Setembro de 2007
"Uma equipa de bovinos esdrúxulos, um bando de repolhos mancomunados em púrria para envergonhar as camisolas do FC Porto". Calma, não sou eu, empedernido benfiquista, que estou a dizer isto. A frase pertence a um pacífico, civilizado mas , pelos vistos muito enervado "hooligan". Calma, malta, foi só o Fátima, foi só na Taça da Liga. Afinal, o Atlético, bem merecia companhia. Imaginem o que não virá por aí se perdem o campeonato...


publicado por Jorge Ferreira às 23:41 | link do post | comentar

Algo nesta selecção de raguebi me faz lembrar o CDS e o PSD. Cabazadas atrás de cabazadas. Amadores até ao tutano. Entusiastas do hino. Mas não ganham uma.

tags: , ,

publicado por Jorge Ferreira às 23:35 | link do post | comentar

Eu não vi, mas estou roidinho de inveja de quem viu Pedro Santana Lopes levantar-se da cadeira na SIC Notícias, por o terem interrompido numa entrevista, para um directo do aeroporto da Portela onde estava a chegar José Mourinho. Há limites para tudo. Ou devia haver. Parabéns a Pedro Santana Lopes.


publicado por Jorge Ferreira às 23:25 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Afinal, ainda há milagres em Fátima.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 22:38 | link do post | comentar

"Só as economias sustentadas por processos de qualificação vigorosos, exigentes e mobilizadores vingam no mundo de hoje e garantem o futuro. E o grande instrumento da nova política de qualificação de que o País precisa só pode ser, com os seus mais de 20 mil milhões de euros, o QREN - o Quadro de Referência Estratégico Nacional para o período 2007/2013.", Manuel Maria Carrilho, no Diário de Notícias de hoje. Ora aí está uma ideia que ninguém se atreverá, só por si, a contestar: a necessidade da qualificação, sobretudo agora que vêm aí mais uma chuva de milhões. O problema é que desde 1986, desde o célebre Fundo Social Europeu, que chovem milhões para a qualificação e não há maneira de nos qualificarmos.


publicado por Jorge Ferreira às 22:20 | link do post | comentar

Por causa desta entrada o leitor Paulo Antunes chama-me demagógico e acusa-me de estar de má-fé. Bem sei que as palavras perderam valor nos tempos que correm. Basta ver as enormidades que se têm dito na campanha interna do PSD para perceber que se tem de dar um desconto ao que se diz sobre o valor literal dos vocábulos. Chamarem-me demagogo ainda é o menos. No grego, etimologicamente, demagogia é a arte de conduzir o povo. Só o palavreado corrente, lá está, lhe conferiu significado menos abonatório. Não é que me arrogue tal pretensão (nos tempos que correm, é, aliás, muito duvidoso que a tarefa de conduzir o povo mereça o esforço), mas não me importo. Agora acusarem-me de má-fé já merece resposta. Temos de nos habituar a que uma discordância não significa que alguém está de má fé. É apenas uma discordância. E eu insisto. A duplicação do IMI sobre os prédios devolutos é mais um assalto fiscal à propriedade, é economicamente irracional, é politicamente necessária para alimentar uma máquina de despesa que é a CML e não resolverá o problema do arrendamento. Aos socialistas não basta que os proprietários paguem e muito sobre os rendimentos da propriedade. É também necessário que paguem mesmo que a propriedade não lhes proporcione nenhum rendimento. Isto, sim, é sociliasmo puro e duro. E ainda falam na morte das ideologias...

(publicado n' O Carmo e a Trindade)


publicado por Jorge Ferreira às 22:15 | link do post | comentar

(Força, homem, amachuque mesmo!)

Chavez, esse exemplo de democrata, acabou de bater o seu recorde, conseguindo estar a falar durante oito horas seguidas na televisão. Agora quer atingir as dez. Um básico, este homem. Ainda não percebeu que o melhor marketing político é feito por inetrpostas pessoas.


publicado por Jorge Ferreira às 13:18 | link do post | comentar

É verdadeiramente repugnante fazer política com um discurso onde se introduzem subtilmente características físicas supostamente desvantajosas dos adversários. Não é a primeira vez que sucede na política portuguesa. Mas quem o faz paga caro. E é justo que o pague. É indigesto.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 10:19 | link do post | comentar

(Totó Riina)

Em 1907, a Nova Zelândia ascendia à autonomia no âmbito da Comunidade Britânica. Em 1928, o Pacto da Sociedade das Nações era assinado por 23 países e, em 1950, forças das Nações Unidas recapturavam Seul, capital da Coreia do Sul. Em 1960, o primeiro debate entre candidatos à presidência dos EUA, transmitido pela televisão, opunha John F.Kennedy a Richard Nixon. Em 1962, um grupo de oficiais derrubava o Presidente Iamn Mohammed, do Iémen do Norte, proclamando a República Árabe do Iémen. Em 1968, Marcello Caetano substituía Oliveira Salazar na Presidência de Conselho de Ministros. Em 1989, um avião, que transportava os deputados portugueses João Soares, Nogueira de Brito e Rui Gomes da Silva, despenhava-se na Jamba, Angola. Em 1990, morria o escritor italiano Alberto Moravia, 82 anos. Em 1992, o cantor norte-americano Michael Jackson dava um concerto no estádio José Alvalade, em Lisboa. Em 1993, era lançado para o espaço, a partir da base de Kourou, na Guiana Francesa, o primeiro satélite português, o Posat I. Em 1995, em Palermo, começava o julgamento do antigo primeiro-ministro italiano Giulio Andreotti, acusado de ligações à mafia. Em 1997, um tribunal italiano condenava o "padrinho" da mafia Toto Riina a penas de prisão perpétua, pelo assassínio do juiz Giovanni Falcone, em Maio de 1992. Em 1998, estreava-se, em Lisboa, a ópera "O Corvo Branco", do norte-americano Philip Glass, com libreto de Luísa Costa Gomes. Em 2001, morria o actor e produtor brasileiro Walter Avancini, 66 anos. Em 2005, a Comissão Europeia confirmava a violação do Pacto de Estabilidade por 12 países da União, entre os quais Portugal, Alemanha, França, Itália e Reino Unido. No mesmo dia, o desarmamento do IRA ficava concluído. E os EUA libertavam mil prisioneiros de Abu Ghraib, no Iraque.


publicado por Jorge Ferreira às 10:15 | link do post | comentar

(George Gershwin)

Hoje é Quarta-feira, 26 de Setembro, ducentésimo sexagésimo nono dia do ano. Faltam 96 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S. Damião. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente dia 19, às 16:48. O Sol nasce às 06:28 e o ocaso regista-se às 18:28. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 02:34 e 14:52, a baixa-mar, às 08:20 e 20:45. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o poeta inglês, de origem norte-americana, T.S.Eliot (1888), o filósofo alemão Martin Heidegger (1889), o Papa Paulo VI (1897) e o compositor norte-americano George Gershwin (1898). Em 1868 morria o matématico e astrónomo alemão August Ferdinand Mobius e, em 1991, o compositor e trompetista de jazz Miles Davis.


publicado por Jorge Ferreira às 10:04 | link do post | comentar

Terça-feira, 25 de Setembro de 2007
Parece que no PSD há pessoal a pagar quotas a outro pessoal. Ei, eu tenho umas quantas quotas para pagar de várias instituições. Também me podem dar um jeitinho?

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 19:48 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Em 1690, era publicado, em Boston, o primeiro jornal das colónias britânicas na América do Norte. Chamava-se "Ocorrências Públicas, tanto Estrangeiras como Domésticas". Em 1864, era fundada, em Londres, a Associação Internacional de Trabalhadores. Em 1933, era criado, em Portugal, o Secretariado da Propaganda Nacional, que posteriormente adoptaria o nome de Secretariado Nacional de Informação. Em 1964, em Moçambique, o comité central do Movimento de Libertação Frelimo proclamava a insurreição geral do povo moçambicano contra Portugal. Começava a guerra no território. Em 1985, o Instituto de Sismologia, Vulcanologia, Meteorologia e Hidrologia da Guatemala revelava que o sismo que abalara o México, dias antes, atingira potência de 15 bombas atómicas como a lançada em Hiroshima. Em 2003, morriam José Manuel Casqueiro, 59 anos, ex-secretário-geral da Confederação dos Agricultores Portugueses, e Franco Modigliani, 85 anos, Prémio Nobel de Economia. Amina Lawal, condenada à morte por adultério, era absolvida por um tribunal islâmico de recurso, na Nigéria. Em 2004, José Sócrates era eleito secretário-geral do PS com 80,07% dos votos dos militantes socialistas. Em 2005, as eleições na Polónia tinham uma abstenção superior a 41%, permitindo a vitória dos ultra-conservadores. No mesmo dia, o piloto espanhol Fernando Alonso, de 24 anos, sagrava-se campeão mundial de Fórmula 1, e morria Don Adams, 82 anos, actor norte-americano, o Agente 86 de Olho Vivo (Get Smart), vencedor de três Emmy's.


publicado por Jorge Ferreira às 19:33 | link do post | comentar

(William Faulkner)

Hoje é Terça-Feira, 25 de Setembro, ducentésimo sexagésimo oitavo dia do ano. Faltam 97 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a S. Firmino, no Calendário Católico. É o dia de Guedalia, no Calendário Israelita. A Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente dia 19, às 16:48. O Sol nasce às 06:27 e o ocaso regista-se às 18:29. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 01:53 e 14:10, a baixa-mar, às 07:40:14 e 20:06. Os nascidos nesta data pertencem ao signo Balança, destacando-se o escritor norte-americano Nobel da Literatura William Faulkner (1897), o pintor de origem russa Mark Rothko (1903), o compositor soviético Dimitri Shostakovich (1906) e o pianista e compositor canadiano Glenn Gould (1932). Em 1999, morria a escritora Marion Zimmer Bradley e, em 2002, o músico cabo-verdiano, Luís Morais, 67 anos.


publicado por Jorge Ferreira às 19:29 | link do post | comentar

Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007
Parece humor negro mas não é. Afinal, o tal Código que foi debatido, reflectido, discutido como nenhum outro segundo o ministro da Justiça, não o foi suficientemente. Se calhar é melhor fazer um pacto novo, um Código novo ou então uma Lei interpretativa de uma Lei rectificativa de uma Lei revogatória de uma Lei ... Alargamento dos prazos de prisão preventiva... para crimes que não existem! Por Vítor Sequinho dos Santos, n' O Meu Monte.


publicado por Jorge Ferreira às 23:39 | link do post | comentar

- Pai...
- Sim...
- Quem escreveu o Malhadinhas?
- Foi Aquilino Ribeiro.
- Então é por isso que todos malham nele nos blogues?!
- ...


publicado por Jorge Ferreira às 23:30 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sobre a receita universal socialista para resolver problemas de despesa, ou seja, esganar os contribuintes sempre com mais impostos, agora em Lisboa, ver André Azevedo Alves, n' O Insurgente. Ou seja cada vez estamos todos a trabalhar mais para alimentar os vícios de cada vez menos gente. É o Estado de Direito Fiscal.
(publicado n' O Carmo e a Trindade)


publicado por Jorge Ferreira às 23:21 | link do post | comentar

A Implosão Partidária, de Manuel Maria Carrilho, no Diário de Notícias de hoje. O artigo visa sobretudo o PS, onde duvido que alguém esteja interessado em prestar atenção ao aviso, mas aplica-se também aos partidos geometricamente à direita do PS, que se encontram num estado deplorável.


publicado por Jorge Ferreira às 22:34 | link do post | comentar

Desta vez não é dois em um, como no shampoo, mas sim um em dois. O Tugir, um dos mais consistentes e civilizados blogues de esquerda, acabou e deu origem a dois. O Palavra Aberta, de Carlos Manuel Castro, e A Barbearia do Senhor Luís, de Luís Novaes Tito. Boa sorte a ambos.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 18:51 | link do post | comentar

Em 1789 morria o jurista português Pascoal de Melo. Em 1834, morria D.Pedro IV, Rei de Portugal e primeiro Imperador do Brasil. Em 1835, a França anexava a Nova Caledónia. Em 1869 gerava-se o pânico em Wall Street, com a especulação sobre o preço do ouro. Em 1973, na Guiné, sob administração portuguesa, a Assembleia Nacional Popular, eleita em 1972, reunia-se em Madina do Boé, território libertado, proclamando a independência da Guiné-Bissau. Luís Cabral era eleito Presidente do Conselho de Estado. A independência foi reconhecida pela ONU. Em 1980, tropas iraquianas atravessaram a fronteira do Irão e destruíram a maior refinaria do mundo, em Abadan. Em 1985, a polícia de Los Angeles tornava público o relatório sobre a morte de Marilyn Monroe, confirmando o suicídio. Em 1987 morria o cineasta e coreógrafo norte-americano Bob Fosse, 60 anos. Em 1996, Manuel Monteiro demitia-se da presidência do PP. Em 2000, as eleições presidenciais na República Federativa da Jugoslávia davam a vitória a Vojislav Kostunica. Em 2002, uma equipa de mergulhadores detectava uma brecha de 150 metros no túnel do Metro, no Terreiro do Paço, em Lisboa. Em 2004, desaparecia Françoise Sagan, pseudónimo da escritora francesa Françoise Quoirez, 69 anos, autora de "Bom-dia Tristeza". Em 2006, assinala-se o sexto dia de manifestações em Budapeste que desencadeia uma reflexão sobre futuro da Hungria. O bispo da Igreja Reformada Laszlo Toekes, da Transsilvânia, figura simbólica de etnia húngara no levantamento que pôs termo ao regime de Nicolae Ceausescu na Roménia, em 1989, anuncia a entrega à presidente do Parlamento, Katalin Szili, um memorando reivindicando um Governo de transição e a convocação de eleições, se o primeiro-ministro, o social-democrata Ferenc Gyurcsany, não se demitir.


publicado por Jorge Ferreira às 18:36 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA

tomarpartido@sapo.pt

visitantes em linha

English version by Google
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30



DESTAQUES




TAMBÉM ESTOU AQUI

Jorge Ferreira

Cria o Teu Crachá

Aveiro
Comunicar a direito
Democracia liberal
Diário de aveiro
Jorge ferreira
O carmo e a trindade
O templário
Terras de mármore
Tv net

O PARTIDO DOS AMIGOS

A cagarra
Alinhavos
Cão com pulgas
Eclético
Faccioso
Ilha da madeira
Fumaças
Mais actual
Meu rumo
Paris
Sobre o tempo que passa
Tubarão


OUTROS PARTIDOS

A arte da fuga
A barbearia do senhor luís
A casa de sarto
A casa dos comuns
A caveira vesga
A caverna obscura
A civilização do espectáculo
A destreza das dúvidas
A educação do meu umbigo
A gota de ran tan plan
A grande alface
A janela do ocaso
A natureza do mal
A origem das espécies
A outra varinha mágica
A regra do jogo
A revolta das palavras
a ritinha
A terceira noite
A textura do texto
A voz do povo
A voz nacional
A voz portalegrense
As escolhas do beijokense
As penas do flamingo
Abrigo de pastora
Abrupto
Às duas por três
Activismo de sofá
Admirável mundo novo
Adufe
Água leve
Água lisa
Alcabrozes
Alianças
Aliança nacional
Almocreve das petas
Apdeites v2
Arcadia
Arde lua
Arpão
Arrastão
Aspirina b
Atuleirus
Avatares de um desejo

Bar do moe, nº 133
Blasfémias
Bem haja
Berra-boi
Bic laranja
Bicho carpinteiro
Binoculista
Bissapa
Blogo social português
Blogotinha
Blogs e política
Blogue de direita
Blogue da sedes
Blogue real associação de lisboa
Blue lounge
Boca de incêndio
Boina frígia
Braga blog
Branco no branco
Busturenga

Cabalas
Café Bar James Dean
Café da insónia
Caixa de petri
Caixa de pregos
Câmara corporativa
Campos da várzea
Canhoto
Carreira da í­ndia
Causa liberal
Causa nossa
Cegos mudos e surdos
Centenário da república
Centurião
Certas divergencias
Chá preto
Charquinho
Cibertúlia
Cinco dias
Classe polí­tica
Clube das repúblicas mortas
Clube dos pensadores
Cobrador da persia
Combustões
Confidências
Congeminações
Contingências
Controversa maresia
Corta-fitas
Crónicas d'escárnio e mal dizer

Da condição humana
Da literatura
Da rússia
Dar à tramela
Dass
De vexa atentamente
Der terrorist
Delito de opinião
Desconcertante
Desesperada esperança
Despertar da mente
Direito de opinião
Do portugal profundo
Dois dedos de prosa e poesia
Dolo eventual
Duas cidades
Duas ou três coisas
2 rosas

É curioso
É tudo gente morta
e-konoklasta
Em 2711
Elba everywhere
Em directo
Encapuzado extrovertido
Entre as brumas da memória
Enzima
Ephemera
Esmaltes e jóias
Esquissos
Estado sentido
Estrago da nação
Estudos sobre o comunismo
Espumadamente
Eternas saudades do futuro

Falta de tempo
Filtragens
Fliscorno
Fôguetabraze
Foram-se os anéis
Fúria dos dias

Gajo dos abraços
Galo verde
Gazeta da restavração
Geometria do abismo
Geração de 80
Geração de 60
Geração rasca
Gonio
Governo sombra

Há normal?!
Herdeiro de aécio?!
Hic et nunc
Hoje há conquilhas, amanhã não sabemos
Homem ao mar

In concreto
Ideal social
Ideias soltas
Ilusão
Império lusitano
Impressões de um boticário de província
Insinuações
Inspector x
Intimista

Jacarandá
Janelar
Jantar das quartas
João Távora
Jornal dos media
José antónio barreiros
José maria martins
Jose vacondeus
Judaic kehillah of portugal - or ahayim
Jugular
Julgamento público

Kontrastes

La force des choses
Ladrões de bicicletas
Largo da memória
Largo das alterações
Latitude 40
Liblog
Lisbon photos
Lobi do chá
Loja de ideias
Lusitana antiga liberdade
Lusofin

Ma-schamba
Macroscópio
Maioria simples
Maquiavel & j.b.
Margem esquerda
Margens de erro
Mar salgado
Mas certamente que sim!
Mau tempo no canil
Memória virtual
Memórias para o futuro
Metafísica do esquecimento
Miguel teixeira
Miniscente
Minoria ruidosa
Minudencias
Miss pearls
Moengas
Movimento douro litoral
Mundo disparatado
Mundus cultus
My guide to your galaxy

Não há pachorra
Não não e não
Nem tanto ao mar
Neorema
Nocturno
Nortadas
Notas formais
Notícias da aldeia
Nova floresta
Nova frente
Num lugar à direita
Nunca mais

O afilhado
O amor nos tempos da blogosfera
O andarilho
O anónimo
O bico de gás
O bom gigante
O cachimbo de magritte
O condomínio privado
O contradito
O diplomata
O duro das lamentações
O espelho mágico
O estado do tempo
O eu politico
O insubmisso
O insurgente
O islamismo na europa
O jansenista
O jumento
O observador
O país do burro
O país relativo
O pasquim da reacção
O pequeno mundo
O pravda ilhéu
O principe
O privilégio dos caminhos
O profano
O reaccionário
O saudosista
O severo
O sexo dos anjos
O sinaleiro da areaosa
O tempo das cerejas
O universo é uma casca de noz
Os convencidos da vida
Os veencidos da vida
Obrigado sá pinto
Oceano das palavras
Office lounging
Outra Margem
Outubro

Palavra aberta
Palavrussaurus rex
Pangeia
Papa myzena
Patriotas.info
Pau para toda a obra
Pedra aguda
Pedro_nunes_no_mundo
Pedro rolo duarte
Pedro santana lopes
Pena e espada
Perguntar não ofende
Planetas politik
Planí­cie heróica
Playbekx
Pleitos, apostilas e comentários
Politeia
Política pura e dura
Polí­tica xix
Polí­tica de choque
Politicazinha
Politikae
Polvorosa
Porcausasemodivelas
Porto das pipas
Portugal dos pequeninos
Por tu graal
Povo de bahá
Praça da república em beja
Publicista

Quarta república

Registo civil
Relações internacionais
Retalhos de edith
Retórica
Retorno
Reverentia
Revisões
Ricardo.pt
Risco contínuo
Road book
Rua da judiaria

Salvaterra é fixe
Sem filtro
Sempre a produzir
Sentidos da vida
Serra mãe
Sete vidas como os gatos
Small brother
Sociedade aberta
Sociologando
Sorumbático
Sou contra a corrente
Super flumina

Táxi
Tempo político
Tenho dito
Teorias da cidade
Tese & antítese
Tesourinhos deprimentes
There is a light never goes out
Tirem-me daqui
Tralapraki
Transcendente
Tribuna
31 da armada
Tristeza sob investigação
Triunfo da razão
Trova do vento que passa

Último reduto
Um por todos todos por um

Vale a pena lutar
Vasco campilho
Velocidade de cruzeiro
Viagens no meu sofá
Vida das coisas
Vento sueste
Voz do deserto

Welcome to elsinore

Xatoo

Zarp blog

PARTIDOS DOS ALUNOS

Ao sul
As cobaias
Fados e companhia
O cheiro de santarém pela manhã
Platonismo político
Projecto comunicar

PARTIDOS DE ABRANTES

Abranteimas
Rua da sardinha
Torre de menagem

PARTIDOS DO ALGARVE

Mons cicus
Olhão livre
Tavira tem futuro
The best of lagos

PARTIDOS DE AVEIRO

A ilusão da visão
Academia de aveiro
Actas diárias
Amor e ócio
Arestália
Aveiro sempre
Bancada directa
Bancada norte
Blog de sergio loureiro
Botanabateira
Código da vivencia
Cogir
Debaixo dos arcos
Desporto aveiro
Divas e contrabaixos
Estados gerais
Forum azeméis
Já agora
Margem esquerda
Neo-liberalismo
Nós e os outros
Notas de aveiro
Notícias da aldeia
Noticias de ovar
Painéis de aveiro
Pontos soltos
Portal do beira-mar
4linhas
Quotidiano da miséria
7 meses
The sarcastic way
Visto de fora
Vouga

PARTIDOS DE OEIRAS

À rédea solta
Escrever sobre porto salvo
Eu sou o poli­ticopata
Oeiras local
Rememorar oeiras

PARTIDOS DE TOMAR

Alcatruzes da roda
Algures aqui
À descoberta de tomar
Charneca da peralva
Nabantia
Olalhas
Os cavaleiros guardiões de sta. maria do olival
Sondagem tomar
Tomar
Thomar vrbe
Tomar, a cidade
Tomar a dianteira
Vamos por aqui

PARTIDOS DE VILA VIÇOSA

A interpretação do tempo
Infocalipo
O restaurador da independencia
Tasca real

PARTIDOS POÉTICOS

Arrimar
Corte na aldeia
Forja de palavras
Linha de cabotagem (III)
Nimbypolis
O melhor amigo
Ofí­cio diário
Orgasmos dos sentidos

PARTIDOS DAS ÁGUIAS

A águia
A ilíada benfiquista
A mística benfiquista
Amo-te, benfica
Anti-anti-benfica
Benfiquistas desde pequeninos
Calcio rosso
Chama imensa
Diário de um adepto benfiquista
E isso me envaidece
E pluribus unum
Encarnados
Encarnado oriental
Encarnado e branco
Eterno benfica
Football dependent
Gloriosa fúria vermelha
Glorioso jornal
Gordo vai à baliza
Javardos benfiquistas
loucos pelo slb
Mágico slb
Mar vermelho
Memória gloriosa
Não se mencione o excremento
Novo benfica
O antitripa
O inferno da luz
O grémio benfiquista
Os nossos queridos jornalistas desportivos
País de corruptos
Quero a verdade
Ser benfiquista
Slbenfica - forever champions
Slblog
Tertúlia benfiquista
Um zero (1-0) basta
Vermelhovzky
Vedeta da bola
Vedeta ou marreta?
Velho estilo ultras
Vermelho à moda do porto

PARTIDOS DA BOLA

Cromo dos cromos

PARTIDOS DO DIREITO

Ab surdus
Assembleia de comarca
Blog de informação
Blog do dip
Cartilha jurídica
Cum grano salis
Direito na sociedade da informação
Dizpositivo
Elsa
Incursões
Iuris
Leituras oficiosas
Legalidade
Lex turistica nova
Mens agit molem
Notas constitucionais
O meu monte
Patologia social
Piti blawg
Ré em causa própria
Reforma da justiça
Rumo do direito
Santerna
Suo tempore
Trepalium
Urbaniuris
Vexata quaestio

PARTIDOS DA VIDA

Açores pelo não
Alentejo pelo não
(Des)conversas em família
Direito a viver
Évora pelo não
Fiat lux
Impensável
Jornal da família
Nebulado
Pela vida
Pelo não
Quero viver
Razões do não
Sinto a vida
Sou a favor da vida

PARTIDOS DA ARGENTINA

El opinador compulsivo

PARTIDOS DO BRASIL

Ação humana
Cronicas do joel
Depósito do maia

PARTIDOS DE ITÁLIA

Importanza dele parole

PARTIDOS DOS LIVROS

Blog do espaço de memória e do pátio das letras
D'outro tempo
Lerblog
Mundo pessoa

PARTIDOS DAS REVISTAS

Alameda digital
Leonardo, revista de filosofia portuguesa

PARTIDOS DA TAUROMAQUIA

Lides alentejanas
Toiradas

PARTIDOS DOS BLOGUES

aniversários de blogues
Blog do dia dn
Blogpatrol
Blogpulse
Blogsearch
Blogservatório
Blogs em lí­ngua portuguesa
Moblig
Orochi's blog
Sapo blogs
Technorati
Weblog

PARTIDOS DA POLÍTICA

Bloco de esquerda
Centro democrático social
Os verdes
Partido comunista português
Nova democracia
Partido social-democrata
Partido socialista


PARTIDOS DOS JOGOS OLÍMPICOS

Atenas 2004
Pequim 2008
Comité olí­mpico internacional
Comité olí­mpico de portugal

PARTIDOS DOS JORNALISTAS

a capital
Jornal do diabo
O comércio do porto



TAMBÉM JÁ ESTIVE AQUI
Blogue do não
Câmara de comuns
Eleições 2009
Nova vaga
Novo Rumo
O carmo e a trindade
O eleito
Olissipo
Ota não
Portal lisboa
RCP ONLINE
Semanário
Sportugal
Tomarpartido
ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags