8 comentários:
De Fernando a 13 de Janeiro de 2009 às 02:37
Cristiano Ronaldo, the best , e um cão de água português na short list » para cão da família Obama . Grandes notícias! Entretanto, os miúdos no interior não vão à escola por causa do frio e das ruas intransitáveis... Que amanhã consigamos ter duas notícias boas !


De Bruno - Planetas a 13 de Janeiro de 2009 às 01:04
Um programa de Prós e Contras sobre o conflito Israelo-Palestiniano....?! humm...Não, é melhor avançar com um exclusivo sobre o Cristiano Ronaldo. Valha-nos Deus!


De Bruno - Planetas a 13 de Janeiro de 2009 às 00:21
Um programa de 2 horas para falar de Cristiano?!?! não há pachorra!!

Abraço


De mdsol a 12 de Janeiro de 2009 às 22:23
Um post equilibrado e a tocar nos pontos que, também a mim, me parecem essenciais!

O Cristiano pode ser superficial..... tudo isso! Mas, no seu "assunto" específico ...dá cartas. Se cada um, no seu espaço e funções, assim fizesse, talvez o país ... aguentasse melhor a crise!

[Atrevo-me a dizer que, se qualquer um pudesse chegar a melhor jogador do mundo, muito boa e insuspeita gente o seria!]

(Declaração de interesses: Não gosto especialmente do Cristiano Ronaldo, muito menos de outras coisas que rodeiam o futebol espectáculo...)


De Rui a 12 de Janeiro de 2009 às 22:17
Sem querer ofender... é caso para perguntar: em que é que o Sr. Pedro Mota (entre tantos outros que passam a vida com esse tipo de argumentos) contribui para o desenvolvimento da cultura, mentalidade e economia do país?

Por muitos defeitos que ele tenha (e tem!) o seu nome é uma marca automaticamente associada ao país. O que será que os senhores conseguem fazer que se equipare a isto? Quando se fala em Portugal na Indonésia é no seu nome que as pessoas falam?

O futebol é apenas um desporto e não deve ter mais importância do que aquela que de facto merece. Mas não se deve tentar diminuir o feito de alguém que faz aquilo que é pago pra fazer melhor qualquer outro. Quantos portugueses se lembra de que se possa dizer o mesmo?... bem me parecia!


De lumadian a 12 de Janeiro de 2009 às 21:50
Eu gosto de futebol, vibro com o futebol e nem por isso me considero menos inteligente e menos preocupado com os problemas do mundo e do pais. Se não nos divertir-mos com alguma coisa morremos estúpidos. Sinceramente já estou farto de gente filosófica que só fala mal dos outros e nada faz para melhorar o mundo. Ao menos que tenhamos uma alegria em alguma coisa. Bem sei que ele é arrogante, mas é o melhor do mundo a jogar futebol, quem nos dera ter os melhores do mundo a governar, em vez de um palhaço, ou os melhores do mundo na oposição, em vez de partidos sem futuro, sem ideais e ultrapassados no tempo e na história.
Estou farto que se deite abaixo tudo o que este pais tem para se orgulhar. Gente mesquinha que só está bem no meio da desgraça, para poderem falar mal.
Já estou como o outro: "vão mas é trabalhar, fazer alguma coisa de útil pela sociedade."


De Rui a 12 de Janeiro de 2009 às 20:42
Um jogador português foi considerado o melhor do mundo? E com todo o mérito.

OK! Parabéns.

MAS QUERO LÁ SABER.

Temos uma crise, banqueiros criminosos, políticos ladrões, líder da oposição incompetente, a vaga de frio, etc... Valerá a pena dar tanta importância a "cromos da bola"? Distraiam-se com a bola e terão banqueiros ilibados, ladrões reeleitos, incompetentes no poder, assaltos à vossa carteira e dignidade, etc... E quando isto acontecer e perguntarem o porquê, a resposta é simples: "Estava distraído com a bola".


De pEDRO MOTA a 12 de Janeiro de 2009 às 20:36
ELITE?? AHAH! DO K? DOS INCULTOS, BASICOS, SEM FORMAÇAO E PENSAM COM O "PSEUDO-MUSCULO" PENIANO? Realmente, o que isto contribui para o desenvolvimento da cultura, mentalidade e economia do país? NIHIL: NADA DE NADA! Coisa tao banal, futil, vulgar e digna de gente que nao tem mais nada em k pensar: a cabeça das pessoas que adoram e amam futebol equivale a uma bola de futebol: tem so ar por dentro.


Comentar post