Sexta-feira, 30 de Março de 2007
Odete Santos vai deixar o Parlamento a 13 de Abril, anunciou hoje o Partido. Sim, é ao Partido que compete anunciar o que se passa na vida dos deputados do Partido. Presumo que Odete gosta assim. Odete Santos é um alvo fácil da crítica. Por muitas e variadas razões, umas ininvocáveis, outras sim, a menor das quais não é certamente o fanatismo e a visão deturpada da realidade. Ainda no domingo Odete Santos se pôs a jeito no tal concurso e o gozo tem sido geral. Não vim aqui falar disso. Vim apenas dizer que, sabendo muito bem que provavelmente eu estaria preso, se é que vivo, se o meu país fosse como ela quer, digo mesmo assim que ela era, depois de João Amaral, do melhor que o PCP tinha (tem) na Assembleia. Deputada temível, culta, preparada tecnicamente e que tem uma enorme vantagem sobre uma das modas em curso: fuma. Muitas vezes, já lá vão uns anos, nos retirávamos para a ombreira da porta de uma sala de reuniões da 1ª Comissão, para fumar onde já era proibido e onde só se fumava se calhava ouvir um ministro fumador na Comissão. E, apesar da adesão integral, militante e incondicional à cartilha partidária, sei bem como ela era secretamente invejada no Grupo Parlamentar pela excessiva notoriedade, pela excessiva intervenção pública. Deve ter-se esquecido de pedir autorização ao Comité Central para fazer teatro ou entrar numa revista à portuguesa. Está dito.


publicado por Jorge Ferreira às 16:52 | link do post | comentar

Aproximam-se as eleições regionais na Madeira, as tais. A Nova Democracia já tem blogue. Daqui envio um abraço solidário ao Baltasar Gonçalves, o valoroso e competente cabeça-de-lista do PND, em quem tenho pena de não poder votar.


publicado por Jorge Ferreira às 15:10 | link do post | comentar

"A Ota é assim a primeira grande questão política da legislatura. Aquela em que talvez se decida o resultado das próximas eleições legislativas.", José Miguel Júdice, no Público.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 13:14 | link do post | comentar

A edição on line do Diário de Notícias apenas destaca a queda de popularidade dos ministros, designadamente do ministro da Saúde, nada dizendo sobre a queda de popularidade de José Sócrates no barómetro da Marktest. Quem quiser saber mais que se dê ao trabalho e ao dispêndio de comprar a edição em papel. É a operação pára-choques em marcha. Os ministros à frente da impopularidade para proteger Sócrates. O problema é que este mês o carro também levou uma pancada. Os pára-choques não aguentaram a batida sózinhos. Evidentemente que o último mês correu muito mal ao Primeiro-Ministro. Sucessivas trapalhadas à volta da licenciatura e da da Ota não matam, mas moem.


publicado por Jorge Ferreira às 12:21 | link do post | comentar

A maior aspiração de um gestor público é ser despedido.


publicado por Jorge Ferreira às 12:17 | link do post | comentar

(James Cagney)

Nesta data, em 1856, era assinado o Tratado de Paris que pôs termo à guerra da Crimeia. Em 1867, a Rússia aceitava vender o Alasca aos EUA por 7,2 milhões de dólares. Em 1922, Gago Coutinho e Sacadura Cabral partiam de Lisboa, no hidroavião Lusitânia, para a primeira travessia aérea do Atlântico Sul. Em 1985, realizava-se, nos estúdios da RTP, em Lisboa, o primeiro sorteio do Totoloto. Em 1986, morria o actor norte-americano James Cagney, 86 anos. Em 1987, a utilização da Bandeira Nacional portuguesa era regulamentada por Decreto-Lei. Em 1988, morria o antigo primeiro-ministro francês Edgar Faure, 79 anos. Em 1991, a Assembleia do Povo de Angola aprovava a Constituição que previa o multipartidarismo. Em 2002, morria Isabel Bowes-Lyon de Inglaterra, viúva de Jorge VI, mãe de Isabel II. Em 2003, era inaugurada a Ponte do Infante, ligação entre o Porto e Vila Nova de Gaia. Em 2006, o Parlamento aprovava a Lei da Paridade que impõe quotas de um terço de mulheres, nas listas eleitorais. E era apresentado o PRACE - Programa de Reestruturação da Administração Central do Estado, que previa a extinção de 185 organismos.


publicado por Jorge Ferreira às 10:58 | link do post | comentar

Hoje é Sexta-feira, 30 de Março, octogésimo nono dia do ano. Faltam 276 dias para o final de 2007. A Lua aproxima-se da Fase Plena. Lua Cheia, dia 02 de Abril, às 17:15. O sol nasce às 07:24 e o ocaso regista-se às 19:59. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 01:21 e 13:47, a baixa-mar às 07:23 e 19:32. Carneiro é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se o infante D.Duarte, irmão de D.João IV (1605), o pintor espanhol Francisco de Goya (1746), o poeta francês Paul Verlaine (1844) e o pintor holandês Van Gogh (1853).


publicado por Jorge Ferreira às 10:34 | link do post | comentar

A semana que passou ficou marcada pelo 50º aniversário da assinatura do Tratado de Roma que instituiu a CEE. Enquanto em Portugal toda a gente se entretinha com o pitoresco de um concurso televisivo, o poder europeu mexia-se perante a quase indiferença geral. Os medíocres líderes europeus agradecem a indiferença, pois é dela que normalmente nascem as aberrações políticas com que vão precipitando a Europa em sucessivas crises.

Desta vez aproveitaram mais um evento, como agora se diz, para aprovar uma Declaração que não foi debatida em nenhuma instituição comunitária e que não foi subscrita por nenhum Estado-Membro, sendo que todos eles lá estavam. Este método do cozinhado restrito não é novo. Nunca é demais lembrar que para aprovar uma dita Constituição Europeia se reuniu uma Convenção que ninguém elegeu, onde a Mesa, assim a modos que uma uma espécie de Politburo, impediu o debate como quis e impôs votações com regras e comportamentos que fariam corar de vergonha qualquer democracia digna desse nome.

Desta vez, em Berlim, repetiu-se a técnica do cozinhado. E para quê? Para esconder que a União está a ser vítima de sucessivas fugas para a frente, sem ponderação nem moderação, que precipitam impasses sobre impasses. Inexplicavelmente, para algumas pessoas, a União entra em crise sempre que o caminho do federalismo não é percorrido tão depressa como elas desejam. Quando a verdade é que é justamente essa vertigem de federalização que é responsável pelos crescentes desentendimentos entre os cada vez mais Estados-Membros.

Esta Declaração de Berlim é mais um péssimo exemplo. Foi elaborado em regime de confidencialidade pela Chanceler alemã, não foi discutido no Conselho e certamente na Comissão, esse reduto de altos funcionários da organização que sonha regular as nossas vidas até ao mais ínfimo pormenor. Fala de generalidades, afirma inocuidades e, numa palavra, foge aos problemas. Mesmo sobre a famigerada Constituição, esconde cobardemente a palavra mesmo quando fala dela, dizendo que o assunto a que não põe o nome deve estar resolvido antes das próximas eleições europeias em 2009. Evidentemente que, se não estiver, nada acontecerá. A União continuará a sua vida. Como tem continuado após os oportunos “nãos” dos franceses e dos holandeses.

Ou seja: ninguém aprendeu nada com os referendos. Apenas têm esperado que passem uns tempos para reincidir nos métodos e nos objectivos. É assim que está em preparação uma maquilhagem da tal Constituição, a que desta vez chamarão apenas tratado para iludir um recuo, mas que conterá a essência, com outras palavras, do projecto federal daquela que muitos precipitadamente julgaram morta e enterrada. Não está.
(publicado na edição de hoje do Semanário)


publicado por Jorge Ferreira às 00:13 | link do post | comentar

Está na moda considerar que a construção de um aeroporto na Ota é um problema técnico e não um problema político. Será um problema técnico, mas é antes de tudo um problema político. Não é inocente a moda. A intenção é óbvia: se a construção do aeroporto é um problema técnico e não político, então ele deve ser discutido apenas técnicos, os engenheiros. E se assim é, quem decide a sua construção e escolhe o local não é responsabilizável pela decisão que vier a tomar. A moda, numa palavra, convém ao Governo.

Lamento, mas não me parece que a decisão de construir o aeroporto e na Ota seja uma mera tecnocracia. Não. Por várias razões.

Em primeiro lugar porque ela significa afectar uma gigantesca quantidade de recursos nacionais, que são especialmente parcos, e de forma irreversível. Ainda ontem ficámos a saber que a redução do défice fez-se à custa do aumento das receitas e não da diminuição das despesas. O socialismo no seu pior. O que quer dizer que o Governo falhou na reforma da despesa do Estado. Pelo contrário, descontrolou-a ainda mais. Ora, nestas circunstâncias, é a Ota a solução mais em conta? Não haverá outras mais baratas? Há. Assim se divulguem todos os relatórios sem medo nem deturpação.

Em segundo lugar, porque ao decidir afectar esses recursos isso significa que há outras coisas que não vão ser feitas. Não deixa de ser chocante que um país que não tem dinheiro para fazer a manutenção e as reparações nas suas pontes, que a segurança exige (lembram-se de Castelo de Paiva e dos relatórios que a seguir se fizeram sobre o assunto?), se disponha a gastar não se sabe bem quanto numa solução cara e dispendiosa.

Em terceiro lugar, porque a escolha do local significa uma opção de desenvolvimento que beneficiará uns e prejudicará outros e deve ser discutida. É um debate político relevante o de saber se, no final, a localização beneficia ou prejudica o país. Se for na Ota, isso significa que mais uma vez o país desiste do Sul e acentua o desequilíbrio regional já visível. Se for em Rio Frio isso significa uma maior diversificação na ocupação do território, com aparentes benefícios do ponto de vista do equilíbrio do todo nacional. Um aeroporto destes é por si só uma nova centralidade. Atrairá economia e população. Ignorá-lo pode ser próprio de técnicos mas é um erro político.

Por tudo isto o argumento do problema técnico é um logro. Se me dão licença os polícias da tecnocracia de serviço, eu gostava de ter uma palavra a dizer. Como qualquer cidadão.
(publicado na edição de hoje do Diário de Aveiro)

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 00:10 | link do post | comentar

Quinta-feira, 29 de Março de 2007
Saiba quem me lê que no preciso momento em que o país discute finalmente a construção de um novo aeroporto e a sua localização, a União Europeia já começou a pagar a sua pequena parte da obra: 170 milhões de euros. Trata-se, como é evidente, de uma esmola insignificante num projecto que custará 3,1 mil milhões de euros a cálculos actuais e que custará certamente muito mais como todas as obras públicas em Portugal. Bruxelas, até agora, só desembolsou 8,5 milhões. Nem para pagar os estudos deve chegar.

Este caso ilustra bem a forma mentirosa e opaca como se faz política em Portugal. Os governos decidem e assumem compromissos financeiros em nome do país, sem que ninguém saiba. Enquanto os cidadãos pensam, ingenuamente, que o processo Ota ainda está no estimulante período de discussão pública, desconheciam que Durão Barroso (lembram-se quem é?) tinha entregue o projecto em Bruxelas. Isto, depois de ter afirmado em campanha eleitoral que enquanto existisse uma criança em lista de espera nos hospitais não haveria Ota nem TGV.

Marques Mendes deve estar certamente lembrado desta decisão, já que foi ministro de Barroso. Ou estará tomado de súbita amnésia? Resta-nos esperar que os grupos ecologistas de serviço encontrem umas aves esquisitas ou locais de nidificação de espécies raras para inverter o facto consumado. Assim se continua a gozar com os portugueses. De Lisboa a Bruxelas, em alta velocidade.
(publicado na edição de sexta-feira do Democracia Liberal)


publicado por Jorge Ferreira às 22:20 | link do post | comentar

Colega minha devidamente identificada acaba de me informar que o Estado, sim, o Estado, ou seja no caso vertente, um Tribunal, sim, um Tribunal, emitiu um cheque precatório sem provisão. Para quem não sabe, um cheque precatório é um cheque emitido por um Tribunal com base em dinheiro que lhe foi entregue por um devedor para pagar uma dívida reconhecida pelo próprio Tribunal. Para quem não sabe, não ter provisão é ser um cheque sem cobertura, isto é, em vernáculo, um cheque careca. É mais ou menos como o IVA. Quem o cobra tem de o entregar ao Estado, porque senão o fizer, comete um crime. É justamente o que o Tribunal, sim, o Tribunal, acaba de fazer. Cometeu um crime. Só não digo que o rei vai nu porque um rei nu é certamente menos indecoroso, por muito feio que seja o rei, do que o triste espectáculo em que se transformou a Justiça portuguesa. É caso para perguntar: onde pára o dinheiro? Quem pôs a mão na massa? Em quem confiar se nem nos Tribunais podemos? A mesma Colega devidamente identificada confirmou-me que a queixa crime contra incertos vai a caminho. De onde? Dos Tribunais, claro. de onde haveria de ser?

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 17:28 | link do post | comentar

Subscrevo a lembrança do Globalidades, a propósito de Vergílio Ferreira.


publicado por Jorge Ferreira às 15:34 | link do post | comentar

Enquanto uns partem, outros chegam. Desta vez foram marginais cidadãos, radicais cristãos, entre os quais se conta o meu amigo João Távora, que abriram o Fora de Estrutura. Que tenham sucesso nesta nova aventura é o que lhes desejo.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 15:31 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Os adeptos do futebol agradecem publicamente aos dirigentes do Benfica e do F. C. do Porto o facto de ainda não terem dito nada em público sobre o jogo do próximo Domingo. E esperam não o ter feito cedo demais, visto que ainda faltam 3 dias. A higiene social agradece. E os jogadores, com os quais os jornais têm enchido as respectivas páginas, à falta das poucas vergonhas habituais, até devem estar admirados com tanta saída.


publicado por Jorge Ferreira às 15:10 | link do post | comentar

O meu amigo António José Seguro apresentou um ror de propostas para reformar o Parlamento. Coisa boa e necessária, já se vê. Mas a coisa começa mal. Então não é que uma delas é a proibição de fumar no Parlamento? Que tristeza. Sendo já há muito tempo proibido fumar no hemiciclo, pretendem agora os reformadores da instituição que é o fumo que inquina a representação nacional. Ao cigarro só faltava mesmo ser a causa dos males parlamentares. Mas pensando bem, talvez a proposta seja para levar a brincar e vise apenas enervar Marques Mendes. Pode ser que se trate apenas de uma conspirata.


publicado por Jorge Ferreira às 13:35 | link do post | comentar

Só mesmo a vocação censória do Bloco de Esquerda para me fazer começar a prestar alguma atenção ao Concurso que parece que ainda não acabou.


publicado por Jorge Ferreira às 13:13 | link do post | comentar

Generalizou-se o péssimo hábito de nos esportularem cento e dez escudos por uma milagrosa bica em qualquer tasca de terceira. Sem que se perceba onde existe a variação de custos que justifique o preço. Pois bem: acabo de descobrir que ainda existem comerciantes sensatos. Há bica a oitenta escudos à venda no Tintin, ali na esquina da Elias Gracia com a 5 de Outubro, nas Avenidas novas. Vantagens da concorrência.


publicado por Jorge Ferreira às 12:01 | link do post | comentar

(Ponte Vasco da Gama)

Nesta data, em 1797, era assassinado Gustavo III da Suécia. Em 1809, o marechal Soult entrava na cidade do Porto à frente do exército de Napoleão. Em 1962, na Argentina, um golpe militar derrubava o presidente Arturo Frondizi. Em 1971, Charles Mason e três membros do seu grupo, eram condenados à morte nos EUA pelo assassínio da actriz Sharon Tate. Em 1973, as últimas tropas norte-americanas abandonavam o Vietname do Sul, pondo fim à intervenção militar dos EUA. Em 1981, o general Roberto Viola assumia a presidência da Argentina, sucedendo ao general Videla. Em 1985, às 01:20 de Lisboa, Portugal chegava a acordo, em Bruxelas, para a adesão à CEE. A delegação portuguesa, para as rondas de negociações, era dirigida pelo ministro português das Finanças, Ernâni Lopes. Em 1990, morria Alain Oulman, 61 anos, compositor. Em 1992, morria Martinho da Assunção, 78 anos, intérprete de viola portuguesa. Em 1994, começava em Milão o julgamento de Bettino Craxi, ex-líder do Partido Socialista italiano e um dos homens que durante mais tempo governou Itália, acusado de corrupção e financiamento ilegal de partidos. Em 1996, iniciava-se o XVIII congresso do PSD. Em 1998, era inaugurada a ponte Vasco da Gama, sobre o rio Tejo, em Lisboa. Em 2006, o Conselho de Segurança da ONU dava 30 dias ao Irão para suspender o programa de enriquecimento de urânio. E o antigo presidente liberiano Charles Taylor, acusado de crimes contra a humanidade pelo Tribunal Especial da ONU para a Serra Leoa, era capturado na fronteira da Nigéria com os Camarões.


publicado por Jorge Ferreira às 11:39 | link do post | comentar


Hoje é Quinta-feira, 29 de Março, octogésimo oitavo dia do ano. Faltam 277 dias para o final de 2007. A Lua aproxima-se da Fase Plena. Lua Cheia, dia 02 de Abril, às 17:15. O sol nasce às 07:26 e o ocaso regista-se às 19:58. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 00:33 e 13:08, a baixa-mar às 06:44 e 18:55. Carneiro é o signo dos nascidos nesta data destacando-se o regente de orquestra britânico Thomas Beecham (1879), o compositor, pianista de jazz e chefe de orquestra norte- americano Duke Ellington (1899), o tenor Leslie Howard (1948).


publicado por Jorge Ferreira às 11:35 | link do post | comentar

Quarta-feira, 28 de Março de 2007
Já há ameaças de morte nos blogues. Algo que não consente o silêncio. E que serve para mostrar como afinal este mundo dos blogues é excessivamente parecido com o outro mundo. Que a liberdade vença o medo. O Miguel, concorde-se ou não com ele, é dos que não verga. É desses que a liberdade se alimenta. Força!

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 21:46 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quando não temos tempo para fazer todas as coisas importantes é natural que deixemos as inúteis para trás. Foi o que me sucedeu com o Concurso meio parvóide de que toda a gente tem falado nos últimos dias, como se não houvesse problemas presentes para discituir e resolver. Ainda assim, deixem-me que vos diga uma coisa: estranho muito que as virgens ofendidas com o significado de Salazar ter ganho não ajuizem simetricamente o facto de em segundo ter ficado Cunhal. Sim, esse mesmo. Cunhal. Ou seja: o país está na mesma. E nem era preciso o Concurso para se perceber isto.


publicado por Jorge Ferreira às 14:23 | link do post | comentar

Disto.


publicado por Jorge Ferreira às 14:10 | link do post | comentar

A deserção da candidata do CDS à CML nas últimas eleições autárquicas é apenas mais uma. Os eleitores de Lisboa (e não só) já estão habituados a assistir a este triste espectáculo de deserções políticas de quem não ganha as eleições mas a quem conferem um mandato. Por estas e por outras é que a credibilidade dos políticos é nula. Os partidos brincam com o voto, desrespeitam o voto, inutilizam o voto. E estes comportamentos são sempre mais chocantes quando as pessoas em causa têm a mania de exibir uma superioridade moral em relação aos demais, sabe-se lá por que graça genética, supostamente só ao alcance de iniciados. É o caso de Maria José Nogueira Pinto, cujo percurso na CML revela o pior do sistema.
PS - Já quanto à saída do CDS, seja bem-vinda ao clube. Escusava era de ter passado estes últimos anos a dizer mal de quem percebeu antes que pessoas com convicções e princípios já não tinham lugar naquele partido.

tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 10:19 | link do post | comentar

(Sergei Rachmaninov)

Nesta data, em 1507, a cidade italiana de Génova capitulava perante as forças do rei Luís XII de França. Em 1854, a Inglaterra declarava guerra à Rússia. Em 1939, terminava a guerra civil de Espanha com a rendição das tropas republicanas ao general Francisco Franco. Em 1943, morria o compositor russo Sergei Rachmaninov. Em 1957, o arcebispo Makarios de Chipre era posto em liberdade pelos britânicos mas proibido de voltar à região, onde prosseguia a luta pela independência. Em 1967, Paulo VI publicava a encíclica "Populorum Progressio". Em 1977, Portugal pedia, em Bruxelas, a adesão à CEE. Em 1987, a aprovação da moção de censura do PRD ao primeiro Governo PSD de Cavaco Silva, conduzia a eleições antecipadas. Em 1988, havia greve geral em Portugal - um êxito, para as centrais sindicais, uma manifestação "parcialíssima", para o Governo. Em 1989, morria o filólogo e escritor português Manuel Rodrigues Lapa, 91 anos. Em 1993, Giulio Andreotti, dirigente da Democracia Cristã italiana e sete vezes primeiro-ministro, era acusado de ligações à mafia. Em 1994, a coligação de direita Força Itália, liderada por Silvio Berlusconi, vencia as legislativas italianas. Na mesma data, em Paris, morria o dramaturgo francês de origem romena Eugéne Ionesco, 81 anos, autor de "A Cantora Careca". Em 2000, os restos mortais de João XXI ou Pedro Hispano (n.1205), o único Papa português, eram trasladados para a nave central da Catedral de Viterbo, em Itália. Em 2001, os EUA anunciavam o abandono do Acordo de Quioto, assinado em 1997 com o objectivo de reduzir o efeito de estufa. Em 2002, o PSD e o CDS-PP assinavam o acordo para a formação de um governo de coligação. Na mesma data, morria o cineasta norte-americano Billy Wilder, vencedor de seis Óscares, realizador de "Sunset Boulevard" e "Some Like it Hot". Em 2004, o actor britânico Peter Ustinov, antigo embaixador da UNICEF, morria aos 82 anos. Em 2006, o Estado era condenado a pagar dois milhões de euros de indemnizações a 44 jovens da Casa Pia, vítimas de abusos sexuais. Em França, realizava-se a jornada de protesto ao CPE, contrato do primeiro emprego, convocada por estudantes e sindicatos. O Partido Kadima, fundado pelo antigo primeiro-ministro israelita Ariel Sharon, vencia as eleições legislativas. E morria Caspar Weinberger, 88 anos, antigo secretário da Defesa do presidente norte-americano Ronald Reagan, envolvido no escândalo Irão-Contras.


publicado por Jorge Ferreira às 10:15 | link do post | comentar

(Alexandre Herculano)

Hoje é Quarta-feira, 28 de Março, octogésimo sétimo dia do ano. Faltam 278 dias para o final de 2007. Este dia é dia dedicado ao Beato Venturino. A Lua aproxima-se da Fase Plena. Lua Cheia, dia 02 de Abril, às 17:15. O sol nasce às 07:29 e o ocaso regista-se às 19:56. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 12:17 e 00:33, a baixa-mar às 05:50 e 18:06. Carneiro é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se, entre eles, o pintor renascentista Rafael (1483), o historiador português Alexandre Herculano (1810), o actor norte-americano Alfred Lunt (1893) e o estadista francês Aristide Briand (1862).


publicado por Jorge Ferreira às 10:10 | link do post | comentar

Terça-feira, 27 de Março de 2007
Devo ao João a iniciação neste mundo dos blogues e muita ajuda técnica para começar a dar os primeiros passos nestas geringonças. O blogue dele é uma referencia de antiguidade e qualidade. E tem uma enorme vantagem: faz a apologia das Fumaças, coisa em risco de auto de fé no Santo Ofício do politicamente correcto. Quatro anos a blogar é obra. E bem é raro. Parabéns e votos de vida.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 15:31 | link do post | comentar

- Quem é o "Tubarão" da Ota?
- Hummmm... parece que são vários.
- Chiu! Está calado. O Primeiro-Ministro não quer que se fale disso.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 15:20 | link do post | comentar

Agora descobriu-se que parece não existir estudo de impacto ambiental. A governonovela da Ota está mais apetitosa que as telenovelas da TVI.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 15:18 | link do post | comentar

- O que me dizes da Universidade Independente?
- Hummm..., prefiro uma Universidade mais Moderna.


publicado por Jorge Ferreira às 15:14 | link do post | comentar

(Parthenon)

Nesta data, no ano 483 a.C., era inaugurado o Parthenon de Atenas. Em 1703, era fundada a cidade de São Petersburgo. Em 1939, Adolfo Hitler exigia que a Polónia entregasse a cidade de Danzig. Em 1958, Nikita Krutschev sucedia a Nikolai Bulganin como chefe de governo na URSS. Em 1968, morria o astronauta soviético Yuri Gargarine, o primeiro homem no espaço. Em 1979, na central nuclear norte-americana de Three Miles Island, verificava-se o mais grave acidente, até à falha no reactor de Chernobyl, em 1986. Em 1985, morria a fadista Maria Albertina. Em 1987, o PRD entregava no Parlamento a moção de censura ao Governo PSD de Cavaco Silva. Em 1992, a África do Sul suspendia a pena de morte. Em 2004, a polícia espanhola localizava, em Laganés, arredores de Madrid, a casa onde tinham sido planeados os atentados do dia 11. No mesmo dia, a selecção portuguesa de râguebi sagrava-se, pela primeira vez, campeã europeia da modalidade, com o triunfo sobre a Rússia por 19-18.


publicado por Jorge Ferreira às 12:11 | link do post | comentar

Hoje é Terça-feira, 27 de Março, octogésimo sexto dia do ano. Faltam 279 dias para o final de 2007. A Lua aproxima-se da Fase Plena. Lua Cheia, dia 02 de Abril, às 17:15. O sol nasce às 07:30 e o ocaso regista-se às 19:54. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 11:02 e 23:27, a baixa-mar às 04:24 e 16:51. Carneiro é o signo dos nascidos nesta data, destacando-seo físico alemão Wilhelm von Roentgen (1845), responsável pela descoberta dos Raios X, o engenheiro britânico Frederick Royce, "pai" dos motores Rolls Royce (1863) e a actriz norte-americana Gloria Swanson (1898).


publicado por Jorge Ferreira às 10:56 | link do post | comentar

Segunda-feira, 26 de Março de 2007
"Isto precisava era de um Salazar para acabar com os telemóveis e com os parquímetros". Português de lei, hoje às 9 da manhã na papelaria aqui da rua. Como é que o dia não me há-de correr bem com uma inspiração destas?

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 11:25 | link do post | comentar | ver comentários (2)

(Ludwig von Beethoven)

Nesta data, em 1827, morria o compositor alemão Ludwig van Beethoven. Em 1916, na Grande Guerra 1914-18, o marechal Foch era nomeado comandante das forças aliadas. Em 1933, Portugal adoptava a Constituição da ditadura do Estado Novo. Em 1951, morria o compositor norte-americano John Carpenter. Em 1976, o general Jorge Videla era designado presidente da junta militar argentina. Em 1977, entrava em funcionamento a barragem de Cahora-Bassa, em Moçambique. Em 1979, o presidente egípcio Anwar Sadat e o primeiro-ministro israelita Menahem Begin assinavam, na Casa Branca, Washington, o primeiro Tratado de Paz do Médio Oriente. Em 1999, Marcelo Rebelo de Sousa demitia-se de presidente da Comissão Política Nacional do PSD. Em 2000, Vladimir Putin ganhava, à primeira volta, as eleições russas, garantindo maioria absoluta. Em 2001, Noruega, Dinamarca, Suécia, Finlândia e Islândia passavam a integrar o espaço Schengen de livre circulação de pessoas. Em 2003, Estónia, Letónia e Lituânia, Bulgária, Roménia, Eslováquia e Eslovénia assinavam os protocolos de adesão à NATO. Em 2005, entrava em vigor o novo Código da Estrada.


publicado por Jorge Ferreira às 10:04 | link do post | comentar

Hoje é Segunda-feira, 26 de Março, octogésimo quinto dia do ano. Faltam 280 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a São Bráulio. A Lua aproxima-se da Fase Plena. Lua Cheia, dia 02 de Abril, às 17:15. O sol nasce às 06:34 e o ocaso regista-se às 18:53. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 09:19 e 21:54, a baixa-mar às 02:35 e 15:03. Carneiro é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se o poeta norte-americano Robert Frost (1874), o dramaturgo, também norte-americano, Tennessee Williams (1911) e a escritora Erica Jong (1942).


publicado por Jorge Ferreira às 10:01 | link do post | comentar

Domingo, 25 de Março de 2007

Parece que Cavaco Silva vai promover amanhã uma liturgia presidencial sobre os 50 anos da CEE. E parece que se esqueceu de convidar Mário Soares. Parece que andou à procura de uns critérios quaisquer que conseguissem excluir o seu antecessor. Francamente, Professor, não acha que lhe está a resvalar o pézinho para o chinelo?


publicado por Jorge Ferreira às 17:30 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Eu não sei se a ortodoxia dominante e, sobretudo, a efeméride prevalecente do dia, me permitem arriscar dizer que nunca tive nenhuma simpatia especial pela Bélgica. Desde pequeno que me habituel a perder com os belgas nas selecções, o Anderlecht rapinou uma Taça UEFA ao Benfica e, confesso, de Bruxelas tenho a ideia do centro do federalismo e de um poder burocrático estúpido, que tudo quer regular, das gorduras na comida ao tamanho da salsicha, do raio da roda da bicicleta ao preservativo. Quando lá fui pela primeira vez fiquei contente: uma terra sem Sol, fria, escura, cinzenta, triste, confirmava todos os meus preconceitos e é sempre bom ver que a realidade nos dá razão...
Estou, pois, à vontade para dizer que detestei ver uns quantos a assobiar o hino da Bélgica ontem no Estádio do Sporting. Eu sei que eles têm lá um moço que disse umas alarvidades sobre o Cristiano Ronaldo, eu sei que um tipo qualquer que jogou no F. C. Porto deu umas murraças não sei a quem no aeroporto ( certamente não está a par das últimas notícias...), eu sei que o treinador deles, mais uma vez dando-me razão ao preconceito é uma criatura malcriada que não falou aos jornalistas portugueses antes do jogo ( e depois também não, honra lhe seja à teimosia). Mas assobiar um hino nacional é uma alarvidade.
E o moço que ameaçou o Ronaldo de umas trancadas valentes aos dois minutos no fim do jogo foi pedir desculpa ao próprio. Eu, que não sei se posso dizer hoje que nunca simpatizei com a Bélgica e com os belgas, gostei de ver. E não sei, francamente não sei, se os portugueses que assobiaram o hino nas bancadas seriam capazes de fazer o mesmo.

tags: ,

publicado por Jorge Ferreira às 16:25 | link do post | comentar | ver comentários (3)

A CEE faz hoje 50 anos. Nem é a Europa, nem é a União Europeia que fazem 50 anos. E o que decidiram oferecer-nos os líderes europeus neste dia de comemorações? A promessa que a malfadada Constituição Europeia voltará já com a Presidência portuguesa. Sem a palavra maldita, mas apenas com a palavra soft "Tratado", para dar a ideia de recuo e de sabedoria. O embrulho muda, mas lá dentro virá a mesma coisa, desmentindo todos quantos julgaram que a coisa estava morta com os dois Nãos referendários. Já agora: um dos temas recorrentes do dia tem sido a comemoração da Paz em que a Europa tem vivido desde que foi criada a CEE. É excelente viver em paz. Mas conviria talvez não ser injusto nem ceguinho e lembrar o papel primordial da NATO nesse feito.


publicado por Jorge Ferreira às 16:03 | link do post | comentar

Os deputados ainda ganham aos arguidos no partido de Louçã. Mas por este andar... Já agora: por que razão o Bloco diz uma coisa sobre os arguidos de Lisboa e faz outra com os arguidos de Salvaterra de Magos? A resposta é óbvia: é que os arguidos do Bloco são melhores que os outros. Santa paciência...


publicado por Jorge Ferreira às 15:40 | link do post | comentar

"A direcção da empresa proprietária da Universidade Independente esclareceu este sábado que o processo de averiguações aberto pela instituição refere-se a todos os procedimentos administrativos de lançamento de notas e não ao caso específico da licenciatura de José Sócrates." A isto chama-se ter cuidado com o alvará.


publicado por Jorge Ferreira às 15:05 | link do post | comentar

(D. Afonso II)

Nesta data, em 1223, morria Afonso II de Portugal. Em 1815, Áustria, Reino Unido, Prússia e Rússia aliavam-se contra Napoleão Bonaparte. Em 1821, a Moldávia proclamava a independência. Em 1824, Pedro I do Brasil jurava a Constituição. Em 1957, a França, Alemanha Federal, Itália, Bélgica, Holanda e Luxemburgo assinavam o Tratado de Roma, que estabelecia a Comunidade Económica Europeia. Em 1977, realizava-se, em Portugal, a última viagem de uma locomotiva a vapor em via larga. Em 1990, realizavam-se as primeiras eleições livres na Hungria, em 43 anos. Em 1991 morria o arcebispo Marcel Lefébvre, 85 anos, fundador e líder do movimento integrista, excomungado por João Paulo II. Em 1994, morria José Magalhães Godinho, 85 anos, opositor à ditadura do Estado Novo, militante do PS. Em 2003, morria o antigo deputado socialista José Barros Moura, 58 anos. Em 2006, a União Europeia proibia a entrada no espaço europeu do presidente eleito da Bielorrússia, Alexandre Lukachenko, após a detenção de centenas de manifestantes da oposição que exigem novas eleições por suspeita de fraude. E morria Richard Fleischer, 89 anos, cineasta norte-americano, realizador de "Vinte Mil Léguas Submarinas", "Tora! Tora! Tora!" e "A Rapariga do Baloiço Vermelho".


publicado por Jorge Ferreira às 15:02 | link do post | comentar

(Aretha Franklin)

Hoje é Domingo, 25 de Março, octogésimo quarto dia do ano. Faltam 281 dias para o final de 2007. Hoje é o primeiro dia da hora de Verão. Desde a 01:00, em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, e das 00:00, na Região Autónoma dos Açores, a hora legal passou a coincidir com o tempo universal coordenado (UTC), aumentado de sessenta minutos. A Hora de Verão manter-se-á em vigor até ao próximo dia 28 de Outubro, altura em que a hora legal passar a coincidir, de novo, com o tempo universal coordenado. Nos céus, a Lua atinge o Quarto Crescente às 18:16. O sol nasce às 06:36 e o ocaso regista-se às 18:52. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 07:54 e 20:22, a baixa-mar às 01:15 e 13:35. Carneiro é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se o regente italiano Arturo Toscanini (1867), a escritora britânica Anne Bronte (1820), o compositor húngaro Béla Bartók (1881), a actriz francesa Simone Signoret (1921), a escritora norte-americana Flannery O'Conner (1925), a cantora Aretha Franklin (1942), o músico Elton John (1947), as actrizes Lisa Gay Hamilton (1964) e Sarah Jessica Parker (1968).


publicado por Jorge Ferreira às 14:59 | link do post | comentar

Sábado, 24 de Março de 2007



Todos os anos acontece. Uma semana de debates sobre a Comunicação Social, na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes do Instituto Politécnico de Tomar, onde, aliás, fazem o favor de me aturar. Começa já na segunda-feira o 6ª edição, com vasto e atraente programa, sobre o tema "O Poder e a Comunicação, que está previsto como se pode verificar no sítio do Encontro ou aqui, no Comunicar a Direito. E como prova de que esta iniciativa, já com lastro e tradição, apesar de relativamente recente, tem pergaminhos e faz milagres, aqui em cima fica uma prova fotográfica (relativa à 5ª edição), assim à laia de aperitivo.


publicado por Jorge Ferreira às 12:57 | link do post | comentar

O Tribunal de Contas vem finalmente confirmar o que já se sabia. As empresas municipais são o regabofe da despesa, do clientelismo, das mordomias e quase sempre da inutilidade. Remunerações mais elevadas do que o permitido na lei, vários vencimentos adicionais não autorizados, acumulação de vencimentos com os auferidos noutras funções e falhas nas declarações de rendimentos e de inexistência de incompatibilidades. Estas foram algumas das irregularidades encontradas pelo Tribunal de Contas à auditoria que realizou junto de 31 empresas municipais durante os anos de 2003 e 2004. Em 14 empresas (o equivalente a 45% do número total analisado), serem atribuídos aos administradores vencimentos-base e despesas de representação que ultrapassam o que estava previsto no Estatuto dos Gestores Públicos. A diferença mais elevada em relação ao permitido é de 189 por cento, registada no vencimento de um vogal do conselho de administração da MafraAtlântico. Logo em seguida surgem diferenças em torno dos 40 por cento registadas nas remunerações dos responsáveis máximos de empresas como a EPUL e a EMEL. Em nove empresas, tendo em conta os vencimentos acumulados no exercício de outros cargos, muitas vezes na própria Câmara Municipal, a remuneração destes gestores ultrapassa os 75 por cento do vencimento do Presidente da República, incluindo despesas de representação. Um verdadeiro regabofe. E não se pode exterminá-las?


publicado por Jorge Ferreira às 12:45 | link do post | comentar

É o caso de O Pasquim da Reacção, o blogue do Corcunda, que está de parabéns por mais um aniversário. Que tenha longa vida e não lhe feneça a preserverança de continuar. Como A Taberna dos Inconformados também está deparabéns pelo primeiro aniversário. Igual desejo para A Taberna. Dois poisos de boa e interessante leitura.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 12:39 | link do post | comentar

(Júlio Verne)

Nesta data, em 1764, era criado o Arsenal do Exército, em Lisboa. Em 1770, Penafiel era elevada a cidade. Em 1783, a Espanha reconhecia a independência dos EUA. Em 1882, Robert Koch, bacteriologista alemão, anunciava ter conseguido isolar os germes da tuberculose, os bacilos de Koch. Em 1905, morria o romancista francês Jules Verne, autor de "A Volta ao Mundo em 80 Dias". Em 1911, eram criadas as Universidades de Lisboa e do Porto, a partir das escolas superiores existentes. Em 1976, na Argentina, um golpe de estado derrubava a presidente Isabel Peron e colocava no poder uma junta militar. Em 1980, era assassinado o arcebispo de El Salvador, Oscar Romero. Em 1985, o atleta português Carlos Lopes vencia pela terceira vez o Campeonato do Mundo de corta-mato. Em 1986, morria Teófilo Carvalho dos Santos, 79 anos, antigo presidente da Assembleia da República e fundador do Partido Socialista. Em 1993, era apresentada a revista Visão. Em 1995, era assinado, entre o Governo e a Lusoponte, o contrato para a construção e concessão da ponte Vasco da Gama, sobre o Tejo. Em 1997, o filme "O Paciente Inglês", de Anthony Minghella, conquistava os Óscares de melhor filme e melhor realizador. Em 1999, a NATO começava o bombardeamento da Jugoslávia. Em 2000, terminava o Conselho Europeu Extraordinário, sob a presidência portuguesa, que aprovava a chamada Estratégia de Lisboa. Em 2003, a Autoridade da Concorrência iniciava a actividade. No mesmo dia, a fadista Mariza recebia, em Londres, o Prémio BBC de Melhor Artista da Europa na categoria de World Music. Em 2004, decorriam em Madrid os funerais das vítimas dos atentados de 11 de Março.


publicado por Jorge Ferreira às 12:12 | link do post | comentar

Hoje é Sábado, 24 de Março, octogésimo terceiro dia do ano, Dia do Estudante e Dia Mundial da Tuberculose. Faltam 282 dias para o final de 2007. Hoje é o último dia da hora de Inverno. Amanhã, a partir da 01:00, em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, e das 00:00, na Região Autónoma dos Açores, a hora legal passa a coincidir com o tempo universal coordenado (UTC), aumentado de sessenta minutos. Nos céus, a Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 25, às 18:16. O sol nasce às 06:38 e o ocaso regista-se às 18:51. No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 06:55 e 19:16, a baixa-mar às 00:17 e 12:37. Carneiro é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se o mago Houdini (1874), os actores norte-americanos Fatty Arbuckle (1887) e Steve McQueen (1930), o psicoterapeuta Wilhelm Reich (1897), o "cartoonista" Joseph Barbera (1911), o pianista norte-americano Byron Janis (1922), o dramaturgo italiano Dario Fo (1926) e o estilista Tommy Hilfigher (1951).


publicado por Jorge Ferreira às 12:10 | link do post | comentar

Sexta-feira, 23 de Março de 2007
Segundo deduzo dos jornais e das notícias do dia, jogou-se ontem mais uma jornada do campeonato do non sense. Enquanto o Conselho de Jurisdição do CDS dá razão a Portas, Portas dá razão a Ribeiro e Castro. Cessem os Gatos Fedorentos! Cesse o Levanta-te e Ri! CDS ao stand up comedy, já, ou immediatly, como preferiria dizer Manuell Pinhao.

tags:

publicado por Jorge Ferreira às 10:52 | link do post | comentar

"No “affaire Sócrates”, pouco me interessa que o PM seja licenciado, doutorado ou tenha apenas a instrucção primária. O que me interessa é saber se Sócrates deliberadamente mentiu ou tenta “abafar” qualquer tentativa de investigação.", por Miguel Noronha, em O Insurgente.
Claro.
"Mas, pergunto, se tal insinuação alguma vez se levantasse a respeito de Santana Lopes - o tal que foi alvo de gargalhada geral quando, há dias, ousou afirmar que leccionava Direito Constitucional numa universidade poligrupo - que clamor de indignação, que estupor colectivo, que fúrias de vestais pudibundas não se levantariam para denunciar o trapalhão ? Seria o fim, com as tv's, os senhores jornalistas, as comissões técnicas, as ordens profissionais excomungando o atrevido, o fura-vidas e o aventureiro indigno de carregar as insígnias de deputado da Nação. Tudo é relativo ao lobby, à curibeca, às cumplicidades e influências a que cada um está ligado.", por Miguel Castelo-Branco, no Combustões.
Claro.


publicado por Jorge Ferreira às 10:41 | link do post | comentar

(Ricardo Espírito Santo)

Nesta data, em 1765, o Parlamento britânico decretava o imposto do selo sobre as colónias na América, abrindo a porta à revolta. Em 1775, o estadista norte-americano Patrick Henry, na iminência da guerra com a Coroa Inglesa, afirmava "dêem-me a liberdade ou dêem-me a morte". Em 1919, Benito Mussolini fundava o Partido Fascista italiano. Em 1933, Adolf Hitler retirava o poder legislativo ao Reichstag, Parlamento alemão, com o apoio dos seus deputados, em maioria. Em 1956, era proclamada a República Islâmica do Paquistão. Em 1966, realizava-se o primeiro encontro, em 400 anos, entre as Igrejas Católica e Anglicana, com a audiência de Paulo VI ao Arcebispo de Cantuária, Arthur Ramsey. Em 1986, Abu Nidal, que desencadeara os ataques terroristas de Dezembro de 1985 aos aeroportos de Roma e Viena, requeria a adesão à Frente de Libertação Popular da Palestina. Em 1991 morria o banqueiro Ricardo Espírito Santo, em Londres. Em 1994, morria a actriz Giulietta Masina, viúva do realizador Federico Fellini, falecido no ano anterior. Em 1998, a 70ª edição dos Óscares de Hollywood distinguia o filme "Titanic", de James Cameron, com 11 estatuetas. Em 2001, morria o canadiano David Mac Taggart, 68 anos, fundador da organização ecologista Greenpeace. Em 2002, ocorria, em Roma, a maior manifestação sindical na história de Itália, contra a política social de Sílvio Berlusconi e o terrorismo, com cerca de três milhões de pessoas. Em 2003, era identificado, em Hong Kong, o vírus da chamada pneumonia atípica. Em 2006, a PSP detinha 29 pessoas e constituía outras 26 arguidas, no âmbito da maior apreensão de armas de sempre no país. Entre os suspeitos figuravam vários agentes da polícia e civis que exerciam funções administrativas no licenciamento de armas na PSP.


publicado por Jorge Ferreira às 10:34 | link do post | comentar

Hoje é Sexta-feira, 23 de Março, octogésimo segundo dia do ano e Dia Meteorológico Mundial. Faltam 283 dias para o final de 2007. Este dia é dedicado a São Turíbio de Mongrovejo. Nos céus, a Lua encontra-se na Fase Crescente. Quarto Crescente, dia 25, às 18:16. O sol nasce às 06:40 e o ocaso regista-se às 18:50. No porto de Lisboa, a baixa-mar verifica-se às 06:07 e 18:26, a preia-mar às 11:51 e 00:17. Carneiro é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se o compositor alemão Franz Schrecker (1878), o pintor Juan Gris (1887), o psicanalista Erich Fromm (1900), a actriz norte- americana Joan Crawford (1908), o cineasta japonês Arika Kurosawa (1910), o cientista de origem alemã Wernher von Braun, (1912), o primeiro atleta a correr a milha em menos de quatro minutos, Roger Bannister (1929), o músico Rik Ocasek (1949), líder dos Cars, e José Manuel Durão Barroso (1956).


publicado por Jorge Ferreira às 10:30 | link do post | comentar

JORGE FERREIRA

tomarpartido@sapo.pt

visitantes em linha

English version by Google
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30



DESTAQUES




TAMBÉM ESTOU AQUI

Jorge Ferreira

Cria o Teu Crachá

Aveiro
Comunicar a direito
Democracia liberal
Diário de aveiro
Jorge ferreira
O carmo e a trindade
O templário
Terras de mármore
Tv net

O PARTIDO DOS AMIGOS

A cagarra
Alinhavos
Cão com pulgas
Eclético
Faccioso
Ilha da madeira
Fumaças
Mais actual
Meu rumo
Paris
Sobre o tempo que passa
Tubarão


OUTROS PARTIDOS

A arte da fuga
A barbearia do senhor luís
A casa de sarto
A casa dos comuns
A caveira vesga
A caverna obscura
A civilização do espectáculo
A destreza das dúvidas
A educação do meu umbigo
A gota de ran tan plan
A grande alface
A janela do ocaso
A natureza do mal
A origem das espécies
A outra varinha mágica
A regra do jogo
A revolta das palavras
a ritinha
A terceira noite
A textura do texto
A voz do povo
A voz nacional
A voz portalegrense
As escolhas do beijokense
As penas do flamingo
Abrigo de pastora
Abrupto
Às duas por três
Activismo de sofá
Admirável mundo novo
Adufe
Água leve
Água lisa
Alcabrozes
Alianças
Aliança nacional
Almocreve das petas
Apdeites v2
Arcadia
Arde lua
Arpão
Arrastão
Aspirina b
Atuleirus
Avatares de um desejo

Bar do moe, nº 133
Blasfémias
Bem haja
Berra-boi
Bic laranja
Bicho carpinteiro
Binoculista
Bissapa
Blogo social português
Blogotinha
Blogs e política
Blogue de direita
Blogue da sedes
Blogue real associação de lisboa
Blue lounge
Boca de incêndio
Boina frígia
Braga blog
Branco no branco
Busturenga

Cabalas
Café Bar James Dean
Café da insónia
Caixa de petri
Caixa de pregos
Câmara corporativa
Campos da várzea
Canhoto
Carreira da í­ndia
Causa liberal
Causa nossa
Cegos mudos e surdos
Centenário da república
Centurião
Certas divergencias
Chá preto
Charquinho
Cibertúlia
Cinco dias
Classe polí­tica
Clube das repúblicas mortas
Clube dos pensadores
Cobrador da persia
Combustões
Confidências
Congeminações
Contingências
Controversa maresia
Corta-fitas
Crónicas d'escárnio e mal dizer

Da condição humana
Da literatura
Da rússia
Dar à tramela
Dass
De vexa atentamente
Der terrorist
Delito de opinião
Desconcertante
Desesperada esperança
Despertar da mente
Direito de opinião
Do portugal profundo
Dois dedos de prosa e poesia
Dolo eventual
Duas cidades
Duas ou três coisas
2 rosas

É curioso
É tudo gente morta
e-konoklasta
Em 2711
Elba everywhere
Em directo
Encapuzado extrovertido
Entre as brumas da memória
Enzima
Ephemera
Esmaltes e jóias
Esquissos
Estado sentido
Estrago da nação
Estudos sobre o comunismo
Espumadamente
Eternas saudades do futuro

Falta de tempo
Filtragens
Fliscorno
Fôguetabraze
Foram-se os anéis
Fúria dos dias

Gajo dos abraços
Galo verde
Gazeta da restavração
Geometria do abismo
Geração de 80
Geração de 60
Geração rasca
Gonio
Governo sombra

Há normal?!
Herdeiro de aécio?!
Hic et nunc
Hoje há conquilhas, amanhã não sabemos
Homem ao mar

In concreto
Ideal social
Ideias soltas
Ilusão
Império lusitano
Impressões de um boticário de província
Insinuações
Inspector x
Intimista

Jacarandá
Janelar
Jantar das quartas
João Távora
Jornal dos media
José antónio barreiros
José maria martins
Jose vacondeus
Judaic kehillah of portugal - or ahayim
Jugular
Julgamento público

Kontrastes

La force des choses
Ladrões de bicicletas
Largo da memória
Largo das alterações
Latitude 40
Liblog
Lisbon photos
Lobi do chá
Loja de ideias
Lusitana antiga liberdade
Lusofin

Ma-schamba
Macroscópio
Maioria simples
Maquiavel & j.b.
Margem esquerda
Margens de erro
Mar salgado
Mas certamente que sim!
Mau tempo no canil
Memória virtual
Memórias para o futuro
Metafísica do esquecimento
Miguel teixeira
Miniscente
Minoria ruidosa
Minudencias
Miss pearls
Moengas
Movimento douro litoral
Mundo disparatado
Mundus cultus
My guide to your galaxy

Não há pachorra
Não não e não
Nem tanto ao mar
Neorema
Nocturno
Nortadas
Notas formais
Notícias da aldeia
Nova floresta
Nova frente
Num lugar à direita
Nunca mais

O afilhado
O amor nos tempos da blogosfera
O andarilho
O anónimo
O bico de gás
O bom gigante
O cachimbo de magritte
O condomínio privado
O contradito
O diplomata
O duro das lamentações
O espelho mágico
O estado do tempo
O eu politico
O insubmisso
O insurgente
O islamismo na europa
O jansenista
O jumento
O observador
O país do burro
O país relativo
O pasquim da reacção
O pequeno mundo
O pravda ilhéu
O principe
O privilégio dos caminhos
O profano
O reaccionário
O saudosista
O severo
O sexo dos anjos
O sinaleiro da areaosa
O tempo das cerejas
O universo é uma casca de noz
Os convencidos da vida
Os veencidos da vida
Obrigado sá pinto
Oceano das palavras
Office lounging
Outra Margem
Outubro

Palavra aberta
Palavrussaurus rex
Pangeia
Papa myzena
Patriotas.info
Pau para toda a obra
Pedra aguda
Pedro_nunes_no_mundo
Pedro rolo duarte
Pedro santana lopes
Pena e espada
Perguntar não ofende
Planetas politik
Planí­cie heróica
Playbekx
Pleitos, apostilas e comentários
Politeia
Política pura e dura
Polí­tica xix
Polí­tica de choque
Politicazinha
Politikae
Polvorosa
Porcausasemodivelas
Porto das pipas
Portugal dos pequeninos
Por tu graal
Povo de bahá
Praça da república em beja
Publicista

Quarta república

Registo civil
Relações internacionais
Retalhos de edith
Retórica
Retorno
Reverentia
Revisões
Ricardo.pt
Risco contínuo
Road book
Rua da judiaria

Salvaterra é fixe
Sem filtro
Sempre a produzir
Sentidos da vida
Serra mãe
Sete vidas como os gatos
Small brother
Sociedade aberta
Sociologando
Sorumbático
Sou contra a corrente
Super flumina

Táxi
Tempo político
Tenho dito
Teorias da cidade
Tese & antítese
Tesourinhos deprimentes
There is a light never goes out
Tirem-me daqui
Tralapraki
Transcendente
Tribuna
31 da armada
Tristeza sob investigação
Triunfo da razão
Trova do vento que passa

Último reduto
Um por todos todos por um

Vale a pena lutar
Vasco campilho
Velocidade de cruzeiro
Viagens no meu sofá
Vida das coisas
Vento sueste
Voz do deserto

Welcome to elsinore

Xatoo

Zarp blog

PARTIDOS DOS ALUNOS

Ao sul
As cobaias
Fados e companhia
O cheiro de santarém pela manhã
Platonismo político
Projecto comunicar

PARTIDOS DE ABRANTES

Abranteimas
Rua da sardinha
Torre de menagem

PARTIDOS DO ALGARVE

Mons cicus
Olhão livre
Tavira tem futuro
The best of lagos

PARTIDOS DE AVEIRO

A ilusão da visão
Academia de aveiro
Actas diárias
Amor e ócio
Arestália
Aveiro sempre
Bancada directa
Bancada norte
Blog de sergio loureiro
Botanabateira
Código da vivencia
Cogir
Debaixo dos arcos
Desporto aveiro
Divas e contrabaixos
Estados gerais
Forum azeméis
Já agora
Margem esquerda
Neo-liberalismo
Nós e os outros
Notas de aveiro
Notícias da aldeia
Noticias de ovar
Painéis de aveiro
Pontos soltos
Portal do beira-mar
4linhas
Quotidiano da miséria
7 meses
The sarcastic way
Visto de fora
Vouga

PARTIDOS DE OEIRAS

À rédea solta
Escrever sobre porto salvo
Eu sou o poli­ticopata
Oeiras local
Rememorar oeiras

PARTIDOS DE TOMAR

Alcatruzes da roda
Algures aqui
À descoberta de tomar
Charneca da peralva
Nabantia
Olalhas
Os cavaleiros guardiões de sta. maria do olival
Sondagem tomar
Tomar
Thomar vrbe
Tomar, a cidade
Tomar a dianteira
Vamos por aqui

PARTIDOS DE VILA VIÇOSA

A interpretação do tempo
Infocalipo
O restaurador da independencia
Tasca real

PARTIDOS POÉTICOS

Arrimar
Corte na aldeia
Forja de palavras
Linha de cabotagem (III)
Nimbypolis
O melhor amigo
Ofí­cio diário
Orgasmos dos sentidos

PARTIDOS DAS ÁGUIAS

A águia
A ilíada benfiquista
A mística benfiquista
Amo-te, benfica
Anti-anti-benfica
Benfiquistas desde pequeninos
Calcio rosso
Chama imensa
Diário de um adepto benfiquista
E isso me envaidece
E pluribus unum
Encarnados
Encarnado oriental
Encarnado e branco
Eterno benfica
Football dependent
Gloriosa fúria vermelha
Glorioso jornal
Gordo vai à baliza
Javardos benfiquistas
loucos pelo slb
Mágico slb
Mar vermelho
Memória gloriosa
Não se mencione o excremento
Novo benfica
O antitripa
O inferno da luz
O grémio benfiquista
Os nossos queridos jornalistas desportivos
País de corruptos
Quero a verdade
Ser benfiquista
Slbenfica - forever champions
Slblog
Tertúlia benfiquista
Um zero (1-0) basta
Vermelhovzky
Vedeta da bola
Vedeta ou marreta?
Velho estilo ultras
Vermelho à moda do porto

PARTIDOS DA BOLA

Cromo dos cromos

PARTIDOS DO DIREITO

Ab surdus
Assembleia de comarca
Blog de informação
Blog do dip
Cartilha jurídica
Cum grano salis
Direito na sociedade da informação
Dizpositivo
Elsa
Incursões
Iuris
Leituras oficiosas
Legalidade
Lex turistica nova
Mens agit molem
Notas constitucionais
O meu monte
Patologia social
Piti blawg
Ré em causa própria
Reforma da justiça
Rumo do direito
Santerna
Suo tempore
Trepalium
Urbaniuris
Vexata quaestio

PARTIDOS DA VIDA

Açores pelo não
Alentejo pelo não
(Des)conversas em família
Direito a viver
Évora pelo não
Fiat lux
Impensável
Jornal da família
Nebulado
Pela vida
Pelo não
Quero viver
Razões do não
Sinto a vida
Sou a favor da vida

PARTIDOS DA ARGENTINA

El opinador compulsivo

PARTIDOS DO BRASIL

Ação humana
Cronicas do joel
Depósito do maia

PARTIDOS DE ITÁLIA

Importanza dele parole

PARTIDOS DOS LIVROS

Blog do espaço de memória e do pátio das letras
D'outro tempo
Lerblog
Mundo pessoa

PARTIDOS DAS REVISTAS

Alameda digital
Leonardo, revista de filosofia portuguesa

PARTIDOS DA TAUROMAQUIA

Lides alentejanas
Toiradas

PARTIDOS DOS BLOGUES

aniversários de blogues
Blog do dia dn
Blogpatrol
Blogpulse
Blogsearch
Blogservatório
Blogs em lí­ngua portuguesa
Moblig
Orochi's blog
Sapo blogs
Technorati
Weblog

PARTIDOS DA POLÍTICA

Bloco de esquerda
Centro democrático social
Os verdes
Partido comunista português
Nova democracia
Partido social-democrata
Partido socialista


PARTIDOS DOS JOGOS OLÍMPICOS

Atenas 2004
Pequim 2008
Comité olí­mpico internacional
Comité olí­mpico de portugal

PARTIDOS DOS JORNALISTAS

a capital
Jornal do diabo
O comércio do porto



TAMBÉM JÁ ESTIVE AQUI
Blogue do não
Câmara de comuns
Eleições 2009
Nova vaga
Novo Rumo
O carmo e a trindade
O eleito
Olissipo
Ota não
Portal lisboa
RCP ONLINE
Semanário
Sportugal
Tomarpartido
ARQUIVOS

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds
tags

efemérides(867)

borda d'água(850)

blogues(777)

josé sócrates(537)

ps(339)

psd(221)

cavaco silva(199)

pessoal(182)

justiça(180)

educação(150)

comunicação social(139)

política(137)

cds(126)

crise(121)

desporto(120)

cml(116)

futebol(111)

homónimos(110)

benfica(109)

governo(106)

união europeia(105)

corrupção(96)

freeport de alcochete(96)

pcp(93)

legislativas 2009(77)

direito(71)

nova democracia(70)

economia(68)

estado(66)

portugal(66)

livros(62)

aborto(60)

aveiro(60)

ota(59)

impostos(58)

bancos(55)

luís filipe menezes(55)

referendo europeu(54)

bloco de esquerda(51)

madeira(51)

manuela ferreira leite(51)

assembleia da república(50)

tomar(49)

ministério público(48)

europeias 2009(47)

autárquicas 2009(45)

pessoas(45)

tabaco(44)

paulo portas(43)

sindicatos(41)

despesa pública(40)

criminalidade(38)

eua(38)

santana lopes(38)

debate mensal(37)

lisboa(35)

tvnet(35)

farc(33)

mário lino(33)

teixeira dos santos(33)

financiamento partidário(32)

manuel monteiro(32)

marques mendes(30)

polícias(30)

bloco central(29)

partidos políticos(29)

alberto joão jardim(28)

autarquias(28)

orçamento do estado(28)

vital moreira(28)

sociedade(27)

terrorismo(27)

antónio costa(26)

universidade independente(26)

durão barroso(25)

homossexuais(25)

inquéritos parlamentares(25)

irlanda(25)

esquerda(24)

f. c. porto(24)

manuel alegre(24)

carmona rodrigues(23)

desemprego(23)

direita(23)

elites de portugal(23)

natal(23)

referendo(23)

apito dourado(22)

recordar é viver(22)

banco de portugal(21)

combustíveis(21)

música(21)

pinto monteiro(21)

bcp(20)

constituição(20)

liberdade(20)

saúde(19)

augusto santos silva(18)

cia(18)

luís amado(18)

todas as tags